Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 30 2007

Quando menos se espera … (A Saga do Caminho 23)

Cacabelos – O Cebreiro: 41,32 Km
Os quase nove quilômetros até a mítica Villafranca del Bierzo foram fáceis, e resolvemos fazer um lanche e que eu devia viajar mais leve. Aqueles que me conhecem sabem que eu adoro um papel de museu, de igreja, qualquer coisa que conte um pouco de história e do cotidiano de cada lugarzinho que passamos. Mas nunca é tarde, não para jogar todo este conhecimento, mas sim para enviá-lo por correio!
Image00028

Todos falavam da famosa subida do Cebreiro, assim reuni toda minha documentação do caminho, que pesou quase dois quilos, e enviei para minha casa!

Dica: Muitos brasileiros pretendem conhecer outras cidades depois de chegar a Santiago, mas o que fazer com a bagagem? Na cidade da saída, você pode comprar uma caixa no correio e enviar tudo aquilo que não vai necessitar para o “Apartados de Correos de Santiago de Compostela”. Envia prá você mesmo, e quando chegar por lá, vai ao correio e recolhe todos seus pertences! Preço? Vale a pena, pode enviar até 20 quilos pela forma econômica, por cerca de $ 10,00€ (dez euros).

Em Villafranca del Bierzo é parada obrigatória a Igreja de Santiago. Admire sua “Portada do Perdón”. O Papa Calixto III otorgou o perdão a todos aqueles peregrinos doentes que não pudessem chegar até Santiago. Quer dizer, aqueles que chegam até aqui e por fortes motivos de saúde não podem continuar, basta que atravessem a Porta do Perdão e terão o mesmo benefício daqueles que alcançam Santiago de Compostela!
Image00029 Image00030

Depois de Villafranca, em poucos quilômetros começa o trajeto que acompanha a estrada principal, e que de pouco em pouco entra em algum povoado. É uma etapa divertida, e para alguns dura, principalmente para aqueles que começaram o caminho depois de León.

No meio da tarde, chegamos a “Las Herrerías”, e sem mais nem menos comecei a passar mal, uma dor de estômago super forte, não podia comer nem nada, nem sentir o cheiro da comida. Paramos em um bar-restaurante, e a senhora super amável me preparou uma sopa, mas tomei algumas colheradas, e não podia continuar …

Nossos planos eram de chegar até o Cebreiro, mas começou a chover e o Tom disse: “Vamos ficar por aqui!”. Quando estávamos quase chegando ao hotel a uns 400 metros do bar, olhei para o Tom e disse que queria tentar chegar até o Cebreiro. E meio que renasci das cinzas (hehehehehe) e consegui chegar até aonde queríamos. Minha preocupação era meu estômago, assim nem percebi a subida que enfrentamos, de cerca de 9 quilômetros!
Image00031 Image00032

O Cebreiro é um pequeno povoado muito bonito, aconchegante … mas, se você fizer o caminho em julho ou agosto é bem difícil que consiga lugar no albergue, a não ser que chegue bem cedo! Mas aqui há uma oferta de pequenos hotéis, e de vez em quando se deve dar uma alegria ao corpo! Eu não sou daquelas que acredita que o sofrimento enaltece o homem! Assim, neste dia ficamos em um hotelzinho super agradável, mas eu infelizmente não consegui comer, e esta situação se estenderia por mais um dia …

Por isso, o título de hoje é “quando menos se espera …” porque eu sai tão bem, mas de repente mais que de repente, meu corpo encrespou! Todos os planos devem ser flexíveis, o caminho se faz a cada dia, podem existir previsões, mas o coração deve estar aberto para as inesperadas mudanças! Neste dia eu cheguei ao esperado destino, mas em outros não consegui. Como na vida, as vezes se alcança e em outras é alcançado por coisas que não te permitem chegar até teu objetivo!

A tempo: Um pouco antes de alcançar O Cebreiro, cruzamos a fronteira da comunidade da Galícia! A última comunidade do caminho!
Image00033


Posts relacionados:

Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)
Simplesmente humanos! (de Carrión de los Condes a Sahagún)
Não estou louca, nem virei psico-autora, apenas tive vontade de me abrir ao mundo! (de Sahagún a Mansilla de las Mulas)
Tempo de Turismo! (de Mansilla de las Mulas a León)
Em homenagem ao Gustavo: cancun, cancun … (de León a Puente y Hospital de Órbigo)
Chuva e cozido: um dia de reis (de Puente y Hospital de Órbigo a Santa Catalina de Somoza)
Seguimos na Maragatería … um dia inesquecível … (de Santa Catalina de Somoza a Cruz de Ferro)
A Maragatería já era nossa casa! (da Cruz de Ferro a Molinaseca)
Que diazinho do caramba! (de Molinaseca a Cacabelos)

fotos: turomaquia_2006

4 Comentários

  1. silvia oliveira

    Noosssa, mas que mochilaooo! Agora que me dei conta. Quantos quilos? (Você já falou em algum momento aqui, mas nao me lembro…)

    responder
  2. Jorge

    Hola de nuevo Paticinha,me has dejado intrigado con tu comentario de que han pasado muchas cosas, una buenas y otras malas… Porfi, escríbeme ese mail y me cuentas.Yo ya ando por tierras mexicanas, aunque en Agosto iré por TenerifebesitosJorge

    responder
  3. Marcia Tanikawa

    Sempre admirei seu blog e seus posts, mas não sabia que vcs estavam percorrendo o nosso sonho acalentado há muito tempo!!!
    Vou devorar cada post, é um excelente guia de viagem!! tá tudo aqui!!!
    Pretendemos fazer o caminho na nossa “virada” de vida, perto da aposentadoria, para ser bem marcante…
    Um grande abraço!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Marcia, já fiz 3 vezes o Caminho. Na primeira vez apneas os últimos 120 km, e sozinha. Depois desde França e com o Tom, e por último as etapas do caminho Aragonês, tbem com meu marido. Todas valeram a pena, vcs vão adorar a experiência. E como vc comentou, é algo realmente marcante 🙂
      Beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia 14 de dezembro, caçamba! Depois que passei dos 30, parece que os anos aceleraram seu ritmo de passagem 🤔

Este lugar da foto, foi um dos mais incríveis que conheci neste 2017.
.
#greece #voidokiliabeach #peloponeso #happiness😊
  • Hoje o mar não está prá peixe 🦈🐳🐋🐬🐟🐡
.
#lascanterasbeach #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #canaryisland #laspalmasdegrancanaria #españa
  • Kyoto e seus rituais budistas. Por uma vida mais zen ou ao menos uma semana de paz e amor prá todos nós 🙏
.
#kyoto🇯🇵 #budismo #zen #japan🇯🇵 #templo
  • Um domingo maravilhoso prá vocês 😍🤸💏 Foto by Ale Avelar
  • O encontro no @masp_oficial de dois grandes: Anita Malfatti e Pablo Picasso. .
#arte #masp #historiadaarte #picasso #anitamalfatti
  • Dia preguiçoso e lindo por aqui. Porque hoje na Espanha é feriado, dia da Constituição 💃
.
#españa #lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #canaryisland #feriado

Follow Me!