Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 08 2007

A Maragatería já era nossa casa! (A Saga do Caminho 21 – Parte dois)

Este era o dia dos animais. Após deixarmos a Cruz de Ferro demos de cara com esta vaca que nos olhava fixamente! Lembram da saída de Santa Catalina de Somoza? e da nossa experiência com o cachorro? Está na entrada anterior!
Image00039 Image00040

Entramos por veredas muito verdes, e tanto verde tinha cara de umidade, e dito e feito, começou a chover, mas muito, e nós dois no meio do nada. De repente chegamos a Manjarín, o primerio povoado da região de León conhecida como El Bierzo. Esta região é bem diferente das demais de Castilla y León, e tanto é assim que muitos moradores falam gallego, idioma da Galícia, e inclusive reivindicam que deviam pertencer a esta comunidade autônoma. O caso é que este é um povoado bem pequeno, meio que abandonado, que conta com um refúgio que muita gente adora, para comprovar veja a seguinte página e leia os comentários: http://caminodesantiago.consumer.es/refugio-de-manjarin

Mas eu não aguento coisas muito alternativas, este não é meu caminho, este albergue não tinha água corrente, e a aparência do lugar era meio …. bem, vamos deixar por aqui. Chovia muito, mas só a perspectiva que a chuva não pasasse e que dormissemos neste lugar, me deu todas as forças necessárias para seguir adiante. Mas nada de prejuízos, de repente, este será teu lugar mágico: Mas para mim, depois de quase 600 Km de caminhada, definitivamente não era!
Image00041

A chuva nos acompanhou por muitos quilômetros, e quando deu uma folguinha avistamos a linda cidade “El Acebo”. Este tipo de construções, com estes tetos escuros de pedra (ardósia) são típicas nesta parte da maragatería.
Image00042

Minha amiga Silvia do Matraqueando ia adorar este lugar. É como estas cidades que ela tanta gosta com seus velhos casarios. A única coisa é que aqui a maioria das casas são de pedra!

A partir de Acebo entramos em uma longa descida.
Todo mundo falava da Cruz de ferro e tal, mais a descida que encaramos a partir daqui foi muito mais dura. Não é nada de meter medo, o negócio é que temos em frente uma forte pendente em um solo bastante pedregoso. O lance é ir devagar e desfrutar da paisagem alucinante deste tramo. Eu consegui descer sem pestanejar, e porque te conto da minha experiência? Primeiro porque meu problema são as descidas, e segundo porque você lembra das minhas sandálias esportivas???

A chegada à Molinaseca foi muito emocionante, vi, vim e venci!!! Hehehehehe Cheguei, e ademais com vontade de vencer outros desafios! Quando alcançamos ao albergue, que é bem legal, mas está a um quilômetro do centro da cidade, é claro que já não haviam camas em seu interior. Tínhamos duas opções: dormir em bicamas ao relento, ou dormir em barracas para duas pessoas. Depois de tudo que havia feito nesta viagem-peregrinagem (e que viagem não é uma espécie de peregrinagem?) isto era o de menos, e na maior farra, fui de acampada! Neste dia tão especial, liguei para o Brasil, para uma pessoa do coração que fazia aniversário. Era um dezessete de agosto!
Image00043


Posts relacionados:

Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)
Simplesmente humanos! (de Carrión de los Condes a Sahagún)
Não estou louca, nem virei psico-autora, apenas tive vontade de me abrir ao mundo! (de Sahagún a Mansilla de las Mulas)
Tempo de Turismo! (de Mansilla de las Mulas a León)
Em homenagem ao Gustavo: cancun, cancun … (de León a Puente y Hospital de Órbigo)
Chuva e cozido: um dia de reis (de Puente y Hospital de Órbigo a Santa Catalina de Somoza)
Seguimos na Maragatería … um dia inesquecível … (de Santa Catalina de Somoza a Cruz de Ferro)

Imagens: turomaquia_2006

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!