Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 11 2010

Catedral da Sé: da Roma Antiga até nossos dias!

Estávamos dentro do Eléctrico 28 com o objetivo de descer o mais perto possível do Castelo São Jorge. Chovia, e caminhar não parecia ser a atividade mais indicada. De repente nos damos conta que já passamos pela parada, e que nada assinalva como a do Castelo, afinal chamava da Graça, e o que tinha isto a ver com o São Jorge?! Mas o que não tem remédio, remediado está.

Tocamos o aviso e descemos, mas a chuva ainda estava lá. Não era muito inteligente subir a pé. Portanto: mudança de planos! Bem na nossa frente aparecia aquela igreja gótica poderosa. Trocamos dois olhares e já estava decidido: vamos visitar a Catedral da Sé.

Primeira sensação: aconchego. Quando o corpo já se sentia cômodo, começo a olhar para todos os lados. A igreja é compacta, de grandes colunas, e poucas cores. O ponto de cor é dado pelas rosáceas e os vitrais. Não existem muitas distrações ao fiel. Inclusive há pouca luz.

Catedral da Sé

Para passar ao claustro é necessário pagar 2,50€. A parte que mais me fascinou da Sé. Nele se veem os efeitos, e de uma maneira especial se sente, aquele último terremoto que provocou tanta destruição. Mas o claustro oferece muito mais. Na parte central estão as escavações que mostram um passado que data do século I com suas calçadas romanas. E convivem no mesmo espaço restos de um edifício público islâmico, uma cisterna medieval, o aterro realizado para construir o claustro no século XIV e uns muros realizados no século XVIII. Sinto falta de mais explicações, sei que tenho um tesouro na minha frente, e me sinto frustrada por não saber mais dele, e conceder-lhe um olhar mais longo.

Catedral da Sé
Catedral da Sé
Catedral da Sé
Catedral da Sé

Continuo entre aqueles arcos e encontro uma janela que dá ao Alfama, que linda visão. Nem a chuva consegue tirar a poesia deste bairro.
Catedral da Sé
Depois do claustro, vem as capelas. Fixo minha atenção na Capela de Santa Ana e seu seu sarcófago do século XVI. O que estaria lendo aquela menina?
Catedral da Sé
Catedral da Sé
Voltamos à igreja, catedral da cidade. Ela foi construída para comemorar a conquista de Lisboa que estava nas mãos dos mouros, isso lá no ano de 1.147. Por que foi construída neste local? Fácil, porque aqui se encontrava uma igreja islâmica, daqueles que haviam tomado a cidade. Era uma forma de dizer: “agora quem manda aqui somos nós”. E olha como eram as coisas naqueles tempos. O primeiro bispo foi um cruzado inglês, Gilbert Hastings. Outro que depois de tanto matar, acabou como sacerdote!

Vale a visita? O seu exterior é impactante, para entrar na Igreja não custa nada. Agora eu não sairia sem dar uma olhadinha no claustro. É uma maneira de ajudar na manutenção do templo! Caminhar pelo que o terremoto deixou de pé, por umas estranhas figuras até meio demoníacas e sentir o rápido passar do tempo em suas escavações.
Catedral da Sé
Isso é ou não é demoníaco!?
Catedral da Sé
Catedral da Sé

Informações práticas
Horário:
De segunda a sábado, das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas.

Tarifa: 2,50€ claustro, e se quiser ver o tesouro mais 2,50€

Leia também:
Cartão Postal: catedral da Sé com Eléctrico 28
Como se locomover por Lisboa – Excursões e passeios
Dez razões para visitar Lisboa e arredores – Lista 10+
Dicas para visitar o Bairro de Belém – Lisboa
Visitando a Torre de Belém – Lisboa
Rinoceronte na Torre de Belém – Curiosidades de Lisboa
Pastéis de Belém – indescritivelmente bons!
Mosteiro dos Jerônimos – Patrimônio Mundial da Humanidade

fotos: turomaquia_2009

5 Comentários

  1. Sílvia Oliveira

    Nunca vi fotos tão lindas em nenhum blog que falou sobre Lisboa-Portugal! Realmente vocês estão de parabéns! Digo "vocês" porque o Tom é co-autor do Turomaquia, né? hahahaSabia que numa das capelas está a pia onde Santo Antônio foi batizado. Santo Antônio de Pádua, o casamenteiro, era português! Nasceu e cresceu aqui. Só depois foi viver na Itália. É o santo padroeiro da cidade. Beijão!

    responder
  2. Isabel O.

    Penso que a Sílvia tem razão. Acho a catedral meio deprimente, escura e, na minha opinião, mal-tratada, mas, ao vê-la pelas suas lentes, parece-me outra coisa.Bj

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Silvinha vindo de ti, fico muito emocionada, obrigada, e tem razão é produção do casal! heheheheEu vi a pia, mas só fiquei sabendo depois da história!Isabel,eu tive uma relação de amor com a Catedral, mas do que com a Catedral, com o Claustro. E agradeço o elogio, é uma delícia ter um feedback!Beijos às duas

    responder
  4. Malu Esper

    Preciso voltar a Lisboa pois através das fotos inspiradíssimas fiquei danada comigo por não ter ido na Catedral, no Claustro e ver a pia onde meu querido e poderoso Santo Antônio foi batizado. Adorei a série sobre Lisboa,Patrícia.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduuu Malu, e vou voltar este ano para trazer mais novidades!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Mesmo com o clima de ontem, que chove, que vem neblina, desfrutamos da etapa mais bonita do bike tour. 
Foram 40 km entre castelos, bosques que pareciam encantados e o clímax chegou na região de Wachau com seus vinhedos e povoados lindos pra dedéu.

Hoje o bike tour termina em Viena 😫 Mas a viagem não 😉

#biketour #donau #danubio #biketourdanubio #austrialovers
  • Pavilhão barroco nos jardins da Abadia de Melk. O complexo é Patrimônio Mundial da Humanidade. 
Este edifício é todo decorado com afrescos em seu interior. Mostrei nos Stories do @arte_365 
A entrada do complexo custa 12,50€ ou 14,50€ com visita guiada de 50 minutos. Não tem em português, mas em espanhol, italiano e inglês.

#melk #abadiademelk #patrimoniomundial #austrialovers #biketour
  • Cidade do caminho de hoje - Mauthausen. 
Foram 65 km em 4 horas de bici 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #biketour #mauthausen #austrialovers #austria🇦🇹 #danubio
  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos

Follow Me!