Guias de Viagem e Arte

 
 
mar 04 2012

O que fazer em Machu Picchu

Quando subi o primeiro dia à Machu Picchu não tinha nem idéia da quantidade de atrativos que escondia o recinto arqueológico. Ao descer do trem Vistadome, deixei minha micro-mala com o pessoal do hotel e encontrei o guia da visita guiada que contratei muito antes de colocar os pés no Peru.

Acho que acertei por pura ignorância. O melhor é realmente começar com um guia. Primeiro, porque o lugar é enorme; segundo porque a interpretação do patrimônio é escassa, ou mais bem, inexistente; e terceiro, para evitar que você comece a visita estimulando e fortalecendo prejuízos do tipo, isto é só uma pedra em cima de outra pedra. Afinal, a maioria de nós não estudou arqueologia e não está obrigado a entender a complexidade da cultura inca assim sem mais aviso.
Machu Picchu - Peru
Subi com meu grupo e o guia, mas você também pode contratar um guia na entrada do recinto. A visita guiada não percorre a totalidade da cidade, até porque caminhar por tudo demanda certo esforço, já que falamos de subidas e descidas com fortes pendentes. Para quem contrata na entrada, o preço varia bastante, seguindo a lógica do mercado oferta x demanda, bem como tamanho do grupo. Estamos falando de R$ 10,00 a R$ 25,00/pessoa. Mesmo que se trate de uma viagem econômica, deixe para econcomizar em outro aspecto, subir e não entender nada do que vê, realmente é uma perda de tempo.
Machu Picchu - Peru

Agora bem, já manjando um pouco de Machu Picchu, caminhe a teu bel-prazer por cada esquina. Se vai estar apenas um dia, escolha 1 ou 2 caminhadas entre:
escanear0001

estrada-do-sol
Adorei, o caminho é gostoso, muito verde e você vai conseguir umas fotos dignas de National Geographic!
Tempo de caminhada: 2 horas (ida-e-volta)
Altitude: 2.760 metros
Perfeito para: ter a mesma visão que o pessoal que faz a Trilha Inca tem de Machu Picchu. E sem caminhar 4 dias em altas altitudes 😉
Dificuldade: média. Se estiver chovendo, as pedras são um pouco escorregadias, e isso em todas as caminhadas. Por isso, tente subir à cidadela de tênis de trekking, ou com um tipo de sapato que não tenha o solado liso. As subidas são leves, a trilha está bem marcada. Há locais para dar uma descansada. E a dificuldade em si é a distância.
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru

montana-machupicchu
Quando subi a trilha tinha livre acesso, mas agora se paga à parte para subi-la. Fiz com um pouco de chuva, e tive que ir beeem devagar, em razão das pedras. Na cima, uma bandeira com as cores do arco-íris.
Tempo de caminhada: em um ritmo normal, 3 horas (ida-e-volta).
Altitude: 3.000 metros
Perfeito para: se ter uma idéia de todo o recinto, uma espécie de vista aérea, já que é a montanha mais alta da cidade inca.
Dificuldade: média-alta, quando eu fiz faltava manutenção ao caminho, mas imagino que agora que cobram que a situação esteja melhor. Leve em consideração, que chove muito por lá, e que esta umidade dificulta os trabalhos de manutenção.
Machu Picchu - Peru

ponte-inka
Tempo de caminhada: 1 hora/1 hora e 15 minutos (ida-e-volta)
Perfeito para: se ter a real dimensão do entorno da cidadela, você vai se meter de cheio na “selva”, ver os terraços agricolas da cara leste e ver a hidoelétrica lá embaixo. Novamente ficar de boca aberta, sem entender como os incas conseguiram construir aquela ponte naquele precipício.
Dificuldade: alta. Na entrada do caminho que vai dar à ponte há uma fiscalização do parque, e todo visitante que vai até a ponte, deve escrever seu nome no caderno de registros e o horário em que começou a caminhada, e na volta seu horário de chegada. O caminho é muuuito escorregadio, em poucas partes há uma muretinha que separa o caminhante do precipício, e na parte final umas cordas junto ao paredão de rocha funcionam como corrimão. Não recomendo para quem sofre muito de vertigem.
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru

waynapicchu
Foi o único trekking que não fiz. Estava sozinha e não me atrevi. Antes o pessoal madrugava para conseguir um dos 400 tickets diários da subida. Agora se compra comodamente o ticket de subida junto com a entrada da cidadela na Internet.
Tempo de caminhada: 2 horas e meia (ida-e-volta).
Para saber como é, leiam a crônica da Luisa, do Arquivo de Viagens: http://www.arquivodeviagens.com/huayna-picchu/
Machu Picchu - Peru Machu Picchu - Peru

Veja todos nossos posts do PERU

Busque e reserve seu hotel em MACHU PICCHU, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste 2017, coloque o código: 2017AFL.

Posts relacionados:
Machu Picchu – Primeiras Impressões
Como chegar a Machu Picchu
Como comprar a entrada para Machu Picchu

Chamada video 2

fotos: turomaquia_2011

39 Comentários

  1. Bóia Paulista

    Oi, Pat! Tudo bem?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem. Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia Paulista

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ulalalala,
      Bóia mil beijos e brigaduuuuuu

      responder
  2. Carmen

    Seu post é melhor do que qualquer guia de viagem, melhor do que o Lonely Planet.
    Pra considerar se vou para o Perú
    Bjs

    responder
  3. Ana carolina

    Ola, vou a CuZco, fico me perguntando se devo para dois dias em Lima, se realmente vale a pena, existem atracoes que me facam ficar dois dias la, porfa? obrigada

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ana, quantos dias vc terá em Cusco?

      responder
  4. Ana Carol Claro

    Ficarei 4 dias em Cusco, ai estava pensnado em dormir uma noite em lima. Obrigada

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ana, se você tem apenas 4 dias, fique todos em Cusco, e numa próxima viagem vá à Lima. Eu dormiria uma noite em Aguas Calientes para curtir bem Machu Picchu.

      responder
  5. Ana Carol Claro

    Junho e uma bo aepoca p ir ao machu pichu, porfA? bjs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Juno é uma ótima época, chove no começo do ano por lá.

      responder
  6. Ana Carol Claro

    Na verdade os 4 dias ficarei mesmi em cusco goastaria d esaber se vale a pena, alem desses 4 dias, passar mais dois dias em lima?

    Em aguas claras, onde s ehospedar, porfa, fica a quanto tempo de cusco?

    bjsss

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ana, vale a pena, a cidade é uma delícia, no sentido literal. Cada restaurante, vou te contar 🙂
      A próxima semana vou publicar um post sobre alojamento em Águas Calientes.
      Um abraço!

      responder
  7. Simone

    Oi Patricia!

    Gostei da sua dica sobre a Estrada do Sol, foi a trilha que mais me interessei em fazer, pelas vistas bonitas que citou e menor dificuldade. Acho que não vou me atrever nas montanhas, pois se já tenho uma tendência a falta de ar em subidas, imagina em alta altitude! Tb confesso que fiquei temerosa com alguns relatos e fotos que vi, me parece bem “instável” alguns pontos e sei que acidentes fatais ocorrem.

    Mas minha pergunta é: como faço para acessar esta Estrada do Sol estando lá? Preciso já iniciar a exploração do local por um caminho diferente? É sinalizado?

    Bom, é isso. Seus posts de Macchu Picchu e do Peru estão ótimos, e sendo uma mão-na-roda pra mim, brigadão por dividir sua experiência! 😀

    responder
    • Patricia de Camargo

      Simone, realmente esta trilha é linda, e está indicada nas plaquinhas no parque como “Puerta del Sol”, “Intipunku” ou “Estrada do Sol”. Chegando no recinto, esta trilha está subindo e a esquerda. Mas ñ se preocupe porque é fácil encontrá-la. Eu sou meio desorientada, estava sozinha e encontrei rápido com o desenho que o guia me fez e que publiquei no post 🙂
      Beijos

      responder
  8. Lu Malheiros

    Pat,
    Acabei de falar com a Natalie no twitter que não sei se voltaria a Machu Picchu. Agora, vendo os seus posts, não é que bateu uma vontade de voltar!
    Bjs,

    responder
  9. Fernanda

    Oi Pat. .

    Todos esses passeios e trilhas saem de águas calientes?

    Um abraço..

    Fernanda.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Fernanda, saem lá de cima, da própria Machu Picchu. Aguas Calientes fica embaixo, é a cidade base. Todos estes passeios e trilhas saem desde MP mesmo. Subi dois dias para poder realizar todos, mas sem pressa e sem madrugar. Quem sabe para quem durma e madrugue dê tempo para fazer tudo num dia.
      Um abraço

      responder
      • Rômulo

        Olá Patrícia. Parabens pelo post diferenciado sobre machu picchu (e olha que tenho lido muito).
        Estou indo agora em 19/06 pra Cusco, e a volta é dia 01/06. Considerando que vou pra Machu Picchu somente após o inti raymi (24/06), vejo que tenho bastante tempo de sobra depois deste dia e estou pensando em conhecer lá em dois dias tambem.

        Como funciona a entrada no parque para dois dias seguidos ? São dois ingressos separados ou está na validade ? Se tiver que comprar outro ingresso não tem nenhum desconto ?

        Se for pra eu planejar somente em um dia, estou pensando assim: dormir em aguas calientes e acordar bem cedo tipo umas 4 da madrugada.
        – 05:00 a 06:00 Entrada
        – 06:00 a 10:00 Visita guiada ruínas/cidadela (como antecipar a contratação de um bom guia?)
        – 10:00 a 13:00 Huayna Picchu
        – 13:00 a 13:30 Descanso
        – 13:30 a 15:30 Porta do Sol / Estrada do sol
        – 15:30 a 17:00 Ponte (vou ver se arrisco mesmo tendo muuuuita vertigem, vale a pena?)
        – 17:00 a 18:00 Volta a aguas calientes

        responder
        • Patricia de Camargo

          Oi Rômulo,
          tive que comprar duas entradas, e ñ tive nenhum desconto.

          Pode ser complicado conseguir contratar uma visita às 6 da manhã, só se você pegar um guia exclusivo pra você. Eu fiz a visita com um grupo (durou 3 horas), até porque estava sozinha e saía mais barato assim. Você sabe que para subir a Huayna Picchu e a Montanha Vieja há uma taxa, e que deve reservar junto com a entrada à ciudadela?

          No caso da ponte, vá até a parte que você se sentir cômodo. O mais legal é vê-la desde uma certa distância, eu gpostei bastante do caminho. Por estas bandas haverá pouca gente, assim poderá ir a teu ritmo e voltar quando achar que já deu para tua vertigem. Eu sou meio pata e como escrevi, fui me agarrando numa corrente o tempo todo 😉

          Um abraço!

          responder
          • Romulo

            Obrigado pela resposta.
            Eu ví que precisa comprar junto sim. A montanha vieja que você se refere é a que marca como “Machu Picchu + Montaña” no site né ? Como pra mim é só um dia e não tem “Macchu Picchu + Huayna Picchu + Montaña”, já era. hehe
            Essa é a que alguns dizem ser o que originou o nome da cidadela não ? O real Machu Picchu.

            Ainda estou pensando se faço Huayna Picchu. Você acha que essa euforia de “voce tem que subir huayna picchu” é por modinha, pela superação, ou realmente valem a pena essas 2 horas de subida e descida ? O que é que vale a pena lá em cima ? Pois pra mim a visão só vale se for das nuvens, porque da cidadela tem lugares muito melhores. Só estou pensando isso por causa do tempo mesmo, quero que o tempo seja aproveitado ao máximo e que sejam feitas coisas que valham o mesmo.

            Estou sendo realista e vendo que o roteiro de visitação que montei é bom, mas talvez seja impossível.

          • Patricia de Camargo

            Putis Rômulo, eu ñ subi Huayna, mas uma coisa posso te dizer, não deixe te fazer o trekking até a Porta do Sol, porque é muuuito bonito, e você tem uma perspectiva total da ciudadela. Vai amar 🙂 Eu te entendo quando diz “modinha e tal”, nem pense nisso e acho que ñ vale a pena a subida se te privar de ver mais detalhes de MP. Desde já te convido para escrever aqui para o Turo como foi teu dia em Machu Picchu 🙂

            E outra coisa, vá preparado para enfrentar chuva e/ou muito sol nas costas 🙂 eu tive dos dois, e claro que em ambas condições a gente diminui o ritmo da visita!
            Um abraço

  10. Teresa

    Olá! Eu tenho loucura para conhecer Machu Picchu mas morro de medo de altura, tenho dificuldade para andar por ser baixinha, gordinha e sedentária. Então minha pergunta é, tem como ver de longe, sem precisar subir e descer escadas, ter apenas uma visão geral? Tem algum caminho e mais fácil acesso? Estou querendo ir com meu filho de 21 anos, atleta. Então eu teria que ficar em um local agradável aguardando ele voltar do passeio. OBrigada.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Teresa, dá sim 🙂
      Vc sobe de ônibus e fica na parte superior do recinto. Eu acho que vc acaba de se animando e descendo e subindo algumas escadinhas!
      Não deixe de ir, vc vai amar. Outra coisa, e se você cansar pode almoçar no hotel que fica ao lado da entrada e aguardar seu filho por lá!
      Um abraço

      responder
  11. liz Martins

    Olá Pessoal ,tudo bem?

    Irei para Cusco no dia 30/04 e ficarei até o dia 05/05, vcs acham que é melhor comprar a passagem do trem e a entrada para Machu Picchu antes aqui no Brasil ou dá pra comprar na cidade de Cusco?
    Tb vi que o trem é bem caro …
    Compensa pegar o trem em Ollantaytambo?Me disseram ser mais barato, mas não sei se compensa, pq seria 1h e 30 de onibus a partir de cusco..

    Estou com muitas dúvidas
    Obrigada
    Liz

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Liz, é melhor comprar antes tanto as passagens como as entradas. O problema é que eles controlam o número de pessoas que pode aceder por dia em MP, assim imagina se você cehga lá e bem naquela semana não tem mais entradas 🙁

      Eu acho legal sair de Ollantaytambo, mas da seguinte maneira. Pede para ficar por lá no final do Tour do Vale Sagrado, assim não é que vc vai andar 1 hora e meia de Ônibus, vai economizar este tempo e ainda $ 🙂

      Se tiver outras dúvidas, é só deixar outro comentário 😉

      Para ver todos os posts do Peru, clique em: http://turomaquia.com/tudo-sobre-o-peru/

      Um abraço

      responder
  12. Rômulo

    Citação: “encontrei o guia da visita guiada que contratei muito antes de colocar os pés no Peru”

    Como você fez isso ? Em Cusco, pela internet, com agencia ? Poderia me passar referencias ou onde posso encontrar uma lista de guias para machu picchu ?

    responder
    • Patricia de Camargo

      Rômulo, eu contratei vários passeios com a Setours, que é uma agência peruana que conheci na Feira de Turismo de Madri e que tinha ótimas referências. Estou até pensando em pedir para eles uma tabela com os preços que eles estão praticando neste ano.

      responder
      • Romulo

        Obrigado pela indicação. Vou entrar em contato com a agência.
        Desta forma você precisou fechar o pacote todo com eles então, ou só a contratação do guia ?
        Porque gosto de fazer tudo por minha conta (já reservei hospedagens e o trem, só falta o ingresso porque estou decidindo de Huayna)

        responder
        • Patricia de Camargo

          Romulo, não fechei um pacote com eles, apenas alguns tours, e fechei alguns hotéis porque eles tinham preço melhor.

          responder
  13. regina lise

    Patricia, parabéns pelo que você faz e, principalmente, como faz.
    Contribui muiiiitíssimo. Segui um link indicado por você e o que consegui foi respeitá-la ainda mais. Que horrível ler a experiência de uma pessoa, no mínimo, mal humorada. Já o que você traduz é bastante inspirador, claro e útil. Muito obrigada, ajudou sobremaneira.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Obrigada Regine 🙂

      responder
  14. Romulo

    Bobiei, dancei
    Acabei decidindo por comprar o ingresso com Huayna, mas pro dia que eu planejei
    (23/06. já comprei passagens de trem) não tem mais disponibilidade.
    Destino né. Fazer o que.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Nem fique triste, nestas horas eu penso: “má sorte, boa sorte, quem sabe?!”. Tem muita coisa para fazer por lá, você vai aproveitar e muito!

      responder
  15. Romulo

    Segue meu relato de viagem:
    http://www.mochileiros.com/relato-fotos-14-dias-peru-cusco-vale-sagrado-machu-picchu-e-choquequirao-t86961.html
    Obrigado

    responder
  16. Sonia Oliveira

    Patrícia,
    Adorei as informações que vc postou. Gostaria de saber o que vc pensa em conhecer MP agora em novembro, mas precisamente no inicio do mês

    responder
    • Patricia de Camargo

      Sonia, como MP está em montanha + floresta o clima sempre é inestável. Eu fui na época que seria (em tese) a pior e me diverti muito. O que eu te diria? Vá!!!! 😉 e depois me conta como foi!
      Beijos e desculpa a demora em te responder!

      responder
  17. Claudio Lemos

    Oi Patricia,
    eu havia visitado a cidadela em 2004 e tive a sorte de poder voltar agora em agosto a Machu Picchu para levar minha esposa que ainda não conhecia essa maravilha do mundo! É um lugar incrível mesmo né?

    Agora nas duas vezes, embora tenha tido um guia conosco durante a visita, achei que o visual é tão maior que as infos que eles passam que a figura do guia fica quase dispensável… acaba que passando o tempo a memória que fica mais fixada na cabeça mesmo é aquele visual inacreditável e único!

    abs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Claudio, eu curti fazer o primeiro passeio com o guia. Acho que a gente nem lembra de tudo, mas acho que o lugar fica ainda mais impressionante com as informações que o guia aporta.
      Um abraço

      responder
  18. Susana Serra

    Ola,

    Pode-me dizer +/- quanto é que gastou na viagem? sem o voo para o Peru.

    Obrigado.

    Bjs
    Susana

    responder
    • Patricia de Camargo

      Susana do céu, eu tenho anotado os gastos, mas como terminei faz tempo esta série, esta caderneta está na minha casa no Brasil 🙁 Com alimentação, passeios e transporte em cada cidade, lembro que o gasto era baixo. O mais caro foram alguns hotéis, os bilhetes de avião internos e os trens.
      Beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Caramba, 22 de novembro. A partir de agora o ano voa. E eu só tenho vontade de mais dias como este, com ele e uma mesa de pic-nic 🤗
  • Dia de praia por aqui. O mar parece uma piscina, o tempo passa com mais parcimônia 😉
.
#lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #canaryisland #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #beachday #españa
  • Está difícil resistir as ofertas dos livros de arte. Já saiu o primeiro post com alguns super achados 😃 Clique no link da bio ou visite diretamente o www.turomaquia.com e adiante o Natal! .
#livros #arte #issoéarte #historiadaarte #blackfridaybrasil
  • Aqui a Calle de Alcalá se abre e surge uma das ruas mais emblemáticas de MADRI, a Gran Via. .
#Madri #granvia #españa #streets
  • Duas versões de um mesmo tema - Adão e Eva. Qual vc gosta mais?
1) a de 1507/1508 de Jan Gossaert;
2) a de 1531 de Hans Baldung Grein.
Ambas se encontram no @museothyssen em #Madri

#arte #historiadaarte #arte #madrid #españa #museum #art
  • Novembro europeu em Canárias 🤗 Hoje deu praia, 28 graus. Entrei no mar e descarreguei todas aquelas sensações estranhas que tentam se fixar n'alma e me fazer infeliz. .
#lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #españa #invernoeuropeu #canaryisland

Follow Me!