Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 25 2016

Dicas Filadélfia: Guia completo da cidade




Cada esquina da Filadélfia conta alguma parte fundamental da história da formação dos Estados Unidos. Foi na cidade fundada pelo Inglês William Penn que no final do século 17 se assinou a Declaração de Independência no edifício que como não, recebe o nome de “Independence Hall”. Para que você possa entender a cidade e divertir-se à beça (um dos nossos lemas aqui no Turo!) criamos este GUIA DA FILADÉLFIA, que te mostra como chegar, o que fazer, onde comer e como circular na cidade. Um montão de dicas que ao final aparecem num mapa que você pode consultar durante a viagem.

Como chegar na Filadélfia

O mais habitual é que você venha de New York, pensando nisso a primeira possibilidade é alugar um carro. Apenas 156 quilômetros separam as duas cidades, e praticamente não tem como errar porque é só pegar a 95, você vai encontrar um ou outro pedágio no caminho.

Eu fui de ônibus, escolhi a companhia Greyhound pelos horários mais razoáveis, pelo conforto e como estava sozinha, eles paravam diretamente na rodoviária e não em uma rua qualquer da cidade, como fazem muitas das companhias low-costs que operam este trajeto. A viagem foi ótima, no banco havia tomadas para os eletrônicos, o sinal wifi era muuuito bom, cheguei a subir fotos e pequenos vídeos durante a viagem de 2 horas. O motorista era simpático e manteve a velocidade dentro dos parâmetros esperados para um veículo que leva tanta gente! Eu paguei na época U$19,00 dólares comprando online, mas vi que dependendo da data existem bilhetes por U$10,00 + taxas.

A Megabus também faz este trajeto, o embarque é realizado na rua, e dependendo da época oferecem bilhetes a partir de U$ 6,00.

Também dá para ir de trem, mas a estação ficava meio longe do meu hotel na Filadélfia, e quando resolvi comprar este trajeto, os bilhetes de trem estavam bem carinhos. Sem muita antecedência, os bilhetes custam entre U$ 55 e U$ 107. A viagem leva 1 hora e 20/30 minutos.

Se você se encontra em New York não vale a pena ir para Filadélfia de avião. Pense nos traslados de e para aeroporto, chegar 2 horas antes do embarque, passar por quinhentos raios-x 🙁 Péssima relação custo x benefício!
ruas



Como circular pela Filadélfia

Prá quem viaja no comecinho da primavera até o outono, o meio de transporte público mais efetivo é o ônibus turístico municipal conhecido como Phlash, que passa praticamente a cada 15 minutos em todos os atrativos mais legais da cidade. Fora que o preço é ótimo, U$ 2,00 por trajeto (ok, nem é tão bom assim), mas o pulo do gato é comprar o passe de dia inteiro por U$ 5,00 \o/, crianças menores de 4 anos não pagam.

A cidade tem duas linhas de metrô: a azul, que é mais turística (Market-Francford Line) e a laranja (Broad Street Line & Spur). Há 2 tipos de bilhetes, “one-Way Evening & Weekend Fares” para ser utilizado após às 19:00 horas e durante todo o dia no sábado, domingo e feriados. Custa U$ 3,75 (Zona 1 e 2, que é o que a maioria dos turistas precisa) e o ticket “One-way Weekday Fares” válido de segunda a sexta-feira das 04:00 às 19:00 horas, que custa U$ 4,75. Também vendem um passe de 10 viagens por U$ 38,00.

Os ônibus oferecem o mesmo sistema de tickets, e custam a mesma coisa, mas caso não compre o bilhete antes de subir no ônibus some aos valores acima, U$ 1,25.

Outra maneira de locomover-se são os tradicionais ônibus turísticos de dois andares aos que se somam os bondes turísticos. Eu ganhei o Philadelphia Pass, e acabei testando o serviço, mas te conto mais no post sobre se vale a pena ou não comprar este passe 😉
Site transporte publico: http://www.septa.org
DSC01857

O que fazer na Filadélfia

1. A primeira coisa que eu faria seria caminhar pelo Centro Histórico, com a ajuda providencial do audio-guia que se pode alugar no Independence Visitor Center. O aluguel para uma pessoa custa U$ 16,00, para duas U$22,00 e para 3 pessoas U$ 32,00. Um MP3 e um mapa vão fazer você viajar no tempo através de mais de 20 atrativos. O que eu fiz foi alugá-lo pela manhã, almoçar e voltar ao passeio pela tarde por mais umas 2 horinhas. Este setor da cidade se encontra dentro do Independence National Park que é Patrimônio Mundial da Humanidade.
historico
2. Liberty Bell – quando for alugar o audio-guia, aproveita e pega o bilhete gratuito para conhecer o Liberty Bell, que fica bem na frente do Centro de Visitantes. A visita é realizada com um esquema de super segurança porque o sino é um dos símbolos da Revolução Americana e da Guerra da Independência. Tocou no dia 8 de julho de 1776 para convocar os cidadãos para a leitura da Declaração de Independência dos Estados Unidos. Você pode visitá-lo todos os dias (poucas exceções!) das 9:00 às 17:00 horas.

3. Ver a cidade do alto, para isso suba na torre do Philadelphia City Hall, que custa U$ 6,00. A escultura que se encontra no vértice homenageia a William Penn, mas para mim o mais fascinante foi descobrir que seu escultor era o avô do Calder (famoso pelos móbiles) Alexander Milne Calder. Eu não sabia que o talento era geracional, o pai também foi escultor \o/

Segundo os paineis na ante-sala do elevador que te leva lá prá cima, esta é a maior escultura do mundo sobre um edifício. É tão grande que foi fundida em 14 sessões, imagina a quantidade de bronze que se utilizou \o/ !? O avô do Calder também desenhou outras esculturas do edifício.
DSC03592
4. Quando descer do mirante da prefeitura, aproveite para tirar uma foto com outra cópia do LOVE de Robert Indiana que se encontra na Praça Lenfest. É menor do que a de New York, e se encontra em uma base, local perfeito para umas fotos lindas 🙂
20150415_182422
5. Reading Terminal Market, bem pertinho da Prefeitura se encontra este que é o mercado continuamente aberto mais antigo dos States, abriu suas portas em 1893! Fora isso, é genial, demasiada coisa gostosa por metro quadrado, um arraso! Em alguns dias da semana, os amishs também estão por lá vendendo sua produção. Abre de segunda a sábado das 8:00 às 18:00 horas e no domingo das 9:00 às 17:00 horas.

6. Betsy Ross House, dentro do Setor Histórico apaixonei pela casa da mulher que deu vida à bandeira americana. Prá mim a mensagem que fica da visita é: todo mundo pode contribuir para melhorar ou mudar o mundo, apenas depende de quanto você deseja realmente se comprometer com este mundo 😉 Abre todos os dias das 10:00 às 17:00 horas, a entrada custa U$ 5,00.

7. Elfreth´s Alley, também dentro do Setor Histórico é a rua mais antiga continuamente habitada do país, e olha que sua história remonta ao ano de 1720. Seja como for, o lugar é uma graça e muuuito fotogênico!
elfreys-rua
8. Eastern State Penitentiary, aberta em 1829 foi a primeira penintenciária americana. Não falei que esta cidade era história pura?! Dizem que seu desenho inovador para a época inspirou a mais de 300 prisões pelo mundo. Mas a maioria do pessoal visita o local para ver a cela do gângster Al Capone. Abre todos os dias das 10:00 às 17:00 horas, a entrada custa U$ 14,00.

9. Chinatown, em termos de números é a 3ª. maior de Estados Unidos, só atrás das de São Francisco e New York. Ao menos tire uma foto junto ao belo arco da 10th com a Arch Street e para saber o que visitar por lá, navegue pelo site: www.chinatown-pcdc.org

10. Tour pelos murais da cidade, eu não tive sorte porque não estive na cidade nem no sábado nem no domingo quando acontecem a maioria dos tours 🙁 Passei por alguns murais, mas por pura sorte ou casualidade.
20150413_112150
11. Pelo menos visite um dos grandes museus de arte da cidade, entre os 3 mais conhecidos ficaria entre o Philadelphia Museum of Art e a Barnes Foundation, que vão ganhar posts próprios, por motivos lógicos rssss Mas se você me perguntasse: Só tenho tempo para um, qual me recomenda? O primeiro, pelo ambiente mais relaxado, e se estiver com outras pessoas ele tem um leque maior de opções do que o Barnes.
museu-arte
12. Dar uma de Rocky, gente esta é a terra do cult movie, que ganhou mais um episódio: Creed. Aqui entre nós, por mais bobinho que seja, eu amo o Rocky kkkkkkk A estátua do lutador se encontra no final das escadarias do Museu de Arte da Filadélfia, no lado direito de quem olha para o museu. E sempre tem alguém subindo as escadas correndo e se divertindo em seu próprio remake da saga 😉

13. Passear pelas margens do Rio Delaware, e se o tempo estiver bonito fazer um pequeno cruzeiro para ver o por do sol tendo como fundo a Benjamin Franklin Bridge. Eu entrei no rio de uma forma divertida, num tour com um carro anfíbio, o Ride the Ducks.

14. Visitar a Century 21 na Market Street, bem mais bonita e desmuvucada que sua irmã em New York. Um outlet de grandes marcas.

Não tive tempo, mas queria ir: Battleship New Jersey, Edgar Allan Poe National Historical Site, The Frankin Institute, One Liberty Observation Deck, Shofuso Japanese House and Garden, Italian Market e o Museu Rodin.

Onde comer na Filadélfia

Setor Histórico

1. Fork Restaurante, para comer divinamente num ambiente estilo bistrô. Ocupa os primeiros lugares entre os 50 melhores restaurantes da Filadélfia, no ano passado (2015) ficou em terceiro lugar. Pense em um gasto médio de U$ 50,00/60,00 por pessoa. Abre para o jantar todos os dias, e aos domingos também para o brunch. É necessário reservar!
Site: www.forkrestaurante.com

2. Budakan, bonito e na hora do almoço é barato,  quando oferece uma bento box que custa entre U$ 17 e U$22. Vale a pena pela qualidade da comidade e pelo ambiente lindo e relaxante. É melhor reservar, abre para almoço de segunda a sexta-feira, e para o jantar todos os dias.
Site: www.buddakan.com

3. Sonny´s (Famous Steaks), não tive tempo de ir aos dois grandes rivais do sanduíche mais emblemático da cidade – o philly cheese steak. Mas provei o sanduíche no Sonny´s duas vezes, numa delas levei para comer no hotel com o vinho californiano maravilhoso que ganhei de presente, e foi per-fei-to! O Sonny´s está na lista dos 10 melhores locais para provar o cheese steak, no pão italiano recheado de tiras de carne com cebola e queijo provolone. Altamente recomendável, AMEIIIIIII. No Sonny´s paguei U$ 9,00, e é uma refeição! O local abre de domingo a quinta das 11:00 às 22:00 horas; e na sexta e sábado das 11:00 às 3 da manhã.
Site: www.sonnyscheesesteaks.com/

4. Franklin Ice Cream | The Franklin Fountain, uma sorveteria com pinta de antiga, da velha escola, mas que foi aberta em 2004. Provei apenas uma bola, o que mais curti foi a casquinha, mas o lugar é tão lindo que vale a visita. Não é barato, a bola pequena custa U$ 5,00. Abre de terça a sexta-feira das 12:00 à meia-noite; e de sábado a segunda-feira das 11:00 à meia noite. Não aceita cartão de crédito.
Site: www.franklinfountain.com/franklin-ice-cream/

5. Bassets dentro do Reading Terminal Market, o sabor mais famoso é o “french vanilla”. Dizem que se trata da mais antiga companhia de sorvete de Estados Unidos. O Sr. Lewis Dubois Basset começou a fazer sorvete em 1861 \o/ e abriu sua loja no Reading em 1892!
Site: www.bassettsicecream.com

Na área dos museus

6. The Cafeteria, o café no subsolo do Museu de Arte da Filadélfia. Comi duas vezes por lá, de sopa a café com bolo, tudo delicioso e com ótimo preço levando em consideração que já comi em muito museu com preço abusivo e comida medíocre. Abre de terça a domingo das 10:00 às 16:30 horas.
Site:http://www.philamuseum.org/dining/

7. Granite Hill, também dentro do museu, mas super bem conceituado, acabei não conseguindo chegar nos horários em que serviam o almoço. É necessário reservar: http://www.opentable.com/granite-hill-reservations-philadelphia?restref=5988. Nos domingos servem o brunch das 10:30 às 14:30 horas que inclui Mimosa ou Bloody Mary por U$ 35,50.

Perto da Prefeitura (City Hall)

8. Federal Donuts, sabe no que eles são especializados? Ok, em donuts e … frango frito! Não provei o frango, mas os donuts são feitos na hora e servidos quentinhos, recomendo o vanilla spice, prá quem é louco por baunilha como esta que lhes escreve 😉
Site: www.federaldonuts.com
comer2
comer1

Onde se hospedar na Filadéfia

5 estrelas

The Logan Philadelphia, Curio Collection by Hilton
Próximo da Prefeitura e da avenida que conduz aos principais museus da cidade. Oferece preços razoáveis dentro de sua categoria, com diárias no Booking a partir de U$ 274,00.
Reserve o Logan Philadelphia clicando aqui.

The Ritz-Carlton, Philadelphia
Cinco estrelas de renome, que em março deste ano finaliza o processo de renovação de seus 299 quartos! Super bem localizado ao lado da Prefeitura. Boa relação qualidade e preço com diárias a partir de U$380,00.
Reserve o Ritz clicando aqui.

4 estrelas

Loews Philadelphia
Localização incrível, entre a prefeitura e os atrativos mais históricos da cidade e praticamente em frente ao Reading Market. Foi o hotel que escolhi para me hospedar, saiba tudo sobre ele neste post. Neste momento há ofertas no Booking deste hotel, com diárias a partir de U$ 139,00.
Reserve o Loews Philadelphia clicando aqui.

Monaco Philadelphia, a Kimpton Hotel
Localizado na quadra em frente ao Liberty Bell, ou seja, no coração histórico dos Estados Unidos da América! Prá consegir vaga é necessário reservar com antecedência, porque tem diárias a parir de U$ 107,00. Cobram pelo uso do sinal Wi-fi.
Reserve o Monaco Philadelphia clicando aqui.

3 estrelas

Morris House Hotel
Este hotel se encontra em um edifício do século 18 e dentro dentro do Setor Histórico. Prá quem vai no verão, oferece um item super importante: ar-condicionado, bem como acesso wi-fi em todas as áeras de forma gratuita. Diárias a partir de U$ 127.
Reserve o Morris House Hotel clicando aqui.

Albergues

Apple Hostels of Philadelphia
Entre o setor histórico e o rio, oferecem quartos privativos sem banheiro, bem como camas em dormitórios divididos por sexo, que custam U$ 25,00. Para quem vai sozinho/a é interessante porque promovem muitas atividades onde você pode conhecer outras pessoas. Não acho que valham a pena os dormitórios privativos que custam em média U$ 82,03, já que por U$20,00 a mais você pode conseguir um quarto com banheiro em outro hotel da cidade.
Reserve o Apple clicando aqui.

The Philadelphia House
O albergue com a melhor avaliação da cidade! Também se encontra localizado entre o rio e o setor histórico. Acesso gratuito ao sinal wi-fi, ao serviço de café e chá e chamadas locais. Oferecem camas em dormitórios mistos com 4, 8 e 12 lugares. Com preços entre 33 e 38 dólares/noite.
Reserve o Philadelphia House clicando aqui.

Veja todos nossos posts da FILADÉLFIA

Busque e reserve outro hotel na Filadélfia, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto até o final de 2016, coloque o código: AFILI2016. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui.

untitled-4
Na blogosfera:
1. Vale a pena ler a série do Oscar: http://mauoscar.com/category/philadelphia/
2. Um estilo de viagem mais mochileiro com o Jonathan – http://www.euvoudemochila.com.br/?s=philadelphia

fotos e mapa: turomaquia_2014_2016

2 Comentários

  1. Camilla Ferreira

    Oi, eu vi que você falou sobre um Pass que ganhou para se locomover e tenho algumas dúvidas. Sabe me dizer onde posso comprá-lo? Vou passar somente um dia lá e farei 4 trajetos com o ônibus e metrô, sairei de new york e o ônibus me deixará no Visitor Center, será tem algum lugar que eu posso comprar este pass ali por perto? Obrigada.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Camilla,
      o passe inclui atrações + transporte, você tem que somar os preços para ver se vale a pena para você. Se você for na primavera vale a pena o passe do ônibus Phlash que passa nos principais atrativos, custa barato (U$5), e você pode comprá-lo no próprio Visitor Center. Aliás, você pode comprar tudo por lá, é um lugar grande e cheinho de informações.

      Quais atrativos você pretende visitar?

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • "Ando devagar porque já tive pressa. E levo este sorriso porque já chorei demais" #lascanterasbeach #canaryislands #laspalmasdegrancanaria #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁
  • Vídeo novo do Top100Arte. Desta vez descubra um pintor que marcou um antes e um depois na arte nos idos de 1426 😉
.
#masaccio #arte #historiadaarte #youtuber #Top100Arte #renascimento #chiesasantamarianovella #florencia
  • Uma pequena mostra do novo vídeo do "il dolce far niente" 📣📣📣 Para ver mais, clique no link da bio ou visite meu Canal no YouTube: Patricia de Camargo 👈
.
#vlogitalia #bergamo #youtuber  #24horas📽 #viagem #igrejamara #ildolcefarniente
  • A Vitória de Samotracia é uma representação da Deusa da Vitória - Niké. A mesma que deu o nome ao Nike nosso de cada dia 👟👟
.
#nike✔️ #Louvre #art #artegrega #vitoriadesamotracia #museum
  • A entrada monumental do Foro Romano. Tirei esta foto durante a visita ao Coliseu. .
Já viu nosso segundo roteiro por ROMA?
#fororoma #roteiro #roma #romaantiga
  • Momento: descansando no Coliseu para avisar que saiu mais um roteiro em ROMA. Com mapa e comidinhas 😉  Link clicável na bio!
.
#roteiro #roma #colosseo #blogger #travelwriter

Follow Me!