Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 01 2010

Comendo ao mais puro estilo português: bitoque em uma pastelaria

Depois de visitar o Museu Gulbenkian, quer comer super bem e barato? Caminhe em direção ao “El Corte Inglês”, em frente à entrada principal e ao lado de uma boca de metrô você vai encontrar a Pastelaria Ponto Azul. Nós entramos porque o Tom percebeu que os trabalhadores do Corte Inglês entravam em grupos, e que estava lotada. Isto deveria significar boa comida a bom preço. Dito e feito!

Pastelaria Lisboa

Tivemos nosso primeiro encontro com uma comida típica de Portugal, o bitoque. Um filé de carne preparado com alho, azeite e sal, que se faz acompanhar por batatas fritas, arroz e salada. E o bitoque mais tradicional leva “em suas costas” um ovo frito. O meu que já era uma variação vinha com um molho branco dos deuses!

bitoque 
bitoque

Para beber, suco de laranja natural e para terminar, café. E como foi? Sabe aquele gostinho de comida caseira, tudo bem temperadinho, feito no capricho. Foi um momento relax perfeito depois do deleite artístico do museu. Até aquele momento o dia estava sendo redondo!

Nossa conta: 17,95€, e satisfação total. Porque além de comer bem, o garçom era amável e estava sempre pendente de nós, apesar da casa estar lotada! Para escolher o que ia comer, utilizei a velha técnica do “olha nos pratos dos vizinhos”, e desta mneira chegamos ao bitoque (risos). Do bitoque caimos quase que diretamente no metrô, porque ainda era cedo e o dia prometia mais surpresas!?

Leia também:
Lisboa com muita arte: Museu Gulbenkian
Pastéis de Belém – indescritivelmente bons!

fotos: turomaquia_2009

8 Comentários

  1. Paula*

    Patricia, eu estou achando maravilhosa sua viagem pela "terrinha querida"!Em março, se Deus quiser, estarei lá com a família e levo várias das suas dicas na minha pastinha!Esse restaurante é outra dica preciosa, pois viajando com crianças essa comidinha gostosa, guase caseira, agrada e todos!Adoro o blog!Bjks 😉

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Oi Paula, ainda vou dar mais dicas de restaurantes e pastelarias. Qual a idade das crianças? Oxala em março o frio já esteja dando uma trégua! Apesar de que a temperatura em Lisboa era agradável, fazia frio mas nada insuportavel!Beijos e agradeço seus comentários!

    responder
  3. Anonymous

    Qundo era pequena comia muito bitoque. A caminho dos 50, e com a cartilha da alimentação saudável muito na cabeça, não misturo duas proteínas e dois hidratos no prato, ainda por cima sem legumes…Mas reconheço que é saboroso (tenho saudades desses paladares) e, quando viajo, "marcha tudo" (expressão portuguesa que significa "o que vier, morre", ou seja come-se o que houver) e acabam-se as esquisitices.Isabel O.

    responder
  4. Paula*

    Patricia,Idades das crianças: 4 e 11 anos.Eu tb estou torcendo para que esquente um pouquinho por lá…não aguento tempo muito frio!Bjks 😉

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Paula, não deixe de visitar com elas o Oceanario, elas vão amar! E está pensando em ir a Sintra?Beijos

    responder
  6. Andre Muniz

    que legal. Também comi nesse lugar. A minha descoberta se deu totalmente por acaso, justamente porque o lugar fica fora de qualquer rota turística. E foi uma grata surpresa. Os donos são extremamente simpáticos e um deles me contou que tinha passado lua-de-mel no Brasil na década de 70. Tomei café-da-manhã e almocei lá duas vezes. Por incrível que parece, em 10 dias de Portugal, foi lá que comi o melhor bacalhau da viagem.

    responder
  7. Patricia de Camargo

    André que coincidência mais legal. Realmente o lugar tem uma qualidade e tanto, e o melhor, o pessoal é muito querido. Comemos super bem, mas nosso lugar favorito da viagem foi um restuarante de Sintra … ai, ai, ai … em breve vou postar sobre ele! Você visitou Sintra?

    responder
  8. André Muniz

    Patrícia, infelizmente não fui a Sintra. A propósito, pertinho do Ponto Azul, andando um pouco mais pela Av. José Malhôa, há um teatro. E o restaurante do teatro tb foi um achado. Cozinha internacional, num ambiente pra lá de caprichado, a preços honestíssimos. A curiosidade é que o dono é um alemão, apaixonado por MPB e bossa nova, que morou por mais de 20 anos em Búzios.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Trailer de mais um vídeo da “Odisseia Grega” no YouTube - Patricia de Camargo. Link na bio, te espero por lá 👁

#greecelovers #atenas #vlogatenas #acropoledeatenas #grecia
  • Vistas da Acrópole. O templo grego mais bem preservado do mundo, o de Hefesto 🏛

#greecelovers #templodehefesto #atenas #greciaantiga #mundoantigo
  • Muita gente me diz que sítio arqueológico é só pedra e mais pedra. Mas que nada, são aquilo que a gente foi, são pilhas da nossa memória coletiva, são nossa chance de entender como chegamos até aqui e de que forma queremos ser lembrados em 200 anos quando outros homens e mulheres caminharem pelas ruínas do nosso legado 🙌🏼 #greecelovers #acropolis #atenas #artegrega #estilojonico
  • Dica de Sevilha: café da manhã na tradicional “La Campana” fundada em 1885. O lugar é bonito, gostoso e oferece uma boa relação custo x benefício . Gastamos 13,10€ por 2 sucos de laranja natural, 2 cafés e 2 mistos. 
Também é um ótimo lugar para comer um doce tradicional ou comprar um presente gostoso 😉

Abre todos os dias das 8:00 às 22:00 horas.

#sevilha #lacampana #ondecomersevilha #espanhalovers
  • Esta é a Nova Iorque florida que me deparei numa viagem que realizei nas primeiras duas semanas de maio. Linda demais 💕💕💕 #newyorkflowers #beautifulstreet #centralparkmoments #estadosunidos #novaiorque
  • Qual é seu ponto favorito do Central Park em New York? Eu acho lindo de morrer,  o lugar onde fica uma das maiores fontes da cidade, a Bethesda. 
Também conhecida como "Anjo das Águas", foi o primeiro trabalho de arte pública encomendado a uma mulher. Neste caso, a artista Emma Stebbins, que desenhou a fonte em 1868, sendo inaugurada em 1873.

A gente vê um anjo de bronze de dois metros e meio de altura que carrega um lírio e com a outra mão abençoa a água. Tem um referência bíblica ao evangelho de João que fala de um anjo que abençoa a piscina de Bethesda, conferindo-lhe poderes de cura. 
Debaixo do anjo vemos 4 querubins que representam a pureza, a saúde, a temperança e a paz.

É legal chegar junto à fonte cruzando por debaixo das arcadas da Bethesda Terrace, criada em 1860, um desenho de Jacob Wrey Mould. Debaixo dos arcos costumam se apresentar músicos, já vi um concerto melhor que o outro.

A fonte se encontra mais ou menos no meio do parque na altura da rua 72.

#bethesdafountain #centralpark #newyorklovers #mulheresnaarte #emmastebbins

Follow Me!