Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 29 2016

Castelo de São Jorge | O que fazer em Lisboa

Lisboa é daquelas cidades que só não se apaixona quem não é bom da cabeça ou doente do pé, fora que como toda senhora vaidosa está repleta de lugares onde você pode admirá-la. Os miradouros são parte d´alma da cidade, e o Castelo de São Jorge não deixa de ser um mirante com um baita plus de história.
Castelo Sao Jorge - Lisboa

A História do Castelo de São Jorge

Castelo de São Jorge - LisboaA maioria dos visitantes passa pelo castelo sem dó nem piedade, sem saboreá-lo, como se de um mero miradouro com café e restaurante se tratasse, uma pena, porque nele reside boa parte da herança moura que resistiu ao terremoto de 1755.

Foram os mouros que construíram o castelo ou melhor a fortaleza no século 11, era o último bastião de defesa da cidade, e todo mundo que apitava naquela época residia juntinho à fortificação. Neste momento nem de castelo era chamado, só ganhou este nome e sobrenome após a reconquista de Lisboa em 1147.

Dom Afonso Henriques transformou o lugar na residência oficial dos monarcas portugueses, mas quem já leu o post da Praça do Comércio, sabe que mais tarde os reis se mudaram para as margens do Tejo. Daí o castelo passou de teatro a prisão, chegando antes do terremoto a ser depósito de armas.

O terremoto e o tsunami posterior foram tão fortes, que até o castelo foi atingido e ficou em frangalhos, foi só na época da ditadura que ele passou por uma reformona.

Guia de visita do Castelo de São Jorge

Para entender por onde você pisa, faça ao menos um “en pasant” pelo núcleo museológico, se for no verão, vai agradecer ficar sabendo tudo na sombra e no ventinho do ar-condicionado. O museu é didático e sem rolos extremos e traz curiosidades como que até o séulo 16 os europeus não fumavam tabaco, que foi um hábito introduzido pelos espanhóis e portugueses ao voltar das Américas. O museu conta com mais de 800 fragmentos de cachimbos encontrados no Hospital dos Soldados.
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Da escadaria que leva à Torre de São Lourenço vai conseguir umas fotos geniais e com pouquíssimas pessoas.
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Entre em alguma das sessões do periscópio na Torre de Ulisses, é genial, vale a pena esperar para desfrutar de Lisboa de uma maneira diferente 😉
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Antes de sair do recinto passe pelo Núcleo Arqueológico, sobrou pouca coisa de pé, mas vale uma passada rapidinha. Ah, e não deixe de andar pelas muralhas!
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Castelo Sao Jorge - Lisboa

Comidinhas no Castelo de São Jorge

No castelo há uma lanchonete self-service, onde aproveitamos para tomar uma cerveja e um chá, sentar debaixo da sombra de uma árvore vendo as pessoas irem e virem, programa que eu e o Tom nunca dizemos não 😉 Mas a comida do self-service não tinha uma pinta UAU, e eu já estou naquela idade que só como se for para ter prazer, porque engordar com coisa meia boca, eu passo!
Castelo Sao Jorge - Lisboa

O recinto tem um restaurante, a Casa do Leão, mantido pelo Grupo Pestana, que é quem atualmente gerencia as pousadas de Portugal, que são parecidas na filosofia aos paradores da Espanha. Para você ter uma ideia dos preços, os petiscos custam entre 6,50€ e 9€. O bacalhau em crosta de broa, batata nova a murro, grelos salteados e azeite virgem sai a 25€. Para ver todo o cardápio, clique aqui. Para reservar, escreva para: restaurante.casaleao@pestana.com.

Fora do complexo, há exatos 190 metros se encontra o Chapitô e Restô, com vistas incríveis e que abre a partir das 12:00 horas, fica aberto até às 18:00 e depois volta a abrir das 19:00 a 01:30 horas. O horário é diferente no sábado, das 19:00 a 1:30 e no domingo das 19:00 à meia-noite. Aconselho um bom vinho verde + petisco.
Castelo Sao Jorge - Lisboa

Como chegar ao Castelo de São Jorge

Pegue o eléctrico 28 até o Miradouro de Santa Luzia, e de lá terá uma caminhada de mais ou menos 350 metros, com alguma que outra subidinha.

Quer descer mais perto do castelo, prefira o ônibus 737 (autocarro), que para nas “margens” do monumento. O melhor lugar para pegá-lo é a Praça Figueira, é uma linha bem curta, mas fantástica para quem está com carrinho de bebê 🙂
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Também já testei o elevador, que é gratuito. E nada verdade são dois, o primeiro na Rua dos Fanqueiros, encontra-se dentro de um prédio. Quando sair deste elevador, pegue à esquerda e dará com um Supermercado Pingo Doce, encontrando o supermercado já verá o elevador. Ao sair, suba a Costa do Castelo e a sinalização te ajudará a chegar ao castelo.
Castelo Sao Jorge - Lisboa

Quando ir e quanto custa entrar no Castelo de São Jorge

De 1 de novembro a 28 de fevereiro abre das 9:00 às 18:00 horas; e de 1 de março a 31 de outubro das 9:00 às 21:00 horas. Fecha nos dias 24 e 25 de dezembro, 1 de janeiro e 1 de maio.

A entrada custa 8,50€, estudantes menores de 25 anos e maiores de 65 anos, pagam 5€; também oferecem um bilhete para família para 2 adultos e 2 crianças menores de 18 anos por 20€. Menores de 10 anos não pagam.
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Castelo Sao Jorge - Lisboa
Combina com: passeio pelo Alfama, descendo depois da visita ao castelo + entrar na Sé + sorvete na Santini + comprinhas no Chiado + fim de tarde na Praça do Comércio + jantar no Mercado da Ribeira.
Castelo Sao Jorge - Lisboa

Veja todos nossos posts de LISBOA

Busque e reserve seu hotel em Lisboa, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países europeus. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Evite filas, compre as entradas para os principais atrativos de Lisboa e também excursões, clicando aqui.

Chamada video 2

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

10 Comentários

  1. Leidiane Marinho

    Que legal! Não sabia que a familia real já tinha morado no Castelo. O castelo foi reconstruído tal como era?? Nem conheci da época que fui, essa escadaria, dica anotada! Bjs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oiii Leidiane, o que foi reconstruído tal como eram foram parte das muralhas, beijos

      responder
  2. Leidiane Marinho

    Que legal! Não sabia que a familia real já tinha morado no Castelo. O castelo foi reconstruído tal como era?? Nem conheci da época que fui, essa escadaria, dica anotada! Bjs

    responder
  3. Ilma Madureira

    Depois de ler esta postagem super bem explicada, cheguei a uma conclusao: preciso urgentemente voltarà Lisboa para visitar o Castelo, pois quando lá estive (há mais de 6 anos atrás) nao sabia de nada disso e nao vi quase nada; além do mais agora tem uns “plus” a mais (cafeteria etc) e concordo com voce: eu também só como algo que me seja muito bom 😉
    Abraços de viajante

    responder
    • Patricia de Camargo

      kkkk Ilma, se for para engordar que seja com prazer, é meu lema, sempre!!!
      Um grande abraço

      responder
  4. João Garcia

    Olá, Patricia.
    Muitos cumprimentos pelo site, ajuda bastante na organização dos passeios..
    As dicas COMBINA COM, então,são demais…
    Obrigado por ajudar em nossa viagem por Portugal em abril próximo. Aliás, já usei tuas informações para viagem à Espanha em outubro passado!
    Abs, João&Clarice.

    responder
    • Patricia de Camargo

      João e Clarice, feliz da vida com vosso comentário. Vou fazer mais posts com o “combina com”. Espero que sua viagem seja incrível, depois me contem como foi.
      Um grande abraço

      responder
      • João Garcia

        Patrícia,
        grato pelo retorno.
        Me parece excelente fazer postagens com “combina com”: ajuda a organizar o dia e os passeios, sem perda de tempo com deslocamentos longos e/ou desnecessários.
        Mais uma vez obrigado!
        Abs, João&Clarice.

        responder
  5. Michelle

    Essa caminhada depois do segundo elevador é muito longa e íngrime? porque no grupo tem uma senhora de idade..

    responder
    • Patricia de Camargo

      Michelle, não é muito longa. Mas se a pessoa tem muitas dificuldade, aconselho que suba com o ônibus 737 que lhe deixaria do lado! E depois poderiam descer com o elétrico.
      Um abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Tristeza pela situação catalã. A região já perdeu mais de 1000 empresas e 15% das reservas turísticas. Tudo por culpa de uma famigerada ideia de um estado paradisíaco, graças à independência. Um artista espanhol definiu bem a situação, "não é Espanha contra Catalunha; é Catalunha contra Catalunha". .
#catalunha #españa #barcelona #gaudi #casabatllo #arte #sadmoments
  • Prá todo mundo que vez ou outra, sente-se imerso neste vagão de trem, sem saber bem aonde vai chegar 🚆
.
#tokyo🇯🇵 #japan🇯🇵 #feelings
  • A obra mais polêmica de GOYA no Top100Arte, lá no meu canal do YouTube - Patricia de Camargo. Também tem link na bio 💚

#arte #goya #historiadaarte #Top100Arte #youtuber
  • Tem tanta coisa prá censurar - corrupção, narcotráfico, crimes de gênero, crimes de ódio, mas tem gente que prefere  ir atrás da arte, "que torna  a vida suportável" 🙁

Todos os autoritarismos começaram desta maneira, indo atrás de artistas. Cuidado com o que você defende!

#Repost @gabi_mariliagabriela (@get_repost)
・・・
SOMOS MUITAS VOZES QUE NÃO ACEITAM A CENSURA E A DIFAMAÇÃO.  #342Artes  #censuranuncamais  #contraacensuraeadifamação
  • Diz aí, não está ficando com vontade de conhecer Gran Canaria? 😉

#lascanterasbeach #laspalmas #iggerslaspalmas #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #beachday #beautifulday #grancanaria #laspalmasdegrancanaria
  • E o dia amanheceu assim ... simplesmente perfeito, no quintal da minha casa 🤗

#beautifulday #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #iggerslaspalmas #canaryisland #españa

Follow Me!