Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 11 2016

Praça do Comércio |Roteiros Lisboa

Entre os portugueses, uma das maiores praças de Europa continua sendo chamada de Terreiro do Paço, tal qual quando o Rei D. Manuel I no século 16 resolveu transferir a residência lá de cima do Castelo de São Jorge para às margens do Tejo.

Naquele momento, a praça se parecia mais a uma das definições de terreiro: “espaço de terra amplo, plano e despejado” 🙂 como se vê nesta pintura (já do século 17 – 1662) de Dirk Stoop, onde ao fundo aparece o Paço da Ribeira (a residência real).
Terreiro_do_Paço_em_1662

pa·ço
(latim Palatium, -ii, monte Palatino, uma das sete colinas de Roma)
substantivo masculino

1. Residência de rei. = CORTE, PALÁCIO

Mas desgraça pouca é bobagem e veio o terremoto de 1755 seguido de incêndios horrorosos e um tsunami \o/ que arrasaram com todo o terreiro e seus edifícios, e neste desastre morreram 15.000 dos 250.000 habitantes da cidade, fora os que ficaram feridos e perderam tudo que tinham. O palácio foi totalmente destruído, pensem numa biblioteca de 70.000 livros, cartas cartográficas de valor inestimável e obras de arte de artistas como Rubens ou Ticiano.

A reconstrução foi comandada por um ministro, Sebastião José de Carvalho e Melo, ou simplesmente Marquês de Pombal, para quem a construção de uma verdadeira praça era prioridade, e daí nasceu a Praça do Comércio.

É difícil visitar LISBOA sem dar com ela, eu diria que você nem deveria tentar porque tem tanta coisa legal por aqui, quer ver?

1. Lisboa Story Centre

Quer saber mais sobre a Praça do Comércio e sobre a história de Lisboa, que começa lá com os romanos? É só visitar este museu da cidade todo interativo e cheio de audiovisuais. Não é o típico museu cheio de cartazes e datas, está a léguas de distância disso, e é diversão prá família toda.

Abre todos os dias entre às 10:00 e 20:00 horas (sendo que a última entrada é às 19:00 horas). A entrada custa 7€; maiores de 65 anos e estudantes menores de 16 anos pagam 5€; crianças de 6 a 15 anos – 3€ e menores de 5 anos tem entrada gratuita. Também oferecem um passe familiar com entradas para 2 adultos + 2 crianças de até 15 anos por 18€.

Se for subir no mirante do Arco da Augusta, vale a pena comprar o Pack Lisboa Interativa para economziar 15%.
Praça do Comércio - Lisboa
Praça do Comércio - Lisboa

2. Arco da Augusta

O Arco do Triunfo aparece em 10 de 10 fotos de quem visita Lisboa, e desde 2013 se pode subir ao seu mirante para ver a Praça do Comércio desde cima, o que é genial. Já te contei tudinho sobre ele em outro post, para acessar clique aqui.
Praça do Comércio - Lisboa

3. Café-Restaurante Martinho da Arcada

Apesar de ter escrito um Guia de Lisboa para o turista que visitasse a cidade, Fernando Pessoa não era muito de viajar, passou a maior tempo de sua vida de adulto na cidade, após ter sido educado na África do Sul, quando a mãe viúva contraiu segundas núpcias.

Em Lisboa ele passava muito tempo num café numa das arcadas da Praça do Comércio, o Martinho da Arcada, onde se pode ver a mesa onde sentava o poeta, bem como alguns de seus objetos pessoais, uma espécie de altar ao gênio. Curioso que Pessoa não fale do seu café favorito no seu guia.

O local foi fundado em 1782, abre de segunda a sábado das 7:00 às 23:00 horas. Serve almoços das 12:00 às 15:00 horas e jantares das 19:00 às 22:00 horas. Para reservar, acesse o site: http://www.martinhodaarcada.com
Praça do Comércio - Lisboa

4. Museu da Cerveja para comer um bolinho de bacalhau dos deuses

Não visitei o museu, mas comi um dos melhores bolinhos de bacalhau recheados da história. No café do museu servem o bolinho de bacalhau frito na hora e recheado com queijo da serra da estrela. Por isso amo Portugal, o lugar tinha tudo prá ser uma espécie de armadilha turística, mas se converte numa baita surpresa kkkkkk Por favor, não deixe de comer ao menos um! Ficam abertos todos os dias das 10:00 à meia noite. Comprei um souvenir nada barato, mas útil, um copo de cerveja com cristal duplo, assim a cerveja não esquenta quando você pega no copo com sua mão quente 😉
Praça do Comércio - Lisboa

5. Ginginha do Carmo

Depois do bolinho de bacalhau que tal um licor de ginginha no copinho de chocolate praticamante na frente do Museu da Cerveja? Um quiosque preto cheio de bossa é tua resposta. Não me lembro quanto paguei, mas era barato. A Ginginha do Carmo abriu suas portas em Lisboa por volta de 1930, portanto há tradição meu caro 😉
Praça do Comércio - Lisboa

6. Estátua de Dom José I, que fica no centro da praça

No Lisboa Story Centre eles contam a história desta escultura de 1775, obra de Joaquim Machado de Castro. Ela foi fundida em uma única peça de bronze! Incluindo o pedestal, a estátua conta com 14 metros de altura. Era bem comum desde os romanos, que os imperadores, reis, enfim a nobreza se retratasse tanto em pinturas como em esculturas sobre um cavalo, ao que se chamam esculturas equestres.

Curiosidade: Dom José I se negou a posar para o escultor. Durante o terremoto ele era o rei de Portugal, e só não morreu na tragédia porque estava com a família em Belém, mas foi durante seu reinado que se reconstruiu a cidade.

Praça do Comércio - Lisboa
Praça do Comércio - Lisboa

7. Lisbon Shop

Uma loja estilosa de souvenirs do lado oposto do Museu da Cerveja ou do Lisboa Story Centre.

8. Por do sol no Cais das Colunas

O céu de Lisboa é uma coisa de louco, e nada melhor do que dar tchau ao sol desde esta entrada ao mar que recebeu toda a super realeza européia, incluindo a Rainha Isabel II do Reino Unido em 1957. Realeza à parte, sente e relaxe antes de partir para um jantar regado a fado, bacalhau e vinho verde.
Praça do Comércio - Lisboa

9. Caminhada pela Ribeira das Naus até o Mercado da Ribeira

Um quilômetro separa a Praça do Comércio do recém reformado Mercado da Ribeira (que vai ganhar post), e o passeio passa pela também recém reformada Ribeira das Naus, onde se encontravam antigamente os maiores estaleiros de Portugal e que serviu de modelo aos estaleiros construídos em algumas colônias do que foi o Império Oceânico Português.
Praça do Comércio ao Mercado da Ribeira
Praça do Comércio - Lisboa
Praça do Comércio - Lisboa

Passeios desde a Praça do Comércio

Na Praça do Comércio passa o Eléctrico 15 que te levará para o bairro mais “tem que ir” de Lisboa, o Belém. Se tiver um tempinho, prefira pegar este eléctrico na Praça da Figueira, para garantir um assento durante todo o percurso que leva seu tempo.

A grande maioria dos ônibus turísticos da cidade começa seu percurso na Praça do Comércio ou passa por aqui, tem até um eléctrico vermelho (Colina Lisboa) que sai da praça e passa pela Alfama, pelo Bairro Alto e pela Lapa.
Praça do Comércio - Lisboa

Veja todos nossos posts de LISBOA

Busque e reserve seu hotel em Lisboa, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste ano de 2017, coloque o código: 2017AFL. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

Evite filas, compre as entradas para os principais atrativos de Lisboa e também excursões, clicando aqui.

Dicionário utilizado: Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/pa%C3%A7o [consultado em 03-05-2016].
imagens: turomaquia_2014

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

5 Comentários

  1. ILMA MADUREIRA

    Adoro Lisboa.
    Preciso voltar para visitar algumas “novidades” que postastes.
    Grata

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ilma, eu também sou apaixonada pela cidade. Brigaduuuu pelo comentário, neste mês ainda vou postar muitas coisas de Lisboa e de outras cidades de Portugal 🙂
      Um abraço

      responder
  2. Nick

    Oi Patrícia, tudo bem ? Acabo de retornar de Portugal, comecei por Porto, visitei Braga, Guimarães, Aveiro, Coimbra e Lisboa. Nem preciso dizer que segui várias dicas suas, todas muito precisas. Em Lisboa, realmente o Museu Nacional dos Coches é incrível e conhecer o Museu Calouste Gulbenkian foi uma das melhores coisas da viagem, Beijos !!!!!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Nick, que alegria receber tua visita e este feedback maravilhoso, muito obrigada, do fundo do meu coração. E volto prá lá ainda este ano, alguma dica?
      Beijos

      responder
  3. Nick

    Oi Patrícia, quem sou eu pra dar dicas pra uma blogueira tão antenada como vc, mas vou falar algumas coisas. Em Lisboa tem um lugar muito falado chamado Triângulo, que fica na conjunção da Calçada do Combro, Rua Poiais de São Bento e Rua do Poço dos Negros, fiquei hospedado lá perto, mas o hype por enquanto ainda está na intenção. O bairro de Príncipe Real, realmente me parece um lugar que todos querem estar hoje em dia. O clima de fim de tarde no Miradouro de Santa Catarina lembra um pouco o Canal de Saint Martin em Paris, uma moçada linda bebendo e confraternizando. No ponto final (ou inicial) do Elétrico 28 em Campo de Ourique, vale a pena um passeio pelo bairro. O mercado de lá está quase igual o Mercado da Ribeira, mas para o almoço peguei uma dica com uma local e comi um bacalhau divino (e baratinho) num restaurantezinho de esquina bem em frente ao mercado. Ahhh e não posso deixar de falar no Pão de Deus da rede A Padaria Portuguesa…só de pensar já me dá saudades !!!! Acho que falei demais, né…rsrss..Qualquer coisa te mando outras dicas inbox…Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Minha gente que montagem 😱 Esta é apenas uma pequena amostra da exposição dos Irmãos Campana, que fica no MON em Curitiba até 20 de agosto.
.
#curitiba #irmãoscampana #campanabrothers #museum #museu #design #arte #art #mon
  • Pornografia gastronômica 😌 Levada pela @curitidoce, só podia né?! .
#ofamosobrigadeiro #curitiba #foodporn #cake #chocolate
  • Eu sei que é um dia complicado. Mas em dias como esse, a gente precisa ainda mais da arte! .
E neste Dia Internacional dos Museus, começamos com El Greco e um tema que eu adoro - A Anunciação. Na genial exposição do MASP.
.
#masp #museum #elgreco #arte #anunciacao #maneirismo #museumday #sampa
  • A melhor época para conhecer esta Costa, que é linda até sem sol, é entre a segunda quinzena de maio e a primeira de outubro. Principalmente se você quiser curtir uma praia 🏖
.
No www.turomaquia.com tem vários posts pra te ajudar a planejar esta viagem pela Costa Amalfitana. Também tenho vídeos no YouTube - Patricia de Camargo 👈
  • Gostinho de Brasil e de casa de pai e mãe 👨‍👩‍👧 Recomendo os pães de nata da Kaminski na Sete de Setembro e o queijo da Colônia Witmarsum 🍞🧀
.
#curitiba #kaminski #foodporn #bread🍞 #fromage #gastronomia #witmarsum
  • Por do sol louco, agora mesmo em Curitiba. Um céu laranja e uma nuvem perturbadoramente negra sobre tudo ☁☁☁
.
#curitiba #sunset #happymoments❤ #happiness😊 #cloudy #brasil🇧🇷

Follow Me!