Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 06 2012

Como é o Tour do Vale Sagrado Inca – Peru

Cusco além de linda, fotogênica e gostosa para andar, tem um outro atributo. É a cidade-base para realizar um montão de tours. Onde o estrelar é Machu Picchu! Antes de chegar ao Olimpo Inca, ou o que eu pensava ser o apogeu desta cultura, participei do Tour do Valle Sagrado.
cusco-valle-sagrado-mapa
Um vale geograficamente é um lugar entre duas montanhas. Pois bem, pelo Sagrado passa a Cordilheira Oriental do Andes. Que proporcionou aos incas água abundante e um micro clima adequado para a agricultura. Assim nao é de estranhar que por aqui pipoquem as construções incas. O mais legal, uma diferente da outra e todas entre os dois extremos de Pisac e Machu Picchu.

O passeio começa subindo, pode-se dizer: sobe mais! Já que Cusco se encontra a quase 3.400 metros acima do mar. Com Cusco ao fundo, a guia Isabel numa atitude esperta e tal qual a diretora de cine que escolhe bem seus planos começa a discorrer sobre a cultura inca. Que mulher, fez toda a diferença, apaixonada na medida certa e sábia além da conta.
Image00002
Seguro viagem america do sul 728x90
A primeira parada foi um mercadinho. Além de ajudar os pequenos povoados, o descanso de 15 minutos serve para ir ao toilete e esticar as pernas. Deveriam ser 15 minutos, mas nosso companheiro mexicano demorou um pouco mais, e começou sua incursão à indústria cervejeira peruana 😉
Image00005

Segunda parada: mirante do Valle Sagrado. Na nossa frente a Dona Cordilheira. Mulher de respeito. Várias outras senhoras vendem amostras de alguns dos mais de 380 tipos de milhos da região.
Image00006

A terceira parada será de 1 hora, num dos grandes atrativos do dia. O Mercado de Pisac, a 32 quilômetros de Cusco. O mercado de artesanato é enorme. Difícil resistir à tentação, levando em conta que grande parte do que se vê é lindo, colorido e realmente artesanal. Estranhamente, aqui consigo o melhor câmbio de toda a viagem. De euros a nuevos soles.
Image00015

Depois de Pisac é a hora de almoçar. O grupo de mais ou menos umas 15 pessoas se divide em dois restaurantes. Eu desço no segundo: Tunupa. Barriguinha cheia, alma feliz, não é todo dia que se almoça de frente para a Cordilheira!
Image00019

Quando terminamos, o Jimmy (nosso motorista) já buscou o pessoal do primeiro restaurante e vamos direto à Ollantaytambo. Isabel adverte que a subida é um pouco forte. Mas se debaixo a coisa pinta bem, desde cima a vista vale o esforço e as prováveis dores musculares. Este importante sítio arqueológico foi um povoado e centro cerimonial inca. Daqueles lugares que deveriam estra na lista “TENHO QUE VER” de todo mundo que vai à Cusco.
Image00044
Vale Sagrado - Peru
Vale Sagrado - Peru

Veja todos nossos posts de CUSCO

Depois de uns tantos “UAU”, alguns companheiros de rota ficam pelo Vale Sagrado. Muita gente nesta época (começo do ano) em que se faz manutenção da rede ferroviária que liga Cusco e Machu Picchu prefere dormir diretamente no lugar que o trem sai pela manhã. Evitando um longo de caminho de van pela madrugada.

Somos 4 mulheres, que voltarão ao umbigo do mundo. Acontece que para nossa surpresa, não vamos imediatamente em direção à cidade. Somos brindadas com montanhas de picos nevados e uma última parada numa comunidade onde outras mulheres são as estrelas: El Balcón del Inca (Chinchero). Somos convidadas a um chá, e aquelas “madonas” de amplo sorriso nos ensinam a arte de fazer a lã e tecer. Não foi uma parada “atrapa turista”, nada disso. Comprou, quem quis. A noite chegou, a lua se alvoroçou, e nós deixamos o Vale Sagrado. No dia seguinte, era o dia de conhecer a única cidade que sobreviveu à Francisco Pizarro e aos freis dominicanos.
Vale Sagrado - Peru

Veja todos nossos posts do PERU

Busque e reserve seu hotel em Cusco, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

strong>Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Posts relacionados:
Hotel Boutique em Cusco – Maytaq
Andean Explorer – Um trem de tirar o fôlego de Puno a Cusco
Excursão desde Puno: Taquile

fotos: turomaquia_2011

36 Comentários

  1. Lu Malheiros

    Adorei o Vale Sagrado! Seu post, além de lindo, me deu saudades de lá!
    Bjs

    responder
  2. JANAINA

    Olá, gostaria de saber a hora e local de saída e chegada deste passeio e qual o valor que você pagou. Tenho muito interesse em conhecer o Vale Sagrado. Obrigada!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Janaina, eu contratei o passeio antes por Internet com a Setours, e eles me buscaram no hotel às 09:00 da manhã e retornamos às 19:00 horas.
      E vale realmente a pena conhecer o Vale Sagrado 🙂

      responder
    • Ana

      Olá, gostaria de saber a hora e local de saída e chegada deste passeio e qual o valor que você pagou. Tenho muito interesse em conhecer o Vale Sagrado. Me refiro ao tour pelo vale sagrado.Obrigada!

      responder
  3. José Henrique

    Olá Patrícia!

    Muito boa as suas dicas! Estou pensando em fazer o passeio pelo Vale Sagrado, e ao invés de retornar para Cusco no mesmo dia, ficaria em Ollantaytambo e seguiria para dormir em Aguas Calientes, pois no dia seguinte pretendo ir à Huayna Picchu e a Machu Picchu. Seus colegas que “ficaram” pelo Vale Sagrado durante o tour fizeram esse mesmo roteiro que eu pretendo fazer? Queria saber se é viável. Além disso, procurei o Tour do Vale Sagrado no site da Setours e não encontrei, você sabe se eles ainda continuam oferecendo o tour?

    Obrigado! Abraços

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá José Henrique,
      Você quer chegar no mesmo dia do tour do Valle Sagrado a Aguas Calientes? É isso?

      A Setours continua oferecendo o tour, acho que o melhor é escrever para eles, através do contato do site.

      responder
      • José Henrique

        Isso mesmo. Eu e uns amigos encontramos um hotel em Águas Calientes chamado Rupa Wasi, que nos pareceu um bom lugar para descansar antes de subir a cidadela.
        Vou entrar em contato com a agência por e-mai.
        Obrigado pela atenção

        responder
        • Patricia de Camargo

          José Henrique, dá sim para fazer o que você quer, vi que o último trem sai do Valle Sagrado às 21:00 horas. Vale a pena dormir em Aguas Calientes.Eu fiz isso, e é ótimo, vocês estarão mais descansados!

          responder
  4. Jonas

    Olá Patricia,

    Estou organizando o meu roteiro de viagem ao Peru no carnaval de 2014, entre 27/2 e 8/3.Chego em Lima no 27 e a Cusco em 03/03. Volto por Lima na madrugada de 08/03.Um dos meus principais objetivos é fotográfico, portanto não gostaria de perder nenhuma etapa dos passeios. Estava pensando em fazer o tour pelo Vale sagrado no dia 04 e o outro pelo centro de Cusco no dia 05 pela manhã e rumar para Aguas Calientes no mesmo dia a tarde, mas lendo o seu post, achei melhor inverter a ordem dos tours e então pegaria o trem em Ollanta. Só que corro risco de perder alguma das visitas, ou a Chinchero ou a outro lugar qualquer. Talvez então o melhor mesmo seria manter a primeira opção. O que você acha e pode me sugerir? Aguas Calientes tem algum atrativo natural fotografável?

    responder
    • Patricia de Camargo

      hehehe Jonas, adorei o “fotografável”. Eu adoro cidades caóticas, acho que são super fotogênicas, e Aguas Calientes é puro caos. E se o rio estiver com grande vazão, o caos aumenta 😉 Mas a cidade em si não tem atrativos.

      Em relação à outra pergunta, o mais lógico é pegar o trem desde o tour do Valle Sagrado. O que eu faria, era tentar pegar um tour de meio dia que te leve a Chinchero no mesmo dia do city-tour, que é só de meio dia, ou negociar um táxi para te levar. Mas acho que vc terá mais um dia em Cusco,ñ é assim? porque daí poderia fazer mais um tour e ver as Salinas, que são beeem mais fotogênicas que Chinchero.

      Depois me conta como foi, please!

      responder
  5. Jonas

    Patricia,

    Não esperava obter uma resposta de forma tão rápida como você me respondeu. Te agradeço e adotarei sua sugestão. Se me permite farei outra pergunta: li por aí além de sobre Chinchero, sobre Moray e Maras, que você menciona na resposta anterior. Minha duvida é a seguinte. Não sei se você fez isso, mas posso já sair do Brasil com os pacotes de tours comprados. O do vale sagrado hoje estaria um pouco mais de R$250 ou seja uns $100 e poucos ou ainda, cerca de S330, mas é fechado. Será que se eu deixar pra compra-los lá eu consiga preço melhor ou uma negociação para, por exemplo, fazer os três lugares mencionados ou qualquer outro que eu venha a perder de forma isolada? Posso também comprar aqui um passeio ao porto de Callao e às ilhas Palomino em Lima. Fotograficamente me parecem bem interessantes. Algo a dizer? Muitíssimo obrigado.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Jonas, estou pensando, até amanhã te respondo 🙂

      responder
    • Patricia de Camargo

      Jonas, eu comprei alguns passeios antes porque fui a uma feira de turismo e falei com a responsável da agência no Peru. Mas sinceramente acho que vc pode deixar para comprar por lá e pechinchar “regatear”. Para fazer de forma isolada o melhor é negociar com um taxista para que te leve.

      Infelizmente eu ñ fui ao Porto de Callao e às Ilhas Palomino 🙁 Se vc for, depois me conta (pelase!) o que achou! Achei este relato em inglês: http://aliinperu.wordpress.com/2010/03/19/islas-palomino/

      Um abraço!

      responder
  6. Emanuel

    Oi, seu relato é excelente!

    Estou indo com mais 3 pessoas para Cusco e MP em maio e tenho, além do dia de chegada que reservei pra aclimatação, 2 dias inteiro em Cusco e ainda o dia em que vou pra MP, pois pretendo ir no trem do fim da tarde, saindo de Ollanta.

    Perguntas: vc tem alguma noção do preço p fazermos o tour privado? É preciso reservar antes ou posso resolver em Cusco? Vc indica alguma agencia?

    Obrigado

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Emanuel,
      eu usei os serviços da Setours, mas outra agência bastante recomendada na rede é a Discover Peru Now. Para fazer tours privados é melhor reservar antes, para participar dos tours (que foi o que eu fiz) dá para contratar na hora. Para conhecer outras agências em Cusco, dá uma olhada neste site: http://www.aatccusco.com/ Um tour privado para o Vale Sagrado, por exemplo, pode rondar os 200/280 soles.
      Um abraço

      responder
  7. orley almeida

    Patricia,
    deixa ver se eu entendi. São vários sítios na região de cusco, certo. Você compra o Geral para conhecer todos, menos Machu Pichu, ok. Depois vc tem que contratar um guia para levá-lo à cada um destes sítios, é isso? Quais os mais importantes que vc classificaria como os imperdíveis?
    PARABÉNS, MUITO BOM O SEU TRABALHO AQUI…
    Orley

    responder
    • Patricia de Camargo

      Orley, o Geral vale para quase todos os demais sítios arqueológicos, mas mesmo em Cusco em alguns lugares o ingresso é pago à parte. No meu caso os únicos ingressos à parte que paguei foram no City-tour: Catedral e Qorikancha.

      Imperdível fazer o Tour do Vale Sagrado, Ollantaytambo é uma loucura!!!

      Na volta me conta o que vc achou da viagem 🙂

      responder
  8. Eliane Simas

    Olá Patrícia, gostei muito do seu blog e vamos em agosto para Cusco e Machu Picchu. Temos bastante tempo, ficaremos 10 dias. Pretendemos ficar 2 dias em Aguas Calientes e gostaríamos também de ficar uma ou duas noites no Vale Sagrado. Pensamos em fazer o tour do Vale Sagrado e dorrmir lá para pegar o trem em Ollanta. Gostaria de saber se você acha melhor ficar em Ullubamba ou Ollantaytambo? É possível conseguir num desses dois lugares um tour para Maras e Moray?
    Obrigada

    responder
    • Patricia de Camargo

      Eliane, é mais fácil conseguir todas as excursões ou negociar um táxi desde Cusco. Eu dormiria em Ollantaytambo para ir para MP. Mas apenas uma noite, e para ir a todos os sítios arqueológicos do Valle Sagrado utilizaria como base a Cusco. Que oferece mais opções de hospedagem, fora a movida gastronômica e cultural. É uma cidade apaixonante e pequena.
      Depois na volta me conta como foi!

      responder
      • Eliane Simas

        Obrigada Patrícia. Quando chegar eu conto.

        responder
  9. rose andrade

    Eu fui 2 vezes. Na segunda, voltei ontem, preferi dormir em Águas Calientes para poder desfrutar da imensa beleza que é ver o sol nascendo em MACHU- Pichu

    responder
  10. Renato Barbosa

    Olá Patrícia, muito legal o seu site. Parabéns!
    Comprei a passagem de trem de Ollantaytambo para Aguas Calientes partindo às 15:00h. Pretendo sair no mesmo dia de Cusco, fazendo o passeio pelo Valle Sagrado e finalizando em Ollantaytambo, mas estou preocupado com o horário. Acha que a passagem do trem sendo 15h vai ficar apertado?

    responder
    • Patricia de Camargo

      Renato, acho que vai 🙁 Mas se mantiver, tenta ver com a empresa que vc contrate o tour, se eles conseguem te deixar lá neste horário! O pessoal do receptivo de Cusco costuma ser bastante flexível!
      Um abraço

      responder
  11. Adriana Hime

    Adorei suas dicas,
    Gostaria de saber se pode me ajudar com minha dúvida?
    Comprei trem de Cusco para MACHUPICHU.
    Passarei o dia por lá e depois pernoitarei em ÁGUAS CALLIENTES.
    Na volta COMPREI TREM PARA OYLANTANTMBO, bem cedo, gostaria de fazer o Valle Sagrado descendo até Cusco é possível?
    Você sabe me dizer se as agências fazem a descida até cusco?
    E que horas chegaria em Cusco, descendo pelo Valle Sagrado até cusco? Se é que existe esta possibilidade??
    Grata ADRIANA HIME

    responder
    • Patricia de Camargo

      Adriana, é uma excelente pergunta. Mas que eu ñ sei te responder 🙁 O normal é fazer o contrário, Cusco – Valle Sagrado, sair de Ollantaytambo para Aguas Calientes, e na volta de Machu Picchu ir diretamente a Cusco. Eu imagino até que existam tours, mas é um imaginar 🙁

      Na volta se vc tiver um tempinho passa aqui e me conta como foi! Meu tour do Valle sagrado durou o dia todo, sai de manhã (09:30) e retornei ao hotel (em Cusco) depois das 18:00 horas.

      Um abraço

      responder
  12. Andre

    Boa noite Patrícia. Primeiro obrigado por relatar tantas informações a respeito de Machu Picchu!
    Estou planejando minha viagem para a Machu Picchu em Março e como a maioria estou com algumas dúvidas e queria a sua opinião.

    Meu roteiro até agora está assim:

    – 9/3: Chegada em Cuzco as 16:00 e dia para “aclimatação”.
    – 10/3: Cuzco: Pretendo aproveitar para conhecer o Vale Sagrado (Pisac, Calca, Chincheros)
    – 11/3: Cuzco: Pretendo aproveitar para conhecer o Vale Sagrado (Maras, Moray, Urubamba) e dormir em Ollanta
    – 12/3: Ollantaytambo: Conhecer Ollanta e pegar o trem para Aguas Calientes as 13:27 ou 15:37
    – 13/3: Aguas Calientes: Conhecer Machu Picchu e voltar para Cuzco no trem das 16:43 ou 17:23
    – 14/3: Cuzco: Dia livre
    – 15/3: Cuzco: Dia livre
    – 16/3: Retorno a Lima as 12:55

    Queria a sua opinião com relação a:

    – Fico em Ollanta ou em Urubamba (pensei em pegar o passeio e alinhar com o guia para descer em Ollanta) ?
    – Qual o melhor horário para pegar os trems ?
    – Vc acha que está bem distribuido os passeios ou mudaria algo ?

    Parabéns pelo site e obrigado pela ajuda.

    responder
    • Patricia de Camargo

      André, desculpa a demora na resposta!

      Olha só, trocaria o dia 10 pelo 11, porque eu sei que as excursões que vão para aquele aldo param em Ollantaytambo, agora as que vão para Moray já não tenho certeza. Inclusive dá para vc conhecer Ollantaytambo neste mesmo dia, e pegar o último trem para Aguas Calientes. Daí este dia que você ganha, pode colocar para conhecer um pouquinho de Lima, o que vc acha?
      Pense na possibilidade de uma outra opção assim:
      9/03 chegada
      10/03 city-tour que inclui atrativos de Cusco + outros sitios arqueológicos, e assim aumenta teu periodo de aclimatação
      11/03 Moray etc.
      12/03 Valle Sagrado + trem de Ollantaytambo para Aguas Calientes
      13/03 Machu Picchu, volta Cusco no trem que saía mais tarde
      14/03 Dia Livre Cusco, ou quem sabe de tarde pegar o avião para Lima
      15/03 Lima
      16/03 Lima

      responder
  13. hannah

    Oi Patricia!Adoro seus posts!
    Estou indo para o Peru no fim de Abril com uma amiga. Vamos ficar 20 dias rodando por varias cidades. A idéia é ir a Lima, Cusco, Aguas Calientes/Machu Picchu, Puno, Arequipa e Ica/Nazca, nessa ordem. O que vc acha?
    Tenho uma dúvida com relação ao passeio do Vale Sagrado. Tenho lido que a maioria das pessoas faz o tour do Vale sagrado terminando em Ollaytantambo e segue de lá pra Aguas Calientes, pernoitando seja em Ollaytantambo ou em Aguas calientes mesmo. Vc acha que vale a pena? Não fica super cansativo??
    Pq em termos de preço não tenho visto muita diferença.

    Vc fez o passeio inteiro e voltou pra Cusco, certo? Quanto custou mais ou menos?

    Muito obrigada!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Hannah,
      o preço ñ se altera ficando em Ollaytatambo, mas no meu caso eu achei ótimo continuar o passeio, porque quem ficou por lá não conheceu Chinchero. Uma das coisas boas de ficar por Ollaytatambo é que numa época do ano o trem para Machu Picchu sai de lá, então quem está em Cusco faz esta primeira parte de ônibus. Mas sinceramente, eu sou mais cidade, e em Cusco tem tanta opção legal para comer que eu continuaria preferindo retornar à cidade depois do passeio.

      Putis, eu tive mal de altura e ñ anotei nada do que gastei porque não tinha muita condição naquele momento 🙁

      Tua sequência está ótima, muita gente faz no sentido contrário, mas a tua é legal porque quando chegar em Arequipa que é mega alto já estará mais acostumada com a altitude!

      Na volta se tiver um tempinho passa aqui e me conta como foi!

      responder
  14. Edelson

    Boa Noite Patricia.
    Estou indo semana que vem 10/07 para juliaca e pretendo conhecer Cusco com todos os atrativos, Puno com todos os atrativos, tenho 11 dias para isso e queria conhecer também Arequipa, tem alguma sugestão de roteiro? pretendo fazer isso tudo de busão.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Edelson teu voo é direto para Juliaca?

      responder
  15. sofia

    Obrigada pelas dicas!
    Minha duvida é se existem outras opções fáceis para voltar de MPicchu direto para Cusco sem ser o trem… (ônibus, van, etc). Vou de taxi/van de Cusco para Ollanta e pegar um trem para MPichhu, mas o valor do bilhete na volta é bem mais caro (quase o dobro!) então pensei em voltar de ônibus. Vc sabe se é tranquilo? não achei as empresas que fazem esse trajeto.
    Muito obrigada e parabéns pelo blog!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Sofia 🙂

      pegar um ônibus é beeeem complicado, dá uma olhada neste post – http://turomaquia.com/como-chegar-ate-machu-picchu/ no final tem um link para um post em inglês em que o blogueiro explica toda a logística 🙁

      Um beijo

      responder
  16. Mateus

    Olá. Estou indo ao Peru e gostaria de uma sugestão de roteiro que me permita conhecer com calma Cusco, Vale sagrado, Águas Calientes/machu picchu e Huaraz (trilhas e lagos azuis).
    Obrigado

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Follow Me!