Guias de Viagem e Arte

 
 
out 31 2016

René Magritte: o ilusionista da arte

Rene Magritte
René Magritte nasceu em Lessines – Bélgica (1898), mas passou a maior parte de sua vida em Bruxelas. Um homem bastante caseiro, que não gostava de empreender viagens que não fossem através da imaginação.

Sempre se esmiuça a vida dos personagens famosos buscando fatos que possam explicar esta ou outra ação. O menino René com apenas 14 anos viu sua mãe morta, depois de seu suicídio. Mas este menino anos depois encontrou uma musa – Georgette, com quem casou e foi feliz para sempre. Ela sempre aparece nas suas obras, e será que o suicídio da sua mãe também estava presente? Margritte afirmava rontundamente que não.
Rene Magritte
Ele pintou dentro que se costuma chamar surrealismo. Este movimento que envolve o inconsciente e pinta coisas reais em contextos díspares.

Mas sua obra tem muitas características que são só suas, a mais destacada é a importância dos objetos e entre eles, seus favoritos: o chapéu-coco, o pássaro, a maçã, cachimbo, janelas, portas, e o guarda-chuva.

“Coloquei todo meu empenho para fazer que os objetos mais familiares gritassem”.

Rene Magritte
Rene Magritte
Magritte com seu ilusionismo, pretende que comecemos a questionar certas coisas, que já dávamos por certas sem sequer pensar muito sobre elas.

Ele discute a verdade das relações mais básicas, por exemplo a verdade sobre a unidade entre a linguagem e o objeto. Isto se vê bem nesta pintura do cachimbo, onde ele escreve: isto não é um cachimbo. Claro, é a imagem de um cachimbo, mas não o objeto.
Rene Magritte
Também jogou com a incongruência das características dos objetos. Como pode uma rocha, uma montanha, planar e parecer tão leve, pese que sabemos que é muito pesada! Como podem os pés se transformarem em sapatos?
Rene Magritte
Além de pintar, fazia fotografias e cartazes publicitários. Sua obra se viu influenciada pelo italiano De Chirico (vou postar algo sobre ele em breve).

Se for para Bélgica, não deixe de visitar sua casa-museu, onde encontrará todos os objetos recorrentes em sua obra. É um passeio em 3D pela obra de Magritte. Na mesma Bruxelas, outra visita obrigatória é o Museu Magritte, que em 3 andares “destripa” a obra do artista. Um museu bastante didático.

Até 23 de janeiro de 2017, o Pompidou apresenta uma exposição que põe em relevo a relação da obra de Magritte com a linguagem e a filosofia. Nem pense que é um rolo, na verdade é algo bastante fácil de se compreender com as obras escolhidas pelo curador, muitas de coleções privadas. Portanto, é uma oportunidade única para estar frente a frente com algumas obras!

 

Madri - Guia do Prado
GUIA LOUVRE
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Trailer de mais um vídeo da “Odisseia Grega” no YouTube - Patricia de Camargo. Link na bio, te espero por lá 👁

#greecelovers #atenas #vlogatenas #acropoledeatenas #grecia
  • Vistas da Acrópole. O templo grego mais bem preservado do mundo, o de Hefesto 🏛

#greecelovers #templodehefesto #atenas #greciaantiga #mundoantigo
  • Muita gente me diz que sítio arqueológico é só pedra e mais pedra. Mas que nada, são aquilo que a gente foi, são pilhas da nossa memória coletiva, são nossa chance de entender como chegamos até aqui e de que forma queremos ser lembrados em 200 anos quando outros homens e mulheres caminharem pelas ruínas do nosso legado 🙌🏼 #greecelovers #acropolis #atenas #artegrega #estilojonico
  • Dica de Sevilha: café da manhã na tradicional “La Campana” fundada em 1885. O lugar é bonito, gostoso e oferece uma boa relação custo x benefício . Gastamos 13,10€ por 2 sucos de laranja natural, 2 cafés e 2 mistos. 
Também é um ótimo lugar para comer um doce tradicional ou comprar um presente gostoso 😉

Abre todos os dias das 8:00 às 22:00 horas.

#sevilha #lacampana #ondecomersevilha #espanhalovers
  • Esta é a Nova Iorque florida que me deparei numa viagem que realizei nas primeiras duas semanas de maio. Linda demais 💕💕💕 #newyorkflowers #beautifulstreet #centralparkmoments #estadosunidos #novaiorque
  • Qual é seu ponto favorito do Central Park em New York? Eu acho lindo de morrer,  o lugar onde fica uma das maiores fontes da cidade, a Bethesda. 
Também conhecida como "Anjo das Águas", foi o primeiro trabalho de arte pública encomendado a uma mulher. Neste caso, a artista Emma Stebbins, que desenhou a fonte em 1868, sendo inaugurada em 1873.

A gente vê um anjo de bronze de dois metros e meio de altura que carrega um lírio e com a outra mão abençoa a água. Tem um referência bíblica ao evangelho de João que fala de um anjo que abençoa a piscina de Bethesda, conferindo-lhe poderes de cura. 
Debaixo do anjo vemos 4 querubins que representam a pureza, a saúde, a temperança e a paz.

É legal chegar junto à fonte cruzando por debaixo das arcadas da Bethesda Terrace, criada em 1860, um desenho de Jacob Wrey Mould. Debaixo dos arcos costumam se apresentar músicos, já vi um concerto melhor que o outro.

A fonte se encontra mais ou menos no meio do parque na altura da rua 72.

#bethesdafountain #centralpark #newyorklovers #mulheresnaarte #emmastebbins

Follow Me!