Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 13 2014

O que fazer em Parma | Ver como se produz o parmigiano-reggiano

Já comentei por aqui, que para quem curte uma boa gastronomia, a região italiana da Emilia-Romagna é mais do que um prato cheio. Trocadilhos infames à parte, pouca gente neste mundão não curte um bom queijo. Eu conheço até uma blogueira que só não é perfeita porque é estilo doente da cabeça, já que não come queijo de jeito nenhum. Mas sinceramente mesmo prá quem não é lá muito amante desta gostosura, a visita no local de produção do parmigiano-reggiano é legal demais, todo o processo é artesanal.

Eles produzem o queijo com o leite fresquinho, assim o único inconveniente para os mais preguiçosos é acordar cedinho para chegar na fábrica às 8 em ponto. A visita que leva uma hora e 40 minutos/2 horas começa com explicações em inglês ou italiano. Eu fiz a visita com a blogueira canadense Janice, do Solo Traveler; e nossa guia foi a competente e simpática, Giovanna (Foto da Janice).
Visita produção parmigiano-reggiano

Etapas da produção e curiosidades sobre o parmigiano-reggiano

1. Vemos a chegada do leite das cooperativas associadas, porque a Denominação de Origem (DOP) determina que a vaca que irá produzir o leite de fabricação do queijo só pode comer as ervas de seu lugar de origem, mega natural.
IMG_5584
2. Entramos na fábrica, e de cara aparecem uns caldeirões enormes de cobre onde se mistura o leite acabado de ordenhar com o leite parcialmente desnatado que foi ordenanhado na tarde do dia anterior e já estava no depósito, e que produziu um soro natural que depois será introduzido novamente ao caldeirão.
Parmigiano-reggiano | Parma
3. O queijo já coalhou, e um “chef” vai passando por todos os caldeirões e dizendo quando a massa já está boa para ser dividida em duas. O jeito que eles tiram a massa do caldeirão me pareceu todo um espetáculo.
Parmigiano-reggiano | Parma Parmigiano-reggiano | Parma
4. Eles colocam estas “massas de queijo” nos moldes descansando por 2 ou 3 dias, quando são levadas a uma outra sala, onde ganham seus selos de origem.
Parmigiano-reggiano | Parma
5. Nesta mesma sala, colocam os queijões submergidos em uma solução de água e sal natural por uns 20 dias.
Parmigiano-reggiano | Parma
6. De lá para uma sala linda de morrer, com andares e andares de queijos “envelhecendo”.
Parmigiano-reggiano | Parma Parmigiano-reggiano | Parma
7. Você pensa que acabou?! Nada disso! Aos 12 meses de envelhecimento, um perito avalia se o queijo é realmente um parmigiano ou não. Caso seja descartado, perde seu nome e apelido das laterais e todos seus selos 🙁
Parmigiano-reggiano | Parma

Curiosidades
– Para fazer uma peça de parmigiano-reggiano são necessários 600 litros de leite.
– Este queijo começou a ser fabricado na Idade Média, por volta do século 12.
– O queijo pode ser vendido a partir dos 12 meses de envelhecimento (mezzano), ou com 18 meses, 22 meses e 30 meses. Provei o de 18 e o de 22, e gamei no segundo.
– Este queijo deve ser cortado com uma faquinha pequena e arredondada. Na verdade não se corta, e sim se lasca o queijo.
– Se você comprar um pedaço do queijo e não ver algumas das letras do nome do parmigiano, que são obrigatoriamente gravadas logo no início da produção. Meu amigo, você está comprando gato por lebre.
– Dizem às más línguas, que é um queijo propício até prá quem tem problema de colesterol.

Ah, me esqueci de contar algo MUITO importante. A visita termina com uma degustação 🙂 E a lojinha vale a visita, os preços dos queijos eram bem melhores do que aqueles praticados nas lojas do centro de Bologna.
Parmigiano-Reggiano

Quer agendar sua visita? Como coloquei no título deste post, a visita não custa nadinha de nada. Mas você tem que escrever para o Conzorcio del Formaggio Parmiggiano Reggiano com 20 dias de antecedência. E lembre-se que o transporte até lá é por sua conta, da Estação de Trem da Parma até a fábrica um táxi cobra mais ou menos 10/12€. O e-mail é sezionepr@parmigiano-reggiano.it. Para conhecer mais detalhes sobre a visita, clique aqui.

Para descarregar um guia gratuito sobre o parmigiano-reggiano, que inclui receitas 😉 clique aqui, e depois em “Dairies Guides Parma”.

Veja todos nossos posts da ITÁLIA

Busque e reserve seu hotel em:  Bologna | ParmaMilão | Veneza | Roma | FlorençaAssim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste ano de 2016, coloque o código: AFILI2016. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Na blogosfera:
Para ver como foi a visita da Janice, clique aqui.
Para ler o post da Alexandra do Café Viagem, aqui.

Estive em Bolonha a convite do Turismo de Emilia Romagna. Mas minhas opiniões aqui são pessoais, e este não é um publieditorial. Para saber mais sobre este convite, leia este post. Aliás, eu que escolhi realizar esta visita (eu sou louca por este queijo!), porque no Blogville cada blogueiro faz o que tem mais a ver com seu blog, leitores e gostos.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

6 Comentários

  1. Carmen

    É uma dica ótima para os amantes do queijo… uuuhhhmmmm que deve ser bom teste lá onde eles são fabricados….

    responder
  2. Florentina Cassol

    Patricia, se eu tiver saúde , temos planos de ficar alguns trinta dias rsrsrs na Itália , e nós amamos queijo! Eu também não consigo entender que. Não gosta! Tenho paixaooooo! Muito bom o post, as fotos e dicas. Abraços

    responder
    • Patricia de Camargo

      Vc terá saúde sim Florentina 😉
      beijos

      responder
  3. Rogério Carvalho

    Nossa, que artigo encantador. Adoro queijo, mas nunca imaginei ser esse o processo parmigiano. Você está de parabéns pela escrita descontraída e por toda a dedicação a post. Não conhecia, mas agora é mais um post para uma leitura semanal. 🙂

    responder
    • Patricia de Camargo

      Rogério, brigaduuuu, e espero te ver mais por aqui 🙂

      responder
    • Patricia de Camargo

      Rogério, brigaduuu por teu feedback!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!