Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 13 2014

O que fazer em Parma | Ver como se produz o parmigiano-reggiano

Já comentei por aqui, que para quem curte uma boa gastronomia, a região italiana da Emilia-Romagna é mais do que um prato cheio. Trocadilhos infames à parte, pouca gente neste mundão não curte um bom queijo. Eu conheço até uma blogueira que só não é perfeita porque é estilo doente da cabeça, já que não come queijo de jeito nenhum. Mas sinceramente mesmo prá quem não é lá muito amante desta gostosura, a visita no local de produção do parmigiano-reggiano é legal demais, todo o processo é artesanal.

Eles produzem o queijo com o leite fresquinho, assim o único inconveniente para os mais preguiçosos é acordar cedinho para chegar na fábrica às 8 em ponto. A visita que leva uma hora e 40 minutos/2 horas começa com explicações em inglês ou italiano. Eu fiz a visita com a blogueira canadense Janice, do Solo Traveler; e nossa guia foi a competente e simpática, Giovanna (Foto da Janice).
Visita produção parmigiano-reggiano

Etapas da produção e curiosidades sobre o parmigiano-reggiano

1. Vemos a chegada do leite das cooperativas associadas, porque a Denominação de Origem (DOP) determina que a vaca que irá produzir o leite de fabricação do queijo só pode comer as ervas de seu lugar de origem, mega natural.
IMG_5584
2. Entramos na fábrica, e de cara aparecem uns caldeirões enormes de cobre onde se mistura o leite acabado de ordenhar com o leite parcialmente desnatado que foi ordenanhado na tarde do dia anterior e já estava no depósito, e que produziu um soro natural que depois será introduzido novamente ao caldeirão.
Parmigiano-reggiano | Parma
3. O queijo já coalhou, e um “chef” vai passando por todos os caldeirões e dizendo quando a massa já está boa para ser dividida em duas. O jeito que eles tiram a massa do caldeirão me pareceu todo um espetáculo.
Parmigiano-reggiano | Parma Parmigiano-reggiano | Parma
4. Eles colocam estas “massas de queijo” nos moldes descansando por 2 ou 3 dias, quando são levadas a uma outra sala, onde ganham seus selos de origem.
Parmigiano-reggiano | Parma
5. Nesta mesma sala, colocam os queijões submergidos em uma solução de água e sal natural por uns 20 dias.
Parmigiano-reggiano | Parma
6. De lá para uma sala linda de morrer, com andares e andares de queijos “envelhecendo”.
Parmigiano-reggiano | Parma Parmigiano-reggiano | Parma
7. Você pensa que acabou?! Nada disso! Aos 12 meses de envelhecimento, um perito avalia se o queijo é realmente um parmigiano ou não. Caso seja descartado, perde seu nome e apelido das laterais e todos seus selos 🙁
Parmigiano-reggiano | Parma

Curiosidades
– Para fazer uma peça de parmigiano-reggiano são necessários 600 litros de leite.
– Este queijo começou a ser fabricado na Idade Média, por volta do século 12.
– O queijo pode ser vendido a partir dos 12 meses de envelhecimento (mezzano), ou com 18 meses, 22 meses e 30 meses. Provei o de 18 e o de 22, e gamei no segundo.
– Este queijo deve ser cortado com uma faquinha pequena e arredondada. Na verdade não se corta, e sim se lasca o queijo.
– Se você comprar um pedaço do queijo e não ver algumas das letras do nome do parmigiano, que são obrigatoriamente gravadas logo no início da produção. Meu amigo, você está comprando gato por lebre.
– Dizem às más línguas, que é um queijo propício até prá quem tem problema de colesterol.

Ah, me esqueci de contar algo MUITO importante. A visita termina com uma degustação 🙂 E a lojinha vale a visita, os preços dos queijos eram bem melhores do que aqueles praticados nas lojas do centro de Bologna.
Parmigiano-Reggiano

Quer agendar sua visita? Como coloquei no título deste post, a visita não custa nadinha de nada. Mas você tem que escrever para o Conzorcio del Formaggio Parmiggiano Reggiano com 20 dias de antecedência. E lembre-se que o transporte até lá é por sua conta, da Estação de Trem da Parma até a fábrica um táxi cobra mais ou menos 10/12€. O e-mail é sezionepr@parmigiano-reggiano.it. Para conhecer mais detalhes sobre a visita, clique aqui.

Para descarregar um guia gratuito sobre o parmigiano-reggiano, que inclui receitas 😉 clique aqui, e depois em “Dairies Guides Parma”.

Veja todos nossos posts da ITÁLIA

Busque e reserve seu hotel em:  Bologna | ParmaMilão | Veneza | Roma | FlorençaAssim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Na blogosfera:
Para ver como foi a visita da Janice, clique aqui.
Para ler o post da Alexandra do Café Viagem, aqui.

Estive em Bolonha a convite do Turismo de Emilia Romagna. Mas minhas opiniões aqui são pessoais, e este não é um publieditorial. Para saber mais sobre este convite, leia este post. Aliás, eu que escolhi realizar esta visita (eu sou louca por este queijo!), porque no Blogville cada blogueiro faz o que tem mais a ver com seu blog, leitores e gostos.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

6 Comentários

  1. Carmen

    É uma dica ótima para os amantes do queijo… uuuhhhmmmm que deve ser bom teste lá onde eles são fabricados….

    responder
  2. Florentina Cassol

    Patricia, se eu tiver saúde , temos planos de ficar alguns trinta dias rsrsrs na Itália , e nós amamos queijo! Eu também não consigo entender que. Não gosta! Tenho paixaooooo! Muito bom o post, as fotos e dicas. Abraços

    responder
    • Patricia de Camargo

      Vc terá saúde sim Florentina 😉
      beijos

      responder
  3. Rogério Carvalho

    Nossa, que artigo encantador. Adoro queijo, mas nunca imaginei ser esse o processo parmigiano. Você está de parabéns pela escrita descontraída e por toda a dedicação a post. Não conhecia, mas agora é mais um post para uma leitura semanal. 🙂

    responder
    • Patricia de Camargo

      Rogério, brigaduuuu, e espero te ver mais por aqui 🙂

      responder
    • Patricia de Camargo

      Rogério, brigaduuu por teu feedback!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • A maioria das pessoas tem um ligação maior com a Capela das Aparições ou com a basílica antiga. Eu me senti muito mais atraída pela Basílica da Santíssima Trindade. Inaugurada em 2007, é um projeto do arquiteto grego grego Alexandros Tombazis e do engenheiro civil, José Mota Freitas. Este último ganhou o maior prêmio da engenharia com esta obra. 
O Cristo do altar parece flutuar sobre os 40.000 metros do edifício, onde podem se sentar 8.633 pessoas \o/

#fatima #faith #portugal #turismoreligioso
  • Que lugar! Que lugar! Ver o por do sol junto ao MAAT ou literalmente sobre ele é grátis e linduuuuu ☀️ #lisbonlovers #lisboa #maat #sunset #portugal
  • Já publiquei o primeiro post da viagem a Portugal. Um guia com 5 belas opções de hospedagem em Fátima. No www.turomaquia.com ou clique no link da bio 😜

#fatima #hotel #portugal #dicasdeviagem
  • Madre mía, que show! O telão é uma espécie de jaula, que sobe e desce conforme a música. Em certos momentos quando está abaixo, projetam imagens e os músicos aparecem num jogo de transparências, interagindo com estas imagens. Além do que, a Altice Arena é perfeita para ver este tipo de show!
#u2 #u2lisboa #lisboa #alticearena #show
  • Felicidade e um dos símbolos de Lisboa - a Ponte 25 de Abril. Antes da revolução, era a Ponte Salazar.

#lisboa #ponte25deabril #happyday #portugal #lisbonlovers
  • Só posso dizer que o dia foi demais da conta! 
Foto tirada da parte de cima do MAAT. Daqueles programas “que não tem preço”, até porque é gratuito 😉

#maat #sunset #lisbonlovers #lisboa #portugal

Follow Me!