Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 05 2012

Museu de Pérgamo – Guia Prático (F.A.Q.)

Este museu está em reformas, algumas salas podem estar fechadas!

Dificilmente comparável a outro museu. Acho que esta é a melhor forma de começar um post sobre o Museu de Pérgamo (Berlim). Aqui o visitante entra literalmente nas obras expostas, e não se tratam de instalações do século 20, mas de obras arquitetônicas do século VI a.C. ou mais novinhas, de 120 d.C.
Museu de Pérgamo - Berlim

O tamanho em si já impressiona, e o que dizer da coleção! Um parque temático de arte antiga e do Oriente Próximo. No sentido, de que todos teus sentidos se atiçam e enlouquecem. Complicado não passar os dedos por aqueles relevos, mas fora o tato que deve ser mantido sob controle, aqui é o melhor lugar para deixar os demais soltos à galope. Se bobear, será capaz de ver aqueles cidadãos babilônicos passando pela gigantesca porta azul de Ishtar ou uma mulher vendendo flores na frente da Porta do Mercado de Miletos 🙂
Museu de Pérgamo - Berlim

Museu de Pérgamo – Quando ir

Abre todos os dias das 10:00 às 18:00 horas; e na quinta-feira o horário se estende até às 20:00 horas.

Museu de Pérgamo – Como chegar

Fica na Ilha de Museus. Se teu hotel estiver meio longe, pode usar os seguintes meios de transporte público:
S-Bahn – Hackescher Markt
Ônibus – 100, 147, 200, TXL
Tram – M1, 12

Museu de Pérgamo – Quanto custa

Para ver tudo que se expõe no museu – 12€ (reduzida – 6€)

Museu de Pérgamo – Aceita algum passe?

Um dos melhores passes europeus, o Museum Pass Berlin. Outra opção para quem quer visitar somente os museus que conformam a “Ilha dos Museus”, o passe: “Museum Island Berlin”. Custa 14€ (reduzida – 7€).

Museu de Pérgamo – O que não devo perder

É um daqueles museus que é difícil não cair na tentação de ver tudo. Porque é excepcional! Mas para uma primeira visita deixe teus primeiros 45 minutos, quando está mais atento, para as reconstruções:
1. Entrada – Altar de Pérgamo
Obra emblemática do século II a.C. da cidade de Pérgamo. Babe quando entrar, é impossível não se emocionar! Passado o primeiro choque, para acalmar de vez o coração, suba as escadarias, e sente-se junto ao friso mais à esquerda de quem sobe. Imagine o que era para um cidadão daquela época ver os enormes frisos em relevo. Principalmente este, que mostra uma luta entre mais de 100 personagens.
Museu de Pérgamo - Berlim
Museu de Pérgamo - Berlim

Os alemães começaram a excavar no lugar onde estaria Pérgamo em 1878 e apenas terminaram em 1886. Com todos os vestígios encontrados realizaram esta reconstrução. O museu leva seu nome, porque foi pensado para receber este altar.
Museu de Pérgamo - Berlim

2. Porta do Mercado de Mileto
Olhando para o altar, entre na sala da direita, para dar de cara com outro gigante arquitetônico de 120 d.C. A porta feita de mármore e com 28,92 metros de altura. Neste caso, os excavadores também tiveram muito trabalho, porque por volta de 1.100 ela havia sido destruída por um terremoto! Estiveram trabalhando nas ruínas entre 1903 e 1905. Suba as escadas em frente à porta para apreciar melhor o mosaico romano.
Museu de Pérgamo - Berlim
Museu de Pérgamo - Berlim
Museu de Pérgamo - Berlim

3. Porta de Ishtar e Via Processional
Continue adentrando no museu e passará por uma das 9 portas da Babilônia, a Porta de Ishtar. Outro momento “aguenta coração!”. Esta porta rende homenagem à uma das divindades mais importantes da Babilônia: Ishtar. A senhora do céu, personificação da fertilidade, guerreira e rebelde.
Museu de Pérgamo - Berlim

As figuras que decoram a porta simbolizam o Deus dos Climas, Adad – na forma de touro; o Deus da Cidade e do Reino – Marduk, na forma de dragão. Apesar de ser conhecida também como “Porta dos Leões”, este animal aparece na via que conduz à porta.
Museu de Pérgamo - Berlim

Esta porta era bem maior do que se pode reconstruir. Tinha 48 metros de comprimento, o que significa que uma pessoa tinha que andar 48 metros para atravessá-la!
Museu de Pérgamo - Berlim

A via das procissões também era maior tanto em comprimento como na distância entre as laterais. No centro da via, uma maquete mostra como seria a construção original.

4. Caminhe por toda a parte correspondente à coleção de arte do Oriente Próximo. Mas não deixe de parar um tempinho na Sala 5! Para ver parte da fachada com mosaicos em cilindros do Santuário de Eanna, em Uruk. De cerca de 3000 a.C. 🙂
Museu de Pérgamo - Berlim

Eu nunca tinha visto esta forma de construção antiga, e é uma loucura. A técnica dos caras nesta época é de tirar não só o chapéu, mas a roupa toda 😉 Os cilindros eram coloridos, e além da função estética evidente pelos desenhos que formavam; aumentavam a proteção dos muros, principalmente contra intempéries.
Museu de Pérgamo - Berlim

5. Depois retorne ao altar, e ao menos veja a sala à esquerda, com reconstruções da Grécia Antiga.Repare na altura das colunas!
Museu de Pérgamo - Berlim

Museu de Pérgamo – Serviços

Lojinha, lockers para deixar as coisas, e guarda-roupa para os casacos. O audio-guia está incluido no preço da entrada, mesmo para quem entra com algum dos dois passes de museus.
Museu de Pérgamo - Berlim

Museu de Pérgamo – Pode fotografar?

Pode, sem flash.

Pergamonmuseum
End.: Museumsinsel, Am Kupfergraben – BERLIM
Tel.: 20 90 55 77
Site: http://www.smb.museum/smb/standorte/index.php?p=2&objID=27

Veja todos nossos posts de BERLIM

Busque e reserve seu hotel em Berlim, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Posts relacionados:
Telenovela da Viagem Real – Museu de Pérgamo
Museum Pass Berlin – vale a pena?
Ilha dos Museus em Berlim

Chamada video 2

fotos: turomaquia_2010

10 Comentários

  1. Guilherme Didier

    Lindo! Fantastico!
    Deve ser realmente emocionante…
    Senpre que vejo uma obra de arte como essa, exposta em um museu, em outro país que não é o de sua origem, bate um pouco de sentimnto que estou visitando um parque temático.
    Com certeza o Museu de Pérgamo está na minha lista de Museus para serem visitados antes de morrer. Lindo Post. Parabéns!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduu Guilherme. Na semana que passei em Berlim fui duas vezes ao Pérgmao, e nas duas me emocionei 🙂

      responder
  2. Malu

    Patri!
    Esse museu é realmente fantástico e foi mtooo legal conhecê-lo com vc…aliás, Berlim tem ótimos museus, eu adorei o Museu Judaico tbm 😉
    Bjão!!!

    responder
  3. Oscar | MauOscar.com

    Excelente Post como sempre.. Bateu uma saudade de Berlin agora..
    Bjs e uma ótima semana

    responder
    • Patricia de Camargo

      Malu, aquele dia foi ótimon né?! 🙂

      Oscar, brigaduuuu, também quero voltar à Berlim!!! Oh, cidade legal!

      responder
  4. Dany

    Amo a cidade e esse é exatamente o museu que mais amo.
    As fotos estão incríveis!!!
    ô vontade de voltar…

    Dany

    responder
  5. Lu Malheiros

    Mais um excelente motivo para uma viagem a Berlim!
    O sentimento de ver uma obra de arte exposta fora de seus país de origem é dúbio: primeiro, a alegria de ver que alguém preservou aquela maravilha e, segundo, que pena que não está no local original, né? Confuso, mas nada que tire a beleza da visita.
    Bjs

    responder
  6. Mirella (@mikix10)

    Vou começar a me recusar a ler posts sobre Berlin (risos)… cada coisa que leio me dá uma vontade ainda maior de ir pra lá conhecer 🙂
    Show!!!
    bjo

    responder
  7. José Daltro Meurer

    Estive na Alemanha desde o dia 27/08/12 até 04/09/12,visitei inúmeros lugares e um deles foi esse museu, é uma “coisa” espetacular. Da próxima vez que eu for à Alemanha vou levar a minha “Ira” minha esposa, para compartilhar com ela essas magníficas obras que estão tão bem preservadas para que a humanidade possa contemplá-las. Obs: Mirela, Faça um esforço ($$$$) e vá correndo, dizem que é a última fronteira, depois da Alemanha só restará o lamento.

    responder
    • Patricia de Camargo

      José, eu fiquei pasma com a qualidade e diversidade dos museus de Berlim 🙂

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Que exposição minha gente 😮 frente a frente Toulouse-Lautrec e Picasso, no @museothyssen 
Recomendo prá todo mundo que venha a Madrid até 21 de janeiro de 2018. A entrada é com horário marcado, mas também dá acesso à coleção de arte mais didática que eu conheço.
.
#arte #lautrec #picasso #museothyssen  #madri #españa
  • Outono delícia em Madri. Tirei esta foto quando cheguei ao Museu do Prado. Faz frio, mas o céu mega azul e o sol durante o dia são fantásticos para caminhar pela cidade.
.
#madri #outono #museodelprado #beautifulday
  • O primeiro café da manhã de hoje foi nesse lugar linduuuu e histórico #cafedamanha #madrid #beautifulplaces #españa #cafecomercialmadrid
  • Gente do céu, que lugar 🤤 Por fim conseguiu ir ao @salmonguru do grande bartender argentino, Diego Cabrera. E ainda tive sorte de sentar na "barra" e ser atendida por um artista, o Denis. Este foi meu drink com whisky e um montão de outras coisas como picante. No copo detrás, limonada de gengibre e de menta. A de gengibre potencializa o picante, a de menta, suaviza 😘 .
#madrid #diegocabrera #drinks #perfectday #españa
  • Algumas belezuras da Mama Framboise. Visita obrigatória na capital 😉 e agora também vão começar a servir almoços estilo bistrô em algumas de suas lojas.
.
#mamaframboise #madri #foodporn #gastronomia
  • Continua dando praia em Las Palmas de Gran Canaria 🏖️
.
#lascanterasbeach #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #grancanaria #españa

Follow Me!