Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 18 2014

Como planejar sua viagem a Paris

Paris
Campeã de audiência no blog, a cidade da Amelie e de Claude Monet mora no imaginário de 9 de cada 10 viajantes. Mas a pergunta que também ronda a cabeça de todos eles é: como planejo uma Viagem para Paris sem ficar louco entre tantos museus, monumentos, lojas de macarrons e ruelas cheias de estilo?

1. Tenha em mãos um bom mapa da cidade, ou crie o seu próprio mapa com a ajuda do Google Maps (dê preferência ao estilo clássico) ou de outro programa disponível online.
2. Não abandone o bom senso, e tente manter a máxima “menos é mais” em sua cabeça.

Para dar um empurrãozinho no teu lado “planejador de viagens” criei um mapa com aqueles atrativos estrela, que a maioria dos turistas quer ou tentar ver na sua primeira vez em Paris. Acrescentei ao mapa alguns hotéis, com diferentes preços e estilos, e pensei em algumas recomendações básicas para montar um roteiro só prazer!
Como planejar sua viagem a Paris
Para ver o mapa maior, clique aqui.

Atrativos Estrela
1. Torre Eiffel: tem como escapar de subir no símbolo de Paris? A torre tem 324 metros de altura, o equivalente a um edifício de 80 andares, e ficou pronta em 2 anos, 2 meses e 5 dias. Desde sua inauguração já recebeu mais de duzentos milhões de visitantes; com estes números, você imagina as filas que podem se formar para subir?!

Por isso o melhor é se planejar, comprando as entradas online ou quem sabe contratando uma empresa que inclua além da visita, um city tour e um passeio de barco.

De 15 de junho a 1o. de setembro a torre pode ser visitada das 09:00 horas à meia -noite; e no resto do ano das 09:30 às 23:00 horas. O mais legal é subir com a luz do dia, e ver anoitecer lá em cima. Para saber o horário do por do sol, clique aqui.
Paris Paris
2. Museu do Louvre, o museu de arte mais visitado do mundo! Inaugurado em 1793, também já foi conhecido como Museu Napoleão. É complicado deixar de visitar as 3 divas que moram por lá, Vitória de Samotrácia, Vênus de Milo e Monalisa. As partes mais cheias do museu são as salas e rotondas onde se encontram estas 3 mulheres, a Galeria Italiana e as salas onde se encontram as obras de Delacroix, Ingres e David. As demais salas oferecem recantos de muita paz e tranquilidade.

O Louvre abre das 09:00 às 18:00 horas, na segunda, quinta, sábado e domingo. E das 09:00 às 21:45 horas nas quarta e sextas. Fecha nas terças-feiras. A entrada para a coleção custa 12€. Tente chegar cedo para evitar filas. O horário de maior fluxo de turistas nos atrativos é a faixa horária das 11:00 às 15:00 horas.
Como planejar sua viagem a Paris
3. Notredame, a Catedral de Paris. Vale a pena nem que seja apenas para dar a volta no edifício e ver um exemplo claro do que foi a arquitetura gótica com os arcos botantes, que foram inventados na Idade Média.

Cada vez as igrejas eram maiores, e como não havia luz elétrica necessitavam colocar janelas para que a luz entrasse no ambiente. Só que as janelas tiravam a estabilidade das paredes. Para resolver este dilema, criaram estes arcos que suportavam o peso da estrutura, e para não ocupar espaço interior, foram projetados para fora. Esta tecnologia permitiu aumentar em número e tamanho as janelas que ganharam lindos vitrais coloridos. A tecnologia do arco também possibilitou que as igrejas fossem cada vez maiores. Em alguns casos, os construtores exageraram, e os edifícios vieram abaixo, matando os operários!

Não se paga nada para entrar na igreja, mas se você quiser subir pertinho das gárgulas ou ver lá de cima a Sacre Couer, daí sim precisa pagar para realizar o Tour de Notredame. Custa 8,50€, e pode de 1o. de abril a 30 de setembro funciona das 10:00 às 18:30 horas; de 1o. de outubro a 31 de março das 10:00 às 17:30 horas. Nos meses de julho e agosto, nas sextas e sábados das 10:00 às 23:00 horas.

Se você é muito claustrofóbico, saiba que a subida é realizada por umas escadas em caracol, pequenas e meio escuras.
Notredame - Paris
4. Museu D´Orsay, a meca dos impressionistas. O D´Orsay abriga muito mais do que isso, mas faz as delícias dos visitantes que enlouquecem com Monet, Degas, Renoir e companhia. Construído em uma antiga estação de trem que esteve em funcionamento até 1939, depois ficou abandonada até 1977. Quando começaram a desenhar a conversão, que foi finalizada em 1986. Ou seja, é uma instituiçãobem nova, e o edifício em si já é um show.

É um museu gostoso de passear e ótimo para ir com crianças. A entrada custa 11€. Abre na terça, quarta, e de sexta a domingo das 09:30 às 18:00 horas. Na quinta abre das 09:30 às 21:45 horas. Fecha na segunda-feira.
Como planejar sua viagem a Paris Paris
5. Sainte-Chapelle, só posso dizer que a parte alta desta capela gótica construída para abrigar as relíquias do martírio de Jesus Cristo é um templo de luz. Na época medieval durante as cruzadas, os exércitos resgatavam partes dos santos, objetos relacionados com eles e levavam para Europa, para que estivessem a salvo. Vários templos foram construídos para guardar estes “tesouros”.

As relíquias da Sainte-Chapelle se perderam durante a Revolução Francesa, mas os vitrais ficaram para contar sua história. São paredes e paredes de vitrais multicoloridos, uma verdadeira loucura, daqueles lugares para ir ao menos uma vez na vida.

A entrada se dá pelo Ministério de Justiça, por isso é necessário passar pelo raio-x. Fica aberta de 1o. de março a 31 de outubro das 09:30 às 18:00 horas; e de 1o. de novembro a 28 de fevereiro das 09:00 às 17:00 horas. A entrada custa 8,50€.
Paris Paris
6. Passeio por Montmartre, começando na parte debaixo junto ao famoso cabaret Moulin Rouge e pelo café frequentado pela Amelie (Café des Deux Moulins), chegando até a grande igreja branca de Sacre Couer (“Sagrado Coração”).

Entrar em Montmartre é sentir o bater do coração de dezenas de gênios, tais como Picasso, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Gaugin e Brancusi que viveram e produziram grandes obras neste bairro boêmio. Fora que desde a igreja a vista de Paris é incrível, sabe aquela sensação de ter a cidade a seus pés?
Paris Paris
7. Caminhar pelos Grandes Boulevares, criados no “Plano Haussmann” no século 19, para preparar a cidade para os novos tempos. Foi como em 20 anos tirar a cidade da Idade Média e trazê-la para a modernidade. O responsável pelo plano foi o Barão Georges-Eugène Haussmann contratado pelo Imperador Napoleão III.

Aproveite o passeio e entre nas míticas lojas de departamentos: Lafayette e Printemps. Em ambas há lugares bem legais para almoçar, inclusive com vistas de Paris!

8. Perder-se pelo Marais, bairro que esconde alguns dos edifícios e ruas mais antigos da cidade. Quem sabe você possa começar pela Rue des Rosiers, para provar o famoso fallafel do “L´as du fallafel”. E terminar na praça que alguns consideram como a mais bonita de Paris, a Place des Vosges. Uma curiosidade, a maioria das lojas fecha nos domingos na cidade, mas no Marais muita coisa fica aberta e o bairro fervilha!

9. Pompidou, um ícone da arquitetura do final do século 20. Quem imaginava ver um edifício em que toda tubulação estivesse por fora, e identificadas por cores?!
– estrutura e componentes de ventilação: branco;
– estruturas de escadas e elevadores: prateado;
– elementos do sistema elétrico: amarelo e laranja;
– elementos relacionados com a circulação pelo edifício: vermelho.

Uma obra dos arquitetos Renzo Piano e Richard Rogers, que na época nem eram tão conhecidos. E que vale a pena pagar nem que seja apenas para subir as escadas rolantes até a parte superior e ver um dos mais lindos por-do-sol de Paris. Juro, e só custa 3€!
Paris
10. Atravessar toda Champs-Élysées, um passeio prá tarde toda, com muitas paradas e que te levará ao Arco do Triunfo. Construído para comemorar a vitória de Napoleão na Batalha de Austerlitz. São 3 os grandes arcos de Paris, e todos estão em linha. Subindo ao Arco do Triunfo num dia bonito poderá ver de um lado o moderno Arco de La Defense, e do outro, o lindo arco rosado do Carrossel.

Quase junto ao Arco do Triunfo se encontra outro cabaret famoso da cidade, o Lido. Assisti ao show com umas amigas em 1999 e me diverti muito, foram daqueles momentos “não tem preço” 😉
Paris Paris
Ok, você deve estar pensando, já tenho o mapa com as atrações, e agora? Começa a diversão, montar o dia-a-dia da tua viagem. Tentando encaixar as atrações de uma mesma região no mesmo dia para não ter que estar indo ou voltando. Ou perdendo tempo com grandes deslocamentos. Deixo algumas recomendações:

1. nãclaqueteo coloque dois grandes museus no mesmo dia, totalmente improdutivo e esgotador. Portanto, evite a dobradinha Louvre + D´Orsay. Dá até para encaixar Pompidou com algum deles, caso você decida apenas entrar no Pompidou sem visitar o Museu de Arte Moderna.

2. depois de um grande museu. Nada melhor do que um pic-nic num parque ou uma visita a uma grande loja de departamentos para mudar de ares.

3. quando comece a colocar no papel a ordem das visitas, fique alerta aos horários dos atrativos, bem como com os dias que estão fechados. Sempre que monto os CVT´s volto a entrar nos sites dos monumentos e museus porque vai que bem naquele dia, que eu coloco uma visita, é feriado ou acontece alguma comemoração e o lugar não abre ou tem horários especiais 🙁

4. se você curte comer bem. Aproveite a hora do almoço para conhecer alguns restaurantes que oferecem um menu com preço fixo de segunda a sexta apenas no almoço! Verifique se é necessário reservar e não deixe para a última hora.

5. o turismo de escapadas de fim de semana é forte na Europa. Assim se puder evite colocar a visita à Sainte-Chapelle, o Tour de Notredame e a subida na Torre Eiffel no final de tarde da sexta, ou no sábado e domingo.

6. se você não está acostumado a andar 10 km por dia, abuse do metrô; e compre na chegada um anti-bolha legitimamente francês 😉

Planejar é divertido, e ao contrário do que alguns dizem, não engessa a viagem. Quem levanta e não sabe o que vai fazer acaba sempre nos mesmos e óbvios lugares. Planejar é abrir-se para novas possibilidades, e lembre-se quanto mais lento você viaje, mais surpresas poderá encontrar pelo caminho. Porque se tem algo que engessa uma viagem é o “maraturismo”. Que nem te deixa tempo para respirar e pensar sobre tudo que viu naquele dia.

Veja todos nossos posts de PARIS

Busque e reserve seu hotel em PARIS, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Para comprar as entradas dos principais atrativos da cidade, clique aqui, e evite filas de até 2 horas de pé \o/

Guia-Louvre

Este post foi patrocinado pela ParisCityVision, uma empresa séria que pode te ajudar no planejamento da viagem, já que oferece um montão de passeios em Paris e umas escapadas geniais como a Casa de Monet ou o Monte Saint-Michel.

imagens: turomaquia e Emese Szelianszky (foto PB da Torre Eiffel)

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

2 Comentários

  1. Jéssica

    Oie,
    A dobradinha: D’orsay e Orangerie é possível no mesmo dia?

    Obrigada 😀

    responder
    • Patricia de Camargo

      É possível sim, mas colocaria um almoço bem legal no meio, e faria um recorte no Museu D´Orsay, porque é um museu beeem grande. E depois do D´Orsay dá para encaixar a farmácia mais famosa da cidade, que vale muito a pena: https://youtu.be/w2Ur2dNzBHs?list=PLK2BfpSyIvhVuDMu0aFQc66au4T8cZpjq e terminar nos Jardins de Luxemburgo 🙂
      beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!