Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 09 2012

Brandwine Valley – Dicas para curtir + (by Mauoscar)

Algumas dicas para curtir bem o Brandywine Valley:
dica-inider-logo-cabeza
– Quer ir de A para B, evite dirigir nas estradas principais (US 1 e US 202) sempre que possível. Elas podem ter trânsito lento nos horários de pico, e viajando por elas você perde o bucólico visual das estradinhas que cortam campos e florestas.

– Não desperdice seu tempo e a chance de conhecer bons restaurantes indo nos fast-foods, aproveite a infinidade de bons restaurantes daqui. Tudo bem se quiser fast food, pelo menos experimente duas opções locais deliciosas.. Sugiro conhecer o Capriottis e o Charcoal Pit.

Outono no Brandywine Valley

Evite visitar o Hagley Museum ou Longwood Gardens em más condições meteorológicas, como as experiências são na sua maioria ao ar livre, mau tempo significa perda de tempo e dinheiro.

Jardim de Tulipas no Longwood Gardens

Evite fins de semana com feriado. Páscoa, Quatro de Julho, e outros atraem multidões especialmente grande e filas. Na época do Natal ingressos para o Longwood Gardens e Wintherthur devem ser comprados antecipadamente.

Fogos de artificio no Longwood Gardens

Evitar ficar muito longe do centro da Brandywine, como Philadelphia e Wilmington, você vai perder o charme da região. Se possível escolha um dos vários B&B da região.

– Para quem curte compras, Delaware é um dos únicos 5 estados dentre os 50 estados Americanos sem imposto sobre qualquer tipo de compra. Na Pennsylvannia só não existe imposto sobre roupas.

– Outra forma bem legal de explorar o Brandywine Valley e fazer um passeio de trem (Maria Fumaça) que acontece em datas pré determinadas ao longo do ano. As datas podem ser encontradas aqui (http://www.wwrr.com).

– As melhores épocas para visitar a região são o Outono e a Primavera, estações em que a natureza dá um espetáculo à parte.

Dica Insider do Oscar do Site de Viagens Mauoscar. Para saber ainda mais desta região, leia por lá:
Os Posts do Brandywine Valley
Os Posts do Longwood Gardens
Os Posts do Winterthur Country Estate

Para ler o primeiro post desta Dica Insider, clique aqui.

texto e fotos: Oscar do Mauoscar

1 Comentário

  1. Carmen

    Lindas fotos! Parabéns, MauOscar!

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Eu viajei com a Ledinara do @curitidoce isso enriqueceu de uma maneira louca minhas experiências gastronômicas.

No mesmo dia da foto anterior, também estivemos na @maisonladuree 
Ela teve a ideia de comprar este macaron en forma de coração para provar e tirar fotos no Jardim des Tulleries, que fica do ladinho de uma das lojas.

Custou 2,10€ e nos divertimos barbaridades. Aliás se eu fosse você, seguia a @curitidoce porque ela fez vídeos de todos os doces que provamos nos 4 dias que estivemos juntas 💕

#laduree #parislovers #parisfood #paris #macaron
  • Uma das grandes experiências desta viagem: comer uma das “frutas” do grande @cedricgrolet 
O limão negro que eu comi é feito com um pequeno limão desta cor que vem do Irã após ficar um mês no deserto secando. 
O senhor que nos recebe na porta e que eu chamaria de chefe de sala, é um dos responsáveis em converter esta experiência em inesquecível. 
Não é um doce barato, mas vale cada centavo 😉

#cedricgrolet #parisfood #parislovers #doce #paris
  • Tão legal estar de bobeira e de repente, dar com ela 🤗 qual é teu lugar favorito para fotografar a torre?

#toureiffel #paris #parislovers
  • Esta belezura da foto já ganhou em 2014 o título de melhor madeleine de Paris. A madeleine é um bolinho com um toque de limão. 
Eu vim na Blé Sucré e comprei o pacotinho com 4 mais um expresso e paguei 5,50€. Comi na pracinha na frente da loja porque todas as mesas estavam ocupadas e posso te confirmar que é MARAVILHOSA 😍

Te dedico @curitidoce saudades de ti!

#blesucre #madeleine #parisfood #parislovers #foodporn
  • Hoje fiquei o dia inteiro no Louvre. A entrada sai por 15€, se quiser um audio-guia deve pagar 5€ quando compra a entrada. 
Peguei para testar como estava e fiquei brava. Quando estava super longe de onde tinha retirado, acabou a bateria. Fiquei com o dito cujo no pescoço por muito tempo sem serventia nenhuma. Ou seja, me entregaram um equipamento que não estava totalmente carregado.

Foi o museu onde o pessoal era menos amável e que menos ajudava. Uma pena ☹️ Claro que tem que ir, mas vá preparado. Eu posso te ajudar na tarefa 😉 sabe que eu escrevi um Guia do Louvre?
#louvremuseum #arte #paris #parislovers
  • Natal nas Galerias Lafayette ⭐️ #parislovers #paris #galerieslafayette #natal

Follow Me!