Guias de Viagem e Arte

 
 
ago 13 2008

Valencia: uma cidade cheia de história …

Valentia Edetanorum foi fundada em 138 a.C. pelos romanos, no século VI era uma monarquia visigoda (os godos eram povos germânicos, e os visigodos eram os godos que invadiram as terras mais ocidentais). Em 714, estava sob domínio muçulmano, e somente em 1238 ocorreu a Reconquista definitiva da cidade, que se incorporou à Coroa Aragonesa, através da formação do Reino de Valencia. Durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939) foi por algum tempo capital do governo republicano, e com o restabelecimento da monarquia, obteve o estatuto de autonomia.

Ufa! Valencia passou pelos romanos, visigodos, muçulmanos, aragoneses, republicanos, ou seja, tem muita história nesta terra. Isso se percebe ao colocar os pés na cidade, que apesar de tudo não quis dormir em berço esplêndido, e soube no final do século XX, iniciar um processo brutal de renovação, com a construção da Cidade das Artes e das Ciências.

E nesta impressionante cidade de 800.000 habitantes entra Turomaquia nestes próximos dias. Vamos passar, como não, por onde se iniciou o processo de renovação, a Cidade das Artes e das Ciências, mas sem esquecer estes mais de 2000 anos de história, iremos das mãos de um valenciano pelo centro histórico, e este mesmo valenciano nos vai ensinar a cozinhar uma autêntica paella. Porque a paella nasce em Valencia! 

Mas como começa esta viagem? Tom e eu nos despedimos de Zaragoza, e pegamos um ônibus que nos deixou em Valencia em 3 horas e 45 minutos, para saber os horários, clique aqui e se quer comprar os bilhetes aqui. O bilhete nos custou 18,16€ . Só não espere que os ônibus sejam como os nossos, são meio apertados e os postos de parada também não são lá grande coisa. Mas se você não compra com antecedência os bilhetes de trem, os bilhetes de ônibus saem muito mais em conta! E você vai vendo como muda a paisagem. Eu na verdade não me incomodo muito, porque é so entrar em um ônibus ou avião, que durmo. Às vezes, até quero ficar acordada, mas não rola!

Imagem Reino Visigodo by http://commons.wikimedia.org/wiki/User:Chabacano
Logotipo y video by http://www.turisvalencia.es

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

2 Comentários

  1. Claudia Pimenta

    oi patricia! valencia é uma das (muitas) cidades must-see da espanha… quero mt conhecê-la! e espero que seja logo (risos)! bjs, querida!

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Claudia, a parte histórica que eu vou falar nos próximos dias é impressionante. A verdade é que eu não esperava, e foi uma excelente surpresa!Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Mesmo com o clima de ontem, que chove, que vem neblina, desfrutamos da etapa mais bonita do bike tour. 
Foram 40 km entre castelos, bosques que pareciam encantados e o clímax chegou na região de Wachau com seus vinhedos e povoados lindos pra dedéu.

Hoje o bike tour termina em Viena 😫 Mas a viagem não 😉

#biketour #donau #danubio #biketourdanubio #austrialovers
  • Pavilhão barroco nos jardins da Abadia de Melk. O complexo é Patrimônio Mundial da Humanidade. 
Este edifício é todo decorado com afrescos em seu interior. Mostrei nos Stories do @arte_365 
A entrada do complexo custa 12,50€ ou 14,50€ com visita guiada de 50 minutos. Não tem em português, mas em espanhol, italiano e inglês.

#melk #abadiademelk #patrimoniomundial #austrialovers #biketour
  • Cidade do caminho de hoje - Mauthausen. 
Foram 65 km em 4 horas de bici 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #biketour #mauthausen #austrialovers #austria🇦🇹 #danubio
  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos

Follow Me!