Guias de Viagem e Arte

 
 
set 12 2010

Um sábado tipicamente curitibano – Um roteiro por Curitiba

Vem visitar Curitiba, e quer viver um fim-de-semana como um local? Pois é, ontem eu vivi um sábado tipicamente curitibano, e vou contar tim-tim-por-tim-tim prá vocês.

Eu tomei café na casa dos meus pais, mas é super comum por estas bandas, tomar um super café nas padarias da cidade. Está hospedado no Batel? Recomendo a Saint-Germain. Nada de sair correndo, compre um jornal, uma revista na própria padaria, porque teu seguinte passeio vai ajudar a perder todas as calorias extras que a gastronomia da cidade vai te render!

Da Avenida Visconde de Guarapuava onde fica a padaria, é super fácil chegar ao Parque Barigui. Um dos parques mais antigos e que os curitibanos tem um carinho todo especial. Dê uma volta na pista de cooper. Por volta das 10:00 vai estar o maior burburinho, que só vai aumentando durante a manhã. Mas não fique apenas no lado ao redor do lago, atravesse a rua em direção a uma chaminé de uma antiga fábrica e faça a volta mais longa. Uma caminhada de mais ou menos uma hora. Para descansar tome uma água de coco numa das lanchonetes do parque.

Parque Barigui
Parque Barigui
Parque Barigui

Do Barigui vamos até a Rua Carlos de Carvalho comer o cachorro-quente mais tradicional e delicioso da cidade: o Au-Au. Aproveite e tome um suco de abacaxi com hortelã. Feliz da vida, volte ao hotel, tome um banho gostoso para visitar um dos pontos de encontro dos jovens no sábado à tarde: o Museu Oscar Niemeyer, mais conhecido como Museu do Olho. Fica fácil perceber o porquê do apelido. Quando resolveram transformar o antigo edifício administrativo projetado pelo arquiteto ,ele foi consultado e criou uma nova estrutura que seria a “bomba”, um edifício em formato de olho que se transformou em um dos grandes atrativos da cidade.

Au-Au -Lanchonete Curitiba
Au-Au -Lanchonete Curitiba
Museu Oscar Niemeyer - Curitiba
Museu Oscar Niemeyer - Curitiba

Passe uma hora no museu (que vai ganhar guia próprio aqui no Turomaquia), na saída tome um café ou coma uma torta no café do MON e não deixe de dar uma olhadinha na lojinha.

Do Centro Cívico, região que reúne grande parte dos edifícios da Administração Pública Municipal e Estadual vamos à bola da vez do ócio da cidade, o Batel Soho. Estacione o mais próximo da Praça Espanha, e curta uma banda de rock ou jazz, passeie pela feira de antiguidades e de carros antigos, e  quando pintar aquela fominha se delicie em algum café, comendo algo tipicamente espanhol no Pata Negra, um sorvete no Fredo ou na padaria em frente à praça.

Tienda - Batel Soho

Com fôlego? Vá até o Largo da Ordem e caminhe pela região que abriga o Centro Histórico da cidade. Porque certamente você vai querer voltar na manhã seguinte para a Feirinha da Ordem, só que será impossível desfrutar dos edifícios e dos monumentos em meio a 700 barraquinhas do melhor artesanato e comidinhas caseiras!

Quer fazer uma boquinha? Mas nada de comer pesado porque o jantar será no bairro gastronômico mais tradicional da cidade! Visite o bar , mais conhecido como Alemão, bem ao lado do Memorial de Curitiba. Ou quase em frente, o café – Casa Lilás.

Para dar uma refrescada, quem sabe uma passada no hotel. O  jantar é no bairro italiano, sinônimo de gastronomia – Santa Felicidade. Digam o que digam, que é muito turístico e tal, isto é uma bobagem, porque os curitibanos realmente frequentam e muito os restaurantes da região!

No lugar, a lista de possíveis escolhidos é enorme. Para ver o que é mais tradicional no bairro, o rodízio italiano, vá ao maior restaurante da América Latina – Madalosso. Para fugir das multidões prefira o Velho Madalosso, estacione no Novo Madalosso e cruze a rua. Para comer a la carte e ter um buffet de frios de babar, vá ao Famiglia Fadanelli.

Quer terminar a noite em um barzinho com música ao vivo, dirija até o Batel, e escolha entre um dos bares da região da Alameda Dom Pedro II ou da continuação da Avenida Batel – Rua Bispo Dom José. No final da noite, você já estará falando leite quente, forçando o “e” final, e pedindo um chineque na próxima padaria!

Para ler todos os posts de Curitiba, clique aqui.

Padaria Saint Germain
Av. Visconde de Guarapuava, 4884 – Batel
Tel: (0xx41) 3342-3131

Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico
Tel: (0xx41) 3350-4400

Bar do Alemão
Rua Doutor Claudino dos Santos, 63 – São Francisco (Largo da Ordem)
Tel: (0xx41) 3223-2585
Convênio com estacionamento da Ordem – Acesso pela Rua Treze de Maio, 655

Casa Lilás
Rua Doutor Claudino dos Santos, 90 – São Francisco (Largo da Ordem)
Tel: (0xx41) 3324-9755

Velho Madalosso
Avenida Manoel Ribas, 5852 – Santa Felicidade
Tel: (0xx41) 3273-1014

Famiglia Fadanelli
Avenida Manoel Ribas, 5667 – Santa Felicidade
Tel: (0xx41) 3372-1616

fotos: turomaquia_2010

8 Comentários

  1. Camila

    Estou doida para seguir esse seu roteiro por Curitiba. Já passei por aí, mas nunca parei. Sinto que vou adorar essa cidade, sabe?Beijos!

    responder
  2. Oscar

    Esse Post e u a sacanagem para com os curitibanos expatriados…. RsrsUnica coisa desde seu roteiro que nao gostei em nossa ultima passada por Curitiba foi o passeio no parque barigui.. Final de semana esta dando um povo tao esquisito.. Por falar nisso achei todos os parques da cidade que visitei com um ar de abandono.. O Bosque alemao que sempre foi meu preferido estava com a torre dos filosofos interditada sob o risco de desabamento…O Famiglia Fadaneli e tudo de bom!!! 😉 Saudades da terrinhaBjao

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Camila, a cidade está cheia de novidades!Oscar, no ano passado achei os parques meio abandonados. Desta vez, passei muito rápido pela cidade, mas o Barigui estava bem cuidado e com partes renovadas. No sábado de manhã, tinha muita gente bonitona e fazendo esporte por lá!!!O Bosque também é um dos meus queridinhos, pena que ñ vou ter tempo para passar por lá snif snifEu ñ sabia que vc era daqui, adorei!!!beijos aos dois

    responder
  4. Silvia Oliveira | Matraqueando

    É tão gostoso ler sobre Curitiba… que mesmo morando aqui, fico com saudades de (re)fazer todos os trajetos! 🙂

    responder
  5. FABRICIO STADLER

    Realmente Patricia, a cidade está começando a apresentar alternativas de passeios e programas bem legais. Nada que o Poder Público tenha feito …. Acho que é pelo pessoal que está vindo morar aqui …. Esta começando a formar uma nova geração de curitibanos, mais legais! hehehe

    responder
  6. Patricia de Camargo

    Silvinha, e eu já com saudades, antes mesmo de deixar a cidade!Fabricio, eu ñ sou curitibana, mas sempre me identifiquei com o povo daqui, até com aqueles esquisitices de falar o nome e sobrenome na hora que se refere à alguém! hehehehebeijos aos dois

    responder
  7. Anonymous

    Agora mesmo Brasil é o motor da América. Eu penso que é o motor, mas tembém o coração do América. O país tem duende e força.SaludosCarmen

    responder
  8. Luisa

    Patricia, o Oscar disse tudo: esses posts de Curitiba sao sacanagem com os curitibanos expatriados (apesar de ser pe vermelho, eu tb me identifico com as esquisitices curitibanas – ja cheguei atè a usar topete!) 🙂 Bjs

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Eu com meu anjo favorito de Montserrat, só prá te avisar que tem post no blog com o passo a passo para ir a este lugar mágico a 50 km de BARCELONA 🏞
.
#montserrat #angel #anjo #arte #barcelona
  • Desaparecida estou. Porque uma doencinha chata veio na bagagem da última viagem. E a idiota insiste em me manter fora de jogo 🤕🤒
#barcelona #estadioolimpico #espanha
  • Com meu amigo do coração. No melhor estilo "par de vasos" #amo #u2thejoshuatree2017 #estadioolimpico #barcelona #espanha #beautifulday #u2
  • O singelo e absurdamente emocionante Palau de la Música Catalana. Para aquela lista: visitar antes de morrer. 
Visitei em 2002 antes das reformas e foi fantástico retornar!

Visita guiada = 18€ com direito a escutar ao órgão. Daquelas coisas que não tem preço 😊
#palaudelamusicacatalana #barcelona #modernismo #teatro #arte #domènechimontaner
  • Parte de um dos tetos do Museu-Teatro Dalí. "Simplinho", né!? 😉
.
#museum #dali #art #surrealismo #arte #museodalifigueres #figueres #espanha🇪🇸
  • A espetacularidade de um museu chamado ... Dalí .
#dali #museum #figueres #surrealismo #art #espanha #museoteatrodali

Follow Me!