Guias de Viagem e Arte

 
 
set 15 2009

Quartos de hotel: com que convidado inesperado você já dormiu?!

Patricia e Tom estavam sentados no restaurante da Pousada Água Doce. Disfrutavam daquele jantar que tinha sabor de glória depois do dia cheio de aventuras na Toyota e da caminhada à Lagoa da Gaivota. Um detalhe, ambos estavam sem óculos, afinal só estavam e comendo, e não tinham interese do que passava no jornal naquele momento, estavam longe da civilização de qualquer maneira.Quando já iam terminado a comida, começaram a ver dois passarinhos pretos dando voos rasantes ali mesmo no teto do restaurante. O debate começou, que passarinho é este, para encurtar o tema resolveram perguntar a moça que servia, e inquietar a dúvida. Ela meio sem graça, quase sem saber se dizia ou corria, explicou que não eram passarinhos, mas morceguinhos!

Ai, ai, ai, a natureza é linda, mas não é só território do homem, porque senão não seria natureza, e sim cidade ou seja lá o nome que se dê. Estar em um parque nacional gigantesco é fantástico, e uma oportunidade de dividir teu espaço com outros seres…


Como ficava Patricia convivendo com estes novos hóspedes!

Na mesma noite do episódio do dois bobos “ceguinhos” que confundem passarinhos com morceguinhos, fui até o quarto buscar algo, e o que encontro na porta, um sapo. Mas não era qualquer sapo, era um tão gordo, que o coitado nem se movia. Chamei o Tom, tentando manter as formas e sem gritar. Eu tenho trauma de sapo, desde aquela fatídica aula de biologia onde tinhamos que abrir um sapo, e um idiota levou um sapo vivo, e o dito cujo pulou em mim. Eles não fazem nada e comem um montão de mosquitos e baratas, mas fobia é esta coisa que você tem, e faz com que teu coração vá de 100 a 200 em dois segundos, uma porcaria! Quando o Tom viu o sapo, simplesmente enloqueceu, e começou a dizer: “Pega a câmara, tira uma foto”, eu lá queria saber de tirar foto, eu queria era ver o sapão se mandando de lá. O Tom nunca tinha visto um sapo tão grande, e estava fascinado com o bicho, mas vendo minha cara, resolveu com muito esforço fazer o bichinho sair da frente da nossa porta.

Em outras pousadas tivemos que conviver com pererecas e outros sapinhos. As pobres pererecas quando me ouviam gritar, saiam correndo, desesperadas, certamente matei alguma enfartada. Eu bem sei, que é ridículo ficar histérica por estes bichinhos que só ajudam, já que se alimentam de outros que são sujos e repelentes. Mas tenho que confessar que alguns dias tive aquele sono leve, que te faz acordar com qualquer
suspirinho. Mas logo amanhecia, e novas paisagens surreais me faziam esquecer de tudo, e à noite tinha ao meu lado o Tom, que afugentava as “feras” para que eu pudesse dormir em paz (risos). E afinal o estranho seria não ver nenhum pequeno animlazinho no meio de tanto bosque, rio, areia e mar. E matar não pode, porque todos fazemos parte desta famosa cadeia alimentar, que aquela professora de biologia também ensinou na mesma classe fatídica!

E você, qual foi o hóspede mais estranho ou assustador que já tentou dormir no teu quarto de hotel ???

Na Blogosfera:
O relato super divertido da Cecília sobre os geckos tailandeses –
http://viajeaqui.abril.com.br/blog/de-mochila.shtml

As duas ilustrações são da artista Giselle Moscardi, para conhecer melhor o seu trabalho visite o blog:
http://gimoscardi.blogspot.com

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

9 Comentários

  1. Malu

    Olá Patricia!Mto boa essas histórias, dei risada sozinha aqui…hahahaPra mim os hóspedes mais estranhos são aquelas aranhas q aparecem no quarto quando estamos de férias em algum lugar bem no meio do mato tipo o Pantanal…Bjos!!!

    responder
  2. Claudia Pimenta

    oi patricia! nossa, estes hóspedes são mesmo difíceis de lidar (risos)… mesmo eu sendo bióloga! prefiro algo mais sossegado! bjs, querida!

    responder
  3. Viniart

    Putz … nem fale uma vez uma centopéia dormiu no meu quarto, e eu não sou de ficar matano nem nada, mas sabe quando vc dorme com um olho fechado e outro abertoooo !!! então e acabei dormindo acordado rsrrs só vendo pra onde a danada ia…MAs acabei adormecendo de tanto cansaço !Um abraço !

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Malu, minha pior experiência pantaneira foram os pernilongos gigantescos que te sugavam até a alma jejejejeBeijos

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Claudia, tua relação deve ser outra sendo bióloga jejejejeVini, é bem isso que eu senti em certas noites, como se o fato de olhar fizesse com que os "amiguinhos" n#ao se aproximassem de mim heheheheBeijos aos dois

    responder
  6. Carol Wieser

    Baratas!!! ahhhhhh…Não as odeio, mas não as surporto!!:-?Em Los Roques, nosso quarto estava bem habitado por elas, e a habitação era bem limpa. E tinha bastante… nem liguei muito, pois na Australia tive que conviver com elas os 10 meses que habitei nosso ape. Eu colocava veneno, matava, fechava ralos, mas pareciam que surgiam do nada!!! Umas pragas.Um dia acordei com uma em cima de mim quando estava dormindo, ai quase que fui eu que matei o maridex de enfarto, e a barata, ah a barata voou longe, mas não morreu a desgraçada!Raiva!:evil:

    responder
  7. Anonymous

    Oh,dó da filhinha e coitado do genro predileto, mas amei a sua caricatura.Beijos Vica

    responder
  8. Patricia de Camargo

    Caramba Carol, não sabia não deste problema australiano! Lugar com praia é assim, aqui tem bastante mas não em casa. Graças a Deus! E realmente elas são super fortes, aqui a prefeituratenta de tudo, mas é que um bichinho danado, sobrevive a tudo jejejejeBeijos

    responder
  9. Patricia de Camargo

    Vica, não é uma caricatura minha, é uma ilustração da Giselle, mas achei que mostrava bem meu ataque histérico jejejeje

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Me conta, você já esteve na Bélgica?

Se já esteve, o que mais gostou, lugares, museus, comidas, vale tudo 😜

Se nunca foi, tem vontade de ir?

#belgicalovers #museu #bruxelas #arte #art
  • Post novo e fundamental para quem vai visitar Bruxelas - como se locomover pela cidade. Inclui preços, como usar o cartão do transporte público, aplicativos e mapa. Link na bio ou visite o www.turomaquia.com. 
#belgicalovers #bruxelas #grandplace #dicasdeviagem
  • Oiiii, hoje temos bate papo ao vivo sobre arte. Às 19:00 horas no YouTube Patricia de Camargo. Mais tarde vou colocar o link direto no Twitter do Turomaquia e no Facebook. E aqui na bio 👈🏽 Compartilhe este vídeo com aquela pessoa que você sabe que ❤️ arte!

#renascimento #venezalovers #tiziano #arteemveneza #lendoarte
  • 14 obras que você não pode perder em um dos museus mais importantes da Itália, a Accademia de Veneza. Guia gratuito by Patricia de Camargo 😉no www.turomaquia.com 👈🏽 #accademiadevenezia #venezalovers #guiademuseu #arte365 #historiadaarte
  • Tenho uns clientes maravilhosos! Olha o carinho da Bruna e do Bruno que se lembraram de mim em Paris e me enviaram estas fotos lindas 💕💕💕 Prá quem chegou aqui há pouco tempo, os Cadernos de Viagem Turomaquia (CVT) são guias personalizados. 
#turomaquia #paris #guiapersonalizado #guiadeviagem
  • Já estou produzindo o primeiro vídeo de Veneza para a continuidade da série “il dolce far niente”, o que você gostaria de ver nos vídeos de Veneza?

#laserenissima #venezalovers #veneza #italialovers #beautifulstreet

Follow Me!