Guias de Viagem e Arte

 
 
jan 20 2011

Pontos Fortes x Pontos Fracos de um Cruzeiro – Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra (parte 3)

Malu Poli
Buzios

Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra

Chegamos em Búzios no dia 29/12 ás 08:00 e fomos fazer mais um passeio organizado pelo pessoal do navio, o passeio de escuna. O passeio foi legal, mas a manhã foi sem sol e a escuna ficou muito tempo parada para mergulho o que deixou o passeio meio chato…

Na primeira foto aparece o barco para desembarque em Búzios e na sequência a escuna do passeio.

Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra

Partimos de Búzios às 16:00 horas e o nosso comandante fez uma “navegação turística” por Cabo Frio e Arraial do Cabo, explicando os pontos pelos quais estávamos passando, e pra mim o lugar mais bonito foi o farol de Arraial do Cabo, uma construção branca no meio das pedras.

Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra

desembarque
Nesta mesma noite iniciamos o procedimento de desembarque, quem iria descer em Santos deveria deixar sua mala fechada até a uma da manhã na porta e em cada mala você coloca uma fita com seu nome e cabine. Cada fitinha tem uma cor, por exemplo, eu que estava no 11º andar era cinza, mas da minha tia que estava no 9º andar era rosa e assim por diante, além disso, os grupos eram divididos de acordo com as cores da fita pelos bares onde deveriam aguardar o chamado para desembarcar. No dia 30/12 a previsão de chegada em Santos era para as 08 horas, mas acabamos chegando as 09:30 e como tínhamos que deixar as cabines às 07 horas ficamos sentados num dos bares do navio até as 11 horas quando finalmente nosso grupo “cinza” foi chamado para sair do navio. As malas são deixadas separadas pelas cores da fita no terminal de passageiros de Santos

Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra
Cruzeiro Natal 2010 MSC Orchestra

pontos fortes x pontos fracos
os fortes:
O navio é fantástico, têm muitas opções de lazer, comida a vontade o dia todo, a organização, principalmente com as malas, turnos de jantares, separação das mesas visando deixar famílias (eles analisam o sobrenome) juntas, a variedade de comidas tanto no buffet do café da manhã e almoço quanto dos cardápios no jantar. A limpeza do navio como um todo, a todo momento vemos pessoas limpando os corredores, bares, corrimão, aliás, mesmo a água da piscina vindo do mar, toda noite a esvaziam para limpeza. A tripulação esbanja simpatia, seja garçom, camareiro, recepcionistas, animação. A equipe de animação é ótima, fazem atividades na beira da piscina como alongamentos, jogos e todas as noites logo após a apresentação no teatro (shows artísticos e musicais) em um dos bares do navio eles dão aula de dança (cada dia um ritmo diferente: salsa, samba, tarantela…) e jogos interativos, ou seja, os passageiros
participam e é realmente muito divertido.

Ah, não posso deixar de falar que pra quem gosta de treinar outro idioma durante a estadia no navio pode-se falar inglês com os indonésios, indianos, madagascarenses, búlgaros, entre outros, espanhol com os hondurenhos e ainda italiano.

Um ponto muito forte é a cabine com varanda, ou seja, cabine externa, pois na interna que alguns dos meus familiares ficaram era muito escuro e você perde a noção do dia e da noite, além é claro que na outra você pode ver as lindas paisagens e o navio atracando nos portos.

os fracos:
Tem que ter paciência, pois são muitas pessoas usando a piscina e as cadeiras para tomar sol, é difícil achar mesas na beira da piscina, pois o pessoal deixa objetos como bolsas, toalhas e calçados cedo para reservar (coisa que na verdade não se pode fazer).

O dia inteiro de navegação é um pouco cansativo, a organização dos passeios oferecidos pela agência dentro do navio podia ser melhor, por exemplo, não organizar passeios no domingo que sejam para lugares onde é necessário “viajar”, pois como aconteceu no nosso caso tivemos apenas 1 hora para curtir o lugar e ainda chegamos atrasados na volta por causa do trânsito na estrada.

Outra ponto negativo foi o nosso desembarque que demorou horas pra acontecer, mas como era uma regra deixar as cabines às 7 horas da manhã para que o pessoal pudesse realizar a limpeza, nada restou a não sentar pra esperar com um bom livro, uma boa companhia e até mesmo um cochilo para passar o tempo.


Leia toda a reportagem da Malu:

A vida no navio (parte 1)
Vale a pena comprar as excursões oferecidas no cruzeiro (parte 2)

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!