Guias de Viagem e Arte

 
 
dez 29 2009

Pollock: no Metropolitan em New York

New York, 1999. Neva e faz um frio danado (-10C). Entramos no MET. Acompanhados do Ronaldo, um louco por Egito, passamos horas entre múmias, relevos até dar com um templo inteiro! A idéia era privilegiar o Egito e depois fazer um “un passant” pelas inumeráveis salas que conformam este big museu.Aos meus acompanhantes a arte moderna não fazia muita graça, mas para mim era e é  tudo de bom! Por isso quando chegamos diante de uma tela enorme  de mais ou menos 2,5 por 5 metros, eu automaticamente me detive, e meus companheiros seguiram “viagem”.

O fundo da tela era meio ocre, mas o que estava sobre esta superfície chegava na minh´alma como uma flecha de Cupido ao coração daqueles que se permitem enlouquecer de amor. Nada de figuras, realismos, só tinta, muita tinta! Poucas cores: bege, preto e branco, e não faziam falta mais. Comecei o jogo, de aproximar e afastar. Andar de um lado a outro, abaixar, levantar, enfim, vê-la por diferentes pontos de vista. Diante de um Pollock o melhor é esquecer do tempo, e só olhar, olhar e olhar.

Este homem mudou a forma de pintar. Colocou a tela no chão. Furou uma lata de tinta, e esta passou a ser o pincel. Parece fácil? Então, faz uma experiência na sala da tua casa. O primeiro drama vai deparar-se com algo tão grande e vazio, e depois fazer com que as linhas tenham ritmo, que as cores se misturem ou se separem. O fácil é pintar aquilo que todo mundo vê, agora as emoções, este é outro campo de batalha. Esta é uma arte para sentir, por isso nada de buscar figurinhas onde só existe uma explosão daquilo que nos
faz levantar a cada manhã: uma fé inquebrantável que nos faz pensar que viver vale a pena!

Expressionismo Abstrato
“Outono” de Jackson Pollock, realizada em 1950
Pollock
Detalhe da mesma obra

Oitava recomendação 2010Um encontro com Pollock no Metropolitan Museum of Art. Se a arte moderna te parece abusrda, quem sabe uma de tuas resoluções de 2010, possa ser: aprender a apreciar algo que não chego a compreender!  No começo parece meio chato, mas depois é como abrir uma nova janela pela qual se pode aproveitar ainda mais este mundão!

Imagens: http://www.metmuseum.org

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores: ,

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!