Guias de Viagem e Arte

 
 
mar 02 2017

O que eram os Livros de Horas?

Os livros de horas eram os livros mais comuns na Idade Média. Bem, comum é maneira de falar, porque como todos os livros eram escritos à mão, ter um livro não era prá qualquer um!

Os nobres encomendavam estes livros, que levavam este nome porque traziam as orações que deviam ser realizadas em determinadas horas do dia. O número de orações estava baseado no Salmo V que diz “ eu te louvarei sete vezes ao dia”. E as estas sete, o salmo ainda somava outra, “a meia-noite me levantarei para te agradecer”. Desta maneira se chegavam aos oito momentos do dia em que se devia orar.

O que eram os Livros de Horas
Black Hours (18v/19r); New York, Pierpont Morgan Library – 1475

Não felizes com as orações e pensando no elemento de exclusividade e originalidade de cada livro, acrescentavam-se outros dados utéis como podiam ser os calendários. E é claro desenhos e as famosas iluminuras.
Livros de Horas - Idade Média
O que eram os Livros de Horas
Em muitos casos, a pessoa que encomendava o livro era retratada em seu interior. Veja neste livro de Margarida de Cleves. Ela aparece orando junto à Virgem Maria e o Menino Jesus.

Livro de Horas de Margarida de Cleves
Livro de Horas de Margarida de Cleves – 1395-1400 (Museu Gulbenkian/Lisboa)|Tamanho: 14 x 10,5 cm

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi
Imagens: turomaquia_2009 y Wikipedia. Imagens centrais: Afbeelding Middeleeuws getijdenboek (handschrift) met teksten van Geert Grote (1340 -1384) | St. Fabian holding a book and a sword and St. Sebastian holding arrows and a sceptre, 1490

2 Comentários

  1. Carmen

    Bravo. Um vídeo excepcional. Absolutamente didático. Agora tudo parece simples, mas o homem já percorreu um longo caminho, cheio de dificuldades. Manuscritos que me entusiasmam porque eu reconheço o esforço e processo custoso. O patrono que encomendou o mosteiro ou o manuscrito ou códice. O papel, tinta, ou saber latín, tem uma boa caligrafia … Um processo complexo. Estou pensando em as Cantigas de Santa Maria ou o Codex Calixtinus (Códice Calixtino).

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduuu Carmen. Ontem estava vendo um programa na Primeira, e eles mostraram alguns manuscritos do Escorial. Realmente não entendo porque não dão mais destaque a este patrimônio 🙁 Em Dublin, eles montaram uma mega exposição por causa do Manuscrito de Kells!
      Beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Me conta, você já esteve na Bélgica?

Se já esteve, o que mais gostou, lugares, museus, comidas, vale tudo 😜

Se nunca foi, tem vontade de ir?

#belgicalovers #museu #bruxelas #arte #art
  • Post novo e fundamental para quem vai visitar Bruxelas - como se locomover pela cidade. Inclui preços, como usar o cartão do transporte público, aplicativos e mapa. Link na bio ou visite o www.turomaquia.com. 
#belgicalovers #bruxelas #grandplace #dicasdeviagem
  • Oiiii, hoje temos bate papo ao vivo sobre arte. Às 19:00 horas no YouTube Patricia de Camargo. Mais tarde vou colocar o link direto no Twitter do Turomaquia e no Facebook. E aqui na bio 👈🏽 Compartilhe este vídeo com aquela pessoa que você sabe que ❤️ arte!

#renascimento #venezalovers #tiziano #arteemveneza #lendoarte
  • 14 obras que você não pode perder em um dos museus mais importantes da Itália, a Accademia de Veneza. Guia gratuito by Patricia de Camargo 😉no www.turomaquia.com 👈🏽 #accademiadevenezia #venezalovers #guiademuseu #arte365 #historiadaarte
  • Tenho uns clientes maravilhosos! Olha o carinho da Bruna e do Bruno que se lembraram de mim em Paris e me enviaram estas fotos lindas 💕💕💕 Prá quem chegou aqui há pouco tempo, os Cadernos de Viagem Turomaquia (CVT) são guias personalizados. 
#turomaquia #paris #guiapersonalizado #guiadeviagem
  • Já estou produzindo o primeiro vídeo de Veneza para a continuidade da série “il dolce far niente”, o que você gostaria de ver nos vídeos de Veneza?

#laserenissima #venezalovers #veneza #italialovers #beautifulstreet

Follow Me!