Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 04 2012

Muro de Berlim – a ferida onipresente

Ao final da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha mais à oeste da Linha Oder-Neisse foi dividida em 4 zonas, controladas por Estados Unidos, Reino Unido, União Soviética e França. Berlim, símbolo do antigo poder nazista também acabou dividida.
Muro de Berlim

Com a Guerra Fria e a divisão do mundo em capitalistas x comunistas, a União Soviética deu um certo poder à sua zona, porque pretendia criar por ali um estado independente. No dia 7/outubro/1949 se constituiu a RDA (República Democrática Alemã). Que de democrática não tinha nada 🙁
Muro de Berlim

O pessoal começou a fugir para o lado ocidental que passou a ser chamado de RFA (República Federal da Alemanha). Sem contar o diário trânsito de um lado para outro. O que acontece é que neste ir e vir, as pessoas levavam idéias, que desencadenavam revoltas, e como isto não interessava aos tios da RDA, pouco a pouco começaram a proibir este “vou e venho quando quero”. Alguns berlineses viviam de um lado e trabalhavam do outro.

A coisa começou a ficar feia, e a partir de 1952 só piorou. Quando os dois lados não conseguiram chegar a um acordo para a reunificação da Alemanha. No dia 26/maio/1952 se fecham as fronteiras que até então estavam abertas. Aumentam os controles para o trânsito ao lado oeste e se suspendem os trens interrubanos, através dos quais muitos fugiram do lado leste. Das 81 ruas que uniam os dois setores, 67 foram fechadas e nas demais se colocaram postos de controle.
Fotos Historicas do Muro de Berlim

Até que no dia 13/agosto/1961 a RDA resolveu que as pessoas não podiam ver seus familiares do outro lado, trabalhar ou conversar por telefone umas com outras. Neste dia começou a ser construído um muro que sangrou a cidade. Foi um corte sem nenhuma anestesia. Do dia para noite, pessoas perderam seus empregos, suas vidas, suas casas, e 155 Km de barreiras foram colocadas para mostrar a maldita força desta gente.
Fotos Historicas do Muro de Berlim

Começaram com umas barreiras de arame, e passaram a muros de concreto. Depois a parte de cima arredondaram, para que as pessoas não tivssem uma base na hora da subida. E por fim, colocaram uma faixa da morte de 40 metros de largura com arame farpado e iluminação.
Fotos Historicas do Muro de Berlim

Para isso tiveram que destruir edifícios, lacrar janelas e matar a 125 pessoas. Mesmo com todas estas medidas, entre 1961 e 1989, umas 475.000 pessoas conseguiram refugiar-se no lado ocidental.
Fotos Historicas do Muro de Berlim

Somente no comecinho dos anos 1970 é que a situação se relaxou um pouco, e se permitiu que os berlineses orientais chamassem por telefone aos do lado ocidental. Em novembro de 1989, o muro caiu. Mas apenas no dia 26 de junho de 1990, ordenou-se o fechamento de todos os controles de fronteira :(.
Muro de Berlim

Posts relacionados:
Carimbando o passaporte entre Alemanhas – Potsdamer Platz
Roteiro para ver os restos do Muro de Berlim

Veja todos nossos posts de BERLIM

Busque e reserve seu hotel em Berlim, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de fevereiro, coloque o código: FEV15OFF

fotos atuais: turomaquia_2010
fotos antigas: foto antiga: El Muro de Berlín 1961-1898, Landesarchiv Berlin (Ed.)

1 Comentário

  1. Débora Bordin

    É uma história realmente comovente essa a da Alemanha.
    Escrevi sobre Berlim, logo depois de assistir Operação Walkíria, aos prantos!
    “Fascinante Berlim”: http://viajandoporai.blog.com/2011/05/09/fascinante-berlim/
    Bjos e parabéns pelo blog 🙂

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos
  • É assim mesmo, sem truques 😉 Eu usei o Innsbruck Card de 48 horas para visitar os atrativos e subir na montanha ontem. Valeu a pena, a economia é real, fora a comodidade! 
E entre uma visita e outra, esta chuva de ruas lindas e montanhas imperiais. Curtiu?

#myinnsbruck #austrialovers #mountainscenery
  • Marca com quem você gostaria de compartilhar este banquinho a 2.256 metros de altura no top de Innsbruck 😉

Eu queria marcar o Tom, mas ele não tem Instagram 😂 
#myinnsbruck #innsbrucklover #mountains🗻 #austria_memories #nordketteinnsbruck
  • Na Arena Romana de Verona sendo feliz. Eu e a infanta de Velásquez 😉 Comprei o Verona Card de 24 horas e valeu a pena. Custou 20€, mas foi uma loucura passar apenas uma noite na cidade. Andei 19 km e tive que ir muito rápido, deveria ter ficado no mínimo 2 noites. O Verona Card de 48 horas custa 25€. #veronalovers #arenadiverona #italialovers #happymoments❤ #24horasverona

Follow Me!