Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 09 2010

Guia prático do Museu Rodin – F.A.Q.

Jardins do Museu Rodin

Minha primeira visita ao Museu Rodin foi meio descomprometida. Eu curtia o artista mas ainda estava meio impressionada pelo filme de sua amante Camile Claudel. Havia visto uma ou outra obra de Rodin em Curitiba, em Las Palmas de Gran Canaria, mas faltava uma imersão no universo rodiniano para ficar marcada pela arte deste parisino.

Ele foi para a escultura o que os impressionistas foram para a pintura. O artista que marcou a passagem para a arte moderna. Para conhecê-lo, nada melhor que visitar seu museu em Paris.

E este edifício onde se encontra o museu?
Foi construído entre 1728 e 1730 pelo Marechal Biron. Quando morreu, pensaram até em demolir o palácio. Enquanto isso moraram por lá diversos artistas, como Jean Cocteau, Matisse, Isadora Duncan, até que chegou a vez de Rodin. Em 1905 o estado francês comprou a propriedade. Rodin lutou para a criação de um museu de arte do seu tempo, chegou a doar obras ao governo, mas infelizmente morreu antes de ver seu sonho cumprido. Dois anos após seu falecimento, no antigo Hotel Biron se inaugurou o Museu Rodin.

Museu Rodin - Paris Museu Rodin - Paris

Como chegar?
Ao lado do Hotel des Invalides (onde está enterrado Napoleão) e a menos de 1 Km do Museu D´Orsay.

Metrô: Paradas Varenne ou Invalides (Linha 13)
R.E.R: Parada Invalides (linha C)
Ônibus : 69, 82, 87, 92

Estação de Metrô Paris

Quando ir?
O museu apenas fecha na segunda-feira. Como é um museu dividido claramente em duas partes: o hotel em si e os jardins, cada uma delas possui seu horário próprio:

  • Hotel – 10:00 às 17:45 horas
  • Jardins – 10:00 às 17:45 horas

Quanto custa?
O valor da entrada depende do que o visitante pretende visitar, sabendo que:

  • Museu = coleção de Rodin ou acervo
  • Exibição = exposições temporárias
  • Jardins = parte extrena com esculturas de Rodin

Não deixe de visitar o museu e os jardins. Caso não tenha tempo ao menos visite os jardins que estão repletos de esculturas, incluindo “As Portas do Inferno”.

A Porta do Inferno - Museu Rodin

Os preços são os seguintes:
Museu + Jardins + Exposições temporárias = 10€
Jardins = 4€
Passe Rodin + 2 museus (Paris+Meudon) = 13€

Atualizado dezembro/2016

Para jovens entre 18 e 25 anos que não sejam nacionais de nenhum país da União Européia, o museu custa 7€, e os jardins por 2€. Para os nacionais entre 18 e 25 anos, a entrada é gratuita.

Aqueles que compram o passe ou entrada combinada para o Museu Rodin e D´Orsay devem visitá-los no mesmo dia. O Museu Rodin aceita o Paris Museum Card. Este passe facilita muito a vida daqueles que realizam Viagens para Paris!

Museu Rodin - Jardins

O que não devo perder?
As principais obras de Rodin estão neste museu. Desde esculturas de seus primeiros anos, estudos, até seus trabalhos mais reconhecidos como “O Beijo”, “O Pensador” e “As Portas do Inferno”. É interessante antes de visitar o museu, ver o filme “Camile Claudel”, para entender um pouco o processo de criação do artista.

O museu em si não é gigantesco, da última vez que fui me pareceu que faltava um pouco de manutenção no edifício em si. O visitante fica super perto das obras, mas nada de se deixar levar pela tentação e tocá-las! Eu vi algumas pessoas passando a mão no mármore e me deu uma vontade de dar uma bronca daquelas, mas claro me contive para não matar meu marido de vergonha!
Museu Rodin - Paris

Museu Rodin - Paris Museu Rodin - Paris

Quais serviços o museu oferece?
Oferece audio-guia do museu e jardins em francês, inglês, alemão e espanhol a 4€. Para incorporar ao audio-guia as exposições temporárias o valor sobe a 6€, mas apenas se oferecem em inglês e francês. Os audio-guias para crianças se oferecem em inglês e francês, a 3€.

Desde o site, é possível descarregar um guia didático do museu, mas apenas em francês. Clique neste enlace: http://www.musee-rodin.fr/welcome.htm e depois em Dossier pédagogique.

Também pode descarregar em inglês um mapa dos jardins com a localização das esculturas. Na barra lateral clique em gardens e depois em: download the map of the garden (.pdf 416 Ko)

A cafeteria se encontra nos jardins, abre das 10:00 às 17:45 horas. A livraria/lojinha abre nos mesmos horários do museu, para ver o catálogo, clique em Museum Shop e descarregue o catálogo em .pdf ou clique em cada tipo de produto para ver o catálogo on-line. Há um guia do museu que custa 9,50€ e é oferecido em Brésilien?! (risos).

É possível comprar on-line as entradas do museu, com o serviço oferecido desde o próprio site.

Site: http://www.musee-rodin.fr
Endereço: 79, rue de Varenne – 75007 Paris
Telefone : 01 44 18 61 10

Perdeu alguns dos guias? Aqui está uma relação dos anteriores:
Guia prático do Museu do Louvre – F.A.Q.
Guia prático para visitar o Palácio de Versalhes – F.A.Q.
Guia prático para visitar o Centro Pompidou – F.A.Q.
Guia prático do Museu de Cluny – F.A.Q.
Guia prático do Museu D´Orsay – F.A.Q.
Guia Prático do Museu de L´Orangerie – F.A.Q.

Veja todos nossos posts de PARIS

Busque e reserve seu hotel em PARIS, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste 2016, coloque o código: AFILI2016. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

Para comprar as entradas dos principais atrativos da cidade, clique aqui, e evite filas de até 2 horas de pé \o/

Para ler sobre a maior coleção com as obras de Rodin fora da Europa, visite o Mauoscar.
Guia Louvre
fotos:  turomaquia_2006

11 Comentários

  1. Lud

    O Cluny e o Rodin são os meus museus favoritos no circuito off-Louvre!O legal do Rodin é ver uma galera sentada desenhando as estátuas no jardim, morri de vontade de fazer curso pra ficar ali a tarde toda desenhando…

    responder
  2. Oscar

    Patricia..Eu descobri não faz muito tempo que em Philadelphia tem um museu Rodin também!! Sendo esta a maior coleção do escultor fora de Paris!! Vou lá uma hora dessas para fazer um post para vc!!BjoPS: A sua experiencia na Cadbury esta aqui no Turomaquia? Fiquei curioso rsrs

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Lud, tbem gosto muito dos dois! O jardim do Rodin é destes lugares muito especiais!Oscar, vai porfaaaaaa Eu ñ fui no Cadburry, eu li um livro para a tese que descrevia toda a museologia e museografia do Cadburry.Beijos

    responder
  4. Lena

    Oi Patrícia!Muito bom seu post, detalhado e informativo, como todos os outros!O Museu Rodin é um dos meus favoritos em Paris. Também estive lá logo após ver o filme Camille Claudel, só que foi exatamente no ano do filme, há mais de 20 anos!!Parabéns pelo trabalho!beijo,Lena

    responder
  5. Anonymous

    Hola, Patrícia. Que delícia rever Paris, nas suas fotos. Para mim é uma cidade fascinante sob todos os aspectos. Amo !Li de cabo a rabo a sua 'saga' portuguesa. Também iremos em dezembro prá lá. Você se lembra qual era a temperatura média ? E de quantos graus era o 'frio dos diabos' em Sintra ? : )BjsSamira

    responder
  6. Patricia de Camargo

    Samira,o problema em Lisboa e Sintra é o vento. A temperatura que pegamos era de 6 a 8 graus com muito vento!Mas quando o céu abria era de um azul maravilhoso!Boa viagem!

    responder
  7. Suraia

    Acho que é este o meu museu favorito. Por causa dos seus jardins, onde pretendo ainda passar uma tarde inteira lendo ou desenhando, por causa de suas obras. Rodin é fantástico, mas Camille é emocionante… Conheci ambos aqui no Rio, em exposições memoráveis há cerca de dez anos. A exposição de Camille, no MAM me levou às lágrimas,principalmente porque toda ela rodeada por suas cartas implorando ao irmão (Paul Claudel) que a tirasse do manicômio. A sala dedicada a ela, no Museu Rodin,eu percorri com os olhos marejados, de novo. E como estou para ir a Paris em dez/jan, já estou preparando os lencinhos…

    responder
    • Patricia de Camargo

      Suraia, vai preparando mesmo! Rodin nem estava entre meus escultores favoritos, mas ir ao Museu fez toda a diferença. E sim, a história da Camille Claudel é muito triste.
      beijos

      responder
  8. Fernanda Braga

    Acabei de conhecer seu blog, mas não sei como vivi sem ele até hoje!!!! Era exatamente o que eu precisava pra conhecer os museus aqui em Paris. Merci beaucoup!

    Ps:tb vi varias pessoas relando nss esculturas, um horror.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Fernanda, dá uma agonia, né?!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!