Guias de Viagem e Arte

 
 
out 20 2016

O desenvolvimento de um estilo pessoal na arte – El Greco

Até o mais talentoso dos artistas necessita estudar, ver mundo e passar horas em su estúdio. A arte não é uma inspiração louca que acontece, e nem desce como um espírito sobre o artista.

Tanto que Picasso dizia que passava tantas horas pintando, aproximadamente 8 por dia, para que a inspiração lhe pegasse trabalhando! A arte é mais transpiração do que outra coisa. São horas e horas de trabalho.

O estilo próprio que identifica um artista é fruto desta entrega e esforço. El Greco não nasceu pintando da maneira pela qual ficou conhecido. No começo, seus mestres e o que via foram modelaram pouco a pouco sua forma de fazer arte. Seu estilo é um reflexo desta aprendizagem.

É legal perceber esta evolução analisando um tema, que ele pintou 3 vezes em 3 momentos diferentes de sua vida e em 3 cidades diferentes: “A Purificação do Templo”.

A primeira tela é de 1570, foi pintada em Veneza enquanto estudava e trabalhava com Tiziano. Os pintores venezianos eram conhecidos pela utilização da cor, que era mais importante que o desenho em si. Adoravam um vermelho, adoravam a exuberância.
Venecia - - El Greco

sA segunda tela é de 1571 e foi pintada durante sua estância em Roma. Para os romanos a linha era mais importante, a modelagem das figuras. Neste quadro ele detalha e ilumina mais a parte da arquitetura. Depois de visitar as ruínas romanas era de se esperar!
Roma_1571 - El Greco

A terceira tela é de 1610, já em Toledo. Aqui já vemos El Greco em estado puro. As figuras voltam a ter protagonismo, e são estilizadas. Alonga a anatomia para obter um efeito mais dramático. Mas veja que o vermelho veneziano lhe acompanhou, existem influências que marcam. É como preparar uma vitamina, juntamos o leite e as frutas e ao final alcançamos um sabor, que já não é de banana ou morango, e sim algo novo!
Toledo_1610 - El Greco

Meus livros de arte:
Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos
  • É assim mesmo, sem truques 😉 Eu usei o Innsbruck Card de 48 horas para visitar os atrativos e subir na montanha ontem. Valeu a pena, a economia é real, fora a comodidade! 
E entre uma visita e outra, esta chuva de ruas lindas e montanhas imperiais. Curtiu?

#myinnsbruck #austrialovers #mountainscenery
  • Marca com quem você gostaria de compartilhar este banquinho a 2.256 metros de altura no top de Innsbruck 😉

Eu queria marcar o Tom, mas ele não tem Instagram 😂 
#myinnsbruck #innsbrucklover #mountains🗻 #austria_memories #nordketteinnsbruck
  • Na Arena Romana de Verona sendo feliz. Eu e a infanta de Velásquez 😉 Comprei o Verona Card de 24 horas e valeu a pena. Custou 20€, mas foi uma loucura passar apenas uma noite na cidade. Andei 19 km e tive que ir muito rápido, deveria ter ficado no mínimo 2 noites. O Verona Card de 48 horas custa 25€. #veronalovers #arenadiverona #italialovers #happymoments❤ #24horasverona

Follow Me!