• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Mochilão Europa’

Roteiro para Mochilão Europa – Marlus

Postado em 16.dezembro.2010

O Marlus é um amigo e ex-aluno. Em maio vai fazer seu primeiro Mochilão Europa. Quer algumas dicas de roteiros, passeios que não pode deixar de lado, quem sabe albergues, enfim, qualquer pitaco será bem-vindo.

Ele tem uns 32/35 dias, e como se trata de um mochilão quer passar por diferentes países: Portugal, Espanha, Itália, Austria, Alemanha, quem sabe França, Holanda e Inglaterra. Ainda não sabe se compra o passe de trem, ou usa as cias. aéreas low cost para se mover pelo Velho Continente. É um cara que adora arte, já trabalhou como arte-educador em um museu de Curitiba.

Vou dar minha sugestão, mas por favor minha gente, este espaço fica totalmente aberto para todos! Inclusive para sugerir um roteiro completamente diferente!

Montagem Mochilão Europa
  • Começaria dos países mais caros para os mais baratos. Em uma viagem longa, o efeito de começar pelo mais barato e ir em sentido crescente de gastos pode ser nefasto! (risos) Faz com que atrativos sejam deixados de lado porque parecem mais que caros, quase exorbitantes!
  • Utilizaria uma mistura de avião e trens, sempre privilegiando o trem quando consiga comprar com antecedência e com ofertas. Porque sai do centro da cidade e chega no centro. Em muitos voos low cost, os voos saem de cidades da periferia, e em horários nos quais o transporte público ainda não está funcionando, ou ainda chegam muito tarde nos destinos.
  • Para conhecer outras pessoas, o melhor é ficar em albergues. Viajando em duas ou três pessoas, a diária pode ser mais em  conta em um hostal, mas leve em consideração que muitos albergues incluem café-da-manhã, internet e outros serviços que somados melhoram a relação custo x benefício.
  • Viajaria o mais leve possível. Se faltar qualquer coisa, pode comprar por aqui mesmo. Eu carreguei muita coisa no meu mochilão e ao voltar minha coluna travou! Imagina se tivesse travado durante …
  • Levaria uma farmacinha básica. Por estas bandas não é fácil comprar alguns medicamentos, só com receita mesmo! Some a isto, alguns artigos de higiene pessoal, que por aqui me parecem milionários, como fio dental!

Uma possibilidade de roteiro
Flag-of-United-Kingdom-256

InglaterraLondres. Uma opção bem econômica, além dos albergues, é o EasyHotel , que tem diárias a partir de 25 libras.

Flag-of-France-256
FrançaParis. Ir de Eurostar, comprando com antecedência sai por 40,00/42,50 €. Posts sobre alojamento na cidade:
Hotel barato em Paris: Palace Hotel
Albergue Paris – St. Christopher Inn´s

Flag-of-Netherlands-256

HolandaAmsterdã. De trem desde Paris, o bilhete sai por 35€, uma viagem de 3 horas e 18 minutos. Para dicas da Holanda em geral, visite: http://entretulipas.blogspot.com/
A Morgana e a Malu também escreveram sobre o albergue de seu Mochilão em Amsterdã: http://moremalumochilandoeurotrip2010.blogspot.com/

Flag-of-Germany-256

Alemanha – eu não deixaria Berlim de fora, a cidade é simplesmente alucinante. Voaria de Amsterdã à Berlim. A EasyJet faz este trecho por 32€, lembre que nas low cost para faturar a mochila terá que pagar à parte! A Transavia também faz este trajeto, a uns 57€

De Berlim a Dresden, e depois Munique. Tudo isso de trem, comprando 90 dias antes os bilhetes de trem na – http://www.bahn.com/i/view/index.shtml, saem bem em conta:
Berlim – Dresden: 19€ (+- 2 horas de viagem)
Dresden – Munique: 29€ (+- 6 horas de viagem)

Flag-of-Austria-256

Austria - Viena. De trem Munique a Viena o bilhete sai por 78,40€. O mais barato seria ir de ônibus por Passau.

Flag-of-Italy-256

Itália – Saindo de Viena em direção à Veneza de trem, o bilhete pode custar em segunda classe: 69€. A opção mais econômica é ir à vizinha Bratislava e pegar um voo da Ryanair que com oferta sai por 7€ até Roma ou Milão.

Tem uma companhia low cost, a Lauda Air, que faz o trecho Viena a Napoles por 129€. Por curiosidade, esta cia. Foi fundada pelo ex-piloto de Formula 1 – Niki Lauda!

Na Itália, depende muito do gosto do freguês. Fazer Roma, Napoles com visita a Herculano e Pompéia. Ou Roma, Florença e Veneza. Pegando um voo Ryanair desde Pisa a Barcelona. No primeiro caso, desde Roma teria que voar até Madrid. Para ler caso decida ir a Roma:
Para economizar em RomaO que fazer grátis em Roma
Um roteiro em Roma

Flag-of-Spain-256
Espanha
– para poucos dias eu ficaria com o básico do básico, Madrid e Barcelona. Posts com dicas:
Roteiro de Madrid para quem tem apenas 48 horas
Restaurantes em Madrid

Flag-of-Portugal-256

Portugal - Dá para ir desde Salamanca de ônibus. De trem desde Madrid, ou com uma cost de avião até Lisboa. Seria interessante se pudesse voar de volta desde Lisboa ou do Porto. Post com opções de alojamento em Lisboa, clique aqui.

Mapa Marlus
Para ver o mapa com detalhe, clique aqui.

Vivendo o sonho do Louvre – Mochilão Europa

Postado em 21.fevereiro.2010

“1º. de junho de 1995Tirei umas fotos da cidade universitária, da rua em frente e peguei o ônibus 21 até o Louvre. Quando avistei aquela pirâmide e as fontes, quase tive um treco, é muito bonito! Depois entrou no meu campo de visão o Arco do Carrosel, com suas colunas de mármore rosa e ao fundo o Palácio do Louvre.

Um passeio por Paris – Mochilão Europa

Postado em 14.fevereiro.2010

Para quem começou a acompanhar o blog agora e parece que entrou de “gaiato no navio” vou explicar que esta seção se chama “Em Algum Lugar do Passado”. Nela posto antigas viagens a.I. (antes de Internet), ou mesmo a.C. (antes de computador). Esta é a saga da minha primeira vez na Zooropa acompanhada de uma mochila e nada mais. Realizei esta viagem no 1º. semestre de 1995. O texto está retirado diretamente do meu Diário de Bordo, e por isso posto entre aspas. As fotos foram escaneadas e muitas fotografadas (porque era mais rápido que escanear uma por uma). Para ler os posts anteriores, clique aqui.

31 de maio de 1995

” Saímos às 09:10 da Maison du Bresil e pegamos o ônibus 67, descemos na altura da Bastilha, ou melhor, da coluna que se ergueu onde era antes a famosa Bastilha, e depois a Ópera Moderna de Paris, e o local onde os barcos são lavados, etc. Descemos até o nível do Sena, atravessamos uma ponte e chegamos à ilha onde está Notredame. Entramos nesta igreja, que tem uns dos mais belos vitrais da Europa, pelo menos das igrejas que eu já tinha visto. Vi a Pietá, o legal foi que depois eu reconheci estas esculturas no quadro do David que está no Louvre, onde se vê a coroação de Napoleão. Comprei uns slides da Notredame (15FF).

Mochilão Europa chega em Paris

Postado em 18.dezembro.2009

30 de maio
“Estou em Bruxelas. Acordei às 7:00, o café começa a ser servido às 7:30, troquei de blusa, a pretinha estava fedendo. O café é muito gostoso: 2 tipos de pães, margarina, geléia, 2 queijos cremosos e um chocolate dos deuses!

Paguei pelo quarto, a recepção é uma graça, com uma boutique muito fofa. Já deixei reservada duas noites para quando retorne na sexta-feira.

Sai para a estação, e agora achei o caminho com a maior facilidade. Como ainda tinha tempo, fui até o aeroporto e confirmei minha passagem. No trem a caminho do aeroporto encontrei um casal de Curitiba, que mora na Sete de Setembro em frente ao Supermercado Real, umas seis quadras da minha casa!

Na volta consegui pegar o trem para Paris às 09:45. Quase perdi, cheguei na estação às 09:42, ufa! Passamos por bonitas paisagens até chegar em Paris Nord, desci, fiz o câmbio e paguei um roubo de comissão: 25 francos.

Comprei um carnet do metrô = 41 FF, neste carnet vem 10 bilhetes, é mais vantajoso porque cada bilhete simples custa 7FF, e serve para tudo, não só metrô (funicular, metrô, RER, ônibus).

De início me bati um pouco, mas consegui chegar na Cidade Universitária, que tem uma bela entrada. Achei o metrô de Madri mais bonito, limpo e fácil de usar do que o de Paris. Bem, retornando aonde estava, me dirigi à Maison Internacional para perguntar como chegava na Maison du Brésil, quando perguntei, o rapaz me respondeu: “Você é brasileira”. Bem, era o João, que está fazendo doutorado e me levou gentilmente até a Maison. Peguei a chave do quarto com a Celeste, que é uma senhora portuguesa que administra o edifício. Subi, deixei as coisas e fui até o Museu D´Orsay, este museu é BÁRBARO!

Como tinha carteira de estudante paguei 24 FF. Ao entrar é difícil saber para onde olhar, porque o prédio em si já é uma obra de arte. Nele antigamente funcionava uma estação de trem. Vi Monet, Manet, Canova, Carpeaux, Van Gogh, Degas, Renoir, Toulouse-Lautrec, etc… O que mais me surpreendeu: Degas e Monet e claro: Toulouse-Lautrec e Van Gogh.


Le Toilette – Toulouse Lautrec Continue lendo »

Albergues em Bruxelas – Mochilando pela Europa

Postado em 17.dezembro.2009

continua“Cheguei na estação, peguei o horário dos trens para Paris, mas o escritório de turismo estava fechado, sai por volta das 20:15 à cata do albergue. Bruxelas parece bem bonito. Mas nada de achar o tal albergue, perguntei, perguntei, dei voltas e estava ficando meio desesperada, quase dez da noite, foi quando um casal de carro, parou e perguntou se eu estava perdida e me levou até lá!

O albergue é muito bonito, banheiro limpo e o mais diferente, o quarto é misto. Dormi  muito bem e acordei feliz da vida, nada melhor do que se sentir agraciada pela vida e dormir com os anjinhos para ver tudo outra vez cor de rosa!”

Em alguma viagem alguém te ajudou de uma maneira que você não esperava?

Informação prática:
Albergues em Bruxelas
Sleep Well: com quartos: individuais, duplos, triplos e dormitórios de 4 a 8 camas (com e sem banheiro privativo)

Jeugdherbergen – Também oferece quartos individuais, duplos, triplos e dormitórios (para quem vai sozinho e quer privacidade, a opção mais barata é um albergue).

Albergue Juvenil Génération Europe: também oferece quartos individuais, duplos, triplos e dormitórios.

Albergue Juvenil Jacques Brel: também oferece quartos individuais, duplos, triplos e dormitórios, e alguns quartos com banheiros privativos.

Para ver e reservar outros hotéis em Bruxelas, clique aqui.


Mapa com a localização dos albergues juvenis de Flandres

Procurando albergues, olha que bed & breakfast mais legal achei para quem vai de carro e quer ficar mais tranquilo. Os preços são bons – 90 a 100 euros o quarto duplo, e a estância mínima é de duas noites: Maison Bliss

mapa: http://www.laj.be/html/es/albergues/auberges_es.htm

A loucura do Mochilão Europa – 2.218 Km direto de trem

Postado em 16.dezembro.2009

28 de maio
“Pé na estrada outra vez, o três vieram me trazer na estação, eu quase chorei, me deu um aperto no coração! A Anna falando Pati e tudo mais …Peguei um trem para Barcelona às 11:00, um puta trem com TV, fones de ouvido, super rápido: o Talgo, e tive que pagar 600 pts pela reserva. No trem passou uma propaganda sobre a Eurodisney, me deu uma vontade de ir  lá … vamos ver … Comi o patê de atum La Piara, uma delícia! Assisti os filmes: A Roda da Fortuna e Estamos todos bem. Às 7:16 vi o mar outra vez. Cheguei em Barcelona às 18:05 numa estação muito bonita chamada: Sants.

Peguei o trem para Port Bou Cérbere às 19:07, neste meio tempo consegui falar com a Lúcia, e está tudo certo, eu vou ficar com ela em Paris (860pts). Estou em um Intercity muito bonito, também com televisões. Eu e quase o trem inteiro descobrimos que neste trem temos que pagar um suplemento de 1000 pts., assim que a maioria desceu na Calle de Malevada para aguardar o próximo “comboio” que não necessita suplemento.

Conheci uma carioca que namora um italiano e uma mineira – Karen – que faz estágio em Medicina em Lausanne. Chegamos em Cerbere e eu paguei 174 francos para ir dormindo na 1ª. classe, foi uma viagem tranquila. Valeu a pena cada franco gasto com a 1ª. classe noturna!!!

Páginas:123456 »

Últimos Comentários