• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Sintra’

Dez razões para não tratar Sintra como um simples bate-e-volta

Postado em 09.abril.2010


1. Tempo
A primeira razão é daquelas bem óbvias, é impossível ver o imprescindível de Sintra em uma simples escapada desde Lisboa. Imprescindível seria: Palácio da Pena, Castelo dos Mouros, Palácio Nacional e Quinta da Regaleira. Pensando bem, seria possível dentro de um turismo esportivo, e o visitante esteja disposto a fazer uma “maratona” em Sintra, literalmente correndo de um lado a outro. Continue lendo »

Hotel em Sintra

Postado em 02.abril.2010

Para reservar o hotel de Sintra privilegiamos a localização. Queríamos ficar na Vila de Sintra, que está a 1 km da estação de trens. Conseguimos uma tarifa onde o custo x benefício encaixava perfeitamente com uma viagem que em seu cardápio apresentava um Voo low cost Lisboa, quer ver?

Reserva: utilizei um consolidador para fazer a reserva. O preço era inferior ao praticado pelo site do hotel. O débito foi realizado imediatamente após sua confirmação, mas o consolidador informava deste procedimento.

Localização: sabe o ditado popular: “se melhorar, estraga!”, pois bem ele reflete bem a localização do Tivoli. No burburinho do centro histórico, em frente ao Palácio Nacional.

Na hora “H”: atendimento correto de todo o pessoal do hotel. Uma coisinha, não se assuste com o aspecto exterior dos edifícios na Vila de Sintra, em razão da umidade em muitos casos um pode chegar ao pensar antes de entrar: onde me meti!?

Hotel Sintra

Quarto: enorme, do jeitinho que eu gosto. O melhor: as vistas espetaculares da serra e ao fundo o Castelo dos Mouros. Todas as comodidades presentes: ar-condicionado, televisão, mesinha para trabalhar, cama aconchegante, e no banheiro além do secador de cabelo, uns produtos personalizados, cheirosos e estilosos. O que eu mudaria? Aquela cortininha de plástico da banheira, eu ODEIO toalha de plástico, é muito feio, e daquelas coisas que “acabam com o amor”.

Hotel Sintra

Hotel Sintra Continue lendo »

Quinta da Regaleira: Guia Prático de Visita

Postado em 30.março.2010

Como chegar
É muito fácil. Pegue a rua ao lado do Escritório de Turismo, não a que sobe para o Palácio da Pena, a outra rua que vai em direçao ao Hotel Lawrence. Esta é a rua da Quinta. Placas te informaram o tempo de caminhada. Vá devagar desde aqui porque o caminho é muito bonito com direito até a uma cascatinha.

Sintra

Sintra

Tempo de visita
Entre os jardins e o palácio calcule como mínimo 2 horas, nós estivemos 4 horas. Estaríamos até mais se o clima estivesse mais estável e quente! Continue lendo »

Um sonho romântico na Quinta da Regaleira

Postado em 29.março.2010

Naquele domingo de tempo inestável deixamos o Palácio Nacional de Sintra direto para a Piriquita. Era necessário recarregar as forças para continuar o passeio. O frio aumenta a fome. Do “travesseiro” direto para a estradinha ao lado do escritório de Informações Turísticas. Um pequeno passeio até a Quinta da Regaleira. Em poucos minutos, lá estava o palácio e os misteriosos jardins que esconderiam segredos maçonicos e rituais de iniciação?!
Quinta da Regaleira
Começamos pelos jardins, porque quem sabe a chuva voltasse ou quem sabe pela curiosidade que nos acelerava o coração?! É como entrar em um quadro de Delacroix, o mestre do romantismo francês. Tudo exala mistério, sensualidade, mensagens ocultas, e o mais interessante se percebem os gestos daqueles que talharam as pedras e sua união perfeita com a natureza, como se o gesto de um ampliasse a beleza inerente do outro. Homem e natureza integrados a tal ponto que a obra de um complementa a do outro. Continue lendo »

Pequeno Guia Gastronômico de Sintra

Postado em 26.março.2010

Sintra foi toda uma experiência dos sentidos. A neblina, o frio, os jardins românticos, aquele clima de serra, e as mil e uma delícias gastronômicas. A vila é pequena, mas estilosa e repleta de iguarias.

Alguns leitores podem pensar que não adinta muito comprar Voos baratos e depois gastar os tubos em uma cidade serrana. Felizmente tenho que contradizer este binômio, porque em Sintra se produzem muitas vivências espetaculares a preços módicos. Lembra do travesseiro por 1,15€?!

Além da Piriquita, duas pessoas podem comer bem  no Village Café por menos de 10€! A pasteleria fica em cima do Tulhas. Foi neste lugar que comemos a tosta mais deliciosa e gigantesca da viagem. Sem contar a sopa e os diferentes tipos de chá. O lugar é aconchegante e o pessoal é bem atencioso. Para sentar e relaxar, pedindo uma coisa de cada vez, e demorando-se por ali.

Onde comer em Sintra Onde comer em Sintra Onde comer em Sintra Continue lendo »

Piriquita: quase 150 anos de tradição real

Postado em 24.março.2010
Piriquita

Todo mundo que vai a Belém (em Lisboa) come um pastel de nata. E todo mundo que vai à Sintra come um travesseiro na Piriquita. Unanimidade em guias e nos melhores boca a boca. Portanto, para conferir, o primeiro que fizemos depois de deixar as malas no hotel foi comer o tal do travesseiro. Como no caso do pastel de Belém, é servido recém saído do forno. Tal qual a Tostines, vende mais porque é fresquinho! Mas a fama que começou a ser formada com a ajuda real, condiz com a realidade. Continue lendo »

Páginas:123