• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Cascais’

Cascais: Manual Prático

Postado em 09.março.2010

mapa Cascais

Como chegar?
A partir de Lisboa, pegue um trem no Cais do Sodré. São vários durante todo o dia, o primeiro sai às 5:30 e o último 1:30. Para ver todos os horários, inclusive os madrugões do final de semana, entre no site do Comboios de Portugal. A passagem custa 1,20€. Além de Cascais, o trem passa e para em Estoril.
A partir de Sintra, pegue um dos ônibus da empresa Scotturb. Saem da frente da Estação de Trens de Sintra. O ônibus 403 passa e para no Cabo da Roca. Agora se descer, na volta tem que pagar outro bilhete. Já o 417 vai direito e não pelo litoral, é bem mais rápido. Em ambos casos, cada trajeto custa 3,55€.

Sintra a Cascais
Se estiver de carro, poderá explorar a região, e parar em lugares mais recônditos. É uma ótima pedida sair de carro de Lisboa, utilizar Sintra como ponto de apoio, conhecer toda a serra e litoral da região e depois descer ao Algarve. A AutoEurope oferece preços bens competitivos.
O que ver?
O mais destacado é a natureza e a geografia do seu litoral. Ao menos, caminhe até a Boca do Inferno. São dois quilômetros por uma calçada devidamente pavimentada para caminhadas confortáveis sob o sol e ao lado do Atlântico.
Ciclovia Cascais
Para um passeio completo, pegue uma das bicicletas públicas de Cascais (Bicas) em um destes quatro pontos: junto ao parque de estacionamento da Praça de Touros, atrás do Museu do Mar, em frente ao Hotel Baía ou junto à Estação de Trens de Cascais. No horário das 09:00 às 18:00 horas, e vá até a Praia do Guincho, a 7 Km da Boca do Inferno. A ciclovia começa junto ao farol e termina noGuincho. Leve um pic-nic e coma desfrutando da paisagem rochosa do litoral de Cascais. Para poder pegar a bici, é necessário ser maior de 16 anos e apresentar identidade ou passaporte. A bicicleta deve ser devolvida no mesmo lugar em que é retirada.
Praia do Guincho

Praia do Guincho – foto de Dr. Merkwürdigliebe

Interessado em um museu de tipo militar, visite a Cidadela e seu Museu de Artilheria. Durante o ano, aí também se podem apreciar exposições e concertos.
Quanto tempo ficar?
Se estiver de carro, dá para conhecer o Cabo da Roca e a cidade de Cascais em meio dia. E ainda dá para passar por Estoril. Se sair de carro desde Lisboa, dá para passar no Palácio de Queluz, ir até o Cabo da Roca, Estoril, Cascais e passar a noite em Sintra. De ônibus ou trem é necessário o dia todo, ou ao menos umas seis horinhas para o Cabo da Roca e Cascais.
Cascais
E o nome Cascais?
Possivelmente venha do plural de “cascas”, pela abundância de moluscos marinhos e suas conchas que estão presentes na região.
Cascais
Leia também:
Para chegar em Sintra
A Cascais dos amantes sugados pelo mar – Boca do Inferno
Casas e Palacetes de Cascais

fotos: turomaquia_2010 e de Dr. Merkwürdigliebe

mapa: http://viajar.clix.pt/

Casas e Palacetes de Cascais

Postado em 08.março.2010

A Cascais dos amantes sugados pelo mar – Boca do Inferno

Postado em 08.março.2010

Dia primeiro de janeiro é super legal quando se está em casa, é dia de semana e portanto, dia de ócio. Agora quando estamos de viagem, muitas vezes damos “com os burros n´água” porque a maioria das atrações estão fechadas. Diante deste panorama, depois de deixar as coisas no hotel de Sintra, decidimos realizar um passeio à Cascais. Pegamos o ônibus da Scotturb em frente à estação de trem de Sintra. Nossa idéia original era parar no Cabo da Roca, mas ventava tanto e ameaçava chover, acabamos desistindo do Cabo e continuamos até Cascais.

Cabo da Roca
Desta vez o Cabo da Roca apenas da janela do ônibus

Da rodoviária se chega caminhando rapidamente à orla, passando por um shopping enorme e moderno. A região atrai muitos europeus pelos inúmeros outlets e bons preços.

Shopping Cascais

Em poucos minutos estávamos na Cascais de origem provavelmente romana, e que no século XII era uma simples vila de pescadores. Mas como passou de vila à praia de moda? Em 1879, o rei D. Luís I escolheu a cidade como lugar de veraneio. O rei atraiu um séquito de aristocratas e as casas que foram construídas são testemunhos diretos desta época de luxo e realeza. Com a chegada em 1889 da linha de trem, definitivamente a vocação da cidade de local de veraneio dos lisboetas estava consolidada. Mesmo com o estabelecimento da República, Cascais não foi abandonada, o palácio real se converteu em residência oficial de verão do presidente. Continue lendo »

Dez razões para visitar Lisboa e arredores – Lista 10+

Postado em 08.janeiro.2010

A Fê Costa em um comentário na semana passada, avisou que a Tap está com uns preços ótimos. Se isso não bastasse, muitos Voos low cost estão operando em Portugal, permitindo viajar desde diversos destinos europeus à cidade da moda: Lisboa. Estive por lá neste final de ano, e mesmo debaixo de muita chuva, fiz muita coisa legal para escrever esta nova série para vocês. Resolvi começar pelo fim, e de cara escancarar
alguns belos motivos para que você se decida de uma vez por todas a conhecer a terra da qual zarpou Pedro Alvares Cabral antes de dar com a Bahia!

1. Amabilidade da sua gente
O português é de uma ambilidade e de um trato delicioso. Nos restaurantes, os garçons perguntavam se estávamos gostando da comida. Na rua, as pessoas saiam de onde estavam para mostrar o caminho. Simplesmente, voltei apaixonada pelo povo!

Continue lendo »

Últimos Comentários