• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Irlanda do Norte’

Tudo sobre Irlanda – Índice

Postado em 02.novembro.2011

link-irlanda
Quando quiser consultar este índice com todo que já foi publicado sobre Irlanda e Irlanda do Norte no Turomaquia, é só clicar nesta imagem na barra lateral, e pronto, ele se abre para você!

 

(Grande parte deste filme foi gravado na Irlanda, inclusive algumas cenas nas Ilhas Aran!)

Os posts foram divididos por temas. Para abri-los, é só clicar nos links, que aperecem na cor vermelha.

10 razões para visitar a Irlanda “lato sensu” – por quê visitar a Irlanda e a Irlanda do Norte

Guia de Cidades e Atrativos

Antrim Coast – Irlanda do Norte
Onde se hospedar
Causeway Coastal Route – uma das 5 grandes rotas por estrada do mundo

Ballymoney
A cidade
Black Hedges: um corredor de árvores de tirar o fôlego
Um corredor lindo e natural na Irlanda do Norte – Telenovela Eire
O primeiro bed & breakfast a gente nunca esquece: Pinetrees B&B

Belfast
Hotel – Ramada Encore Belfast City Centre
A divisão de Belfast ou a incompreensível intolerância humana – roteiro pelos murais de Belfast
Como visitar os murais e o muro de Belfast

Carrick-a-Rede-Bridge e Giants Causeway

Guia Prático para visitar Carrick-a-Rede-Bridge e Giants Causeway
Trekking entre a Carrick- a-Rede Bridge e o Giants Causeway
Uma ponte chamada carrick-a-Rede-Rope – Telenovela Eire

Clifden
Hotel – Dun Ri Guesthouse

Cliffs of Moher
Uma das atrações mais visitadas da Irlanda
Guia para a Visita
Uns precipícios de infarto – Telenovela Eire

Cobh
Cobh: onde começou a viagem do Titanic

Cork
Hotel – The Blarney Stone Guesthouse
As coisas simples da vida em Cork – Telenovela Eire

Dogs Bay
O dia que passei a acreditar nas fotos das revistas de viagem
Irlanda a la Caribe – Telenovela Eire

Donegal
Uma parada entre dois caminhos

Doolin
Hotel – Sea View House

Dublin
Como sair e chegar ao Aeroporto de Dublin
Hospedagem – de um hostel ao hotel do U2
Programa Grátis em Dublin
Pelas ruas de Dublin – FotoGaleria
Dando uma de viking em pleno século 21 – Dublinia
A Dublin moderna em um passeio a pé pelas margens do Rio Liffey
Um dos grandes atrativos da cidade – Temple Bar
Temple Bar – muito mais que guiness e pubs
National Gallery of Ireland – de Caravaggio a Picasso – F.A.Q.
Hugh Lane – Guia Prático – Museu em Dublin
Por dentro de Francis Bacon
Campus Tour no Trinity College
Trinity College: entre lágrimas e a força dos jedis
Trinity College – batendo um papo com o kells – Telenovela Eire
As portas coloridas de Dublin e o estilo georgiano
Museu Arqueológico Nacional da Irlanda – Guia Prático
Igreja do século 18 que virou bar – Telenovela Eire
Um grande dublinense – James Joyce
O primeiro jantar em Dublin – Telenovela Eire
Telenovela Eire – a telenovela da viagem real

Galway
A cidade irlandesa por definição
Hotel – Ocean Crest Guesthouse

Ilhas Arán
Como chegar até as Ilhas Aran
Dica Turomaquia – Ilhas Aran
O que fazer em Inishmor – Ilhas Aran
Um forte com mais de 3.000 anos nas Ilhas Aran – Dun Aonghasa
O melhor fish&chips da viagem à Irlanda
Ruínas celtas nas Ilhas Aran – Telenovela Eire

Kenmare
Hotel – Virginia´s Guesthouse

Killarney
Hotel – Murphys of Killarney
Killarney – definitivamente a cidade da paisagem colorida
Um parque nacional é um lugar perfeito para …
Parque Nacional de killarney: a Irlanda ainda mais verde

Gap of Dunloe – passeio desde Killarney
Parque Nacional e Reserva da Biosfera da Unesco – Telenovela Eire

Kilkenny
Kilkenny – o que (quase todo mundo) espera encontrar na Irlanda
Onde dormir em Kilkenny – The Pembroke Hotel
Onde comer e beber em Kilkenny
Último dia em um Castelo de Kilkenny – Telenovela Eire

Kinsale
O que tem a ver Kinsale com a Armada Espanhola?
Comendo bem prá caramba na Irlanda – Kinsale Good Food Circle
Kinsale – a cidade que viu nascer a Robinson Crusoé
Bicicleta abandonada anuncia Tour Fantasma – Curiosidades de Viagem

Kylemore Abbey
Guia Prático para a Visita
A foto de todas as revistas de turismo sobre a Irlanda: Kylemore Abbey
Jardins de Kylemore Abbey – Fotogaleria

Londonderry – Derry
Na terra do Sunday Bloody Sunday
Dicas para visitar a cidade

Newgrange
Monumentos pré-históricos irlandeses, mais antigos que as pirâmides do Egito!
Newgrange e Knowth – Guia Prático – F.A.Q.

Slieve League
Um dos precipícios mais altos da Europa

Bebidas e comidinhas na Irlanda
O que beber na Irlanda – Guinness e Bulmers
Irish Breakfast: a atração matutina diária em uma viagem à Irlanda

Roteiro de Carro pela Irlanda
O que fazer na Irlanda? – Alugando carro
Dirigindo do lado contrário
Alugando carro na Irlanda – Nunca melhor dito – quando o barato sai caro! Auto Euurope x Sixt
Da Irlanda a Irlanda do Norte ou passando de euros a libras
De Donegal a Clifden
De Clifden a Galway
De Galway a Doolin, passando pelas Ilhas Arán
De Doolin a Killarney
De Killarney a Kenmare
De Kenmare a Cork, passando pela meca da cozinha irlandesa
De Cork a Kilkenny
Shanon Ferry: encurtando a viagem na Irlanda

Gerais
Dá para ser mais óbvio!
Os céus da Irlanda – “caminha suavemente, pois caminhas sobre meus sonhos”
Cafezinho – oh, viciozinho caro na Irlanda!
Na Irlanda: quando for atravessar, leia antes!
Despachar malas nas low cost e nossa bagagem para Irlanda

Para receber os posts via e-mail, é só clicar no enlace abaixo. Vai abrir uma nova aba, na qual você só tem que colocar teu e-mail! É bem mais fácil e cômodo. Não se preocupe, não divulgamos e-mails ou coisa parecida. Se ficar de saco cheio da gente, com um clique poderá deixar de receber os e-mails com as atualizações!

Receba Turomaquia por e-mail

O que fazer na Irlanda? – Alugando carro

Postado em 19.setembro.2011

Mapa-roteiro-carro

Em 10 dias
Dia 1Dublin
Dia 2DublinNewgrange – Belfast : pegue o carro, saía cedo e pare em Newgrange. Depois, é hora de tocar até Belfast.
Dia 3BelfastCauseway Coast (passando por Carrick-a-Rede Bridge e a Calçada dos Gigantes) – Derry/Londonderry
Dia 4DonegalSlieve League
Dia 5ClifdenKylemore Abbey – Clifden
Dia 6Dogs BayGalway
Dia 7Ilhas Aran (barco desde Galway) – Galway
Dia 8Cliffs of Moher – dormir em: Doolin
Dia 9Doolin (ver os Cliffs desde um passeio de barco) – Dublin
Dia 10 – Dublin

Kilkenny - Irlanda

Em 15 dias
(segue o mesmo acima até o dia 8.)
Dia 9 – Doolin (passeio de Barco) – Killarney
Dia 10Parque Nacional de Killarney
Dia 11kinsale
Dia 12Cobh – Cashel
Dia 13 – Wiclow (passando em Powerscourt State) – Dublin (entrega carro)
Dia 14 – Dublin
Dia 15 – Dublin

Para ver o mapa em detalhe, clique aqui.

imagens: turomaquia_2010_2011

10 razões para visitar a Irlanda “lato sensu”

Postado em 15.setembro.2011

O que quero dizer com 10 razões para visitar a Irlanda lato sensu? Os puristas que me perdoem, mas quero falar da ilha como um todo. Sem levar em conta as separações artificiais que nós (homens) realizamos por corretos ou estranhos motivos. Mas não são 2 países? YES, baby! But, mas na prática o melhor é visitá-los em conjunto! Chega de conversa, e vamos aos fatos:

1. Os bed &breakfast são geniais. Você se sente na casa de uma parente, mas só com o lado bom desta situação. Não tem que lavar louça ou comentar que a escultura dourada de elefante da entrada é linda. O café-da-manhã é uma refeição, você nem vai precisar almoçar. Para quem está viajando de carro é perfeito, quase sempre tem um lugarzinho para estacionar, sem te que pagar um plus.
Ballymoney - Irlanda do Norte

2. O paraíso dos trekkings e das bicis. Não precsia ser um tri-atleta para encarar. A Irlanda é quase inteira plana, ou com terrenos sem bruscas mudanças topográficas. O pessoal respeita prá caramba as bicicletas, pode andar sem medo.
Ilhas Aran

3. Cerveja e Ciders. A meca da Guiness e da Bulmers (ou Magners). Parece que o canecão é caro, mas que nada, vem com 516 ml de cerveja.
Westport - Irlanda

4. Dog´s Bay. Ainda tenho nítida a imagem de nossa aproximação a esta baía de sonho. De um lado vaquinhas pastando e do outro um mar mas próprio do Caribe do que destas bandas.
Dog´s Bay

5. Cidades multicoloridas. Alugar um carro, te dá a oportunidade de adentrar em uma outra Irlanda. De cidades pequenas com casas de todas as cores. Que combinam especialmente com um ritmo “slow”. Mas não esqueça que por aquí o pessoal almoça cedo, em muitos restaurantes as cozinhas já estão fechadas a partir das 20:30/21:00 horas. E estou falando do horário da alta temporada!
Galway

6. Viver o clima de um país que viu sair de suas estranhas homens como James Joyce. Em Dublin se vive e se respira James. Está pelas ruas em forma de esculturas, está neste humor ácido do dia-a-dia, enfim, esta nas grandes palavras que dizemos e parafraseando o gênio, nos fazem tão infelizes.
Dublin - James Joyce

7. O estúdio de Francis Bacon em Dublin. Emocionante ver onde um homem com o poderio de Bacon criava suas telas. Para os mais bagunçados, um alívio saber que compartilham o caos!
francis bacon studio detalhe

8. Kinsale. Tem tudo que se pode pedir: história + gastronomia de primeira + beleza. Não faça como nós, reserve ao menos 1 dia para curtir a cidade como ela se merece.
Kinsale - Irlanda
Kinsale - Irlanda

9. Derry/Londonderry. Chocante ver até onde vai a intolerância humana.
Derry - Irlanda do Norte

10. Comidinhas. Você acha isso estranho, pela má famas dos anglo-saxões?! Então afasta este pensamento preconceituoso da tua vida. Porque na Irlanda se come bem, desde um prosaico hamburguer. Não estou falando de cadeias de fast-food e sim dos pubs de toda vida que servem hamburguers caseiros e deliciosos. E a batata? Gente, todo que é tipo de prato com o tubérculo mais gostoso do mundo. Sim, sou nada menos do que LOUCA por batata. E as daqui são bárbaras, que é mais que gostosas, ok? Bata frita de pacote com vinagre. Quando o Tom comprou fiz cara feia, e não é que viciei. Perfeita para tomar com uma cerveja estupidamente gelada! Saladas. Não só alface com uns tomates e azeite por cima. Eles misturam muito frio com quente, e vão além da salada mista ou da casa.
Comidinhas na Irlanda
Killarney - Irlanda
Kinsale - Irlanda

Convenci a fazer mala e embarcar para Irlanda? Afirmativo, operante! Então fique sabendo que eu nem falei dos Cliffs de Moher, da Calçada dos Gigantes, do Livro de Kells, de Newgrange, das Ilhas Arán, de Slieve League, do Parque Nacional de Killarney

Para ler todos os posts da Irlanda, clique aqui. E da Irlanda do Norte, aqui. Em breve um super índice de todos eles!

fotos: turomaquia_2010, excepto a do Estúdio de Francis Bacon – Galeria Hugh Lane.

Dicas para visitar Derry/Londonderry

Postado em 12.janeiro.2011

Como chegar?
Saindo de Bushmills em aproximdamente 1 hora de carro se chega a Derry. Excursões de dois dias saem de Belfast, incluindo além da Calçada dos Gigantes e da Ponte Carrick-a-Rede, uma noite em Bushmills e visita a sua antiga e famosa destilaria, o Castelo Dunluce e Derry. O valor por pessoa é de 59,50 libras. Para obter maiores informações escreva para: bushmills@hini.org.uk.

Os tours da empresa Paddywagon também oferece um tour cheio de ação que passa pela Calçada, pela Ponte e por Derry, ufa! Saem desde Belfast e custam 18 libras por pessoa, ou 65€ desde Dublin.

Paddywagon - Irlanda e Irlanda do Norte Continue lendo »

Na terra do Sunday Bloody Sunday

Postado em 11.janeiro.2011

Derry - Irlanda do Norte
Chove. Na real, não era nenhuma novidade. Na Irlanda do Norte, assim como na que não é do Norte, chove sempre. Em uma espécie de obelisco de pedra escura na estrada se lê: Cidade Amuralhada, e isto sim surpreende. Estava buscando o lugar que marcou a Bono & cia. a tal ponto que escreveram uma de suas mais lindas canções. Falo do hino daqueles que tem mais de 30: Sunday Bloody Sunday, que canta os acontecimentos de 30 de janeiro de 1972. Quando em um enfrentamento entre católicos e protestantes, morreram 14 pessoas e outras 30 foram feridas. Era esta a Derry ou a Londonderry que estava procurando. Continue lendo »

Onde se hospedar na Antrim Coast – Irlanda do Norte

Postado em 10.janeiro.2011

Quem curtir a Antrim Coast deve passar ao menos dois dias na região. Na alta temporada, entre julho e agotso, o melhor é reservar com antecedência. As melhores opções são os bed & breakfast que costumam oferecer de 3 a 5 quartos. E alguns hotéis que estão em pontos estratégicos da costa também lotam rapidamente!

Antrim Coast Moments

Minhas opções de hospedagem foram Ballymoney e Bushmills. A primeira foi uma excelente pedida, inclusive o B&B que escolhemos e a cidade em si. Agora em Bushmills, existe pouca variedade de alojamentos, e os mais indicado tem um precinho nada convidativo. Passei a noite no albergue da cidade. Não foi dos melhores que já me hospedei, bem espartano, e com um atendimento correto e só. Pagamos 40 libras, e não tinha nem café-da-manhã ou internet incluidos. A cidade tampouco oferece muitas opções de restaurantes, e acabamos comendo em um fast food. Continue lendo »

Páginas:123

Últimos Comentários