• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Machu Picchu’

Amor à Vida e Machu Picchu

Postado em 20.maio.2013

Peru - Turismo Eu era noveleira. Gosto de tramas familiares do estilo Manoel Carlos. Não suporto as comédias idiotas. Acho que nasci mesmo para o drama.

O era não é no sentido que já não curto. Aqui nas Canárias não tem Globo Internacional, e a única maneira de seguir as telenovelas seria pagando o acesso a Globo.com :(

Acabo de assistir ao teaser da novela das 9 que começa hoje, Amor à Vida e até quem sabe valha a pena o investimento. Vou esperar para ver o que o pessoal comenta nas próximas semanas.

Com pinta de dramalhão, a novela começa num destino que o Turo já cobriu para você: Machu Picchu. Com cenas também em Cusco e La Joya.

Se hoje a noite você enlouquecer (o que será a coisa mais normal do mundo!) com o Peru. Entre imediatamente aqui e programe sua próxima viagem :) É só clicar na barra lateral ou nesta imagem ao lado, e encontrar todos nossos posts do país!

Novela Amor à Vida Continue lendo »

Machu Picchu em grande estilo

Postado em 11.abril.2012

O explorador americano que redescobriu a cidade dá nome ao trem mais pomposo da América do Sul e que sai de Cusco. O trem leva a marca “Orient Express” e isso significa uns standards de qualidade altíssimos.
Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express

Já na estação exclusiva, o passageiro é recebido em meio a uma festa. Ao entrar no trem é difícil não se sentir em um dos livros de Agatha Christie, passageira habitual da companhia em terras européias.
Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express

Madeira, muita madeira decora o trem composto pelos vagões com poltronas, onde o passageiro realiza suas refeições, um vagão bar e outro observatório. Os passageiros do Hiram saem diretamente para o ônibus especial do único hotel localizado ao lado das ruínas – o Sanctuary Lodge. Além do que, um guia lhes levará por todo o complexo.
Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express

Pela tarde, os passageiros se despedem de Machu Picchu com um chá no Sanctuary Lodge. Um chá das cinco no estilo inglês, com uma grande diversidade de salgados e doces.
Sanctuary Lodge Machu Picchu

Aliás, este é o único hotel que realmente se encontra junto ao recinto arqueológico. Aqui o luxo é dormir praticamente na cidadela. Não espere um requintado hotel urbano, o que se vê é o luxo adaptado ao meio, muito mais relacionado ao trato dispensado a cada hóspede. Em que outro lugar você poderia tomar champagne em uma hidromassagem cercada de vegetação e com vistas à Machu Picchu?
Sanctuary Lodge Machu Picchu Sanctuary Lodge Machu Picchu

Visitei o hotel, que estava cheinho da silva. Além dos costumeiros mimos materializados nas amenities disponíveis no quarto, o hotel oferece uma pequena casa junto aos jardins chamada de “day room”. Para aqueles hóspedes que devem deixar pela manhã seu quarto, mas que pretendem passar o dia em Machu Picchu antes de retornar a Cusco. Na pequena casa, sofás para relaxamento, banheiros de mármore para aquele banho esperto depois de horas percorrendo a cidadela.
Sanctuary Lodge Machu Picchu
Sanctuary Lodge Machu Picchu
Sanctuary Lodge Machu Picchu
Sanctuary Lodge Machu Picchu
Sanctuary Lodge Machu Picchu
Sanctuary Lodge Machu Picchu

Tive o prazer de experimentar a volta no Hiram Bingham. Sonho realizado, surcar os trilhos com um verdadeiro trem ”Orient Express”. Como imaginava, tudo está pensado nos mínimos detalhes.

De cara conheci dois casais de brasileiros, que chegaram a Machu Picchu com o mesmo trem, e estavam apaixonados pela experiência. Falavam sobre suas sensações enquanto degustávamos um pisco sour.
DSC01831 DSC_2180

Após o show do grupo local “Sabor e Sentimento”, no vagão-bar. Retornamos ao vagão principal, para o jantar. Previamente, cada passageiro escolhe entre duas opções de cardápio, que sempre trazem entrada (às vezes duas), prato principal, sobremesa e petit-fours com o chá ou café. Tudo acompanhado por uma boa carta de vinhos.
Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express
Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express
DSC01839 Hiram Bingham - Trem Peru Orient Express

No final do espetáculo sincronizado do serviço do jantar, começo a respirar pausadamente e profundo. Afinal, os trilhos estão em manutençao até final de abril, e a viagem termina um pouco antes. Uma pena. Mas fica a certeza que voltarei para o trajeto completo.



Para ver o trem por dentro, dá uma olhada no video que fiz durante a viagem.

Para ver mais fotos, e um video – Mico Turomaquia, vá à nossa página no Facebook, clicando aqui. Aproveita, e curta a gente por lá. Para receber todas as novidades, posts e ter acesso a conteúdo exclusivo!

Posts relacionados:
Como chegar até Machu Picchu
Como comprar a entrada para Machu Picchu
O que fazer em Machu Picchu

AT: Não dormi no Sanctuary Lodge, apenas visitei o hotel, antes do chá da tarde do Hiram Bingham.
fotos e video: turomaquia_2011

Hotel em Aguas Calientes – Andina Luxury

Postado em 27.março.2012

A descida do trem é atribulada. Todo mundo parece querer voar até a Cidade Perdida dos Incas. A excitação à todo vapor, gente para todos os lados. Apesar desta imagem meio caótica, achei facilmente o funcionário do hotel que me hospedaria em Aguas Calientes.

Alguns hotéis enviam funcionários à estação para que o hóspede nem precise perder tempo indo até seu alojamento. Todo o minuto é precioso, a entrada ao sítio arqueológico não é barata, e portanto “hay que desfrutar al máximo”.

Entreguei minha mala, que neste caso era uma mochila e parti para a exploração. Tenho que confessar que me sentia a própria “Indiana Jones”. Também devo dizer que não é nada fácil ser uma arqueóloga experimental num local onde a cada dois passos aparece uma subida ou uma descida tão forte quanto!

Fim de tarde, hora de voltar à cidade. Estava com a língua saindo pela boca, como nos desenhos animados. Mas a coisa piorou, tive um incidente trágico-cômico no ônibus da descida (para vê-lo: http://www.youtube.com/watch?v=pkc6ILvYLxg&list=UUR88xFbN0ub-nOT8hpnVe8Q) e se já sou meio desorientada, imagina meu estado quando saltei do veículo!
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru

Aguas Calientes cresceu sem nenhum ordenamento do território, digo isso para ser fina. Porque na real, a cidade é um burburinho de construções por terminar, cores de lá, cores de cá, quartos pendurados uns nos outros. Ou seja, a materialização da adaptação e do empreendedorismo humano.

Tem muito hotel, pousadinha, quartinho, muquifo, e para piorar a maioria tem nomes que se repetem em sentenças embaralhadas, como Hotel Plaza Andina, ou Andina Plaza. Foi duro encontrar meu hotel, uns me mandavam para um lado, outros para outro, até que esbarrei no Andina Luxury. Por isso …

dica-machu-1

No centro do hotel uma escada em caracol, um escadão. As laterais abertas, e um montão de luz entrando no hotel, e destes vazios de concreto emergindo troços da floresta que rodeia Machu Picchu.
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru

Nada de elevador, subo ao meu quarto, aliviada e totalmente molhada. Durante minha busca, choveu. Na verdade, uma boa tempestade. Portanto …

dica-machu-2

O quarto era de bom tamanho e impoluto. Mas antes de me dar conta disso, levo um susto ao abrir a porta. Um ruído, como o das Cataratas do Iguaçu, invade minha cabeça. Era impressionante. Parecia que o mundo ia desabar. O que era? O rio Urubamba correndo montanha abaixo. Até fiz um video para a Telenovela da Viagem Real.
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru

Tive problema para dormir? Que nada, depois de um tempo, o rio é como uma canção de ninar ? Eu fui além do dormir, desmaiei.

Voltando à entrada no quarto. Quando vi a cama, a tele acesa, descobri que não ia ter condições de sair para jantar. Até porque a chuva continuava forte. Perguntei no hotel sobre serviço de quarto. Eles não tinham, mas prontamente a recepcionista comentou que eles trabalhavam com uns restaurantes, e que poderiam me trazer a comida à porta do quarto. Fantástico!

A recepcionista subiu ao quarto vários cardápios de restaurantes, chamou a pizzaria que escolhemos, e em 25 minutos estávamos comendo duas pizzas deliciosas e já de pijaminha! Eu dou nota 10 para um negócio que sabe resolver o problema do cliente, isso é ser eficiente!

Dá para deixar a mala/mochila na recepção se no dia seguinte você for subir à Machu Picchu. O café da manhã é servido numa sala com um janelão para este verde que quase colapsa o pulmão de ar puro, já quase um desconhecido.
Hotel Andina Luxury - Aguas Calientes - Peru

Para quem quer o mínimo conforto, não é especialmente barato dormir em Aguas Calientes. Mas se você pensa na dificuldade que é estar quase em constante batalha com a natureza. Rio de um lado, tempestades de outro e no meio, pedras que rolam montanha abaixo. Sem contar a distância dos grandes centros de abastecimento, até que não é tão caro assim ?

É possível dar uma olhada nos hotéis e contratá-los através da página da Setours: http://www.setours.com/hotels_es.php?combi=29

Ou quem sabe dar uma olhadinha em Booking, clique aqui.

Posts relacionados:
O que fazer em Machu Picchu
Como comprar a entrada para Machu Picchu
Como chegar até Machu Picchu

fotos: turomaquia_2011

Caminhada Ponte Inka em Machu Picchu

Postado em 05.março.2012

Para ler sobre esta e outras caminhadas em Machu Picchu, clique aqui.

video: turomaquia_2011

O que fazer em Machu Picchu

Postado em 04.março.2012

Quando subi o primeiro dia à Machu Picchu não tinha nem idéia da quantidade de atrativos que escondia o recinto arqueológico. Ao descer do trem Vistadome, deixei minha micro-mala com o pessoal do hotel e encontrei o guia da visita guiada que contratei muito antes de colocar os pés no Peru.

Acho que acertei por pura ignorância. O melhor é realmente começar com um guia. Primeiro, porque o lugar é enorme; segundo porque a interpretação do patrimônio é escassa, ou mais bem, inexistente; e terceiro, para evitar que você comece a visita estimulando e fortalecendo prejuízos do tipo, isto é só uma pedra em cima de outra pedra. Afinal, a maioria de nós não estudou arqueologia e não está obrigado a entender a complexidade da cultura inca assim sem mais aviso.
Machu Picchu - Peru

Subi com meu grupo e o guia, mas você também pode contratar um guia na entrada do recinto. A visita guiada não percorre a totalidade da cidade, até porque caminhar por tudo demanda certo esforço, já que falamos de subidas e descidas com fortes pendentes. Para quem contrata na entrada, o preço varia bastante, seguindo a lógica do mercado oferta x demanda, bem como tamanho do grupo. Estamos falando de R$ 10,00 a R$ 25,00/pessoa. Mesmo que se trate de uma viagem econômica, deixe para econcomizar em outro aspecto, subir e não entender nada do que vê, realmente é uma perda de tempo.
Machu Picchu - Peru

Agora bem, já manjando um pouco de Machu Picchu, caminhe a teu bel-prazer por cada esquina. Se vai estar apenas um dia, escolha 1 ou 2 caminhadas entre:
escanear0001

estrada-do-sol
Adorei, o caminho é gostoso, muito verde e você vai conseguir umas fotos dignas de National Geographic!
Tempo de caminhada: 2 horas (ida-e-volta)
Altitude: 2.760 metros
Perfeito para: ter a mesma visão que o pessoal que faz a Trilha Inca tem de Machu Picchu. E sem caminhar 4 dias em altas altitudes ;)
Dificuldade: média. Se estiver chovendo, as pedras são um pouco escorregadias, e isso em todas as caminhadas. Por isso, tente subir à cidadela de tênis de trekking, ou com um tipo de sapato que não tenha o solado liso. As subidas são leves, a trilha está bem marcada. Há locais para dar uma descansada. E a dificuldade em si é a distância.
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru

montana-machupicchu
Quando subi a trilha tinha livre acesso, mas agora se paga à parte para subi-la. Fiz com um pouco de chuva, e tive que ir beeem devagar, em razão das pedras. Na cima, uma bandeira com as cores do arco-íris.
Tempo de caminhada: em um ritmo normal, 3 horas (ida-e-volta).
Altitude: 3.000 metros
Perfeito para: se ter uma idéia de todo o recinto, uma espécie de vista aérea, já que é a montanha mais alta da cidade inca.
Dificuldade: média-alta, quando eu fiz faltava manutenção ao caminho, mas imagino que agora que cobram que a situação esteja melhor. Leve em consideração, que chove muito por lá, e que esta umidade dificulta os trabalhos de manutenção.
Machu Picchu - Peru

ponte-inka
Tempo de caminhada: 1 hora/1 hora e 15 minutos (ida-e-volta)
Perfeito para: se ter a real dimensão do entorno da cidadela, você vai se meter de cheio na “selva”, ver os terraços agricolas da cara leste e ver a hidoelétrica lá embaixo. Novamente ficar de boca aberta, sem entender como os incas conseguiram construir aquela ponte naquele precipício.
Dificuldade: alta. Na entrada do caminho que vai dar à ponte há uma fiscalização do parque, e todo visitante que vai até a ponte, deve escrever seu nome no caderno de registros e o horário em que começou a caminhada, e na volta seu horário de chegada. O caminho é muuuito escorregadio, em poucas partes há uma muretinha que separa o caminhante do precipício, e na parte final umas cordas junto ao paredão de rocha funcionam como corrimão. Não recomendo para quem sofre muito de vertigem.
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru
Machu Picchu - Peru

waynapicchu
Foi o único trekking que não fiz. Estava sozinha e não me atrevi. Antes o pessoal madrugava para conseguir um dos 400 tickets diários da subida. Agora se compra comodamente o ticket de subida junto com a entrada da cidadela na Internet.
Tempo de caminhada: 2 horas e meia (ida-e-volta).
Para saber como é, leiam a crônica da Luisa, do Arquivo de Viagens: http://www.arquivodeviagens.com/huayna-picchu/
Machu Picchu - Peru Machu Picchu - Peru

Posts relacionados:
Machu Picchu – Primeiras Impressões
Como chegar a Machu Picchu
Como comprar a entrada para Machu Picchu

fotos: turomaquia_2011

Como comprar a entrada para Machu Picchu

Postado em 28.fevereiro.2012

Quando um atrativo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade deve cumprir certos requisitos para não perder seu título. Basicamente tais critérios dizem respeito à conservação do bem. Esse foi um dos principais motivos que levou às autoridades peruanas a controlar a capacidade de carga de Machu Picchu. Ou seja, o número de visitantes que podem visitar o lugar diariamente.
Machu Picchu Continue lendo »

Páginas:123

Últimos Comentários