Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 27 2008

Caminho de Santiago Aragonês: A difícil volta

Vou terminar de contar sobre o caminho aragonês em julho, porque nós fizemos somente estas duas etapas em maio, porque tínhamos que trabalhar (que dureza!). Mas vamos voltar em junho para realizar as três ou quatro etapas que faltam, por quê três ou quatro? Porque dependerá do nosso fôlego!

A verdade é que pensávamos em realizar outra etapa, mas no jantar do final do segundo dia, conversando com uns senhores da mesa ao lado do restaurante (que também eram peregrinos) descobrimos que da cidade que pensávamos chegar no terceiro dia não havia transporte para Zaragoza, Jaca ou qualquer outro lugar. Assim decidimos retornar a partir de Puente de la Reina de Jaca. Mas não foi nada fácil. Primeiro, tivemos que pegar um ônibus para Pamplona, que já está em outra comunidade autônoma – Navarra. E o mais louco era o lugar que esperamos o ônibus – no meio do nada. Em frente a um restaurante, num lugar que o pessoal local chamava de praça?! ( E que aparece no video, aonde o Tom narra sua desilusão com seu par de tênis quase novo que não aguentou dois dias do Caminho de Santiago!).

O ônibus era pinga-pinga, e depois de uma hora e meia chegamos a Pamplona, e como tínhamos 3 horas até sair o ônibus para Zaragoza, demos uma volta pela cidade. Tomamos nosso café da manhã e até visitamos uma exposição de arte contemporânea (para quem não sabe, eu sou meio louca por museo!). Realmente a volta foi meio complicada, mas também muito divertida, porque quando um viaja deve estar aberto para todos contratempos que aparecem no meio do caminho!
Caminho de Santiago Aragonês

foto: Peregrina em Pamplona, em frente ao Centro Cultural – Baluarte
foto e video by Turomaquia Factory 2008

3 Comentários

  1. Helena melo

    Bom dia,

    Estava a fazer pesquisa do caminho de Santiago e fui parar a vossa página, que me pareceu super interessante.
    Eu estou a pensar fazer o caminho da prata de chaves a santiago sozinha… Mas estou com algum receio de o fazer sozinha, pois não sei se será seguro viajar sozinha, visto que sou mulher e este caminho não é dos mais conhecidos.
    Já fizeram o caminho da prata? Como foi a experiência?
    Podem aconselhar-me? Eu quero muito fazer este caminho, mas a minha segurança e também muito importante.
    Fico aguardar o vosso feedback.
    Cps,
    Helena Melo

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Helena, tenho muita vontade de fazer o Caminho da Prata, nunca escutei ou li nenhum relato que revelasse que seria um caminho inseguro, isso sim que tem menos infra-estrutura que o Francês. O que vc acha de realizar os 300 últimos quilômetros do Caminho Francês, você precisaria de uns 10/12 dias, ele é mega seguro e com muita infra-estrutura, e é lindo demais, seria de León a Santiago.

      Vou tentar encontrar relatos deste caminho pra ti!

      Beijos

      responder
      • Helena Melo

        Obrigada Patricia,

        A nível logístico, dá-me mais jeito o caminho da prata. Além disso li que e um caminho romano, cheios de monumentos romanos a visitar.
        Vou continuar a pesquisar o caminho, pois tenho muita vontade de o fazer.
        Obrigada.
        Bjs

        responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Mesmo com o clima de ontem, que chove, que vem neblina, desfrutamos da etapa mais bonita do bike tour. 
Foram 40 km entre castelos, bosques que pareciam encantados e o clímax chegou na região de Wachau com seus vinhedos e povoados lindos pra dedéu.

Hoje o bike tour termina em Viena 😫 Mas a viagem não 😉

#biketour #donau #danubio #biketourdanubio #austrialovers
  • Pavilhão barroco nos jardins da Abadia de Melk. O complexo é Patrimônio Mundial da Humanidade. 
Este edifício é todo decorado com afrescos em seu interior. Mostrei nos Stories do @arte_365 
A entrada do complexo custa 12,50€ ou 14,50€ com visita guiada de 50 minutos. Não tem em português, mas em espanhol, italiano e inglês.

#melk #abadiademelk #patrimoniomundial #austrialovers #biketour
  • Cidade do caminho de hoje - Mauthausen. 
Foram 65 km em 4 horas de bici 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #biketour #mauthausen #austrialovers #austria🇦🇹 #danubio
  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos

Follow Me!