Guias de Viagem e Arte

 
 
jan 22 2016

A experiência mais feliz que você pode ter em Chiang Mai – Elephant Camp

Sabe aqueles passeios que deixam todo mundo com cara de feliz, mas tão feliz, que alguém que observasse a distância lhe pareceria que éramos meio bobos!? Pois é, se você tem medo de ser profundamente feliz por algumas horas, desaconselho este encontro com os elefantes em Chiang Mai. Tive a sorte de compartilhar este momento quase mágico com mais 3 amigos, simplesmente não paramos de sorrir, primeiro pela ansiedade no longo trajeto que nos levou até a chácara onde viviam aqueles seres “grandulhões”, passada aquela emoção do primeiro contato que acelera o coração, continuávamos encantados, enfeitiçados.
IMG_0075
Sem medo de ser piegas, foi inesquecível. Talvez porque não houve espetáculo grotesco, os elefantes não foram feitos de palhaços, não estavam acorrentados, simplesmente faziam suas atividades do dia-a-dia, e nós participávamos. O gelo é cortado com apresentações tímidas, certo receio, porque até o bebezinho é enorme! Para facilitar, nada melhor que comida por meio 😉 começamos dando pedaços de bambu ao baby, ganhando confiança, e sempre, sempre gargalhando.
IMG_0151
Canal YouTube Turomaquia
Chegada a vez dos adultos, mas bem ancianos, o receio já era bem menor. Para passar à segunda etapa, fomos convidados a trocar de roupa, fornecida pelo pessoal do passeio. Chegou a hora de passear no como do Sr. Elefante. A pele é dura assim como os pelos, nada de cadeirinha ou correntes que machuquem o animal, apenas cordas onde nos seguramos, que estão revestidas nas partes que poderiam provocar alguma ferida no elefante.
IMG_0110
Confesso que no começo, tive um pouco de vértigo, afinal a altura era bem considerável. Mas rapidamente a sensação anestésica de ser imensamente feliz, faz você esquecer do medo, e tudo melhora ainda mais quando entramos no rio. Descemos do nosso amigo apenas quando ele já está quase todo imerso na água, na verdade escorregamos. Neste momento o elefante parece tão feliz como nós, que com a ajuda de uma espécie de prato verde jogamos em seu corpão. Também devo contar que eles relaxam tanto que fazem algumas grandes necessidades por lá kkkkkk
PicMonkey Collage1
IMG_0203
IMG_0216
IMG_0232
Se descer no rio foi fácil, subir nem tanto, o “cuidador” do nosso elefante que acompanhou todo o passeio e tirou a maioria das fotos precisou dar uma mãozinha, e quase a cena foi digna de uma videocassetada, por engraçada mas em nenhum momento perigosa!

Na última etapa, subimos uma estradinha de terra, e volto a confessar que meu coração pirava nos momentos em que o elefante se aproximava bastante dos limites do barranco, mas quer saber eu me emociono com basicamente qualquer coisa 😉 Só não sei se levaria uma criança pequena comigo, como no nosso grupo não haviam crianças, não sei dizer como seria o passeio com elas.
IMG_0261
Chegamos a uma casinha bem humilde onde estão nossas roupas, nos trocamos e nos recebem à mesa com uma comida bem saborosa, arroz, verduras feitas como em wok e um molho para colocar por cima de tudo, uma espécie de curry, e de sobremesa abacaxi cortado, depois de tanto suspiro e riso, foi um final perfeito, e minha última confissão, comi pra caramba 😉

Nosso guia e fotógrafo :)

Nosso guia e fotógrafo 🙂

IMG_0278
IMG_0281
Depois só nos restava nos despedir das pessoas, todas amáveis e dos Srs. Elefantes. No caminho de volta pouco falamos, talvez porque estávamos pensando na vida ou apenas saboreando os últimos instantes daquela felicidade intensa.
PicMonkey Collage
Informações práticas
Eu e a Lu estávamos em dúvida se faríamos este passeio porque não queríamos ir a nenhum lugar onde maltratassem os animais, então o Átila (Vou Contigo) nos comentou desta empresa e resolvemos fazer com eles. Não é uma experiência barata, mas inclua no teu roteiro, pagamos 1.600 bahts (R$ 183,00) pelo passeio de meio dia. Este valor incluía:
– traslado ida e volta desde nosso hotel (o trajeto leva mais de 1 hora!)
– troca de roupas
– contato e passeio com os elefantes
– pequena refeição ao final

O Ran-Tong Elephant acolhe principalmente elefantes que foram abandonados por seus donos, após trabalharem anos a fio carregando e carregando peso 🙁 Para saber mais, visite o site: http://www.elephant-training.com.

Leia também o post deste dia do Átila – http://www.voucontigo.com.br/index.php/2014/05/o-encontro-com-os-elefantes-em-chiang-mai/.

Veja todos nossos posts da TAILÂNDIA

Busque e reserve seu hotel em CHIANG MAI, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de janeiro/2016, coloque o código: 15%2016. Para ver os descontos em outros meses, clique aqui

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Fotos: turomaquia_2014, mas também contribuíram nosso guia, o Átila, a Ludmy e A Lu, do Divindo a Bagagem 🙂

3 Comentários

  1. Elisa Barros

    Patricia, eu estou indo à Ásia em novembro e desde o início do planejamento sempre falei que não vou fazer nenhuma atividade que envolva animais! Abomino essa exploração turística de bichos!!! O tal santuário dos Tigres então … nunca vai me ver! Mas esse passeio me pareceu bem digno e livre de crueldade. Imagino a emoção de chegar pertinho de um elefante solto! Vou considerar. Bjos

    responder
  2. Iris Prado

    Adorei seu relato,eu vou em fevereiro..minha duvida e ??
    quantos dias e bom ficar em chiang Mai?
    Qto tempo devo programar para a visita dos elefantes?
    MUUUITOO obrigada.
    Iris.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Iris, nosso passeio foi de meio-dia, quando retornei ainda tive tempo para visitar alguns templos em Chiang Mai.
      Eu ficaria no mínimo 3 dias em Chiang Mai, a cidade é uma delícia, a comida deliciosa. Está cheinha de templos e de atividades como os campos de elefantes.
      Um abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Com meu amigo do coração. No melhor estilo "par de vasos" #amo #u2thejoshuatree2017 #estadioolimpico #barcelona #espanha #beautifulday #u2
  • O singelo e absurdamente emocionante Palau de la Música Catalana. Para aquela lista: visitar antes de morrer. 
Visitei em 2002 antes das reformas e foi fantástico retornar!

Visita guiada = 18€ com direito a escutar ao órgão. Daquelas coisas que não tem preço 😊
#palaudelamusicacatalana #barcelona #modernismo #teatro #arte #domènechimontaner
  • Parte de um dos tetos do Museu-Teatro Dalí. "Simplinho", né!? 😉
.
#museum #dali #art #surrealismo #arte #museodalifigueres #figueres #espanha🇪🇸
  • A espetacularidade de um museu chamado ... Dalí .
#dali #museum #figueres #surrealismo #art #espanha #museoteatrodali
  • Vista incrível do mosteiro desde o vertiginoso Funicular de Sant Joan. Daqueles momentos "inolvidables" 😯
.
#montserrat #barcelona #catalunha #espanha #mountain #unforgetableday
  • Repetindo para fazer vídeo prá vocês, o bate e volta perfeito desde Barcelona 🏞
.
#montserrat #barcelona #nature #beautifuldays #u2thejoshuatree2017

Follow Me!