Guias de Viagem e Arte

 
 
out 06 2016

Vermeer e Dali – Uma rendeira entre gênios

Vermeer e Dalí + “A Rendeira”

Dalí era louco por Vermeer. Para ele, a tela “A Rendeira” era tão genial quanto a Capela Sistina, de Miguelangelo. Esta tela de Vermeer esteve presente na produção cinematográfica de Dalí. No filme surrealista de 1929 – “El Perro Andaluz”, onde a imagem aparece em um livro. Bem como em “L’Histoire prodigieuse de la Dentelliere et du Rhinoceros”, produção inacabada de 1954. Neste video,em uma espécie de performance, Dalí “apunhala” uma reprodução gigante da “Rendeira”, mas antes a reprodução se enfrenta a um rinoceronte \o/

Neste trecho da entrevista que Dalí (de 1 minutinho!) concedeu à Paloma Chamorro, nos anos 1980. Deixa claro que adorava Vermeer, Rafael Sanzio e Mozart. Sem contar que não se considerava bom pintor, porque era inteligente demais para isso?!!!

A “Rendeira” é um quadro do barroco holandês, de 1664. De um artista tão misterioso, que é conhecido como o “Enigma de Delft”, já que pouco se sabe de sua vida.
30lacem
Para vê-la ao vivo e a cores, visite o Museu do Louvre (Paris). Ela mede 24×21 cm, foi pintada com a técnica do óleo sobre tela.

Veja todos nossos posts de ARTE, clicando aqui.

Vermeer e Dalí + “A Arte da Pintura”

Quer ver outra influência direta de Vermeer na obra de Dalí? Dá uma olhada nesta obra famosa de Vermeer intitulada “A Arte da Pintura”, de 1666 (lembre que a maioria dos títulos das obras foram dados por curadores e historiadores de museus!). Preste atenção na figura de costas, e agora veja a menção direta desta obra na tela de Dalí – “Fantasma de Vermeer de Delft que pode ser usado como uma mesa”, de 1934.

Esta obra de Vermeer também é conhecida como “Alegoria da Pintura”.
Vermeer e Dalí
A tela de Vermmer se encontra no Museu de História da Arte de Viena e a de Dalí pertence a uma coleção privada. Mas a relação de Dalí com esta obra de Vermeer deu mais frutos:
– “Masquerader, intoxicated by the limpid atmosphere” OU “(El que participa en un baile de máscaras, intoxicado por una atmósfera límpida), Espectro de Vermeer de Delft”, de 1934, que pertence à Fundació Gala-Salvador Dalí.
– “Enigmatic Elements in a Landscape”, de 1934, também da Fundació Gala-Salvador Dalí.
– “Spectre of Vermeer’s Chair / Spectre of Vermeer of Delft”, que pertence a uma coleção privada (não tenho imagem).
Vermeer e Dalí

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

3 Comentários

  1. Ilma Madureira

    Dalí extrapola qualquer explicaçao lógica sobre sua arte ou pessoa.
    Era genial!!! Para mim de um genialidade que por vezes nos choca.
    Amo-o e também toda sua loucura.
    Estive em seu Theatre Museu em Figueres agora em setembro/16 e só lamentei estar lotado sendo que nao pude apreciar algumas artes com a devida atençao; mas mesmo assim valeu cada segundo.
    Espero retornar um dia.
    Gostei de saber (mais sobre ele) e sua “admiraçao” por outro pintor.
    Grata mais uma vez.

    responder
  2. Carmen

    Um post muito interessante! Gostei

    Eu entendo que Dalí admirar-se a Vemeer. É um pintor muito especial, como Rembrandt, mas mais clássico. Com certeza que, Dalí admirava Vemeer pelo classicismo da sua pintura, porque na verdade, Dalí, apesar de sua “temática surrealista”, foi um pintor clássico. Sua plasticidade é clássica.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Carmen, também acho que tem a ver com os temas e a luz. Vermeer soube magnificar e ver pinturas geniais em temas do cotidiano. Adorei repensar este tema contigo, ou melhor, com seu comentário fiquei pensando nas razões que levaram a esta aproximação de Dalí a obra de Vermeer, brigaduuuu 🙂

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Olha ela vista do terraço do Arco do Triunfo. Como muitos de vocês comentaram na foto que coloquei do Arco, o legal é subir um pouco antes do sol se pôr e ver o entardecer lá de cima. É algo mágico ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ É um dos poucos monumentos que fica aberto até tarde.

#leCMN #ArcDeTriomphe #paris #parislovers #arcodotriunfo
  • Na frente de um dos nossos hotéis da viagem, prá avisar que já saiu o primeiro post de PARIS, com uma dica incrível! Visite o www.tuomaquia.com ou clique no link da bio 👍

#parislovers #lamaisonfavart #paris @hotellamaisonfavart
  • Eu viajei com a Ledinara do @curitidoce isso enriqueceu de uma maneira louca minhas experiências gastronômicas.

No mesmo dia da foto anterior, também estivemos na @maisonladuree 
Ela teve a ideia de comprar este macaron en forma de coração para provar e tirar fotos no Jardim des Tulleries, que fica do ladinho de uma das lojas.

Custou 2,10€ e nos divertimos barbaridades. Aliás se eu fosse você, seguia a @curitidoce porque ela fez vídeos de todos os doces que provamos nos 4 dias que estivemos juntas 💕

#laduree #parislovers #parisfood #paris #macaron
  • Uma das grandes experiências desta viagem: comer uma das “frutas” do grande @cedricgrolet 
O limão negro que eu comi é feito com um pequeno limão desta cor que vem do Irã após ficar um mês no deserto secando. 
O senhor que nos recebe na porta e que eu chamaria de chefe de sala, é um dos responsáveis em converter esta experiência em inesquecível. 
Não é um doce barato, mas vale cada centavo 😉

#cedricgrolet #parisfood #parislovers #doce #paris
  • Tão legal estar de bobeira e de repente, dar com ela 🤗 qual é teu lugar favorito para fotografar a torre?

#toureiffel #paris #parislovers
  • Esta belezura da foto já ganhou em 2014 o título de melhor madeleine de Paris. A madeleine é um bolinho com um toque de limão. 
Eu vim na Blé Sucré e comprei o pacotinho com 4 mais um expresso e paguei 5,50€. Comi na pracinha na frente da loja porque todas as mesas estavam ocupadas e posso te confirmar que é MARAVILHOSA 😍

Te dedico @curitidoce saudades de ti!

#blesucre #madeleine #parisfood #parislovers #foodporn

Follow Me!