Guias de Viagem e Arte

 
 
dez 19 2017

Roteiro Kioto- Fushimi Inari e Arashiyama

Este é o terceiro Roteiro Kioto, no primeiro passeamos pela região da Estação de Kioto. No segundo, pelo Setor Histórico. Neste terceiro vamos explorar duas regiões um pouco mais distantes do centro de Kioto, visitando dois dos atrativos mais emblemáticos do Japão: Fushimi Inari (o santuário dos toriis vermelhos) e o bosque de bambus de Arashiyama.

Roteiro Kioto: Fushimi Inari

Roteiro KiotoO santuário xintoíosta do deus Inari, a divindade relacionada com a prosperidade é um dos mais visitados do Japão. E virou o queridinho dos turistas após aparecer no filme – “Memórias de uma gueixa”. Turístico ou não, é um templo religioso e eu adorei a visita.

Para chegar ao Fushimi Inari

Duas companhias de trem fazem este trajeto, ambas saem da Estação de Kioto, a JR e a Keihan. Se tiver utilizando o JR Pass, deveria pegar um dos trens desta companhia.

O trem para em Inari, mas o final da linha é Nara. Por isso é importante não pegar os trens rápidos ou com paradas limitadas que não fazem escala em Inari, passam direto!

Os trens que servem esta linha para Nara param nas plataformas de trem 8, 9 e 10. Os trens são verdes e alguns bem antigos. A viagem é rápida, mais ou menos uns 10 minutos. Se pegar os trens da Keihan, o nome da parada é Fushimi. Já a parada da JR é Inari. Ambas ficam bem próximas do templo e a sinalização não deixa lugar à dúvida.
Roteiro Kioto

Como é a visita ao Fushimi Inari

A parte mais diferente dos demais templos xintoístas que visitamos é a subida de 4km entre os toriis vermelhos e a presença massiva de esculturas de raposas, as mensageiras do Deus Inari.

Este templo parece emergir da própria natureza. O caminho pelos toriis é delicioso, indescritível a sensação de se envolver no vermelho das “portas”, sentir a fé dos milhares de fieis, olhar para o lado e mergulhar no verde.

Deixe-se levar pela religiosidade, ao final todas as crenças conduzem ou deveriam conduzir a um mesmo objetivo: entender nosso propósito, aceitar o que parece cruel e injusto para através desta aceitação alcançar remansos de felicidade.

Realize rituais, ore, peça, agradeça, relacione-se com o olhar, através de gentilezas. Para isso, nada de sair correndo para o próximo templo, museu, loja, sei lá o quê. Isso também digo prá mim mesma. Tranquila Patricia.

Reserve no mínimo 2 horas para este passeio sem os traslados, em total pense em 3 horas. Mas se quiser realmente desfrutar, pensaria em 4 horas.

AT: Sobe-se por um lado e se desce por outro, portanto gostou de algo, quer tirar alguma foto, não espere a volta 😉
Roteiro Kioto
Roteiro Kioto

Fushimi Inari como uma parada entre Kioto e Nara

Se não tiver muito tempo em Kioto, até dá para encarar, principalmente nos meses em que os dias são mais longos. Mas eu não recomendo porque em Nara tem muita coisa para ver, acho muito cansativo esta dobradinha.
Roteiro Kioto

Fushimi Inari: informações práticas

O santuário abre todos os dias quando amanhece e fecha quando anoitece. A entrada é gratuita.

Na subida encontrará uma casa de chá, locais de venda de comida e souvenirs. A subida com carrinho de bebê não deve ser das mais fáceis.

O bilhete de trem ida-e-volta Kioto – Inari custa 280 ienes (R$ 8,20). A plaquinha de madeira em formato de raposa custa 500 ienes (R$ 14,54).

Site oficial: http://inari.jp/en/
Roteiro Kioto

Descubra 10 curiosidades sobre este templo, clicando aqui!

Roteiro Kioto: Arashiyama

Arashiyama é uma região cheia de atrativos, mas a maioria dos viajantes passa por lá em busca do bosque de bambus, outro dos lugares mais fotografados do Japão.

Tenho que ser sincera contigo, esperava mais, muito mais. Sei lá, pode ser que tenha ido numa época ruim, mas não me senti num bosque de bambús, achei meio minguadinho. Com certeza, minhas expectativas eram altas demais, mas também devo te contar, que minha companheira de viagem também não achou grandes coisas o famoso bosque.
Roteiro Kioto
A região em si cercada de montanhas atravessada por um rio me pareceu muito mais interessante que o bosque mais cheio de gente do que de bambús. Esta foi minha percepção e eu não voltaria a visitá-lo, mas conheço gente que adorou o lugar.

Se não tiver muito tempo, priorize Fushimi Inari e se tiver que escolher entre seguir para Nara ou conhecer o bosque de bambus, nem pense duas vezes, Nara na cabeça!

Como chegar em Arashiyama e ao Bosque de Bambus

Para seguir com este roteiro, retorne à estação de Kioto desde Fushimi Inari e pegue a linha da JR Sagano/Sanin (plataformas 32 e 33) e desça em Saga-Arashiyama. Desta estação ao bosque de bambus caminhará uns 15 minutos (1,1 Km).

Se for ao bosque de bambus dentro de outro roteiro, há outra opção de transporte. O bonde histórico da linhas Keifuku Arashiyama que sai da estação de Omiya e em vinte minutos chega na região. Deve descer na parada: Arashiyama, que está a 800 metros do bosque de bambus, uns 11 minutos de caminhada.

Outros atrativos de Arashiyama

Templo Tenryuji
Considerado um dos cinco grandes templos zen de Kioto, na verdade é um complexo com vários edifícios, cuja origem remonta ao ano de 1339. Mas a maioria das construções atuais são do século 19. O complexo está catalogado como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Abre todos os dias das 8:30 às 17:30, de mediados de outubro a finais de março fecha meia-hora antes.
Entrada: 500 ienes (jardins) + 300 ienes (para visitar os edifícios)
Site: http://www.tenryuji.com/en/

Okochi Sanso Villa
O lar-palácio de um famoso ator japonês, Okochi Denjiro (1896-1962). Ele realizou vários filmes sobre samurais. O melhor da visita são os jardins. A ideia ao planejá-los, foi representar o que tem de melhor cada uma das quatro estações.

Além dos jardins, a entrada de 1000 ienes dá direito a um pequeno museu + uma taça de chá verde matcha e um bolo.

Abre todos os dias das 9:00 às 17:00 horas.

Parque dos macacos de Iwatayama
Se o teu negócio é mais natureza, vá a este parque e se divirta com mais de 100 macacos que andam soltos por lá. De lá se tem umas vistas incríveis da cidade.

Abre todos os dias, exceto quando chove muito ou neva, das 9:00 às 17:30 horas. Entre novembro e 14 de março fecha às 16:30 horas. A entrada custa 550 ienes.

Rua histórica: Saga-Toriimoto
Se ainda tiver tempo, porque está mais afastada, dê uma passada na Rua Saga-Toriimoto. Grande parte desta rua histórica está preservada e guarda casas do período Meiji (1868-1912)

Algumas casas continuam sendo residências, mas outras se converteram em lojas e restaurantes. E no final da rua se encontra o Templo Adashino Nenbutsuji com suas centenas de esculturas de pedra que homenageam as almas dos mortos.
Roteiro Kioto
Roteiro Kioto

Roteiro Kioto: O Mapa

Clique aqui, para aceder ao mapa em Google Maps.

Planejando a viagem para o Japão

Veja todos nossos posts do JAPÃO

Planejamento ViagemBusque e reserve seu HOTEL em: TÓQUIO | KIOTO. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Roteiro Kioto: O Vlog

Veja como comprar os bilhetes de trem para os dois atrativos + como chegar + o que fazer por lá

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Eu viajei com a Ledinara do @curitidoce isso enriqueceu de uma maneira louca minhas experiências gastronômicas.

No mesmo dia da foto anterior, também estivemos na @maisonladuree 
Ela teve a ideia de comprar este macaron en forma de coração para provar e tirar fotos no Jardim des Tulleries, que fica do ladinho de uma das lojas.

Custou 2,10€ e nos divertimos barbaridades. Aliás se eu fosse você, seguia a @curitidoce porque ela fez vídeos de todos os doces que provamos nos 4 dias que estivemos juntas 💕

#laduree #parislovers #parisfood #paris #macaron
  • Uma das grandes experiências desta viagem: comer uma das “frutas” do grande @cedricgrolet 
O limão negro que eu comi é feito com um pequeno limão desta cor que vem do Irã após ficar um mês no deserto secando. 
O senhor que nos recebe na porta e que eu chamaria de chefe de sala, é um dos responsáveis em converter esta experiência em inesquecível. 
Não é um doce barato, mas vale cada centavo 😉

#cedricgrolet #parisfood #parislovers #doce #paris
  • Tão legal estar de bobeira e de repente, dar com ela 🤗 qual é teu lugar favorito para fotografar a torre?

#toureiffel #paris #parislovers
  • Esta belezura da foto já ganhou em 2014 o título de melhor madeleine de Paris. A madeleine é um bolinho com um toque de limão. 
Eu vim na Blé Sucré e comprei o pacotinho com 4 mais um expresso e paguei 5,50€. Comi na pracinha na frente da loja porque todas as mesas estavam ocupadas e posso te confirmar que é MARAVILHOSA 😍

Te dedico @curitidoce saudades de ti!

#blesucre #madeleine #parisfood #parislovers #foodporn
  • Hoje fiquei o dia inteiro no Louvre. A entrada sai por 15€, se quiser um audio-guia deve pagar 5€ quando compra a entrada. 
Peguei para testar como estava e fiquei brava. Quando estava super longe de onde tinha retirado, acabou a bateria. Fiquei com o dito cujo no pescoço por muito tempo sem serventia nenhuma. Ou seja, me entregaram um equipamento que não estava totalmente carregado.

Foi o museu onde o pessoal era menos amável e que menos ajudava. Uma pena ☹️ Claro que tem que ir, mas vá preparado. Eu posso te ajudar na tarefa 😉 sabe que eu escrevi um Guia do Louvre?
#louvremuseum #arte #paris #parislovers
  • Natal nas Galerias Lafayette ⭐️ #parislovers #paris #galerieslafayette #natal

Follow Me!