Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 29 2017

Quem é ele? Esse tal de Renascimento

Os primeiros passos do Renascimento

Giotto e os artistas do chamado Gótico Internacional foram pouco a pouco aproximando-se da natureza. Queriam pintar ou esculpir aquilo que viam.

  • O primeiro passo era observar a natureza, observar a anatomia humana.
  • Mas para poder transmitir através da tela ou da pedra o que viam, necessitavam utilizar alguns “truques”, como por exemplo na pintura a utilização da perspectiva, um método para dar a ilusão do tridimensional em uma tela que era bidimensional.
  • Também precisavam de um material que proporcionasse mais tonalidades de cor, daí venho a pintura a óleo.
  • E na falta de uma “escola” anterior, voltaram seus olhos aos modelos clássicos greco-romanos, não só aos objetos artísticos, mas também à sua literatura e filosofia.
Leonardo Da Vinci Dibujos (4)_thumb[4]

Desenho de Leonardo Da Vinci

As grandes mudanças do Renascimento

Quando estes artistas começaram a estudar a anatomia humana e a filosofia grega que falava sobre o homem, ocorreu uma grande mudança. Passamos de ver o mundo através das lentes do teocentrismo, com Deus no centro do Universo. Para vê-lo por meio de um modelo antropocêntrico,  onde o homem é a medida de todas as coisas.

Ok, você pode estar falando, mas e daí, qual é o resultado prático disso? Quando o homem reconhece sua própria importânica necessita transmiti-la ao mundo, de alguma maneira deixar marcadas suas digitais. Muitos vão começar a contratar pintores para realizar seus retratos. Este gênero estará em voga no Renascimento. Mas quanto mais conhecido for o pintor, melhor será. Assim, os artistas começaram a assinar suas obras. O artista ganhou certo status social!

Por outro lado, para melhorar o aspecto dos retratos se estudou a anatomia humana. Este fato aproximará o artista renascentista das ciências. Ele vai querer saber mais e mais sobre as coisas, a ponto de ser experto em diferentes temas. A este homem múltiplo se conhecerá como o homem renascentista. Um exemplo clássico? Da Vinci. Pintou, esculpiu, trabalhou como arquiteto, inventou armas para as guerras, foi estrategista militar, etc.

Ufa, e isto é só uma geral deste movimento que marca um novo paradigma para a humanidade. Não é a toa que nele estiveram: Masaccio, Donatello, Da Vinci, Rafael, Michelangelo, Brunelleschi, Boticelli, só prá começo de conversa …

Renascimento

Meus livros de arte

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Mesmo com o clima de ontem, que chove, que vem neblina, desfrutamos da etapa mais bonita do bike tour. 
Foram 40 km entre castelos, bosques que pareciam encantados e o clímax chegou na região de Wachau com seus vinhedos e povoados lindos pra dedéu.

Hoje o bike tour termina em Viena 😫 Mas a viagem não 😉

#biketour #donau #danubio #biketourdanubio #austrialovers
  • Pavilhão barroco nos jardins da Abadia de Melk. O complexo é Patrimônio Mundial da Humanidade. 
Este edifício é todo decorado com afrescos em seu interior. Mostrei nos Stories do @arte_365 
A entrada do complexo custa 12,50€ ou 14,50€ com visita guiada de 50 minutos. Não tem em português, mas em espanhol, italiano e inglês.

#melk #abadiademelk #patrimoniomundial #austrialovers #biketour
  • Cidade do caminho de hoje - Mauthausen. 
Foram 65 km em 4 horas de bici 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #biketour #mauthausen #austrialovers #austria🇦🇹 #danubio
  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos

Follow Me!