• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens

#turopira | Picasso, vinho, bananas e outras loucuras mais

Postado em 06.novembro.2014

“Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve”

Os sábios versos do Cazuza me acompanharam nas últimas semanas. Entre ébola, intransigências, o sorriso da minha sobrinha Manu pelo Skype, eu só conseguia pensar, a vida é muito louca mesmo. Recorri a meus livros de arte, para ver beleza, para ver o mundo através dos olhos de outros. E quem sabe assim encontrar “a paz que eu mereço”, parafraseando a Oswaldo quem sabe “a arte me apontasse uma resposta, mesmo que ela não soubesse”.

Foi neste turbilhão louco que pensei em criar uma seção que pudesse te tirar alguns segundos desta vida louca, que fosse uma contra-ponto no tua quinta e sexta-feiras. E assim nasceu o #turopira. Eu sei que é bem ousado querer inspirar, mas eu ao menos vou tentar. E se você se deixar levar, esta minha piração pode ter algum significado. Quem sabe?!
Picasso e vinho de bananas
Eu só podia começar este divagar com meu amado Picasso, que trabalhava 8 horas diárias. Sua arte era seu trabalho, e pintava loucamente. Tanta gente faz isso, mas por que ele foi um fora de série?

Porque não se contentou em achar uma fórmula e trabalhar com ela o resto da vida. Não parou de inventar depois do seu primeiro sucesso. Criatividade à máxima potência.

As Ilhas Canárias são famosas pela produção de bananas. Temos vinhos ótimos, mas não temos a fama de La Rioja. E daí porque não explorar outros caminhos …
Picasso e vinho de bananas
Como produzir um vinho, não a partir de uvas, mas de bananas! Este vinho existe, é aqui das Canárias. O Platé usa quase o mesmo processo de fermentação de um vinho de uvas. Deve ser tomado geladinho, e é ótimo para o final de um jantar.
Picasso e vinho de bananas
criatividade
Para saber mais: http://plate.es/

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Viaje com a gente no Google+ – google.com/+TuromaquiaViagens
Inscreva-se no nosso canal no YouTube, e seja o primeiro a ver nossos videos Turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Dicas para andar de tram e metrô em Praga

Postado em 05.novembro.2014

Transporte público em PragaUma das coisas mais legais de Praga é a alta concentração de atrativos turísticos em apenas duas regiões que estão bem próximas. Portanto pode ser categorizada como uma cidade “tourist friendly” ;) Mas para ir à Torre da Televisão ou quem sabe para subir o Monte Petrin você prefira um bom e eficiente transporte público.

Andei de metrô e bonde, e em ambos casos o mais enroladinho é usar as máquinas de venda de bilhetes, fora isso (que eu vou te ensinar a usar) tudo é bem fácil, apesar do idioma.
Continue lendo »

Saindo do Aeroporto de Praga

Postado em 03.novembro.2014

O Aeroporto de Praga (“Praha-Ruzyne”) se encontra a 15 km do centro da cidade, e para chegar lá há diferentes opções:
Saindo do Aeroporto de Praga Continue lendo »

Roteiro para visitar os Museus Vaticanos

Postado em 01.novembro.2014

Como surgiram os Museus Vaticanos?
O acervo dos museus começa com uma pequena coleção privada de esculturas do Papa Julio II (que foi Papa entre 1503 e 1513). Os Papas posteriores foram ampliando as coleções. E os Museus Vaticanos nascem nos Pontificados dos Papas Clemente XIV (1769/1774) e Pio VI (1775/1799).

O que eu veria?
É bastante difícil decidir o que ver nos Museus Vaticanos. É muita, mas muita coisa. Mas vamos supor que você tem duas horas.

A entrada aos museus é bem legal, e depois da bilheteria passamos por uma espécie de jardim com uma escultura esférica ao meio. Neste espaço, nas laterais você verá várias reproduções das imagens da Capela Sixtina. Porque dentro da capela, não se pode fotografar, fazer videos e falar alto. Então é neste espaço que os guias turísticos explicam aos visitantes o que eles verão na capela.

Passaria rapidamente pela parte egípcia e chegaria na sala II do Museu Gregoriano Egípcio para ver uma múmia com todos seus apetrechos, inclusive os vasos onde se colocavam os orgãos que eram retirados no processo de mumificação. O único órgão que não era retirado era o coração. Estes vasos se chamava: canopos. Na figura abaixo você vê o nome do filho de Hórus que protegia o órgão, e que órgão era guardado em cada um deles (A foto não é do Museu do Vaticano). E no fundo desta sala, você poderá ver umas pequenas figurinhas que também eram colocadas junto ao morto – as ushabti. Estavam ali para realizar trabalhos manuais para o morto, na vida após a morte.

Museus Vaticanos

Continue lendo »

Guias e blogs de viagem que utilizei para planejar a viagem à Tailândia

Postado em 31.outubro.2014

Provérbio espanhol amado: “Es de bienacido ser agradecido”. Apesar da onda meio estranha que ronda a blogosfera de viagens, vou contar prá vocês os guias de viagem e blogs que utilizei para planejar minha viagem à Tailândia*.

Guias de Viagem Tailândia

Comprei um guia de Bangkok muito legal de um blogueiro americano, o Mark Wiens. Que mora na Tailândia, foi de passagem e acabou encontrando seu ser amado e casando por lá!
Guias Tailândia Guias Tailândia Continue lendo »

Como circular por Bangkok | De barco pelo Rio Chao Phraya

Postado em 30.outubro.2014

Como circular por Bangkok
Apaixonei por Bangkok. A energia, os contrastes, o dourado, esta sensação kitsch gostosa, andar de barco prá lá e prá cá. Cruzar o Chao Phraya é daquelas coisas que eu odeio dizer, mas que deveriam ser obrigatórias. O rio é outro personagem mais, forma parte da cidade, não é algo turístico, ao contrário, também é utilizado pelos turistas. Continue lendo »