• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens

Um lugar abençoado por Deus … (A Saga do Caminho 8)

Postado em 05.outubro.2006

A saída de Logroño é genial! A travessia é por um parque enorme, e a salvação é um bar em frente a um lago depois dos primeiros cinco quilômetros! Este dia decidimos que seria nosso descanso. O que não significava que íriamos ficar parados, o que é muito ruim para quem caminha tantos quilômetros. Nosso descanso era uma caminhada leve de cerca de 18 quilômetros.
Caminho de Santiago

Mais ou menos quando estávamos no meio da caminhada, demos de cara com o símbolo español – o touro. Que em verdade é o símbolo de uma marca de vinhos – Osborne, que já nem pertence mais a Familia Osborne española. Mas falou em Espanha, as pessoas lembram do vermelho e amarelo; do flamenco e do touro. Na verdade esta é apenas uma Espanha, como também: samba, futebol e carnaval, é apenas um Brasil! Continue lendo »

A chegada a La Rioja (A Saga do Caminho 7)

Postado em 23.setembro.2006

Acordamos cedo, já não via a hora de sair da pocilga. Foi uma noite tremenda …
Caminho de Santiago

Neste dia fizemos 32 Km, de Los Arcos à capital da Comunidade Autônoma de La Rioja – Logroño. Passamos por Torres del Río, e entramos em Viana. Esta cidade foi fundada no século XIII, e possui muitas construções históricas. Uma delas é esta Igreja – Santa María, com portadas côncavas e repletas de relevos. Nesta igreja está enterrado o filho do Papa Alejandro VI – César. Continue lendo »

Da fonte de vinho a pocilga (A Saga do Caminho 6)

Postado em 23.setembro.2006

Noite M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A !!! O joelho ainda não estava 100%, mas dormir rejuvenesce até a alma! Saímos em direção ao Monasterio de Irache. Um pouco antes de chegar ao Monasterio, você encontra uma fonte de vinho. É isto mesmo, não está louco, você leu bem – de vinho! Este é um presente das Adegas Irache aos peregrinos. Mas sinceramente, eu não tinha muita vontade de beber vinho pela manhã, mas vale a pena entrar no recinto. Ademais, ao lado desta fonte, existe outra de água.
Caminho de Santiago

DICA: Sempre tenha uma garrafa de água vazia contigo, o caminho está repleto de fontes!

Desta fonte, já se vislumbra o Monasterio do século XI, e com diversas construções posteriores. O Monasterio está aberto para visitação. Você pode deixar a mochila na entrada com os guardas, e passar nem que seja 30 minutos neste local que já albergou um refúgio de peregrinos. No caminho você faz teu tempo, qual é a graça chegar super cedo ao próximo refúgio, e deixar prá tras tantas maravilhas artísticas e de fé! Tente entender que fazer o Caminho de Santiago implica em CAMINHAR, CAMINHAR, CAMINHAR … Continue lendo »

Eu necessito … (A Saga do Caminho 5)

Postado em 20.setembro.2006

Quinto dia! Saímos tarde, porque nos negamos a acordar de madrugada em nossas férias. E isso porque acordávamos entre 06:30 e 07:00. Neste horário, a maioria dos peregrinos já está saindo ou já havia caminhado cerca de 4 ou 5 quilômetros! Nós levávamos nosso devido tempo, e depois de despertar, tardávamos cerca de 1:15 para começar a caminhar. O corpo não aceita, ao menos o nosso, saídas bruscas.

DICA: No caminho você necessitará um moleton porque pela manhã faz frio, mesmo em pleno mês de verão.

Caminho de Santiago Continue lendo »

Perdão e reflexão (A Saga do Caminho 4)

Postado em 16.setembro.2006

Ânimo refeito! Antonio meio sonolento, os múltiplos roncos lhe haviam despertado pela noite. Por isso outra dica: levar tampões de ouvido.

Caminho de Santiago
A subida não foi difícil, e chegamos felizes da vida ao Alto do Perdão, que abrigava antigamente uma pequena igreja e um refúgio de peregrinos. Tiramos foto no monumento de ferro construído em 1996, fizemos um filme, e comemos para carregar as pilhas para o verdadeiro desafio do dia: a descida!!! Continue lendo »

eu x eu (A saga do Caminho 3)

Postado em 12.setembro.2006

Despertei com dor, e o corpo não querendo saber de caminhar. E logo no dia que chegaríamos a barreira dos 30 Km. Volto a insistir, só faça o caminho com teu ser amado se o vosso amor já está consolidado ou se ele/ela é um anjo na terra, porque sinto informar que caso contrário a relação vai terminar antes que você abrace a Santiago!

Os primeiros 6 Km até Larrasoaña foram intermináveis. O povoado é muito charmoso, e suas origens remontam à Alta Idade Média. Aqui passou algo milagroso, meu humor melhorou muito, mas segundo Antonio o milagre tem nome e apelido: comida + bom serviço.

O bar está a 500 metros da entrada da cidade, mas vale a pena andar este tramo e parar um pouco por aqui para comer o delicioso “bocadillo” (sanduíche de pão com diversos recheios) de tortilla de chorizo (tortilla = fritada; a fritada com batatas se chama “tortilla espanhola”). E para minha surpresa, o dono do bar conhecia Curitiba, não porque visitou a cidade, mas porque têm muitas amigas curitibanas. E de repente, este homem diz a Antonio: “Cuidado, as mulheres de Curitiba são dominadoras, são verdadeiras leoas!”. No bar estavam outros peregrinos, e assim em boa parte do caminho de vez em quando escutava brincadeiras sobre a leoa curitibana.
Caminho de Santiago Continue lendo »

Últimos Comentários