• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens

O que vai rolar em Madri no Outono/2013 e um teaser de 2014

Postado em 13.outubro.2013

Este post faz parte da Blogagem do Outono Europeu, uma série de posts que o Turomaquia, juntamente com outros blogs brasileiros de cidades européias, estará publicando.

Shows Madri
Quando o outono estiver em seu auge, lá pelo dia 15 de novembro 3 shows incríveis acontecem em Madri: Continue lendo »

Hotéis em Barreirinhas – Avaliações clientes 2013

Postado em 12.outubro.2013

No dia 8 de outubro, a leitora Eliane me questionou sobre como andava a situação da hospedagem em Barreirinhas. Fui dar uma olhada no ranking dos hotéis em diversos sites, e também no parceiro do blog, o Booking.

Quando eu faço minhas reservas pelo Booking tento escolher apenas hotéis com uma média de avaliação mínima de 8,0. Na verdade, prefiro acima de 8,5, mas em muitas ocasiões e dependendo do lugar são poucas as opções com esta média.
Lençois Maranhenses - Lagoa Bonita

Levando em consideração meu próprio critério, os únicos 3 hotéis com avaliações superiores a 8,5 no Booking são: Continue lendo »

Dicas para andar de trem na Itália e não passar perrengues

Postado em 11.outubro.2013

Pegando trem na Itália
1. não esqueca de validar teu ticket nas máquinas verdes. Se entrar no trem sem fazê-lo e passar um fiscal, a multa pode variar (dependendo do trem) de 50 a 200 euros! Conheço muita gente que passou por este problema e foi multado sem dó nem piedade. Eu quase fui em 2010. Continue lendo »

A surpresa: dedicado a todos que estão longe

Postado em 10.outubro.2013

Estava escrevendo outro post quando dei com este video. E relembrei a teoria dos “no places”. Lugares que poderiam estar em qualquer lugar do mundo sem que ninguém notasse a mais mínima diferença. Lugares sem identidade. Em muitos casos, os “no places” são lugares de trânsito, como os aeroportos.

Neste video, os “no places” funcionam como lugares de transição de uma realidade cotidiana para uma realidade sonhada. Jovens retornam de surpresa à Espanha para abraçar seus pais. Mas esta realidade sonhada como são as férias-fuga termina em 1 mês. As férias que nos distanciam de uma realidade que odiamos, de empregos que detestamos, de vidas sem muito sentido por 15, 20 ou 30 dias.

Nossos jovens sem futuro num país de políticos de maioria absoluta que gera uma arrogância máxima devem retornar à realidade do auto-exílio. Um exílio que não é querido, é necessário. Também fogem, mas em busca de um futuro. Fogem para não acordar todos os dias em desemprego. Fogem da ignorância de ministros que dizem que “estas coisas passam”; que chamam o exílio de mobilidade.

Assim, os “no places” se convertem em lugares ainda mais tristes. Onde pais resignados e empapados de lágrimas devem pronunciar um adeus amargo. E todo mundo fica sem entender nada.

Sonho com um dia em que os “no places” apenas sejam filtros para diferentes realidades, nem boas nem ruins. Apenas filtros para viagens de conhecimento, reencontros alegres de filhos que foram porque assim decidiram. Filtros para um mundo que vivemos 335 dias por ano, nem sempre felizes, mas sobretudo satisfeitos, motivados e em constante aventura.

video: http://www.youmaykiss.tv/

Seguro de viagem: comprar ou não?

Postado em 09.outubro.2013

Levanta a mão quem pensa em possíveis acidentes, doenças ou ataques alérgicos durante este momento maravilhoso do ano que são as férias? Ninguém, né!? Nem eu penso nestas coisas quando estou planejando uma viagem. Mas como a vida não é só o que a gente pensa dela, coisas ruins passam em momentos mágicos :(
seguro de viagem

Essa podia ser até uma razão do porquê comprar um seguro viagem, que o mundo não é perfeito, mas existem outras menos filosóficas e mais práticas na jogada:
1. Alguns países exigem o seguro na entrada no processo de imigração. Conheço casos na minha própria família que a pessoa foi barrada ao entrar na Europa, e um dos motivos foi não ter contratado um seguro de viagem.

2. O barato realmente sai caríssimo. Economizo no seguro, e de repente sufro fortes dores abdominais e tenho que operar uma simples apendicite. Custaria entre 3.431€ e 8.560€ sem calcular gastos de estadia em hospital \O/

3. Para os amantes de esportes de aventura. Vai esquiar ou praticar um banal paddle surf, e acaba com um pé quebrado. Sem seguro? Dependendo da gravidade da fratura, tua conta hospitalar em Espanha pode chegar a 4.494€!

4. Só para que um médico te veja em “Urgencias” na Espanha custará 136€. Ou seja, mais caro que a maioria dos seguros para viagens curtas!

5. Seguros acessórios rendem em muitos casos, atendimentos acessórios e descomprometidos. Porque afinal ninguém sabe quem é realmente o responsável pelo cliente até chegar nos tribunais. Este é o caso de muitos dos seguros atrelados a cartões de crédito.

6. E por fim, o menos apocalíptico, viajar tem que ser prazer. Tudo aquilo que possa te afastar deste objetivo e possa ser evitado de alguma maneira, deve ser um must do da tua viagem, como são visitar o Museu do Louvre ou subir ao Empire State Building ;)

Aqui no Turo venho fazendo parcerias com empresas sérias do mercado para facilitar a vida do viajante. Empresas que confio, que uso em minhas próprias viagens. Que tenham relação com o que já fala por aqui. Estes tempos me ofereceram uma parceria finaceiramente interessante com uma empresa de jogos, mas minha consciência continua no poder, e disse não. O que quero é que todo mundo saía de sua casa, divirta-se, seja feliz!

Por isso depois de muita pesquisa, resolvi me unir à empresa dinamarquesa World Nomads. Vou testar o seguro na minha próxima viagem fora da Europa, em fevereiro. Mas o Thiago, do Rodei, já vem trabalhando com eles há bastante tempo e me contou várias histórias de leitores que utilizaram a empresa e estavam super satisfeitos!

Por isso, agora você pode adquirir teu seguro de viagem aqui no Turo :) E desta maneira ajudar a gente a continuar viajando e trazendo este montão de informações por aqui! Pode usar este formulário, ou aquele que se encontra na barra lateral.


E você já passou por algum perrengue porque não tinha contrato um seguro de viagem?

Como comprar bilhetes de trem na Itália nas máquinas das estações

Postado em 08.outubro.2013

Para viajar entre Florença e Roma, ou entre outra grande cidade o melhor é comprar antecipadamente teu bilhete nos sites das companhias: trenitalia e italo.

Mas no caso dos trens regionais, onde não ocorre variação de preço, você poderá comprar o bilhete na própria estação, alguns minutos antes da saída. O que eu fazia era olhar os horários antes no site da companhia, e chegar uns 20 minutos antes da saída do trem na estação. Ia diretamente às máquinas que aceitam dinheiro, cartão de crédito e te atendem em diversos idiomas.
Comprando bilhete de trem na Itália

Escolhia espanhol, e dava em “comprar bilhetes”. A segunda tela questiona se o viajante tem direito a algum desconto especial, como não era meu caso, apertava “Compra biglieto”.
Comprando bilhete de trem na Itália
Comprando bilhete de trem na Itália Continue lendo »