• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens

Uma viagem pela história entre telas de mais de 8 metros de comprimento | O que fazer em Praga

Postado em 19.fevereiro.2015

O bonde 12 me leva até um edifício funcional um pouco afastado do burburinho de Praga. Nada de multidões, e olha que o Veletzni Palac tem em sua coleção obras de Picasso, Van Gogh e Gaugin. Mas naquele momento o que me atraía não era exatamente o acervo, mas uma exposição temporária quase permanente de uma série de Mucha intitulada “Epopéia Eslava”.
Epopeia Eslava - O que ver em Praga Continue lendo »

Viajando na fotografia neste dia do qualquer tipo de amor vale a pena

Postado em 14.fevereiro.2015


Dia 14 de fevereiro não é realmente um dia dos apaixonados, como nosso dia 12 de junho. É um dia para celebrar “qualquer tipo de amor vale a pena”. Porque afinal por algo estamos no século 21. Eu sei que existem os chatos de plantão que tentam nos enviar diretamente a um tempo de intolerância, mas segundo Pinker*, o mundo progressivamente é cada vez menos violento.

Amor bom, pelo irmão, pela sobrinha, pelo vizinho, pelo gato, pelos alunos, que faz a gente sair da cama. Tocar em frente, prá viver nem que sejam relâmpagos de delicadeza, de felicidade que explode e sai em forma de lágrima. Como nestas imagens de casamento. Olhe prá elas, “calçe o sapato dos outros”, imagine histórias lindas e cheias de graça passadas em Caxias do Sul (como a do vestido, do homem e do cachorro) ou em outro lugar longe da gente na geografia, mas tão perto neste pensar coletivo, que nós une a todos e a tudo. Porque no final somos todos farinha do mesmo saco, e por isso cada um de nós faz toda a diferença.

Um feliz dia do amor incondicional! Acho que o incondicional sobra, porque se o amor tem condições, sinceramente acho que é outra coisa, e se te faz mal, também tem outro nome. Então simplesmente, FELIZ DIA DO AMOR!
raman Photos
Raman El Atiaoui | RAMAN-PHOTOS | Frankfurt, Germany Continue lendo »

12 razões para se apaixonar por Dresden

Postado em 07.fevereiro.2015

1. Visitar a fábrica lindona da Volkswagen, e quem sabe até almoçar por lá. Como não sou a mais entendida do mundo sobre carros, prefiro que você veja este artigo: 21 coisas legais sobre a Fábrica Transparente da Volkswagen. A fábrica é conhecida como transparente porque é quase inteiramente revestida de vidro, e se construiu especialmente para fabricar o carro de alta gama da marca, o Phaeton. Os tours guiadas acontecem a cada hora, duram uns 75 minutos e custam 7€.
O que fazer em Dresden
2. Esbaldar-se na bárbara zona comercial. Você sai da estação de trem e entra numa espécie de big shopping aberto, uma loja atrás da outra, galerias intermináveis e muita gente pelas ruas. São fast-shops com lojas enormes, e ao lado destas mecas do consumo BBB estão outras bem mais exclusivas ou específicas para esportistas. Continue lendo »

Guia para se divertir na Galeria Uffizi em Florença

Postado em 03.fevereiro.2015

Eu sei que muito gente pensa que não gosta de museu. Mas imagine que você está naquela “tenho que ir”, senão vou ter que enfrentar meu “muy amigo” dizendo, mas se você não foi lá, não viu nada :(

Pois é, eu tenho a solução para teus problemas. Se você vai mesmo encarar, porque não faz a coisa de um modo divertido. Como? Comprando um guia de museu Turomaquia. Garanto diversão, e uma visita dentro de um tempo suportável.

Contra-indicação: você sair achando que visitar museu nem é tão chato assim, e acabar viciando!

Remédio: comprar mais guias de museu Turomaquia :)

Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Hoje estamos lançando nosso 3o. Guia de Museu. O escolhido foi o 25o. Museu de arte mais visitado do mundo, um dos mais importantes da Itália, e que oferece o melhor panorama do Renascimento Italiano.

Este museu de Florença tem a maior coleção de quadros de Botticelli do mundo \o/ e abriga obras de todas as estrelas de um movimento que revolucionou a forma de fazer e ver a arte em todo mundo ocidental.

Como é o Guia da Galeria degli Uffizi em Florença

Começa com os nossos mandamentos para você se divertir à beça no museu, um clássico de nossos guias. Em seguida já entramos no museu com um mapa para que ninguém fique nervoso e se perda neste edifício do século 16.

No passeio pela Uffizi, selecionei aquelas obras que vão te ajudar a entender o que foi o Renascimento, sem deixar de fora nenhuma estrela do museu.

Mais este guia tem novidades, estarei contigo no museu, mas outros 2 senhores nos acompanharão. Um senhor do século 16 para esclarecer uma e outra coisa, e o historiador de arte mais famoso do planeta, o Robert Langdon. Personagem dos livros de Dan Brown que já passou por Florença e pelo museu no livro “Inferno”.
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi
Tá certo, que na Uffizi o forte é o Renascimento, mas não dá prá sair do museu sem ver a obra do pintor maldito e de uma das primeiras mulheres artistas reconhecidas na história da arte. Depois da visita outra novidade \o/ eu e a Deyse do blog “Passeios na Toscana” te propomos uns lugares incríveis para relaxar, e para provar a culinária fiorentina.
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi
E o guia termina com “na hora H”, tudo que você precisa saber antes da visita: quando o museu abre e fecha, os horários, as tarifas, como comprar a entrada online e todos os serviços que a Uffizi oferece.Todo o desenho é coisa de profissional, da Carol Wieser, e modéstia à parte, tá lindo ;)

Quanto custa o Guia da Galeria Uffizi?

Quanto vale seu tempo? Ouro, né? Por isso, o custo x benefício do Guia da Ufizzi é fantástico – 5,90€. Mais ou menos R$ 18,90.

Como será vendido o guia? O guia será vendido apenas on-line, em duas versões de pdf: 1. Versão para impressão: escolha esta se quer ler no teu computador ou imprimir. Está preparada para imprimir duas páginas por folha sulfite normal, sem necessidade de configurações mirabolantes.
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi
2. Versão para E-Book: é a melhor se quiser ler o guia no IPAD, Kindle e afins.Você também pode imprimir, mas sairá uma página por folha sulfite, caso não saiba configurar a impressão.
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

A venda em si se realiza através de PayPal, o que é muito melhor, já que é um ambiente seguro. Você pode comprar através da sua conta PayPal, mas se não tiver uma, não se preocupe, pode utilizar seu cartão de crédito. Em ambos casos, em menos de 3 minutos estará lendo o guia.

Depois que efetuar o pagamento, é só clicar em venda completada ou “complete purchase” e abrirá uma página para você descarregar seu guia. Não conseguiu. Não se preocupe, você receberá um e-mail com um link, onde terá outra possibilidade de fazer o download. Não consegui? É só me escrever no contato@turomaquia.com

Guias de Museus na EuropaVeja também nossos outros guias de museus:
Guia do Prado
Guia do Louvre

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Viaje com a gente no Google+ – google.com/+TuromaquiaViagens
Inscreva-se no nosso canal no YouTube, e seja o primeiro a ver nossos videos Turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia

Highline Park | o mirante com arte, flores e puro jazz em New York

Postado em 31.janeiro.2015


Um mirante num formato mais humano, prá mim isto é o Highline. Prá ver New York de outro ângulo, mas sem a megalomania de trocentos andares. Desde a antiga estrutura construída na década de 1930, você pode reconhecer as pessoas que vão pelas ruas, ninguém é convertido em formiguinha distante.
Highline Park - Top 10 em New York Continue lendo »

Mucha, o modernista tcheco | Para antes de visitar Praga

Postado em 30.janeiro.2015

Alphonse Mucha nasceu em 1860, num povoado onde atualmente seria a República Tcheca. Destinado a ser padre, até que a mãe lhe viu desenhar, o que foi suficiente para dar uma alterada neste destino ;) Como adorava o teatro seu primeiro trabalhou foi a criação de cenários, figurinos e iluminação para uma companhia da sua cidade, e foi assim que conseguiu uma bolsa de estudos. Primeiro para Munique ser ajudante de cenografista. Depois para Viena estudar ilustração e acabou em Paris. Onde começou a trabalhar como desenhista em uma gráfica que fazia cartazes publicitários.

Numa semana natalina a gráfica recebeu uma encomenda super importante de uma das maiores atrizes da época, Sarah Bernhardt, e como os demais desenhistas estavam de férias, o dono do lugar Champenois pediu que ele fizesse o cartaz para a peça Gismonda da atriz. Quando ele mostrou o trabalho final, Champenois quase teve um treco, lhe parecia horrível \o/
Alphonse Mucha - Arte Continue lendo »