• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens

Road Trip pela Europa – Budapeste

Postado em 22.abril.2014

road-trip-europa-asia-dani-e-saddam-300ppp
17-18/08 – HUNGRIA
No dia 16 de agosto pisamos terra húngara e permanecemos até o dia 18. Desde a fronteira entre Croácia e Hungria a caminho de Budapeste existem muitas zonas reflorestadas, vacas e plantações de milho. O aroma no ar me lembrou a Holanda. Nada mais entrar na Hungria paramos num posto de gasolina e Saddam começou provar da gastronomia local, degustando um bolo típico, o Pogácsa.
pogasa Hungria

Às 19 horas chegamos a Budapeste, descansamos um pouquinho no hotel, e depois rua :) pegamos o bonde para o centro da cidade para averiguar como era a noite húngara. A cidade tem muito ambiente noturno, muita gente pelas ruas, comércios abertos até tarde, retornamos ao hotel à 1 da madrugada e os bares e restaurantes continuavam abertos. Continue lendo »

Como é Bangkok?

Postado em 21.abril.2014

Bangkok é puro Vangelis. Foi só colocar o pé no Sky Train e ver pela janelinha aqueles cartazes publicitários com imagens em movimento, para que meu coração acelerasse e gamasse. Quase perdi minha estação porque na minha cabeça ressoava toda a trilha sonora de Blade Runner. A pele alva quase irreal dos meus companheiros de trem aumentava minha sensação de formar parte daquela Los Angeles de 2019, criada por Philip K. Dick e levada as telas em 1982 por um jovem Ridley Scott.

Tal qual no filme, a Bangkok real é puro contraste. Os anúncios luminosos e o silêncio dos templos convivem com uma facilidade difícil de ser compreendedida por uma mentalidade católica-latina como a minha. E da mesma maneira, casas que se desmoronam junto a hotéis majestuosos, e quando digo junto, é junto mesmo. E a casa que desmorona nem choca já que convive de cabeça erguida com a prima milionária. Continue lendo »

Como faço para ir dos terminais 1, 2 e 3 para o T4 no Aeroporto de Madri

Postado em 20.abril.2014

Muita gente já me fez esta pregunta, e na minha última passagem pelo Aeroporto de Madri vi muito viajante perdidaço. Assim resolvi que o melhor era criar um post com fotos para este tópico.
Aeroporto de Madrid - Aeroporto de Barajas

Primeiro de tudo, o transfer é gratuito e 24 horas. Nos horários de pico um ônibus passa a cada 5 minutos, depois a frequência diminui para 10 minutos, e na madrugada para 20 minutos. Continue lendo »

Road Trip pela Europa – Sarajevo

Postado em 16.abril.2014

road-trip-europa-asia-dani-e-saddam-300ppp
15/08 – BÓSNIA e HERZEGOVINA
No dia 15 de agosto por volta das 18:00 horas chegamos a Sarajevo, e por sorte entramos por um erro nosso em umas ruas com as marcas de guerras em uma série de edificações abandonadas, ques e encontravam “camufladas” detrás de umas árvores. Panorama bem diferente da entrada da cidade que é totalmente nova, ampla e moderna.
Bosnia 6
Bosnia 5 Continue lendo »

Onde dormir em Bangkok – Centre Point Silom

Postado em 15.abril.2014

Minha segunda hospedagem em Bangkok foi no mesmo bairro de Silom, mas desta vez num 4 estrelas da rede Centre Point.

Reserva
Realizei pelo Booking, mas como era uma oferta paguei no ato sem possibilidade de cancelamento e devolução do money. Só dá para fazer isso, se você tem certeza que vai viajar, e eu somaria se o país é politicamente estável. Normalmente, fico atenta a estas ofertas, mas depois do que passou uns meses antes da viagem a Bangkok com as manifestações nas ruas, comecei a pensar duas vezes antes de contratar uma tarifa tão legal, mas que dificulta o cancelamento de uma viagem sem custos.

Com tudo que saía na mídia, eu e a Lu mudamos algumas coisinhas na programação, e como nosso voo no dia 6 para Sukhothai era bem cedinho, resolvemos que era mais prudente dormir perto do aeroporto. Imagina se acontecesse uma manifestação durante a noite e não conseguissemos sair de madrugada para pegar o avião. Então escrevi para o Booking explicando a situação, e pedindo para alterar as datas da reserva sem custo. Pasmem, o hotel aceitou numa boa, mas quem negociou foi o próprio consolidador. Ponto para os dois!

Localização
Excelente, está ao lado do Skytrain, e dos ferries que vão até os templos mais famosos de Bangkok, ao Asiatique e a um bando de outros lugares. Praticamente você não vai precisar de táxi ou de tuk tuk para nada. E eu como não curto stress logístico em viagem, adorei! No skytrain uma placa indica a melhor saída para o hotel, que aliás se vê desde a plataforma do trem. Está do lado de um shopping com Starbucks para os viciados, e de um 7eleven que é a bomba por estas bandas, lá você encontra de tudo, e com um preço ótimo.

Como foi minha estadia
Cheguei por volta das 8:30, e o atendente que foi super amável disse que se eu quisesse um early check-in era só pagar 50% a mais da diária. Claro que eu não quis, e ele disse que apesar do check-in ser às 14:00 horas, meu quarto estaria disponível a partir das 11:30. Deixei a mala no hotel, e sai pra rua.

O quarto já estava pago, mas tive que deixar uma caução no cartão de crédito no valor de 3000THB. No check-out eles fizeram o cancelamento desta caução e me deram o comprovante correspondente.

O quarto era imenso com vistas ao rio. Mas na minha opinião estava clamando por uma reapassadinha. Por exemplo, a cozinha não tem um super aspecto, não convida a cozinhar ;) São pequenas coisas, como um risco junto ao móvel da televisão e bocas de fogão precisando de uma limpeza mais detalhada, mas que comprometem, já que se trata de um 4 estrelas! Isso não significa que não curti o hotel. Mas quando se contrata um 4 estrelas, a expectativa é grande. Apesar de tudo, adorei o lugar!
Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom
Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom
O banheiro acompanhava o quarto em “grande formato”. Para que você faça uma idéia tinha uma ducha enorme e uma banheira em lados opostos.
Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom
Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom
Agora quer saber a parte mais impressionante do quarto? A vista para o Rio Chao Phraya \o/
Hotel Bangkok | Hotel Centre Silom
O café da manhã junto à piscina e ao skyline de Bangkok era espetacular. Um brunch diário, com excelente atendimento de mesa. Se é para ser chata, a única coisa mediana de tudo que comi, e olha que provei quase tudo, foi o café. Mas não estava ruim, apenas era do estilo americano, ou seja, aguado.
Hotel Centre Point Silom | Hotel Bangkok
Hotel Centre Point Silom | Hotel Bangkok Hotel Centre Point Silom | Hotel Bangkok
Hotel Bangkok - Centre Point Silom
O sinal wi-fi era gratuito, bastava com pedir uma senha na recepção, e era ótimo em todo o hotel. Inclusive no quarto, subi videos e fotos sem nenhum problema. Uma mesa de trabalho no quarto funcionava como paraíso para aqueles que precisam trabalhar até nas férias :(

O pessoal da recepção era muito amável, e o lobby do hotel era lindíssimo, o chamado luxo asiático. E o Centre Silom fica a um pulinho do bar mais cobiçada da cidade, o Sirocco ( no último andar do Hotel Lebua). Aquele que apareceu no filme “Se beber, não case”.

Relação custo x benefício
Excelente. Paguei THB 8976 por 3 diárias em quarto duplo com café-da-manhã, numa região de Bangkok perfeita para turistar. Que seriam U$ 278,11 (U$ 92,70/noite) ou R$ 616,91, sendo R$ 205,63/noite e R$ 102,81 por pessoa. Recomendo e voltaria a me hospedar no Centre Silom.
centre-point-silom
Para reservar clique aqui, e para ver outros hotéis em Bangkok, clique aqui.

Veja como era o outro hotel em que me hospedei em Bangkok:
Hotel BBB em Bangkok – Bossotel

fotos: turomaquia_2014

Road Trip pela Europa – Montenegro #roadtripEuropa

Postado em 09.abril.2014

road-trip-europa-asia-dani-e-saddam-300ppp
14-15/08 – MONTENEGRO
Dia agitado, depertamos em Scopje (macedônia), visitamos Pristina (Kosovo), pela tarde passamos pela Albânia para chegar de noite em Montenegro. A viagem desde Kosovo a Montenegro foi bem interessante, porque quando passávamos por Albânia nosso GPS nos mandou para uma estrada que acredito que fosse “terciária”, o tipo de estrada que te dá medo só de pensar no que vem a continuação. Uma via cheia de pedras, terra e buracos e não vimos nenhum carro no tempo em que estivemos nela, até que resolvemos dar meia volta e encontrar um caminho mais seguro. Chegamos a Budva (Montenegro) por volta das 23:00 horas.

Depois de uma bela noite de descanso em nosso pequeño hotel de frente para a Praia de Budva saímos cedinho, porque tínhamos pela frente um longo dia :)
Budva Montenegro

Margeando o Mar Adriático chegamos a Podgorica mais ou menos às 8 da manhã. A capital de Montenegro é uma cidade pequena, com 150.000 habitantes e sem atrativos. Passeamos por suas ruas, por alguns monumentos e terminamos a visita com uma café com leite delicioso em uma “taquería” do centro. Pouca gente fala inglês por lá e não se vê pobreza na capital ou pelas outras partes que atravessamos do país. Continue lendo »