Guias de Viagem e Arte

 
 
out 14 2018

O que fazer em Corinto – Grécia | Guia de Corinto

O que fazer em Corinto – Por que colocar a cidade em seu roteiro?

Na Grécia Antiga foi uma das principais cidades do Peloponeso e também uma das mais ricas na sua condição de entreposto comercial e potência naval. E isso já no século 8 a.C.

Era tão importante, que na sua invasão os romanos fizeram uma coisa que não era do feitio deles, destruíram a cidade. Mas logo depois a reconstruíram como uma cidade romana e a bichinha voltou a ser uma mega metrópole chegando a abrigar a 73.000 habitantes.

Tal era sua importância, que o apóstolo Paulo passou 18 meses por lá no seu papel de missioneiro.

Atualmente, a nova Corinto conta com 60.000 habitantes. Mas para turistar o melhor mesmo é se hospedar em Acrocorinto ou Corinto Antiga.
O que fazer em Corinto - Grécia

O que fazer em Corinto – Onde se hospedar: Corinto x Acrocorinto

A exceção do Canal de Corinto, tudo que você vai visitar fica em Acrocorinto, por isso o mais interessante é se hospedar na antiga cidade. Sem contar que é pequena, o que se agradece quando a cada dia se desvenda um novo destino.

Nós ficamos num hotel simples, mas do lado do principal sítio arqueológico da cidade: Vasilios Marinos Rooms. Uma grande casa regentada por uma família com um enorme jardim e local para estacionar o carro.

O quarto tinha o principal naquele mês de agosto: ar-condicionado. Na alta temporada, a Grécia ferve, por isso o essencial é este aparelho que vai tornar mais feliz sua noite.

Não espere luxo ou design. O quarto era básico, assim como o banheiro. Mas o que não era nada básico era o café da manhã. Nem pense duas vezes e pague a diária com esta maravilha totalmente caseira, servida na mesa em 3 passos. E a cada passo, uma surpresa como pasteizinhos de queijos recém asados ou um iogurte cremoso e artesanal.

Como viajamos na altíssima temporada pagamos pelo quarto duplo, 55€ com café da manhã. Ou seja, 27,50€ por pessoa. Já fora de temporada, dá para conseguir o quarto por 40/47€.

Para reservar e ver mais fotos, clique aqui. No vídeo de Corinto poderá ver o hotel, o café da manhã e nosso quarto.
O que fazer em Corinto - Grécia
Outras boas opções em Acrocorinto e próximas ao sítio arqueológico:
Para um pouco mais de design, o Pegasus Room.

Para ter uma piscina à sua disposição, o Petra Luxury Apartments. O único que você deve saber é que ele não está do ladinho do sítio arqueologico, mas a 2 km.

O que fazer em Corinto – Canal de Corinto

O que fazer em Corinto - GréciaProvavelmente você venha de Atenas, aproveite e conheça o Canal de Corinto antes de chegar à antiga cidade de Corinto. Uma grande obra de engenharia que converteu o Peloponeso numa ilha. Já que ao criá-lo, 21 metros passaram a separar a península Ática do Peloponeso.

Uma obra do século 19, mas que já havia sido desenhada pelo louco do Nero. Mas sabe como ele queria que o pessoal construísse o canal? Com pás, claro que era algo titânico e para isso ele enviou 6.000 escravos. Mas a ideia não prosperou porque Nero morreu e seus sucessores não quiseram investir no projeto.

Mas Nero, não era um imperador romano? Sim, mas lembra que os romanos invadiram a cidade? Isso foi em 146 a.C.

As obras finalizaram no dia 25 de julho de 1893, mas ele só foi inaugurado em novembro deste mesmo ano.

Quando uma embarcação cruza por suas águas, ao invês de percorrer 400 quilômetros de um lado a outro, apenas tem que navegar 6,3 km para chegar ao outro lado.

Quando estiver ali, junto aquelas águas daquele azul impossível quase verde que só a Grécia te oferece, perceberá que grandes navios não podem utilizá-lo, mas mesmo assim a cada ano, 11.000 embarcações passam pelo canal.

Para visitá-lo é só estacionar o carro, não se preocupe que é fácil. Caminhe até a ponte, onde poderá ver ambos lados do Canal de Corinto. Aproveite para tomar um frapé nas inúmeras lanchonetes do local.

Se tiver tempo também poderá percorrer o canal com um dos barcos turísticos que oferecem este passeio.

O que fazer em Corinto – Acrocorinto

Quando chegar na Antiga Corinto, deixe as coisas rapidinho no hotel e suba para Acrocorinto. É a parte alta da cidade, em grego significa “Corinto Superior”. Vá de carro, a subidinha é pesada e em estrada de terra. O local tem estacionamento e a entrada é gratuita, mas fecha cedo, por isso o melhor é ir direto para lá.

O que o lugar te oferece de cara são umas vistas de toda a cidade baixa, do golfo, do mar e das montanhas. Depois, é como avançar num livro de história porque há vestígios dos gregos desde o século 4 a.C., depois dos romanos, bizantinos e ainda dos turcos.

Todo mundo que chegava por aqui, sabia que conquistar este promontório natural era vital para manter a supremacia. Mas cada um foi aumentando a segurança desta “fortaleza”, que chegou a ter 3 muralhas de defesa!

O local abre às 8:00 horas, já a hora que fecha, meio complicado 🙂 tinha lido que fechava às 17:00, mas no dia que fomos fechava às 15:00 horas. Na entrada, uma pessoa vai anotar teu nome, para verificar que todo mundo que entrou, também saiu.

Uma coisa muito importante, vá de tênis de trekking porque é um sítio arqueológico em excavação, não tem passarela de concreto, madeira ou escambau, é root!
O que fazer em Corinto - Grécia
O que fazer em Corinto - Grécia
O que fazer em Corinto - Grécia

O que fazer em Corinto – Antiga Corinto

O que fazer em Corinto - GréciaA antiga Corinto foi uma das cidades mais avançadas da Antiguidade. Para se proteger, vinte quilômetros de muralhas rodeavam a cidade e o porto.

No século VIII a.C. a cidade já era tão próspera que fundou colônias como Corfu, no Mar Jônico e Siracusa, na Sicília.

Antiga Corinto – Templo de Apolo

Ao entrar no sítio arqueológico vai dar de cara com o Templo de Apolo. Um dos primeiros templos dóricos da Grécia, portanto já é um privilégio ver este templo arcaico construído por volta de 560 a.C.

Originalmente tinha 15 colunas em cada lado e 6 na parte onde se encontravam cada um dos frontões. Cada coluna tinha um pouco mais de 7 metros, mas o que impressiona é que eram monolíticas, ou seja, feitas apenas de uma pedra. Em alguns casos se nota que as colunas foram montadas em diversos pedaços, o que não é o caso deste templo. Imagina o que era levar cada uma destas pedras, esculpi-las e depois erguê-las aqui?!
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto – Fonte de Glauke

Fica do lado do Templo de Apolo e sabemos seu nome graças a uma viajante romano que percorreu a Grécia e plasmou tudo que viu em seus Cadernos de Viagem. Este primeiro escritor de viagens chamavasse Pausanias.

A maioria das fontes de Corinto exploravam uma nascente d´água natural, mas esta fonte ao contrário usava uma sistema de água encanada. Portanto, os historiadores acreditam que ela não seja tão antiga quanto o Templo de Apolo. Provavelmente seja do período helenístico.
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto – Estoa | Stoa Sul

As estoas estão presentes em todas cidades antigas gregas. Eram corredores cobertos (uma espécie de galerias) onde se vendiam mercadorias; artistas e filósofos mostravam suas obras e também podiam abrigar cerimônias religiosas.

A estoa sul de Corinto foi uma das maiores da Antiga Grécia e isso que se construiu no século 4 a.C.

Prá você ter uma ideia media 164,38 por 25, 13 metros. Na fachada se contemplavam 71 colunas dóricas e no seu interior outra colunata conformada por 34 colunas jônicas, lembra da diferença? No vídeo eu mostro a diferença.

O interior da estoa abrigava pequenas estâncias, onde funcionavam lojas e tabernas.
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto – Entrada do Porto Lechaion

Era entrada para a principal artéria norte-sul da cidade romana, portanto data do século 1 d.C.. Olha na imagem abaixo como era monumental! Esta via ligava a ágora de Corinto com o Porto de Lechaion, que ficava a 3 quilômetros da cidade no Golfo de Corinto.

As ágoras eram o centro da vida das cidades, onde se exercia a política e administração. Nas cidades romanas costumam ser chamadas de fóruns.
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto – Fonte Perene

O reservatório de água da cidade. As primeiras estruturas datam do século 2 a.C.. Depois da invasão romana, foi o primeiro lugar reconstruído.

A fonte perene consistia em seis câmaras que davam acesso a três bacias profundas abastecidas com água por condutos escavados a centenas de metros atrás do fórum (ágora). A água era armazenada em quatro grandes reservatórios.
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto – o Museu

O museu é pequeno e abriga uma interessante coleção. Alguns cartazes em inglês te ajudam a entender como era vida na Antiga Corinto.

Minha tática de visita: passo os olhos em cada sala e escolho um objeto, escultura, relevo que me chame atenção. Dedico a ele alguns minutos, porque ver muito e rápido não é nada produtivo.

Algumas coisas que aprendi durante a visita:
1. os coríntios também tiveram seus próprios jogos em homenagem a Poseidon. Foram chamdos de Isthmian Games.

2. a cidade contava com uma vibrante área de artistas e artesãos, onde se destacava o trabalho em cerâmica.

3. além disso, também tinha 2 portos, o que está atrelado com o fato anterior. Ao receber diferentes tipos de mercadorias, o porto demandava diferentes recipientes de cerâmica. No museu há um cartaz genial onde eles mostram cada tipo de utensílio ou vaso, bem como sua função.

4. que a maioria dos meninos e apenas algumas meninas aprendiam a ler, escrever, aritmética e música. Para o ensino da música, normalmente usavam a lira e a flauta.
O que fazer em Corinto - Grécia
O que fazer em Corinto - Grécia
O que fazer em Corinto - Grécia
O que fazer em Corinto - Grécia

Antiga Corinto + Museu: info prática

O sítio arqueológico fica no centro da cidade antiga, o ticket de entrada custa 8€ e inclui também o museu.

Abre todos os dias, com exceção de 1/janeiro, 25/março, 1/maio, Domingo de Páscoa, 25 e 26 de dezembro.

O horário é das 8:00 às 18:00/20:00 horas, depende da estação do ano, por isso o melhor é consultar este site: http://odysseus.culture.gr/h/3/eh351.jsp?obj_id=2388

Na ilustração abaixo, veja como era parte da cidade antiga de Corinto.
O que fazer em Corinto - Grécia

Corinto em VLOGS

Planeje sua viagem para a Grécia

Veja todos nossos posts da GRÉCIA

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em: ATENAS | SOUNIO | DELFOSMETEORA | SANTORINI | MIKONOS | CRETA| ZAKINTHOS . Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Road trip pelo Peloponeso

Posts:

Aluguel de carro na Grécia – Experiência Sixt

Como visitar o Templo de Poseidon – Grécia

Vídeos da Odisseia Grega:



3 Comentários

  1. Carmen

    Hola! Me ha encantado el post. Absolutamente completo.
    He ido un montón de veces a Grecia. He pasado más de 6 veces por el Canal de Corinto, pero nunca me he parado a ver su recinto arqueológico, ni su museo, ni el Templo de Apolo… ¡Es imperdonable!. Mi excusa es que no tengo tiempo y esa es la pura verdad. Tampoco he ido a ver la Acrópolis de Atenas, más imperdonable, todavía. Reservo el ir a ver estos lugares para un puente largo o unos días libres.
    Quizás en el 2019 pueda hacer una parada en mi ruta. Ya que regreso a Grecia y pasaré por Corinto, espero poder ver el museo y todo lo demás, sobre todo después de leer y de ver sus fotos.
    Saludos.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Carmen, nuestra pasión compartida de Grécia 😉 El Peloponeso hizo con que mi amor por el país aumentase aun más. En qué sitios del Peloponeso estuvistes?

      responder
  2. Carmen

    Hola, Patrícia:
    He estado un montón de veces en Grecia y concretamente en el Peloponeso. Por ejemplo, he visitado la Península de Mani (me gustó especialmente Gerolimenas y Areopolis). He estado en la región de Lakonia, Arkadia, Messenia, Argólida… en Methoni, Pylos y en la preciosa playa de Voidokilia, en Mistras, Kardamili y Gythion, en Nauplioo Nafplio, en Porto Heli y Ermioni, en Micenas, Epidauro, en Leonidio y Poulithra (adoro este pequeño pueblo y sus alrededores), en Kyparissi (mi lugar preferido) cerca de Monemvasia (otro lugar fabuloso), en Ieraka Limini, en Plytra la mejor playa familiar, en Elafonisi island (en la bonita playa de Simos beach), Kalavrita en el interior (maravillosa naturaleza) y muchos otros que me gustaron mucho, pero que no recuerdo y que para recordarlos que tengo que consultar mi blog. Ah! y el último cerca de Corinto, el pequeño pueblo de Korfos .

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Toda vez que entro no Louvre tiro uma foto com uma escultura que me emociona. Aquela primeira obra que acendeu dentro de mim uma vontade louca de entrar nesse museu. Ela, a Vitória de Samotracia. 
Uma escultura grega de 190 a.C. E você, qual é a obra de arte que mais te emociona?

#louvremuseum #vitoriadesamotracia #paris #arte #artegrega
  • Para Paris levei esta mochila da Pull & Bear (irmã da Zara). Ela imita as famosas mochilas suecas Kanken, portanto não pesa nada e aguentou bem meu equipamento de filmagem. O que você leva quando viaja? Bolsa, mochila, pochete? 
Foto by @curitidoce tirada no Jardin des Tuileries.

#mochila #pullandbear #paris #parislovers #jardindestuilleries
  • Uma semana cheia de energia e amor para todos nós 💕💕💕 #torreeiffel #parislovers #paris #happymoments
  • As cores do outono no local que inspirou a High Line de New York (quem me contou foi a Natália do @destinoprovence ). O Coulée Verte é um parque elevado de 4,5 km construído sobre um viaduto ferroviário que estava abandonado no 12º arrondissement de Paris. 
É um passeio lindo. Dá para fazer até um picnic por lá na hora do almoço.

#couleeverte #paris #parque #parislovers
  • Em 2011, nossos irmãos Campana redecoraram o café do relógio do Museu D’ Orsay. Era o único que eu ainda não havia testado, mas nesta última viagem almocei por lá.

Adorei o atendimento e a comida. O preço é o esperado em um café de museu. Por uma sopa e uma taça de vinho paguei 14€. Tudo delicioso 😜

#irmaoscampana #parisfood #parislovers #paris #museudorsay
  • Olha ela vista do terraço do Arco do Triunfo. Como muitos de vocês comentaram na foto que coloquei do Arco, o legal é subir um pouco antes do sol se pôr e ver o entardecer lá de cima. É algo mágico ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ É um dos poucos monumentos que fica aberto até tarde.

#leCMN #ArcDeTriomphe #paris #parislovers #arcodotriunfo

Follow Me!