Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 03 2016

Guia de Viagem – Chiang Mai

As praias tailandesas estão naquele nível em que a palavra alucinante perde seu alcance, mas se você quiser conhecer uma Tailândia muito mais arraigada, com aquele espírito de amabilidade que sempre ouviu falar, terá que se mandar para o norte do país.

Guia de viagem Chiang Mai
Apenas cheguei até Chiang Mai, que é a maior cidade do norte da Tailândia. Quando retorne ao país, penso em subir mais, mas voltar a este apaixonante lugar fundado em 1296. Que ainda mantém bem delimitada sua cidade antiga, com restos até da muralha que o Rei Mengrai mandou construir junto com o fosso para desmotivar os birmanos em seus incursões pelo território alheio.

Chiang Mai é fascinante e ao mesmo tempo meio louca, porque é capaz de atender os mais diferentes tipos de viajantes, pode ser o paraíso dos mochileiros e nômades digitais, porque é barata, mas bastante cosmopolita e autêntica ao mesmo tempo; as famílias e os pequenos com sua oferta de campos de elefantes; mas também tem uma bela infra-estrutura para quem quer mais comodidades ou curtir uma viagem especial a dois. Tá vendo? É um destino multi-facetado que eu vou te ajudar a desvendar um pouquinho 😉
Chiang Mai - Tailândia

Como ir da rodoviária e do aeroporto ao centro histórico de Chiang Mai

Chegamos de ônibus desde Sukhothai a Chiang Mai, aliás numa viagem das mais divertidas e estranhas que incluiu um ônibus com cortinas cheias de fru-fru e rosas \o/, portanto nosso ponto de chegada foi a rodoviária da cidade. Lá não teve choro, o valor até o centro é único e fechado – 50 bahts (R$ 4,94). O tuk-tuk grande apenas sai quando o motorista entende que já realmente completo 😉 Mas a coisa foi rápida, e por isso não contratamos um carro só para nós duas.

Já para ir ao aeroporto contratamos um tuk-tuk que nos custou 100 bahts, ou seja, 50 bahts por pessoa (R$ 4,94). Foi rápido e chegamos bem antes da saída do nosso voo para Phuket, o aeroporto de Chiang Mai fica bem pertinho do centro histórico, uns 3/4 quilômetros.Um ônibus público também cobre este trajeto a cada 30 minutos e passa junto à zona da muralha, o bilhete custa 15 bahts (R$ 1,48).

Câmbio

Melhor do que em Bangkok e nem precisava procurar muito, nas grandes avenidas encontrará muitas lojas de câmbio que oferecem valores ótimos para a troca, tanto de euros como de dólares.
Guia de viagem Chiang Mai

Onde dormir em Chiang Mai

Old City

É engraçado abrir o Google Maps e marcar Chiang Mai, porque rapidamente a gente se encontra com a “old city” perfeitamente demarcada por um quadrado onde se vê o fosso criado pelo Rio Mengrai e indo para o satélite dá até para encontrar vestígios das antigas muralhas. Se você quiser ficar no burburinho da cidade, este é o teu lugar. Para saber mais sobre os hotéis ou fazer reservas, basta com clicar sobre o nome de cada hotel.
Guia de viagem Chiang Mai
Para ver o mapa ampliado, e utilizá-lo durante sua viagem, clique aqui.

Eu fiquei nesta parte da cidade, e voltaria a me hospedar exatamnete aqui, para poder caminhar a maioria dos templos, pegar rapidinho um tuk-tuk para os templos mais distantes e ter acesso rápido a um mundo gastronômico fascinante. Nesta região, veja algumas opções:
1. De Naga Hotel, 4 estrelas, foi o hotel que eu escolhi, veja o post completo clicando aqui.

2. Tapae Gate Villa, 4 estrelas, e leva o nome do portão da cidade que se encontra a 200 metros – Tha pae. É um pouco mais barato que o De Naga, mas também um pouco mais ruidoso já que não se encontra recuado da rua principal como aquele. Oferece uma pequena piscina. Quartos a partir de U$ 100,00. Para saber mais sobre o hotel, clique aqui.

3. Rich Lanna House, 3 estrelas, com piscina e quartos bonitos, principalmente o de luxe com 30 m e café da manhã po U$86,00.

4. Goldenbell Hotel Chiangmai, 3 estrelas, na verdade está fora da old city, mas o coloquei aqui porque na verdade está quase colado na mesma 🙂 Oferece uma pequena piscina, com qaurtos a partir de U$65,00

5. Dream House Chiangmai, 2 estrelas, com uma decoração no estilo “tudo junto misturado”, mas com uns preços incrivelmente bons, para você ter uma ideia a suite deluxe com 80m2. sai por U$25,00 \o/

6. Love CNX Guesthouse, uma pensão novinha, com quartos privativos com banheiro por U$24 e quartos privativos com banheiro compartilhado por U$14, todos os preços são para 2 pessoas!

Riverside, esta parte da cidade pode ser mais tranquila dependendo se seu hotel esteja próximo ou não do “Night Bazar” e tampouco está super longe da “old city”, a mais ou menos 1,5/2 quilômetros.

7. Anantara Chiang Mai Resort, 5 estrelas, junto ao rio, com uma bela piscina e muito verde. O lugar é tão bonito que organizam casamentos em seus salões e jardins. Os quartos são lindos de morrer, seria uma boa eleição para uma lua-de-mel inesquecível em Chiang Mai 🙂

8. 137 Pillars House, 5 estrelas junto ao rio, tranquilidade total, mas um pouco afastado do centro da cidade. Além da piscina do hotel, oferece suites com piscina privativa. Quartos de extremos bom gosto a partir de U$465,00.

9. Le Meridien Chiang Mai, 5 estrelas, fica bem pertinho do “Nigaht Bazaar” com piscina e serviços, mas não espere tranquilidade. Tem diárias a partir de U$99 (na baixa temporada) é mais fácil achar diárias a partir de U$170.

10. Rimping Village, 4 estrelas, do outro lado do rio, e este sim num remanso de tranquilidade. Boa piscina, com diárias a parir de U$92 com café da manhã incluído. Disponibilizam bicicletas para os hóspedes. Está mais afastado do setor histórico.

11. Yaang Come Village Hotel, 4 estrelas entre o Riverside propriamente dito e a “old city”, perto sem estar junto ao “Night Bazar”. O edifício é em estilo tailandes e abriga uma bonita piscina. Quartos com café da manhã a partir de U$120,00.

12. Nap in chiangmai, 3 estrelas do ladinho do “Night Bazar”, não oferece psicina, mas os quartos são bem modernos com diárias a partir de U$ 49,00 sem café da manhã.

Afastado do burburinho da cidade

13. The Dhara Dhevi Chiang Mai, 5 estrelas rodeado por 24 hectares de jardins. Todas as suítes são enormes, estamos falando de quase 90m2 e outras de quase 200m2! A pisicina é enorme, os edifícios são baixos e em estilo tailândes, sinceramente é como viver um sonho nas férias! Claro que isso se paga, as diárias começam em U$600,00.
Guia de viagem Chiang Mai
Chiang Mai - Hoteis
Guia de viagem Chiang Mai
Chiang Mai - Hoteis
Chiang Mai - Hoteis

Onde comer em Chiang Mai

A cidade foi uma surpresa gastronômica, comida boa, criativa e barata. Vou começar pelo que mais me impactou – Cooking Love. A chef é absolutamnete amável e prepara uma comida de alta qualidade com toques geniais. Não espere um ambiente de desenho. O restaurante é pequeno, conta com umas 5 mesas. Mas é um segredo a vozes, portanto reserve! Nós fomos na noite anterior e já não havia lugar, e acabamos reservando para a seguinte noite, ainda bem que não desistimos!

Pedimos entradinhas, cada uma com seu prato principal e suco natural, e a chef nos trouxe de cortesia um chá delicioso, e sabe quanto gastei? Míseros R$ 21,00 \o/ Daquelas comidas que marcam uma viagem!
End.: 18/7 Rachadamnoen Rd Soi 1
Chiang Mai - Tailândia
Guia de viagem Chiang Mai

The Coffee Club, bem nos limites das muralhas, para aquele momento, necessito fritas, hamburger ou qualquer outro sanduíche. Os pratos são super bem servidos. Gastei por lá R$ 25,00, os preços são meio carinhos para a cidade. Mas o serviço é bom e as mesas ao ar-livre tem um ambientaço!
End.: 2/6 Rajadammern Road Hotel M Thapae
Guia de viagem Chiang Mai
Um amigo me recomendou para quando volte, outros 2 lugares:
Dash, que ele me explicou que só o lugar em si já vale a visita, trata-se de uma casa de madeira teca, o cardápio é um pouporri com cozinha internacional e tailandesa 🙂 Abre todos os dias das 10:00 às 22:00 horas
End.: Moon Muang Rd Lane 7 – Soi Ratvithi 2

Huen Phen, para comer uma das comidas mais tradicionais de Chiang Mai, o Khao soi, que leva frango ou soja, coco, amendoins e noodles fritos. Só abre para o almoço, e alémm do khao soi tem um cardápio recheado com a cozinha do norte da Tailândia.
End.: 112 Thanon Ratchamanka Phra Sing

Fomos a um montão de cafés, um mais lindinho que o outro, e por menor que fosse sempre ofereciam um sinal wifi grátis e incrivelmente bom. Eles tem um cuidado com a comida, com a apresentação, que é de render homenagem. Infelizmente não lembro dos nomes de todos 🙁 apenas do dia que tomamos café no café-restaurante ao lado do hotel – Tawa Bistrô. Estava precisando de energia e fui de croissant, ovos, bacon, torradas, manteiga, café e suco de laranja kkkkkkk Gastei (e olha que o lugar não era barato!) 160 bahts, o café de verdade costuma ser caro na Tailândia. Mais ou menos uns R$ 16,00.
End.: Moon Muang Road Soi 2 – Soi Ratchamanka 2 Ko.

O que fazer em Chiang Mai

1. Visitar os templos, nem se preocupe muito com nomes e tal, porque a cidade abriga uns 300 \o/ portanto a cada passo você vai dar de cara com um wat incrível e cheio de detalhes. Por isso, a flanar pela cidade 🙂 Agora, se quiser muito uma recomendação, não deixe de ir ao Wat Phra Singh que é do século 14. Fica ao final da Rua Rachadamnoen.

O Wat Chiang Man é o templo mais antigo da cidade antiga, foi construído no momento que o Rei Mengrai fundou a cidade em 1296. Do complexo, sua parte mais antiga é seu chedi – Chang Lom ou Chedi dos Elefante, em razão das 15 esculturas de elefantes que rodeam sua base.

Um templo que não vi, mas depois o meu amigo (dos restaurantes) me mostrou uma foto e babei foi o Wat Chedi Luang Worawihan. Também é do século 14, e teve parte de sua estrutura destruída em 1545 por um terremoto.

Curiosidade: este templo albergou a estátua do Buda de Esmeralda. Em 1551, o buda foi levado para Bangkok.

Guia de viagem Chiang Mai
Chiang Mai - Tailândia
Guia de viagem Chiang Mai
Chiang Mai - Tailândia
2. Fazer uma massagem – recomendo com toda força do meu coração, o Let´s Relax. Aconchegante, massagem delícia e chazinho ao final, pode ser melhor?!
Chiang Mai - Tailândia
Guia de viagem Chiang Mai
3. Visitar algum de seus mercados. O “Night Bazaar” abre todos os dias na Chang Khlan Road e há postos de roupas, comidas e artesanato. O “Walking Street” é mais turístico, não que o outro não seja. Mas este mercado tem muito mais souvenirs que o outro. Funciona todos os domingos a partir das 19:00 na frente do portão – Tha Phae. No sábado também funciona na “old city” a partir das 16:00 o “Saturday Market“, também conhecido como “Wui Lai Market”.

4. Passar ao menos meio dia num campo de elefantes. Mas cuidado, não tope os lugares que exploram estes animais. Vá naqueles que regastam os elefantes, principalmente os velhos e abandonados . E ainda, que não colocam cadeirinhas nas costas dos pobres ou lhes obrigam a pintar com a trompa! Para saber como foi minha experiência, clique aqui.

5. Subir ao Wat Phra That Doi Suthep ou simplesmente Templo de Doi Suthep. Para obter todas as informações desta visita, clique aqui.

6. Passar o dia de excursão no Parque Nacional Doi Inthanon onde se encontra a montanha mais alta da Tailândia com 2.565. Com a possibilidade de se refrescar em algumas de suas cachoeiras.

7. Aprender a cozinhar ou fazer massagem tailandesa. Para saber como funciona, leia o post da Lu, clicando aqui.

8. Passear no shopping se quiser fazer umas comprinhas em lojas como: Uniqlo, Apple ou Boots. O Central Festival é bem gostoso, grande, e conta com um restaurante italiano bem honesto, o Wine Connection. Nossa conta por lá ficou em 399 bahts (menos de R$20,00 por pessoa). Do centro histórico até lá gastamos uma média de 155 bahts por corrida de tuk-tuk.
Guia de viagem Chiang Mai
Guia de viagem Chiang Mai

Festas Legais em Chiang Mai

Loy Krathong + Yi Peng: coincidem no Norte de Tailândia e costumam cair em novembro. Loy Krathong poderia ser traduzido como “Coroa flutuante”. Dizem que vem de uma tradição bramânica adaptada ao budismo tailândes, onde as pessoas colocavam enfeites com flores e velas no rios. A vela é “homenagem” ao Buda. Enquanto o ato de colocar esta “coroa” no rio simboliza uma limpeza pessoal do ódio, da ira e da corrupção. Também li que seria um agradecimento a Deusa da Água, Phrae Mae Khongkoha. Já o Yi Peng é uma das festividades mais fotogênicas do mundo. Quando centenas de lanternas agradecem por tudo de mais lindo que aconteceu em suas vidas. Este ano a festa em Chiang mai acontecerá de 14 a 16 de novembro. Podem ver a programação, clicando aqui.

Por último, a festa que presenciei, o Festival das Flores, com desfiles, música e muita gente, onde tudo gera em torno as flores. Acontece no primeiro final de semana de fevereiro, de sexta-feira a domingo. No sábado, o principal desfile começa às 8 da manhã na Ponte de Nawarat e termina no Parque – Buak Hat Public Park. Passando pelo centro das festividades que é o portão – Tha Phae Gate. Para saber mais, leia o post do Vou Contigo, clicando aqui.
Guia de viagem Chiang Mai
Chiang Mai

Planejando a Viagem para a Tailândia

Planejamento ViagemVeja todos nossos posts da TAILÂNDIA


Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em: BANGKOK | SUKHOTHAI | CHIANG MAI | PHUKET | KRABI | PHI PHI | RAILAY | AO NANG
Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento Viagem Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

imagens: turomaquia_2014 e divulgação hotéis.

Nenhum Comentário

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Caramba, 22 de novembro. A partir de agora o ano voa. E eu só tenho vontade de mais dias como este, com ele e uma mesa de pic-nic 🤗
  • Dia de praia por aqui. O mar parece uma piscina, o tempo passa com mais parcimônia 😉
.
#lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #canaryisland #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #beachday #españa
  • Está difícil resistir as ofertas dos livros de arte. Já saiu o primeiro post com alguns super achados 😃 Clique no link da bio ou visite diretamente o www.turomaquia.com e adiante o Natal! .
#livros #arte #issoéarte #historiadaarte #blackfridaybrasil
  • Aqui a Calle de Alcalá se abre e surge uma das ruas mais emblemáticas de MADRI, a Gran Via. .
#Madri #granvia #españa #streets
  • Duas versões de um mesmo tema - Adão e Eva. Qual vc gosta mais?
1) a de 1507/1508 de Jan Gossaert;
2) a de 1531 de Hans Baldung Grein.
Ambas se encontram no @museothyssen em #Madri

#arte #historiadaarte #arte #madrid #españa #museum #art
  • Novembro europeu em Canárias 🤗 Hoje deu praia, 28 graus. Entrei no mar e descarreguei todas aquelas sensações estranhas que tentam se fixar n'alma e me fazer infeliz. .
#lascanterasbeach #laspalmasdegrancanaria #beachlife🌴🌞🌊🏄👌💁 #españa #invernoeuropeu #canaryisland

Follow Me!