Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 08 2014

Gastronômade, uma experiência dos 5 sentidos

Espaço singular, gente bacana e comida fenomenal. A junção destes 3 elementos define o Gastronômade que experimentei no domingo. O conceito chegou ao Brasil das mãos da Renata Runge, que quis trazer ao país o projeto do chef norteamericano Jim Denevan – Outstanding in the Fields.

É uma forma de experimentar produtos locais de excepcional qualidade, transformados em iguarias gastronômicas por chefs da talha de Helena Rizzo ou Roberta Sudbrack. E se isso já não fosse o must, o entorno escolhido para a experiência é sempre um espaço apropriado da natureza ou da grande cidade. Quem sabe uma estação de trem abandonada como a de Antonina, o andar superior do Mercadão de Sampa. Ou uma fazenda cheia de história e muito verde.
Sin título Sin título

Já tinha lido posts e artigos dos eventos que vem acontecendo desde 2012, mas no domingo estive no Castelo do Batel, num céu azulzissímo, e numa Curitiba que foi a anfitriã perfeita!
Sin título Sin título

As pessoas começaram a chegar ao redor das 13:00 horas, eram recepcionadas com uma taça de Garibaldi Prosecco geladinho. A mesa colocada nos jardins era linda sem ser arrogante, detalhe que cria um ambiente propício para jogar conversa fora. De repente como se de uma orquestra se tratasse, começam a sair os 4 aperitivos, e os sucos de acerola e maracuja orgânico da Verde Brasil. Apaixonei pela casquinha crocante com creme de aspargos.
Sin título

Antes de começar a degustação dos pratos principais, somos levados pelo Marcelo Lupion pelas entranhas do edifício. E não tô exagerando não, porque para minha surpresa o momento boca aberta babando, veio com a subida ao sotão, inteirinho pintado pelo pintor conhecido como o “Van Gogh Paranaense”, o auto-didata Miguel Bakun. Ele praticamante morou no castelo por um ano entre 1949 e 1950 enquanto realizava os murais. Eu não podia acreditar no que estava vendo.
Sin título Sin título
Sin título
Sin título

Ainda meio tonta, sento na mesa e é servida a sopa de pinhão dentro de um mini pão italiano, com espuma de alho poró. Eu podia repetir e repetir. Ainda mais com o acompanhamento do Garibaldi Brut Chardonnay. E tudo ficou ainda mais legal quando a Dona Vera Lupion (sentada na minha frente) nos contou que era uma receita familiar que o chef Hermes Custódio havia reinventado.
Sin título

O segundo prato e o meu segundo favorito 😉 foi o role de tilapia com gratin de palmito pupunha, o peixe derretia na boca. Depois veio a carne com ravióli de Duxelles, que estava ótima, mas neste passe o mais chocante era o vinho premiado, Acordes Merlot 2011.
Sin título
Sin título

A sobremesa era refrescante, uma sopa de morangos com uma bola de sorvete de manjericão. Nada daqueles finais super doces que quebram todos os sabores anteriores, ou seja, perfeito 🙂
Sin título

O cafezinho veio acompanhado com delicados doces. Enquanto isso, o chef e sua equipe explicavam os pratos, e os comensales felizes com a boa mesa e bom papo recebiam umas pequenas lembranças daquela experiência que durou 4 horas, mas que já deixou saudades!
Sin título

Ficou com vontade de envolver todos teus sentidos numa experiência única? Fique de olho no site oficial do projeto: http://www.gastronomadebrasil.com

Fui convidada a participar do Gastronômade pelo pessoal do blog de viagens Nós no Mundo, que já cobriram o evento em diversas oportunidades. Dá uma lida nos posts deles para ver que minha empolgação está totalmente justificada 😉
Gastronômade e jardins do Castelo do Batel: combinação perfeita!
Gastronômade DF: alta gastronomia na Fazenda Velha
Gastronômade Brasil: um banquete ao ar livre
Gastronômade Brasil: pela segunda vez um sucesso no Distrito Federal

Para ver mais fotos do evento, visite nosso Facebook ou nossa página no Google +.

fotos: turomaquia_2014

3 Comentários

  1. Carol Wieser

    Fiquei com água na boca! E o tempo fava perfeito ein????
    Beijos

    responder
  2. Maria Cristina Carollo Runge

    Perfeito, este foi o Gastronômade no Castelo do Babel. Digno de uma escala em Sol Maior. G7M. Divino!!!

    responder
  3. Anna Bárbara

    Oi Patrícia!!!
    Esse evento é mesmo muuito legal!!!
    Fiquei com muita vontade provar a sopa de pinhão com espuma de alho poró!!! Suas fotos estão incríveis!!!
    Obrigada por citar o Nós no Mundo!!! 😀
    Bjs, Anna

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos
  • É assim mesmo, sem truques 😉 Eu usei o Innsbruck Card de 48 horas para visitar os atrativos e subir na montanha ontem. Valeu a pena, a economia é real, fora a comodidade! 
E entre uma visita e outra, esta chuva de ruas lindas e montanhas imperiais. Curtiu?

#myinnsbruck #austrialovers #mountainscenery
  • Marca com quem você gostaria de compartilhar este banquinho a 2.256 metros de altura no top de Innsbruck 😉

Eu queria marcar o Tom, mas ele não tem Instagram 😂 
#myinnsbruck #innsbrucklover #mountains🗻 #austria_memories #nordketteinnsbruck
  • Na Arena Romana de Verona sendo feliz. Eu e a infanta de Velásquez 😉 Comprei o Verona Card de 24 horas e valeu a pena. Custou 20€, mas foi uma loucura passar apenas uma noite na cidade. Andei 19 km e tive que ir muito rápido, deveria ter ficado no mínimo 2 noites. O Verona Card de 48 horas custa 25€. #veronalovers #arenadiverona #italialovers #happymoments❤ #24horasverona

Follow Me!