Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 11 2008

Expocola

Cola em espanhol é fila. Vocês podem imaginar porque eu e o Tom a partir de um dado momento começamos a nos chamar de expocolitas! Tem fila prá tudo na ExpoZaragoza, mas eu falei com um pessoal que tinha ido na Expo de Sevilha, que me disse que é sempre assim! De qualquer maneira eu não consigo me conformar, existindo tantos exemplos de sucesso em gestão de visitantes, porque o ser humano ainda está fadado a ficar uma hora parado em um lugar sem fazer nada!?

Eles até estão tentando melhorar a gestão em Zaragoza. Por exemplo, quando você entra pode ir a uma máquina e conseguir un fast-pass para alguma das atrações mais concorridas. A máquina te dá um papel com o horário para que você entre diretamente na atração. O problema é que apenas se pode pedir um fast-pass, até que chegue o horário que você desfrutará do teu passe, não pode pedir outro. E para pedir outro, deve entrar novamente na fila! E pode ser que você não consiga visitar algumas atrações se não for através do fast-pass como pode ser a praça temática: Água Extrema ou o Aquário.

E eu consegui no nosso primeiro fast pass teclar na atração errada, e assim pedi um fast-pass de uma atração que nem tinha fila, e não consegui ir em uma que queria muito: Água Extrema. Porque quando fizemos fila outra vez, já estava esgotado o fast-pass para entrar nesta praça temática snif snif (fiquei muito decepcionada, mas quem manda ser desesperada!!!)

Para entrar no Pavilhão de Japão nós ficamos 50 minutos na fila! Para entrar no Pavilhão da Espanha, você necessita fazer fila para reservar hora, que não pode ser reservada através do fast-pass! Assim, realmente é fila pra tudinhooooooooooo!

E chega um momento que você começa a ficar meio ansioso porque o tempo vai passando, e deixa aquela sensação que você ainda não fez nada, snif snif! O melhor é tentar deixar a ansiedade delado, e priorizar o que você quer ver. Em um dia você não verá tudo!

Os pavilhões dos países com mais fila são: Aragão, Espanha, Japão, Alemanha, Kuwait, França, Egito. Fora os pavilhões, tem muita fila para entrar na Água Extrema e no Aquário. Também é imprenscindível pedir um fast-pass para assegurar a entrada no show: “Hombre vertiente”, que é incrível, não deixe de ver!

Outro erro que identificamos, quando bateu a fome fomos até o mapa geral da Expo ver aonde estavam os restuarantes. Haviam poucos restaurantes no mapa, fora aqueles pontos tipo lanchonete que você encontra a cada passo que dá, mas que servem uma comida que dá medo. Como nos estávamos com fome, acabamos indo a estes pontos-lanchonete, e pedi uma bata frita “incomível”. Sabe quando você frita a batata, e depois esquenta no microndas e fica nojenta, bem era assim! Mais tarde quando subimos ao andar superior descobrimos que a maioria dos grandes pavilhões superiores tem restaurante, e que são muio (mas põe muito nisso!) melhores que estas lanchonetes, e a relação custo-benefício infinitamente melhor. Até porque o atendimento nestas lanchonetes é quando muito correto, se é que se chega a isso, enquanto nos pavilhões, as pessoas são bem mais simpáticas e acolhedoras!

Assim, não se fie do mapa geral, infelizmente aí não encontrará toda a informação necessária! Isso não significa que eu não iria à Expo, nada disso! Apenas que como principiante cometi erros básicos e que se voltasse a ir, já teria outra forma de visita em mente!

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Esta é a Nova Iorque florida que me deparei numa viagem que realizei nas primeiras duas semanas de maio. Linda demais 💕💕💕 #newyorkflowers #beautifulstreet #centralparkmoments #estadosunidos #novaiorque
  • Qual é seu ponto favorito do Central Park em New York? Eu acho lindo de morrer,  o lugar onde fica uma das maiores fontes da cidade, a Bethesda. 
Também conhecida como "Anjo das Águas", foi o primeiro trabalho de arte pública encomendado a uma mulher. Neste caso, a artista Emma Stebbins, que desenhou a fonte em 1868, sendo inaugurada em 1873.

A gente vê um anjo de bronze de dois metros e meio de altura que carrega um lírio e com a outra mão abençoa a água. Tem um referência bíblica ao evangelho de João que fala de um anjo que abençoa a piscina de Bethesda, conferindo-lhe poderes de cura. 
Debaixo do anjo vemos 4 querubins que representam a pureza, a saúde, a temperança e a paz.

É legal chegar junto à fonte cruzando por debaixo das arcadas da Bethesda Terrace, criada em 1860, um desenho de Jacob Wrey Mould. Debaixo dos arcos costumam se apresentar músicos, já vi um concerto melhor que o outro.

A fonte se encontra mais ou menos no meio do parque na altura da rua 72.

#bethesdafountain #centralpark #newyorklovers #mulheresnaarte #emmastebbins
  • Novo post-guia no www.turomaquia.com 🤛🏼 Espero que vocês curtam 🥰 🎶 Teardrop - Massive Attack (era o tema de abertura da série “House”. #moma #arte #artemoderna #museumguide #newyork
  • No Brooklyn todo mundo curte tirar esta foto na rua com a Manhattan Bridge de fundo. É só ir nas esquinas da rua Washington com a Front. Depois da foto, aproveita e faz uma boquinha no gostoso e barato Front Street Pizza 🍕 que na verdade é famoso por esta massinha recheada da foto 😉

#manhattanbridge #novaiorque #ondecomerbrooklyn #fotonewyork #beautifulstreet
  • O que será que elas estavam falando sobre uma das obras mais importantes de Picasso?! Eu não sou muito curiosa, mas adoro escutar o que o pessoal comenta no museu sobre as obras de arte. Não é para julgar, é para “ver” com os olhos do outro 👁👁 #moma #picasso #museumlovers #arte #historiadaarte
  • Junto ao Museu do Prado, vemos a escultura de Murillo. Ele foi um pintor barroco que colocou na tela a doçura das meninas, dos anjos, das virgens. 
Nasceu em Sevilha em 1618 e faleceu em 1682.

#murillo #barroco #arte #madri #arthistory

Follow Me!