Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 13 2012

Como é o City-tour em Cusco: da Catedral ao incrível Saqsaywaman




Quando escutei city-tour, torci a boca. Pensei no típico: entra em um ônibus, mofa sentado, e um guia totalmente descompromissado começa a largar um discurso pré-pronto e hiper decorado. Sei que é um preconceito absurdo, porque nem todo city-tour é uma enganação, e nem todos os guias são robozinhos pré-programados. Enfim, este foi um momento “abre coração”.

Pensei até em desistir, mas como quem está na chuva é para se molhar, e aquele dia, a chuva ia e vinha, achei que era mais vantajoso mofar dentro de um veículo, do que sozinha na rua.

O motorista me pegou no hotel, ele mesmo, porque as ruelas de San Blás impediam que o ônibus se aproximasse mais. Começamos o tour pela catedral. O guia afirmou que a de Cusco, foi a primeira catedral construída em toda América do Sul. A primeira pedra se colocou em 1723, sobre um antigo cemitério da época colonial. Sua função principal era – local de celebração de casamentos, tanto que foi consagrada a quem? À Sagrada Família!
Como é o City-tour em CuscoA construção demorou 24 anos, e como os indígenas foram os operários, a influência é clara. Como na inclusão de espelhos, que estavam proibidos pelo Vaticano. Já que representam a vaidade. Mas para os indígenas, os espelhos afugentavam os espíritos.

Depois fomos caminhando até o templo mais importante dos incas – Qorikancha. Dedicado ao Sol.
Como é o City-tour em Cusco
Como é o City-tour em Cusco

Quando chegaram os dominicos, construíram sua igreja e convento sobre o templo. Mas o que se vê durante a visita não é da época da chegada da ordem religiosa. Porque em 1650, Cusco sofreu um terremoto potente e praticamente veio abaixo, e outro em 1950. O único que se restaurou com mais fidelidade foi o Campanário. Só que o mais forte disto tudo, é que Cusco veio abaixo, mas as paredes incas sobre as quais se construiram o convento, não se caíram. Os caras sabiam muito mais de engenharia e construção do que poderiam imaginar os conquistadores.
Como é o City-tour em Cusco
DSC_2211

Agora de ônibus, saímos do centro e fomos até Saqsaywaman. Depois de tudo que tinha visto, lembrem que já havia ido a Machu Picchu e feito o tour do Valle Sagrado, mesmo assim outra vez fiquei de boca aberta com a engenharia inca. Aliás, da próxima vez quero subir por conta própria a este lugar e passar ao menos 3 horas por lá!
Saqsaywaman - Cusco - Peru
Saqsaywaman - Cusco - Peru

Saqsaywaman (também vi com esta grafia – Sacsayhuaman ) era uma cidadela onde vivia a elite inca. O alto poder administrativo e político vivia por estas bandas. Haviam casas, palácios e templos.
DSC_2265

A cidadela levou 60 anos para ficar pronta, a partir de 1453. Vinte mil pessoas trabalharam nesta empreitada. Seu nome significa “falcão satisfeito”, mas há cronistas que dizem que teria tido outro nome que significaria “colina muito antiga”.
Saqsaywaman - Cusco - Peru Saqsaywaman - Cusco - Peru

O que me pareceu mais sensacional de Saqs é o que não se vê. Na parte plana, há paredes de 400 metros de comprimento. Imagina o peso, e como é um lugar de terremoto, imaginem além do peso, uma onda sísmica. O que os incas fizeram? As paredes continuam dois metros para baixo do solo, e no final colocaram esferas de pedra. Para quê? Estas esferas se movem junto com a onda, impedindo que as paredes se rachem. Além disso, entre pedra e pedra (na construção como um todo) deixam espaços, que amortecem o impacto da onda e diminuem a pressão. É ou não é genial?! Estas esferas apenas foram utilizadas aqui, nem sequer em Machu Picchu.
Saqsaywaman - Cusco - Peru

O tempinho piorando, mas nada de desistir, de Saqs fomos para Tambomachay. Onde se veem diversas fontes de água, que estavam relacionadas com a religião inca. Sem contar, as árvores loucas, ou melhor seus caules que parecem estar descascando.
Tambomachay
DSC02033
DSC02036

E para terminar, Qenqo, um misterioso santuário andino, também relacionado com a água. Para eles, a água era um bem precioso. Para que houvesse abundância realizavam certos rituais. Ramos Gavilán, diz em 1621, que em Qenqo “costumavam colocar sobre pequenas concavidades da pedra, um ídolos em formato de sapos … acreditando que com esta cerimônia alcançariam a água que tanto desejavam”.

Já era noite quando retornei ao hotel, estava acabadinha, mas ainda mais (se era possível) impressionada com esta cultura, que ao fim e a cabo chamamos de inca, mas que na verdade é o resultado de muita miscigenação e conhecimento.

Importante: para este tour precisarão do Boleto turístico de Cusco, e ainda terão que comprar entradas para a Catedral e para Qorikancha, que não formam parte do boleto.

Para ver mais fotos, curta nossa página no Facebook, e receba conteúdo exclusivo! É só clicar, aqui.

Veja todos nossos posts do PERU

Busque e reserve seu hotel em CUSCO, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste 2017, coloque o código: 2017AFL.Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

Posts relacionados:
Hotel boutique num bairro descolado de Cusco – Casa San Blás
Para comer em Cusco – de comidinhas a chef internacional
Boleto Turístico de Cusco – você vai precisar dele para fazer o basicão
Como é o Tour do Vale Sagrado Inca

fotos: turomaquia_2011

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

14 Comentários

  1. Fabio Pastorello

    Ao contrário do que havia lido em alguns outros lugares, mesmo depois de ter visitado Machu Picchu, também fiquei impressionado com Sacsayhuaman. Lugar lindo. Menção honrosa para sua foto com o arco-íris, inspiradíssima. Abs.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Fabio, o Vale Sagrado e os arredores de Cusco são impressionantes, gostei tanto quanto Machu Picchu!
      Um abraço 🙂

      responder
  2. Ana Oliveira

    se tudo der certo, em 2013 vou ao Peru, já peguei milhares de dicas no seu blog-tudo-de-bom :)e já te sigo no Face tb. Valeu bjus

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ana, você vai amar 🙂 brigaduuu por suas palavras!

      responder
  3. Monica

    Patricia, penso em explorar Cusco a pe (catedral, Qorikancha, etc) e fazer Saqsaywaman a pe. O que voce acha? e no dia seguinte, contratar tour privado para Moray, Maras e Ollantaytambo, onde pegaremos o trem para dormir em Aguas Calientes e ir no dia seguinte cedinho para MP. o que voce acha?como não vou em todos os lugares, voce acha que ainda assim preciso do boleto turistico, ou dá pra comprar as atrações (poucas) a parte? grata

    responder
    • Patricia de Camargo

      Monica,
      Saqsaywaman está a apenas 3 km de Qorikancha, mas é subida e algumas partes estrada. Não digo que não dá para fazer, mas não há uma trilha para isso. Os táxis são baratos, talvez seja melhor pegar um táxi até lá, combine o preço antes!

      É necessário comprar o boleto turístico, não tem escapatória. Por exemplo, na entrada de Ollantaytambo não tem um preço individual para este local, se vc não tiver o boleto terá que comprá-lo para entrar neste sítio arqueológico. E o pior, em alguns locais não há bilheteria, assim quem não tem o boleto, não entra.
      Um abraço

      responder
  4. Sonia

    Oi Patrícia,
    Parabéns pelo blog e, muito obrigada por compartilhar conosco dicas incríveis!
    Vou para o Peru em outubro e seu blog tem sido minha fonte de consulta principal. Tenho algumas dúvidas que perguntarei nos respectivos posts, mas com relação ao city tour você fechou em Cusco ao chegaar? Voc~e se recorda o nome da empresa ou foi guia particular?

    um beijo

    responder
    • Patricia de Camargo

      Sonia, eu contratei alguns passeios antes porque tive a oportunidade de ver a agência em Fitur, que é uma feira de turismo em Madri, contratei através da Setour. Mas se ficar em dúvida, este passeio em especial é oferecido por todas as agências, e não esqueça de pechinchar 🙂
      beijos

      responder
  5. Ana

    Oi, Patrícia
    Td bem?
    começo a planejar uma viagem para o Peru. Me diga, por favor, este tour durou quanto tempo?
    obg
    Parabéns pelo trabalho.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Ana, durou 5 horas. Obrigadooo e se precisar de algo, estamos por aqui 😉

      responder
  6. Thiago

    Oi Patricia.
    Adorei seu blog.
    Estarei indo com minha esposa em meados do mês que vem. Estou fazendo um roteiro bem detalhado.
    Agora me diz, se não reservarmos passeios, principalmente para MP e HP corremos o risco de não haver?
    Estou pensando em reservar só hotéis por aqui e o resto negociar em agências de lá. O que acha?
    Obrigado e parabéns pelo trabalho!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Thiago, estou de viagem, assim que retorne respondo tuas dúvidas!

      responder
  7. J Oliveira

    Patricia,

    Primeiro parabéns pelas ótimas fotos e dicas. Eu só tenho mais um pedido, você pode me dizer por qual agência você fez o city tour.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Jota, fiz com a Setours 🙂

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Oiiii, hoje temos bate papo ao vivo sobre arte. Às 19:00 horas no YouTube Patricia de Camargo. Mais tarde vou colocar o link direto no Twitter do Turomaquia e no Facebook. E aqui na bio 👈🏽 Compartilhe este vídeo com aquela pessoa que você sabe que ❤️ arte!

#renascimento #venezalovers #tiziano #arteemveneza #lendoarte
  • 14 obras que você não pode perder em um dos museus mais importantes da Itália, a Accademia de Veneza. Guia gratuito by Patricia de Camargo 😉no www.turomaquia.com 👈🏽 #accademiadevenezia #venezalovers #guiademuseu #arte365 #historiadaarte
  • Tenho uns clientes maravilhosos! Olha o carinho da Bruna e do Bruno que se lembraram de mim em Paris e me enviaram estas fotos lindas 💕💕💕 Prá quem chegou aqui há pouco tempo, os Cadernos de Viagem Turomaquia (CVT) são guias personalizados. 
#turomaquia #paris #guiapersonalizado #guiadeviagem
  • Já estou produzindo o primeiro vídeo de Veneza para a continuidade da série “il dolce far niente”, o que você gostaria de ver nos vídeos de Veneza?

#laserenissima #venezalovers #veneza #italialovers #beautifulstreet
  • Dica Madri: tomar café da manhã ou um lanche no delicioso @mamaframboise Não deixe de provar o croissant de framboesa. O local mais tradicional é o da Calle Fernando VI, 23. 
Este endereço combina com uma visita às exposições da @mapfrefcultura ou ao Museu Arqueológico Nacional.

Qual é tua recomendação de confeitaria ou café em Madri?

#mamaframboise #madridlovers #foodporn #madri #madridfoodie
  • A maioria das cidades já oferece um cartão turístico para visitar seus atrativos. Muitos realmente não valem a pena, mas será que o Innsbruck Card vale o que custa? A resposta no post de hoje no www.turomaquia.com ou clique no link da bio. 
#myinnsbruck #innsbruckcard #innsbrucklovers #austrialovers #casascoloridas

Follow Me!