• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Roteiros de Carro’

Road Trip pela Europa – Budapeste

Postado em 22.abril.2014

17-18/08 – HUNGRIA
No dia 16 de agosto pisamos terra húngara e permanecemos até o dia 18. Desde a fronteira entre Croácia e Hungria a caminho de Budapeste existem muitas zonas reflorestadas, vacas e plantações de milho. O aroma no ar me lembrou a Holanda. Nada mais entrar na Hungria paramos num posto de gasolina e Saddam começou provar da gastronomia local, degustando um bolo típico, o Pogácsa.
pogasa Hungria

Às 19 horas chegamos a Budapeste, descansamos um pouquinho no hotel, e depois rua :) pegamos o bonde para o centro da cidade para averiguar como era a noite húngara. A cidade tem muito ambiente noturno, muita gente pelas ruas, comércios abertos até tarde, retornamos ao hotel à 1 da madrugada e os bares e restaurantes continuavam abertos.
Budapeste
Budapeste 2

A cidade é grande mas nos sentimos muito bem por lá, porque não havia caos, aglomerações e reinava um ar intimista mesmo sendo uma cidade cosmopolita. Os monumentos, incluindo as pontes, estão todos iluminados durante a noite gerando uns tons sépia que embelezam ainda, se é possível, o ambiente e a cidade. Os húngaros são amáveis, super altos, magros, e algumas mulheres magras até demais.

No dia seguinte compramos uns passes que nos davam acesso aos ônibus, barcos turísticos por 2 dias (e de forma ilimitada). Pagamos 10 mil florins (uns 37€). Não tínhamos muito tempo para ficar pesquisando outras ofertas e rapidamente nos decidimos por esta, depois vimos outra companhia que por 4€ mais oferecia o mesmo mais jantar no passeio de barco :(

Há muita coisa para se ver em Budapeste, passeamos por toda cidade e vimos maravilhas. Em Buda, a Cidadela, o castelo, as Igrejas Matias, Calvinista e Santa Barbara, o Bastião dos Pescadores e o Palácio Real.
Budapeste 5
Budapeste 13

Em Pest, a Ópera, a Sinagoga Judia, o parlamento, a Basílica de São Estevão, o Museu Etnográfico, a Rua Váci Utca ou Avenida Andráss, o Museu Nacional de Hungria, o Mercado Central, o Museu de Belas Artes, a Praça dos Heróis e o Parque da cidade.
Budapeste 9
Budapeste 12

Também cruzamos a Ponte das Correntes. Onde nos demos um lindo beijo sobre o rio Danúbio, que romântico ;) Deixamos o passeio de barco para o entardecer. Foi incrível ver todos os monumentos que se encontravam às margens do rio cobertos pelos últimos raios de sol.
Budapeste 15
Budapeste 16
Budapeste 18

Terminamos nossa visita à Budapeste passeando pelas ruas centrais onde brincamos em fazer bolhas gigantes de sabão, e já famintos demos com um restaurante chamado “Pasta Manufaktura” que servia pasta sem glúten, e assim fechamos com chave de ouro nosso “tour” pela cidade.
Budapeste 17

argumento, texto e fotos: Daniele Leoz – 2013

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Road Trip pela Europa – Sarajevo

Postado em 16.abril.2014

15/08 – BÓSNIA e HERZEGOVINA
No dia 15 de agosto por volta das 18:00 horas chegamos a Sarajevo, e por sorte entramos por um erro nosso em umas ruas com as marcas de guerras em uma série de edificações abandonadas, ques e encontravam “camufladas” detrás de umas árvores. Panorama bem diferente da entrada da cidade que é totalmente nova, ampla e moderna.
Bosnia 6
Bosnia 5
bosnia

Quanto mais entrávamos em Sarajevo, mais aumentava nossa surpresa, já que das últimas capitais que visitamos (Tirana/Albânia, Pristina/Kosovo e Podgorica/Montenegro), sem dúvida nenhuma, Sarajevo era a mais formosa e a única que nos pareceu autêntica. É uma cidade com aproximadamente 305.000 habitantes, e a mais povoada de Bósnia e Herzegovina, e esta região esteve habitada desde a pré-história.
sarajevo
Sarajevo 2

Vimos pela cidade edifícios danificados por morteiros e metralhadoras, e o Ponte Latino, onde se produziu o atentado de Saravejo em 1914, que levou à morte do arquiduque Francisco Fernando de Austria, e desencadenou a Primeira Guerra Mundial.

A cidade está repleta de monumentos, como mesquitas, igrejas, a Basarsija, a Universidade, o Teatro Nacional, o Museu Nacional de Bósnia e Herzegovina, que são bastante respresentativos da velha e da nova cultura do país.
Saravejo 6 Saravejo 4

O centro histórico está repleto de lojas e bares que ficam abertos até tarde da noite. A cidade me lembrou muito a León, já que lá também os cidadãos se misturam com os turistas, não há propriamnete “guetos” de um ou do outro lado, e isso é o melhor!
Saravejo 5

Fiquei com vontade de passar mais dias por lá e conhecer mais a fundo a cidade e sua cultura, e outras partes do país. E como Carolina (nossa filha) ainda não conhece o lugar, já temos uma boa desculpa para voltar ;)

Curiosidades Bósnia e Herzegovina: muita gente fala alemão, o que também é algo comum em Kosovo e Albânia. O carro que mais vimos circulando pelo país foi o Golf.

Para ler o primeiro post da série, clique aqui.
Seguinte post: Hungria

argumento, texto e fotos: Daniele Leoz – 2013

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Road Trip pela Europa – Montenegro #roadtripEuropa

Postado em 09.abril.2014

14-15/08 – MONTENEGRO
Dia agitado, depertamos em Scopje (macedônia), visitamos Pristina (Kosovo), pela tarde passamos pela Albânia para chegar de noite em Montenegro. A viagem desde Kosovo a Montenegro foi bem interessante, porque quando passávamos por Albânia nosso GPS nos mandou para uma estrada que acredito que fosse “terciária”, o tipo de estrada que te dá medo só de pensar no que vem a continuação. Uma via cheia de pedras, terra e buracos e não vimos nenhum carro no tempo em que estivemos nela, até que resolvemos dar meia volta e encontrar um caminho mais seguro. Chegamos a Budva (Montenegro) por volta das 23:00 horas.

Depois de uma bela noite de descanso em nosso pequeño hotel de frente para a Praia de Budva saímos cedinho, porque tínhamos pela frente um longo dia :)
Budva Montenegro

Margeando o Mar Adriático chegamos a Podgorica mais ou menos às 8 da manhã. A capital de Montenegro é uma cidade pequena, com 150.000 habitantes e sem atrativos. Passeamos por suas ruas, por alguns monumentos e terminamos a visita com uma café com leite delicioso em uma “taquería” do centro. Pouca gente fala inglês por lá e não se vê pobreza na capital ou pelas outras partes que atravessamos do país.
Montenegro podgoriga montenegro 5
podgoriga montenegro 6 podgorica montenegro 3

Com o café dissemos adeus a Montenegro com destino a Podstrana (Croácia) passando por algumas fronteiras (Montenegro/Bósnia, Bósnia/Croácia e Croácia/Bósnia, Bósnia/Croácia), e visitando cidades como Dubrovnik (Croácia) e Saravejo (Bósnia e Herzegovina).
montenegro 2

Para ler o primeiro post da série, clique aqui.

argumento, texto e fotos: Daniele Leoz – 2013

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Roteiro Urubici – as famosas estradas da Serra Catarinense

Postado em 08.maio.2012

logo-malu
Segunda parte do roteiro, para ler a primeira, clique aqui.

No dia 30/04, como havia chovido na região fomos aconselhadas a descer a Serra do Corvo Branco e foi o que fizemos depois de tomar nosso café reforçado. A Serra do Corvo Branco é de fácil acesso apesar de ter apenas 600 metros asfaltados e é lindíssima!
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Passamos pelas cidades de Grão Pará, Orleans e Lauro Mueller e então começamos a subir a famosa Serra do Rio do Rastro, detalhe que nas cidades fazia 22 graus e quando chegamos em cima da serra a temperatura era de 5 graus e um vento de congelar. Mas lá a vista é tão linda que compensa passar um friozinho pra bater umas fotos.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Perto do mirante fica o parque de energia eólica, não se pode visitar, mas a vista de cima da serra com os geradores forma uma paisagem diferente das que estamos acostumados a ver por aí.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Antes de retornarmos à pousada, passamos em São Joaquim, e é triste dizer, mas a cidade que é famosa entre os brasileiros por sempre receber a visita da neve, perde longe pra Urubici em estrutura, simpatia e organização turística.

Mais umas fotos da nossa pousada …
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Informações Práticas:
Pousada Trinca Ferro – ainda não possui site
Contato: (49) 9917-3447 ou (49) 9993-3526 com Iolanda
E-mail: pousadatrincaferro@gmail.com
Tarifas:
R$ 330,00 diária do chalé para 4 pessoas
R$ 370,00 diária do chalé para 5 pessoas
Possuem também suítes para 2 e 3 pessoas e chalé para até 10 pessoas por 650,00/a diária.
Neste preço estão incluídos o café da manhã e o café da tarde (não é café colonial, apenas alguns pães e bolos)
A pousada oferece cavalgadas por R$ 25,00 a hora.

Outra pousada que indico: Hospedaria Rural Serra Bela (www.serrabela.com.br)

Preços atrativos:
Cachoeira Véu de Noiva – entrada R$ 2,00/pessoa
Cascata do Avencal por cima – entrada R$ 3,00/pessoa.

texto e fotos: Malu Poli_2012

Roteiro Urubici – O que fazer

Postado em 07.maio.2012

logo-malu
Saímos no dia 28/04 de Curitiba com destino a Urubici – SC, mas não tínhamos pressa em chegar. Para curtir o caminho resolvemos parar em Blumenau por dois motivos: pra conhecer a loja de fábrica da Hering e pra almoçar numa churrascaria chamada “Na Moita”.

Chegamos em Urubici no final da tarde. Chovia muito e fomos direto para a pousada curtir o “nosso” chalé com lareira. O chalé é para 5 pessoas e possui cozinha equipada. Fizemos nossos três jantares lá mesmo, até porque assim economizamos e passamos menos frio…hahaha

No domingo (29/04), fomos surpreendidas por um café da manhã que era simplesmente maravilhoso. Os produtos são todos elaborados na pousada, por isso o pessoal lá acorda cedo, às 5 horas.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Após o café seguimos em direção à cidade, já que a pousada fica a 17 km do centro de Urubici. O primeiro lugar que visitamos foi o Morro da Igreja, quando chegamos fazia 7 graus, o vento estava cortante, mas a paisagem é certamente recompensadora!
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Na mesma estrada está a cachoeira Véu de Noiva, e vale a pena visitá-la, especialmente por ter um fácil acesso, sendo necessário apenas 5 minutos de caminhada e no lugar ainda existe um restaurante e sanitários.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Seguindo nosso caminho, paramos nas pinturas rupestres que não são algo assim esplendoroso, aliás, a parada pra mim serve mais como mirante para a Cascata do Avencal. Que visitamos após uma breve parada no Belvedere (mirante) de onde se vê a cidade inteira.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

A Cascata do Avencal pode ser vista de cima onde há dois mirantes, e por baixo. Os mais aventureiros encaram uma caminhada de 15 minutos em cima das pedras do rio (está seco) para chegar até o lago formado pela cascata.
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Pra finalizar o dia com chave de ouro fomos até o Morro do Campestre, também conhecido como Morro da Cruz. Apesar de estar em uma propriedade particular e ter porteira, basta abrir e entrar. Fomos até onde o carro aguentava, pois de uma curva em diante havia algumas erosões, então deixamos o carro e seguimos a pé por aproximadamente 800 metros. A subida é fácil. Em 20 minutos chegamos ao topo do morro, onde há uma pedra furada e uma vista espetacular!
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR
Roteiro Urubici - Santa Catarina - BR

Já estava começando a escurecer então voltamos pro “nosso” chalé para fazer uma bela macarronada com vinho.

texto e fotos: Malu Poli_2012

AT: de Curitiba a Urubici, passando por Blumenau percorremos aproximadamente 477 km.

Orlando em família – por Roberta Mari Garcia

Postado em 04.maio.2012

eua-roberta
Continuação do relato, para ver a primeira parte clique nos posts ao final do texto :)

Saímos, dia 04 de janeiro, de San Francisco. Voamos com a United Airlines. Cada bagagem despachada é paga, U$ 25,00 a primeira, e a segunda U$ 35,00. Embarque tranquilo, mas só descobri dentro do vôo que eles não serviam comidinhas durante a viagem , somente bebidas. Claro que tivemos que comprar um sanduba , com cartão de credito ( o sistema não falha!!!! ) acho que custou 8 dólares.

Chegamos super tarde em Orlando, e demoramos para sair do aeroporto, porque o carro que alugamos não estava disponível e então você passa por aquela cena do carro similar :(

Fomos para o hotel The Enclave. Escolhemos este por ter um bom preço e cozinha no quarto, o que seria legal para tomarmos café e, quando necessário, jantarmos. Na primeira noite o ar condicionado estava gelado, de madrugada veio um rapaz para arrumar, não deu certo. No dia seguinte quando voltamos do primeiro parque……adivinha???? Trocamos de quarto. O hotel tem um esquema legal , mas a manutenção foi solicitada algumas vezes durante a estadia.

Dia 05/janeiro. Uhuuu Disney lá vamos nós! Tickets impressos e na mão, fomos a caminho do Magic Kingdom, pois a Rosana, minha amiga e comadre gostaria de começar por lá, pela magia do castelo! E para o Nico ver finalmente a casa do Mickey, pois desde dia 23/12 ele queria visitá-la :)

Depois de estacionar o carro, você pode escolher chegar no parque de ferry boat ou de monorail. Quando estávamos neste acesso, uma senhora que trabalha na Disney me chamou, e me informou que os 8 tickets que eu havia comprado no www.disney.go.com, eram da Disneyland, em Los Angeles, e não da Disneyworld da Florida….afeeeeee! Não tinha nem percebido essa diferença, mas ela emendou: “Mom, everything is gonna be ok” :(

Fomos de ferry boat. E eu mais uma vez afirmei (a segunda nesta viagem!) que na próxima, compro os ingressos com a Marcia ( nossa agente de viagem). Cheguei no setor para visitantes, onde me deram um email e um telefone para que eu explicasse o que havia ocorrido. Comentaram que isso era comum, e que normalmente eles devolviam o dinheiro. Quando retornamos à noite, enviei o email, deram até 7 dias para responder. E no sétimo dia, estava lá a resposta. Deu tudo certo, e a compra foi cancelada no cartão de credito.

Tivemos que comprar os tickets da Disneyworld! Ali no caixa mesmo, não quis comprar em maquinas de novo não….kkkkkk

san francisco e Orlando 105

Magic Kingdom!!! Fantasia e magia pura, entrar e ver o castelo, incrível! Agora o mais legal foi a surpresa que estava para acontecer. Meus pais, minha irmã, meus cunhados e meus sobrinhos estavam lá esperando pela gente! As meninas enlouqueceram ! Sonho realizado ! Todos nós, ali na Disney, juntos! Haja coração! Ainda me emociono, ao lembrar a alegria dos meus pais por estarem ali com todos os netos, filhas e genros.
san francisco e Orlando 116

O parque estava bem cheio! A parte da Fantasyland, onde estão as casas dos personagens estava fechada, porque estavam fazendo uma ampliação no parque. Deu pra ver a ponta de um castelo, algumas montanhas.

Assistimos o show onde várias projeções são feitas no castelo, que se transforma várias vezes. Depois assistimos Wishes, show de fogos e a descida da Sininho da torre do castelo, sobrevoando uma parte do publico, com a tradicional música! É de arrepiar!

san francisco e Orlando 176

Pai 875

Os outros posts deste relato – Estados Unidos For Families:
Los Angeles
De Los Angeles a San Diego
De San Diego a Las Vegas
Bate e volta de Las Vegas ao Grand Canyon
De Las Vegas a São Francisco
São Francisco

texto e fotos: Roberta Mari Garcia_2012

Páginas:123451011 »

Últimos Comentários