• O que fazer em Curitiba
  • Guia Museu do Prado
  • Saiba + sobre o Caderno de Viagens
Posts da categoria: ‘Lista 10+’

10 razões para você não tratar Córdoba como um simples bate-e-volta

Postado em 29.maio.2014

Na verdade, tudo se podia resumir em tempo ou falta de tempo. Porque simplesmente é impossível em umas poucas horas …

1. Caminhar sem pressa por cada parte da Catedral/Mesquita. Que nasceu no século 6 como o maior templo cristão da cidade, a Basílica de São Miguel. Com a invasão moura, grande parte da igreja foi demolida e no século 8 se começou a construir a mesquita, que foi ampliada e renovada por mais de 200 anos. Até que com a reconquista espanhola, a mesquita se converteu em catedral.

Um sacrilégio visitar este lugar olhando para o relógio. Reserve no mínimo 1 hora e meia para o monumento. Mas vou te dizer uma coisa, é facinho passar 3 horas por lá, perdido entre santos e arcos, e ainda sentir dificuldade em deixá-lo. É lindo demais!
Córdoba - España Continue lendo »

10 razões para visitar o Porto

Postado em 20.março.2013

1. Deixar a vida passar diante de seus olhos, com um baita rio por meio.
Razões para ir ao Porto - Portugal Razões para ir ao Porto - Portugal
Continue lendo »

10 razões para se mandar para Berlim – Lista 10+

Postado em 23.novembro.2011

Nos anos 1920, Berlim vibrava. E assim como Paris, vivia uma eterna festa. Mas veio o nazismo, a Segunda Guerra, e a cidade que era centro de produção artística se converteu em um “paciente terminal”. Metaforicamente a cidade esteve em coma até 1989.

Em 2011, aqueles anos absurdos estão presentes, até como recordatório. Mas a cidade se reinventou, e novamente tomou o pulso da vanguarda européia.
Voltar à cidade é obrigatório. É como estas capitais do mundo, onde sempre acontece algo novo. Para aqueles que não pensavam em visitá-la, estas são apenas 10 das 100 razões que me passam à cabeça, quando alguém me pergunta: “Por que devo visitar Berlim?”
Para
1. Encarar a Nefertiti. Existe mulher mais bela do que ela?
10334693

2. Realmente entender o que supôs a construção de um muro que dividiu a cidade sem nenhuma lógica.
Image00014

3. Ser surpreendido a cada esquina pelos prédios mais improváveis e por muita arte pública.
Image00015 Image00022

4. Sentir-se pequeno diante dos grandes monumentos da Antiguidade reconstruídos no gigantesco Museu de Pergamon.
Image00007 Image00001

5. Desfrutar do verão de todas as maneiras possíveis, como se fosse o último!
Image00018
Image00017

6. Caminhar pelas entranhas da obra de Norman Foster. Que realmente pode ser descrita como Sustentável, Inovadora e Impactante.
Image00012

7. Colocar-se na pele dos judeus e das minorias durante a Segunda Guerra Mundial. E não ter alternativa, além de chorar.
Image00024 Image00008

8. Abrir os olhos até a exaustão para deixar entrar as cores do Expressionismo Alemão. Um movimento artístico tão importante quanto o Impressionismo Francês.
Image00004
Image00005

9. Ser atraído a diferentes horas do dia pelo imã do “Portão de Brandemburgo”.
Image00006
Image00025

10. Sentir-se um dos anjos de “Asas do Desejo”. Grande filme do diretor Win Wenders, ambientado em Berlim. Uma ode à humanidade e uma forma de protesta contra o muro que ainda estava presente em 1987, época do lançamento. “É impossível perder-se em Berlim. Você sempre acaba no muro”.
asas-do-desejo

Nem falei de gastronomia, desenho, arte contemporânea, coisas que ainda vão rolar por aqui. O melhor seria experimentar em primeira pessoa. O primeiro passo é começar a pesquisar passagens aéreas baratas para Berlim. Uma empresa que está a anos no mercado internacional e que pouco a pouco vem fazendo seu espaço no Brasil é a Best Day. Através deles é bem fácil, nada de perder tempo, entrando no site de cada companhia que você conhece. É só ir ao site da Best Day, colocar seu destino, e em poucos segundos um mundo de companhias aéreas e preços aparece na sua tela.
post-publieditorial

Para ler tudo que já foi publicado sobre Berlim no Turomaquia, clique aqui.

fotos: turomaquia_2010

10 razões para visitar a Irlanda “lato sensu”

Postado em 15.setembro.2011

O que quero dizer com 10 razões para visitar a Irlanda lato sensu? Os puristas que me perdoem, mas quero falar da ilha como um todo. Sem levar em conta as separações artificiais que nós (homens) realizamos por corretos ou estranhos motivos. Mas não são 2 países? YES, baby! But, mas na prática o melhor é visitá-los em conjunto! Chega de conversa, e vamos aos fatos:

1. Os bed &breakfast são geniais. Você se sente na casa de uma parente, mas só com o lado bom desta situação. Não tem que lavar louça ou comentar que a escultura dourada de elefante da entrada é linda. O café-da-manhã é uma refeição, você nem vai precisar almoçar. Para quem está viajando de carro é perfeito, quase sempre tem um lugarzinho para estacionar, sem te que pagar um plus.
Ballymoney - Irlanda do Norte

2. O paraíso dos trekkings e das bicis. Não precsia ser um tri-atleta para encarar. A Irlanda é quase inteira plana, ou com terrenos sem bruscas mudanças topográficas. O pessoal respeita prá caramba as bicicletas, pode andar sem medo.
Ilhas Aran

3. Cerveja e Ciders. A meca da Guiness e da Bulmers (ou Magners). Parece que o canecão é caro, mas que nada, vem com 516 ml de cerveja.
Westport - Irlanda

4. Dog´s Bay. Ainda tenho nítida a imagem de nossa aproximação a esta baía de sonho. De um lado vaquinhas pastando e do outro um mar mas próprio do Caribe do que destas bandas.
Dog´s Bay

5. Cidades multicoloridas. Alugar um carro, te dá a oportunidade de adentrar em uma outra Irlanda. De cidades pequenas com casas de todas as cores. Que combinam especialmente com um ritmo “slow”. Mas não esqueça que por aquí o pessoal almoça cedo, em muitos restaurantes as cozinhas já estão fechadas a partir das 20:30/21:00 horas. E estou falando do horário da alta temporada!
Galway

6. Viver o clima de um país que viu sair de suas estranhas homens como James Joyce. Em Dublin se vive e se respira James. Está pelas ruas em forma de esculturas, está neste humor ácido do dia-a-dia, enfim, esta nas grandes palavras que dizemos e parafraseando o gênio, nos fazem tão infelizes.
Dublin - James Joyce

7. O estúdio de Francis Bacon em Dublin. Emocionante ver onde um homem com o poderio de Bacon criava suas telas. Para os mais bagunçados, um alívio saber que compartilham o caos!
francis bacon studio detalhe

8. Kinsale. Tem tudo que se pode pedir: história + gastronomia de primeira + beleza. Não faça como nós, reserve ao menos 1 dia para curtir a cidade como ela se merece.
Kinsale - Irlanda
Kinsale - Irlanda

9. Derry/Londonderry. Chocante ver até onde vai a intolerância humana.
Derry - Irlanda do Norte

10. Comidinhas. Você acha isso estranho, pela má famas dos anglo-saxões?! Então afasta este pensamento preconceituoso da tua vida. Porque na Irlanda se come bem, desde um prosaico hamburguer. Não estou falando de cadeias de fast-food e sim dos pubs de toda vida que servem hamburguers caseiros e deliciosos. E a batata? Gente, todo que é tipo de prato com o tubérculo mais gostoso do mundo. Sim, sou nada menos do que LOUCA por batata. E as daqui são bárbaras, que é mais que gostosas, ok? Bata frita de pacote com vinagre. Quando o Tom comprou fiz cara feia, e não é que viciei. Perfeita para tomar com uma cerveja estupidamente gelada! Saladas. Não só alface com uns tomates e azeite por cima. Eles misturam muito frio com quente, e vão além da salada mista ou da casa.
Comidinhas na Irlanda
Killarney - Irlanda
Kinsale - Irlanda

Convenci a fazer mala e embarcar para Irlanda? Afirmativo, operante! Então fique sabendo que eu nem falei dos Cliffs de Moher, da Calçada dos Gigantes, do Livro de Kells, de Newgrange, das Ilhas Arán, de Slieve League, do Parque Nacional de Killarney

Para ler todos os posts da Irlanda, clique aqui. E da Irlanda do Norte, aqui. Em breve um super índice de todos eles!

fotos: turomaquia_2010, excepto a do Estúdio de Francis Bacon – Galeria Hugh Lane.

10 razões para voar com Ryanair

Postado em 12.agosto.2011

ryanair

1.    A mais óbvia: PREÇO! Fora as promoções insanas de 1 libra, 5€ e tal, normalmente seus preços são excelentes.

2.    Dão o que prometem. Alertam no site que teu lugar não é marcado, que apenas pode levar uma bagagem de mão e mostram as medidas da tal bagagem, etc. Não te enganam, são BEEEM claros.

3.    São MUITO rigorosos com a bagagem de mão. Uma coisa que eu detesto é não ter espaço para minha bagagem de mão porque uma pessoa resolveu viajar com duas mil sacolas ou com uma mala gigantesca, que diz que é de mão. O pior é que muitas cias. companhias permitem que estas pessoas subam com tudo. Primeiro, é uma negligência com a segurança. Imagina que uma turbulência forte faça com os bagageiros se abram, e a malinha de 20 kilos caia na tua cabeça. Segundo, que as pessoas normais que sobem com uma bolsa ou mochila, necessitam andar por todo o avião procurando onde colocar suas coisas, e claro sentem-se imbecis!

4.    É possível pagar para faturar 2 malas. A maioria das cias. aéreas “normais” não permitem em voos europeus ou domésticos que você pague para faturar uma segunda mala, pelo mesmo preço da primeira. A Ryanair permite, e pelo exato mesmo preço! As demais cobram cada kilo da segunda mala como excesso, o máximo que fazem é reducir o preço do quilo se você contrata o excesso antes?!

5.    O voo é uma festa. Começam vendendo cigarros “fake” para aqueles que quase sobem às paredes ao pensar que vão ficar 3 horas sem meter um cigarro na boca (6€). Depois vem as comidas quentes, bebidas, snacks, um bilhete que você risca e pode ter prêmios como voos, dinheiro, etc., aí vem o duty-free e por fim se o voo chegou no horario ou adiantado, a cornetinha: tam-taram-tam-tam!

6.    Voos diretos entre destinos que as cias tradicionais só voam com escalas. As clássicas cias aéreas estiveram anos no mercado, sozinhas e nunca pensaram em colocar certos voos para facilitar a vida das pessoas. Sempre preferiram voar a grandes centros e desde lá repartir o tráfego. Pois bem, as low cost foram mais ousadas, com a Ryanair dá para voar desde Gran Canaria direto a Santander, Valencia, Pisa, Bratislava, Bremen, entre outros destinos. Voo direto NÃO tem preço!
mapa de rutas ryanair

7.    Quer mais comodidade voando low cost? Dá para comprar ,no caso da Ryanair, um priority boarding. Com ele você não precisa fazer fila 1 hora antes do embarque para garantir lugar, porque você vai entrar antes que todo mundo no avião. Custa em média 4€ comprando antecipadamente, e 5€ na hora do check-in.

8.    Pode trocar ou pedir reembolso dos voos. Isto pouca gente sabe, mas comprando Ryanair você pode trocar de dia, até de trajeto e só pagar a diferença, caso o voo tenha subido de preço ou o trajeto escolhido seja mais caro. A única exceção é se você já emitiu o cartão de embarque, daí  já não dá para realizar alterações no voo.

9.    Pode te deixar na mão tanto quanto às outras. As cias “normais” trocam mais de horario do que a Ryanair. Fora que já fiquei literalmente sem voo graças a Iberia, tive que mudar de planos por causa da mudança de horário da Spanair, e por aí vai.

10.    Promoções nos voos. Fique atento às promoções do duty-free durante o voo. Há tempos queria o iluminador da Dior, um queridinho dos blogs de maquiagem. Em Las Palmas custa 31€, na Ryanair em “promotion” estava por 23€!!!

Posts relacionados:
Despachar malas nas low cost
Esta vai de aviões: Avianca, Lan Peru e Star Peru
Quanto custa comer em um avião?
Crônica de um voo frustrado: Lisboa – Madrid
Voando pela Europa: dicas para comprar bilhetes aéreos e evitar stress
Será que valem a pena todos os voos low cost?

imagens: Ryanair

10 Razões para não tratar Liverpool como um simples bate-e-volta

Postado em 22.julho.2011

liverpool-nombres
1 – Não é um clássico e confortável bate-e-volta. Por quê? Você vai ficar no mínimo 4 horas viajando se for de trem ou ônibus. Escolhendo o avião, entre deslocamentos, chegar 1 hora antes do embarque, vai bater fácil as 5 horas.

2 – Ok, você é daqueles que curte muito andar de trem e ver a paisagem no ônibus. Acontece que o segundo motivo mexe com teu bolso. Não é um deslocamento barato, deixando para última hora vai desembolsar umas 100 libras. Comprando com antecedência umas 35 libras. Você pode gastar 15 libras, mas daí será bem complicado ir e voltar no mesmo dia. Porque de ônibus cada trajeto leva no mínimo 5 horas e 10 minutos!
Liverpool
3 – Liverpool tem muita coisa legal, e o melhor? Combina mais com o conceito Viagens baratas. Prá começo de conversa, você vai gastar muito menos em hospedagem do que em Londres. Portanto, desfruta ao menos uma noite no lugar, porque viajar tanto e pagar quase o dobro só para dormir em Londres?! É meio de loucos, você não acha?

4 – Da cidade saíram os quatro meninos de cabelo cortado “a la pinico”. A maioria dos viajantes chega à Liverpool magnetizado pelos atrativos relacionados com os Beatles. São tours pela cidade, um museu e o primeiro bar onde eles tocaram, The Cavern Club. Só para isso, você vai precisar umas 5 horas!
Liverpool Liverpool
Liverpool

5 – Dê uma oportunidade à arte moderna e contemporânea numa filial descolada da Tate, a Tate Liverpool. Na coleção permanente tem até o nosso Oiticica, e sempre rolam umas temporárias que valem a viagem. Agora mesmo, a bola da vez é Margritte até 16 de outubro.

6 – Você sabia que a região do porto de Liverpool é Patrimônio Mundial da Humanidade? A declaração é de 2004. Esta parte da cidade conta com o maior conjunto de edificios do Reino Unido catalogados como de interesse histórico-artístico! Você pode caminhar pela zona totalmente reabilitada e ainda pegar um ferry e passear pelo Rio Mersey .
rio-mersey-cruise Liverpool
7 – Tem um museu que trata de um tema que é ainda é uma vergonha para a humanidade: a escravidão. Um lugar que utiliza as últimas tecnologias para tocar fundo aos visitantes.

8 – Aqui se encontra a maior catedral anglicana do Reino Unido. A subida as torres proporciona uma vista geral da city.

9 – Para quem curte compras está o Liverpool One. Com 140 lojas, mais cinemas e restaurantes. Nada de shopping claustrofóbico, o conceito é de um aglomerado de ruas com muito mais luz, onde você pode encontrar de tudo!
Liverpool-One Liverpool-One2
10 – Por último, mas super importante para os loucos por futebol, o estádio do Liverpool – Anfield. A visita guiada é show, assim como a “arena”. Até os nem tão loucos, podem curtir.

Posts relacionados:
Roteiro diferente pela Europa – do Real Madrid ao Benfica
Como ir de Londres a Liverpool

fotos: Armando Mari de Camargo_2011 e sites oficiais dos atrativos

Páginas:1234