Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 14 2008

Caminho Francês: um caminho com muitas possibilidades

Vamos esclarecer alguns pontos. Primeiro, o caminho aragonês é outra forma de começar o Caminho Francês. O caminho francês leva este nome pela quantidade de franceses que transitavam por ele no século X, e pode ser iniciado de duas maneiras: por Navarra ou por Aragón. A maioria dos peregrinos começa por Navarra. E tanto um como o outro podem ser iniciados em França, bem próximo da fronteira com Espanha.

Das duas maneiras você cruza os Pirineus, só que na parte aragonesa você passa muito tempo nos Pirineus, e quando já não está nas montanhas, elas seguem te acompanhando por muito tempo. Na parte navarra, os Pirineus estarão onipresentes no seu primeiro dia de caminhada.

Os dois caminham se tornam um em “Puente de la Reina”, ou seja, a partir daí é apenas um caminho francês, como se pode observar neste mapa. Eu acredito que o mapa esclarece bastante esta questão.
Caminho de Santiago Aragonês

As etapas do caminho não são fixas. Cada pessoa faz seu caminho e pára aonde quer ou pode. O melhor é começar com cautela, porque se você exagerar no começo e se lesionar não poderá chegar até o final. Aqui o ditado a seguir é: “Devagar e sempre”. Porque eu digo isso, porque as etapas que eu mostrarei nestes posts são sugestões, e são diferentes das sugeridas por alguns guias. No começo o melhor é fazer entre 20 e 25 quilômetros, mas depois teu corpo vai acostumando e sem perceber você poderá alcançar 30, 35 quilômetros, ou até mais!

mapa: Guía Azul – Caminho de Santiago 2004/2005 – Ediciones Gaesa.

2 Comentários

  1. Maria Lina

    Olá Patrícia.Muito interessante o seu blog.Alías acho que os blogs sobre viagem estão cada vez mais interessantesUm abraçoMaria Lina

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Oi Maria Lina, fico feliz que você tenha gostado do blog, e espero que siga me visitando. É um pouco como entrar na casa do outro e estar na sala de casa vendo as fotos e falando da última aventura!Um grande abraço

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Mesmo com o clima de ontem, que chove, que vem neblina, desfrutamos da etapa mais bonita do bike tour. 
Foram 40 km entre castelos, bosques que pareciam encantados e o clímax chegou na região de Wachau com seus vinhedos e povoados lindos pra dedéu.

Hoje o bike tour termina em Viena 😫 Mas a viagem não 😉

#biketour #donau #danubio #biketourdanubio #austrialovers
  • Pavilhão barroco nos jardins da Abadia de Melk. O complexo é Patrimônio Mundial da Humanidade. 
Este edifício é todo decorado com afrescos em seu interior. Mostrei nos Stories do @arte_365 
A entrada do complexo custa 12,50€ ou 14,50€ com visita guiada de 50 minutos. Não tem em português, mas em espanhol, italiano e inglês.

#melk #abadiademelk #patrimoniomundial #austrialovers #biketour
  • Cidade do caminho de hoje - Mauthausen. 
Foram 65 km em 4 horas de bici 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #biketour #mauthausen #austrialovers #austria🇦🇹 #danubio
  • Parece pintura, mas é o cotovelo do Danúbio visto do mirante “Schlögener Blick”. Schlogen foi onde começamos nosso passeio de bici que vai nos levar até Viena 🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️🚴🏽‍♂️ #biketrip #schlogen #austrialovers #danubioriver #donau
  • Esperando o embarque para Schlogen. Vamos de barco até lá e depois mais 52 quilômetros de bici até Linz. Vou tentar mostrar tudo nos Stories 🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️🚴🏽‍♀️ #passau #biketrip #schlogen @romantische_donauschifffahrt #boattrip
  • Que lugar!!! Adorei a ida aos castelos do Rei Ludwig II. É um bate e volta meio cansativo porque são 2 horas de trem e outras 2 para voltar, mas o dia foi inesquecível. 
Estávamos em 3 e o bilhete de trem ida e volta para o grupo custou 37€. A entrada para os dois castelos 25€ por pessoa. Em Füssen esperando o trem, tomamos meio litro de radler a 3,50€. Engraçado que curto mais o tour pelo castelo menos famoso, gostei mesmo do Neuschwanstein por fora, mas isso é gosto e já sabe né, gosto não se discute, como máximo se lamenta 🤣🤣🤣 #neuschwastein #fussen #castle #alemanha🇩🇪 #castelos

Follow Me!