Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 22 2006

Alexandria

Alexandria

Alexandria é uma cidade incrível! Na beira-mar, edifícios de um passado glorioso que agora clamam por uma manutenção. Ruínas gregas convivem com bondes, e o principal: muita, mas muita gente. O tráfego é meio desordenado, e o problema não são em verdade os carros. Mas as pessoas que literalmente em grandes massas avançam sobre os pobres carros velhos. Os carros são pequenos e em sua maioria, muito antigos.

Os homens andam de braços dados, as mulheres não. Em Alexandria convivem vários níveis de religiosidade, desde as mais ortodoxas camadas, com mulheres totalmente cobertas de preto, com apenas um buraco na burka para os olhos, até níveis mais permissivos, com mulheres vestidas de roupas bastante ocidentalizadas e apenas com um lenço nos cabelos.

Uma colega do Projeto Mediterranean Voices, contou que muitas vezes as mulheres tiram proveito da burka. Nas provas, enviam em seus lugares, aquela prima ou irmã mais preparada. As professoras quando duvidam de quem está detrás da burka podem pedir às alunas que lhes acompanhem ao banheiro para ver seus rostos! E os brasileiros pensando que eram os únicos senhores do “jeitinho”!

Para quem leva dólares, Alexandria é uma cidade bem barata. E os moradores, comerciantes de sangue, vendem ao turista sem necessidade de dizer uma palavra. Eu mesma comprei uns colares de uma senhora, e conseguimos nos entender apenas pelos gestos.

As mulheres podem viajar sozinhas sem medo, mas a única coisa que eu diria é que não usassem grandes decotes ou camisetas sem manga. Porque eles mexem com as mulheres que estão vestidas assim, se você é desencanada, tudo bem! Mas que é incômodo que alguém esteja te dizendo coisas, ainda mais quando não entende o idioma, sim que é!

foto: turomaquia_2005

6 Comentários

  1. Mariana

    Oi Pati!!!Amei seu blog!!!Realmente, vc faz a historia ser muito mais interessante sempre!!Estarei com certeza acompanhando suas aventuras sua “xaropenta” ahahaBjaoo

    responder
  2. Karine

    Fala XaropentaaaaaaaaarssSaudades viu.. vou entrar sempre que possível no teu blog.. é mto bom acompanhar vc.. e as suas jornadas.. saudades viu..BjuuuKá Vargas

    responder
  3. Kha

    Oiii Pati!!!Agora sim, da pra acompanhar mais oq ta acontecendo com sua vida!!Mto bom ler suas historias…Aumenta um pouco mais a saudade heheheBeijos

    responder
  4. Turomaquia

    Brigaduuuu pelas palavras que ajudam a sentir este cheirinho brasileiro no ar! Porfa não me abandonem! E em breve terei muitas novidades …….

    responder
  5. Clarissa Donda

    Oi, Patrícia!

    Adoro seu blog e de vez em quando venho dar uma passada aqui, mas só agora parei para dizer oi!

    Concordo com você quanto À Alexandria: precisa urgente mente de uma atenção. Devo dizer que foi a cidade que menos gostei, mas acho que isso se deve, não apenas ao caos em que ela está mergulhada (transito, sujeira, falta de cuidado com as estruturas da cidade), mas por que sempre ficou lá no fundo aquela curiosidade de conhecer uma cidade que famosíssima na Antiguidade, onde Cleópatra morava, onde tinha a biblioteca e o farol, etc etc… Mesmo com a lógica apitando que já se passaram milhares de anos e muita coisa desde então, acho que nesse caso o lado “fábula” ficou mais forte..

    Mas me impressionou muito a forma como as mulheres se vestiam (muito bem vestidas, muito moderninhas, mesmo com todos os lenços! Acho que foram as mulheres mais vaidosas que vi no Egito) e a Biblioteca, que sem dúvida, o ponto alto da cidade.

    Ah, e parabéns pelo blog!

    Bjos,
    Cla

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Clarissa, também acho que contribui para minha impressão, o perrengue que passei em um bar da cidade, onde o garçom se negava a me atender porque eu era mulher, e mulher ñ dava ordens para ele!!!
      Brigaduu pelo teu feedback
      beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Em 2011, nossos irmãos Campana redecoraram o café do relógio do Museu D’ Orsay. Era o único que eu ainda não havia testado, mas nesta última viagem almocei por lá.

Adorei o atendimento e a comida. O preço é o esperado em um café de museu. Por uma sopa e uma taça de vinho paguei 14€. Tudo delicioso 😜

#irmaoscampana #parisfood #parislovers #paris #museudorsay
  • Olha ela vista do terraço do Arco do Triunfo. Como muitos de vocês comentaram na foto que coloquei do Arco, o legal é subir um pouco antes do sol se pôr e ver o entardecer lá de cima. É algo mágico ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ É um dos poucos monumentos que fica aberto até tarde.

#leCMN #ArcDeTriomphe #paris #parislovers #arcodotriunfo
  • Na frente de um dos nossos hotéis da viagem, prá avisar que já saiu o primeiro post de PARIS, com uma dica incrível! Visite o www.tuomaquia.com ou clique no link da bio 👍

#parislovers #lamaisonfavart #paris @hotellamaisonfavart
  • Eu viajei com a Ledinara do @curitidoce isso enriqueceu de uma maneira louca minhas experiências gastronômicas.

No mesmo dia da foto anterior, também estivemos na @maisonladuree 
Ela teve a ideia de comprar este macaron en forma de coração para provar e tirar fotos no Jardim des Tulleries, que fica do ladinho de uma das lojas.

Custou 2,10€ e nos divertimos barbaridades. Aliás se eu fosse você, seguia a @curitidoce porque ela fez vídeos de todos os doces que provamos nos 4 dias que estivemos juntas 💕

#laduree #parislovers #parisfood #paris #macaron
  • Uma das grandes experiências desta viagem: comer uma das “frutas” do grande @cedricgrolet 
O limão negro que eu comi é feito com um pequeno limão desta cor que vem do Irã após ficar um mês no deserto secando. 
O senhor que nos recebe na porta e que eu chamaria de chefe de sala, é um dos responsáveis em converter esta experiência em inesquecível. 
Não é um doce barato, mas vale cada centavo 😉

#cedricgrolet #parisfood #parislovers #doce #paris
  • Tão legal estar de bobeira e de repente, dar com ela 🤗 qual é teu lugar favorito para fotografar a torre?

#toureiffel #paris #parislovers

Follow Me!