Guias de Viagem e Arte

 
 
out 10 2013

A surpresa: dedicado a todos que estão longe

Estava escrevendo outro post quando dei com este video. E relembrei a teoria dos “no places”. Lugares que poderiam estar em qualquer lugar do mundo sem que ninguém notasse a mais mínima diferença. Lugares sem identidade. Em muitos casos, os “no places” são lugares de trânsito, como os aeroportos.

Neste video, os “no places” funcionam como lugares de transição de uma realidade cotidiana para uma realidade sonhada. Jovens retornam de surpresa à Espanha para abraçar seus pais. Mas esta realidade sonhada como são as férias-fuga termina em 1 mês. As férias que nos distanciam de uma realidade que odiamos, de empregos que detestamos, de vidas sem muito sentido por 15, 20 ou 30 dias.

Nossos jovens sem futuro num país de políticos de maioria absoluta que gera uma arrogância máxima devem retornar à realidade do auto-exílio. Um exílio que não é querido, é necessário. Também fogem, mas em busca de um futuro. Fogem para não acordar todos os dias em desemprego. Fogem da ignorância de ministros que dizem que “estas coisas passam”; que chamam o exílio de mobilidade.

Assim, os “no places” se convertem em lugares ainda mais tristes. Onde pais resignados e empapados de lágrimas devem pronunciar um adeus amargo. E todo mundo fica sem entender nada.

Sonho com um dia em que os “no places” apenas sejam filtros para diferentes realidades, nem boas nem ruins. Apenas filtros para viagens de conhecimento, reencontros alegres de filhos que foram porque assim decidiram. Filtros para um mundo que vivemos 335 dias por ano, nem sempre felizes, mas sobretudo satisfeitos, motivados e em constante aventura.

video: http://www.youmaykiss.tv/

6 Comentários

  1. Nick

    Uauuuu Patrícia, adorei o vídeo !!! Achei de uma simplicidade e de uma verdade cortantes, dá até vontade de chorar…

    responder
  2. Virginia Lucia

    Amei seu post, Patrícia! Muito legal o texto e o vídeo. Parabéns.

    responder
  3. jr caimi

    Que lindo!! Hoje levei meu pai no aeroporto e tinha uma família inteira se despedindo de um rapaz. Todo mundo chorando e eu observando. Sempre presto atenção nisso nos aeroportos. Observo a emoção das pessoas, a dor da despedida ou a alegria do reencontro. Tinha uma impressão que no Brasil as pessoas eram mais dramáticas com essa coisa de ir embora, mas vejo que não…

    responder
  4. Thais Carneiro

    Hola, Patricia…

    Por indicação de uma amiga no Brasil passei para tirar uma duvida com você, mas fiquei aqui…parada diante desse video …e como vc planteou…Obrigada…..como me identifico nestas despedidas e a emoçao veio com força.
    Bem aproveitando o enganche te comento, tenho o titulo de pegagogia pela PUCMINAS e te queria perguntar sobre um Master de Comunicación y Educación de la Universidad Autônoma de Barcelona(on line) de titulo proprio que eu gostaria de fazer aqui na Espanha onde tb vivo, mas estou com medo de investir 4.000 euros e nao poder homologar no Brasil Como posso conseguir essa informaçao?Quais sao os passos a seguir no Brasil? O seu master era de titulo oficial ou Proprio? Será que vou ter problemas ? Obrigada pela atenção e sua possivel ajuda…Parábens pelo blog….

    responder
    • Patricia de Camargo

      Thais,
      na época que eu fiz não existia esta divisão de master próprio ou oficial. O importante é ver o número de créditos e pedir para defender a dissertação com banca. E claro fazer uma excelente dissertação porque será avaliada por 3 doutores no Brasil. Já faz muito tempo que fiz a minha homologação, e sei que agora existem diferenças no primeiro passo que teria que tomar, dependendo se o master é próprio ou oficial, qual seja: preparar os documentos para mandar ao Brasil. Você tem que legalizar os documentos. Depois traduzi-los com tradutor juramentado no Brasil, pagar uma taxa na universidade escolhida para convalidar (que tem que ser pública, ou ao menos tinha que ser na época que eu fiz) e mandar uma cópia da dissertação. O processo em tese teria que durar 6 meses, o meu levou 1 ano e meio.

      Se você terá problemas é muito complicado afirmar algo assim, putis agora que vi o master é online. O meu era presencial e tive que provar que estive aqui durante as aulas. Realmente ñ conheço nenhum caso de convalidação de master online, todos que conheço foram presenciais.Tenho mais algumas informações nestes posts aqui: http://turomaquia.com/category/vida-na-espanha/estudar-na-espanha/

      Um grande abraço

      responder
  5. Armando

    Tão longe , mas tão perto 🙂
    Música para o post : a thousand miles away , hoodo gurus
    Te amo maninha !

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dia de muita felicidade. Encontrei casualmente um leitor do blog na exposição do Guernica. O Francisco foi tão gentil, que alegrou ainda mais meu dia. Que teve Picasso, uma exposição incrível do crítico de arte brasileiro - Mário Pedrosa e 3 restaurantes que em breve vou postar prá vocês 😉
  • O café da manhã foi nesta lindura dentro do Museu Reina Sofía. Café + pão com tomate e azeite + pequeno suco de laranja = 5€.
.
#nubel #museoreinasofia #gastronomia #restaurante #museum #madri #españa
  • Em Madri #aeroporto #aeropuertodebarajas #españa
  • Sabendo das últimas no Aeroporto de Atenas. Em algumas horas, Madrid. E amanhã tem exposição especial do Guernica no Museu Reina Sofía 😎
.
#turogrego #athensairport #greece #airport #gameofthrones #time
  • Atenas, simplesmente Atenas. Para as pessoas legais, que não enganam, não roubam suas ideias, desejo que ao menos uma vez na vida venham para esta cidade, que cidade! 
Monte Licabeto visto da Acrópole.
#turogrego #atenas #greece #acropole #acropolis #licabeto
  • As cariatides reinando sobre Atenas. Na verdade, estas são réplicas, as originais estão protegidas da poluição e deterioração lá no Museu da Acrópole 🏛
.
#acropolis #greekart #cariatides #atenas #turogrego #openairmuseum #greece

Follow Me!